Leiam esta história para seus
alunos e crie atividades para ela. Pode
ser criada uma pecinha também. Ela é
ótima para ser ...
ERA UMA VEZ UMA OVELHA
CHAMADA MARIA.
AONDE AS OUTRAS OVELHAS IAM,
MARIA IA TAMBÉM.
AS OVELHAS IAM PRA BAIXO.
MARIA IA PRA...
AS OVELHAS PEGARAM UMA
GRIPE!
MARIA PEGOU GRIPE TAMBÉM.
ATCHIM!
MARIA IA SEMPRE COM AS OUTRAS
DEPOIS TODAS AS OVELHAS
FORAM PARA O DESERTO.
MARIA FOI TAMBÉM.
AI, QUE LUGAR QUENTE!
AS OVELHAS TIVERAM INSOLAÇÃO.
MARIA ...
UM DIA, TODAS AS OVELHAS
RESOLVERAM COMER SALADA DE
JILÓ.
MARIA DETESTAVA JILÓ.
MAS, COMO TODAS AS OVELHAS
COMIAM JILÓ, MA...
E ASSIM QUARENTA E DUAS
OVELHAS PULARAM, QUEBRARAM
O PÉ, CHORANDO: MÉ! MÉ! MÉ!
CHEGOU A VEZ DE MARIA PULAR.
ELA DEU UMA RE...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Leiam esta história para seus alunos e crie atividades para ela

1.326 visualizações

Publicada em

Esta história é excelente para ser Trabalhada nas séries iniciais do ensino fundamentas. Pode ser criada uma pecinha com ela.Maria Vai com as outras foi escrita por Sylvia Ortof.

Publicada em: Diversão e humor
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.326
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
20
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Leiam esta história para seus alunos e crie atividades para ela

  1. 1. Leiam esta história para seus alunos e crie atividades para ela. Pode ser criada uma pecinha também. Ela é ótima para ser trabalhada em sala de aula! Nas primeiras séries do Ensino Fundamental até o 6º ano. Maria vai com as outras
  2. 2. ERA UMA VEZ UMA OVELHA CHAMADA MARIA. AONDE AS OUTRAS OVELHAS IAM, MARIA IA TAMBÉM. AS OVELHAS IAM PRA BAIXO. MARIA IA PRA BAIXO. AS OVELHAS IAM PRA CIMA. MARIA IA PRA CIMA. MARIA IA SEMPRE COM AS OUTRAS. UM DIA, TODAS AS OVELHAS FORAM PARA O POLO SUL. MARIA FOI TAMBÉM. AI, QUE LUGAR FRIO!
  3. 3. AS OVELHAS PEGARAM UMA GRIPE! MARIA PEGOU GRIPE TAMBÉM. ATCHIM! MARIA IA SEMPRE COM AS OUTRAS
  4. 4. DEPOIS TODAS AS OVELHAS FORAM PARA O DESERTO. MARIA FOI TAMBÉM. AI, QUE LUGAR QUENTE! AS OVELHAS TIVERAM INSOLAÇÃO. MARIA TEVE INSOLAÇÃO TAMBÉM. UF! PUF!
  5. 5. UM DIA, TODAS AS OVELHAS RESOLVERAM COMER SALADA DE JILÓ. MARIA DETESTAVA JILÓ. MAS, COMO TODAS AS OVELHAS COMIAM JILÓ, MARIA COMIA TAMBÉM. QUE HORROR! MARIA PENSOU, SUSPIROU, MAS CONTINUOU FAZENDO O QUE AS OUTRAS FAZIAM. ATÉ QUE AS OVELHAS RESOLVERAM PULAR DO ALTO DO CORCOVADO PRA DENTRO DA LAGOA. TODAS AS OVELHAS PULARAM. PULAVA UMA OVELHA, NÃO CAIA NA LAGOA, CAIA NA PEDRA, QUEBRAVA O PÉ E CHORAVA: MÉ! PULAVA OUTRA OVELHA, NÃO CAIA NA LAGOA, CAIA NA PEDRA, QUEBRAVA O PÉ E GRITAVA: MÉ!
  6. 6. E ASSIM QUARENTA E DUAS OVELHAS PULARAM, QUEBRARAM O PÉ, CHORANDO: MÉ! MÉ! MÉ! CHEGOU A VEZ DE MARIA PULAR. ELA DEU UMA REQUEBRADA, ENTROU NUM RESTAURANTE E COMEU UMA FEIJOADA. AGORA, MÉ, MARIA VAI PARA ONDE CAMINHA O SEU PÉ!

×