Com latim, rocim e
florim andarás
mandarim!
Aquilino Ribeiro
A morte é certa e
a hora incerta.
Aquilino Ribeiro
Anda o homem a
trote para ganhar
o capote.
Aquilino Ribeiro
A palavra , como
a lança, longe
alcança!
Aquilino Ribeiro
Não há grande
geração sem santo
nem ladrão.
Aquilino Ribeiro
Casa em que
caibas, vinha
quanto bebas,
terra quanta
vejas.
A...
Guar-te de homem
que não fala e de
cão que não ladra.
Aquilino Ribeiro
Roga ao santo até
passar o
barranco.
Aquilino Ribei...
Cria o corvo, tirar-
te-á o olho.
Aquilino Ribeiro
Contas na mão,
olho no ladrão.
Aquilino Ribeiro
Pão com olhos,
queijo sem olhos e
vinho que salte aos
olhos.
Aquilino Ribeiro
Onde oiro fala,
tudo se cala.
Aquilino Ribei...
Marcadores-de-leitura_proverbios_Aquilino-Ribeiro
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Marcadores-de-leitura_proverbios_Aquilino-Ribeiro

269 visualizações

Publicada em

Marcadores de leitura com provérbios retirados da obra de Aquilino Ribeiro 'Malhadinhas'.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
269
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Marcadores-de-leitura_proverbios_Aquilino-Ribeiro

  1. 1. Com latim, rocim e florim andarás mandarim! Aquilino Ribeiro A morte é certa e a hora incerta. Aquilino Ribeiro
  2. 2. Anda o homem a trote para ganhar o capote. Aquilino Ribeiro A palavra , como a lança, longe alcança! Aquilino Ribeiro
  3. 3. Não há grande geração sem santo nem ladrão. Aquilino Ribeiro Casa em que caibas, vinha quanto bebas, terra quanta vejas. Aquilino Ribeiro
  4. 4. Guar-te de homem que não fala e de cão que não ladra. Aquilino Ribeiro Roga ao santo até passar o barranco. Aquilino Ribeiro
  5. 5. Cria o corvo, tirar- te-á o olho. Aquilino Ribeiro Contas na mão, olho no ladrão. Aquilino Ribeiro
  6. 6. Pão com olhos, queijo sem olhos e vinho que salte aos olhos. Aquilino Ribeiro Onde oiro fala, tudo se cala. Aquilino Ribeiro

×