Flyer curso entre ouro e pedrarias_2016

271 visualizações

Publicada em

curso,PIN

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
271
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
68
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Flyer curso entre ouro e pedrarias_2016

  1. 1. 5as feiras, das 18h30 às 19h30 dias 18 e 25 de fevereiro 3, 10 e 17 de março 2016 Local Sociedade Nacional de Belas Artes Rua Barata Salgueiro 36, 1250-044 Lisboa Inscrições pin@pin.pt secretaria da SNBA Minimo de inscrições:15 Preço 75,00€ 60,00€ membros da PIN e membros da SNBA Prof. Doutor Gonçalo de Vasconcelos e Sousa Professor Catedrático da Escola das Artes da Universidade Católica Portuguesa ENTRE OURO E PEDRARIAS... TESOUROS DA JOALHARIA EM PORTUGAL E NO BRASIL Curso . QUESTÕES INTRODUTÓRIAS 1 – Ourivesaria, prataria, joalharia e vária 2 – O papel socioeconómico da jóia 3 – Materiais em joalharia: metais, gemas e outros 4 – Joalharia popular versus joalharia erudita; a questão da chamada ourivesaria Popular 5 – Ourives do ouro, ourives da prata, cravador de pedraria, lapidário; comerciante de ourivesaria 6 – De aprendiz a oficial, de oficial a mestre no ofício de ourives do ouro 7 – Da oficina à casa de ourivesaria 8 – Marca de Ensaiador Municipal, marca da contrastaria, marca do ourives Fabricante 9 – Ensaiador e Contraste do ouro 10 – O Regimento do Ensaiador do ouro de 1693 11 – Principais centros produtores de Ourivesaria em Portugal e no Brasil 12 – A Confraria de Santo Elói dos Ourives do Ouro 13 – Fontes para o estudo da ourivesaria em Portugal e no Brasil MILÉNIOS DE EVOLUÇÃO HISTÓRICA 1 – Joalharia Na Idade Dos Metais 1.1. As Jóias Proto-históricas Não-castrejas 1.2. As Jóias na Sociedade Castreja 1.3. Tipologias 1.4 Os Tesouros Descobertos 2 – Joalharia Romana 2.1. A Joalharia e a Sociedade Romana 2.2. Tipologias de Peças 3 – Ourivesaria Medieval 3.1. Os Tesouros Reais 3.2. O Tesouro da Rainha Santa Isabel 4 – Joalharia Quinhentista 4.1. Os Objectos Vindos da Índia 4.2. Os Dotes Das Infantas 4.3. Uma Grande Coleccionadora: A Rainha D. Catarina 4.4. Tipologias de Peças 5 – Joalharia Seiscentista 5.1. Tipologias de Peças e Gemas Utilizadas 5.2. As Jóias de D. Luísa De Gusmão 5.3. As Jóias de D. Catarina de Bragança 6 - O Barroco e o Rococó e a Explosão das Formas 6.1. Uma Visão da Joalharia Internacional nos Séculos XVII e XVIII 6.2. As Jóias de D. Catarina de Bragança, Rainha de Inglaterra 6.3. O Ouro e os Diamantes do Brasil; O Ciclo do Milho 6.4. As Jóias da Casa Real 6.5. Tipologias de Jóias 6.6. A «festa da Cor»: As Gemas do Brasil na Joalharia Portuguesa e o Comércio de Jóias com o Brasil 6.7. – As Jóias realizadas na cidade no Porto: Os Laços e uso dos Esmaltes 6.8. – A Joalharia no Retrato e o papel da Gravura 7 – Joalharia Neoclássica 7.1. Tipologias de Peças 7.2. Principais Gemas Utilizadas 7.3. O papel do Retrato e o uso Corporal da Jóia nos Finais de Setecentos e Primrio Terço de Oitocentos 7.4. Os Livros de Desenhos de Jóias como Catálogos dos Ourives 8 – Os Revivalismos no Século Xix 8.1. O uso de novos materiais 8.2. Tipologias de Peças 8.3. As Jóias no Retrato de aparato Masculino e Feminino 8.4. Jóias de Crioula Versus Joalharia Popular 9 – Arte Nova d Art Déco 10 – As grandes casas da Joalharia 10.1. A Casa Leitão & Irmão 10.2. A Casa De José Rosas 10.3. A Casa Reis & Filhos 10.4. Luiz Ferreira 10.5. Casa Michel (S. Paulo) O conhecimento da História da Joalharia em Portugal e no Brasil envolve um conjunto de realidades relacionadas com os ofícios de ourives do ouro, cravador e lapidário, para além do estudo da evolução estética, das tipologias de peças e do relacionamento com as mentalidades e a sociedade das distintas épocas. Da época proto-histórica à joalharia contemporânea, desenvolveu-se uma das Artes Decorativas Portuguesas e Brasileiras que mais entusiasmo causa aos apreciadores e estudiosos estrangeiros. A perícia de execução, bem como a riqueza das formas e a variedade das gemas utilizadas transportam a Joalharia Portuguesa e Brasileira para um universo de luxo e de aparato, que este Curso Livre visa dar a conhecer com a actualidade que as últimas investigações neste tema têm permitido. Programa + info www.pin.pt www.ideia.pt organização: apoio:parceiro:

×