Alterações nasestruturassociais
IntroduçãoNo âmbito da disciplina de História, vamos falar sobre as Alterações nas estruturas sociais em Portugal no sécul...
Alterações nas estruturasSociais   A Ruína dos pequenos produtores   A emigração portuguesa
 No  século XIX, principalmente na segunda metade, Portugal, à semelhança dos outros países registou um aumento demográfi...
No gráfico aoladopodemos vero crescimentopopulacionalentre o ano1821 e 1900
A    fraca   produtividade     da    economia portuguesa impossibilitava os pequenos produtores    de    competirem      ...
“ A febre da civilização que as estradas e os caminhos-de-ferro      levaram   á    província encontrou as populações num...
 Todos  os aspectos assinalados anteriormente causaram o abandono dos campos e a emigração dos camponeses na esperança de...
O  fim da escravatura, em 1888, levoumuitos deste emigrantes a arranjartrabalho nas plantações de algodão e café.Também s...
A emigração contribuiu para superaras dificuldades financeiras que sefazia sentir no país. Desenvolveu aactividade     ba...
“A  falta de trabalho nas obras publicas e a redução dos vencimentos ou dos quadros do pessoal burocrático são os dois mo...
No mapa ao ladoverificamos A aevolução e a Bdistribuição da emigraçãoportuguesa na segundametade do século XIX
SÍNTESE No século XIX já começava a haver boas  acessibilidades, no entanto, a agricultura entrou em crise  o que fez com...
 Trabalho   elaborado por:    Mariana Carvalho   Nº18    Sara Carvalho       Nº 25    8ºA
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Alterações nas estruturas sociais

3.936 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.936
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
162
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
63
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Alterações nas estruturas sociais

  1. 1. Alterações nasestruturassociais
  2. 2. IntroduçãoNo âmbito da disciplina de História, vamos falar sobre as Alterações nas estruturas sociais em Portugal no século XIX, no qual vamos desenvolver os seguintes pontos:  A ruína dos pequenos produtores;  A emigração .
  3. 3. Alterações nas estruturasSociais A Ruína dos pequenos produtores A emigração portuguesa
  4. 4.  No século XIX, principalmente na segunda metade, Portugal, à semelhança dos outros países registou um aumento demográfico acentuado. No entanto, o crescimento da população apresentou ritmos diferentes, variando de região para região, no litoral e nas zonas mais industrializadas a população cresceu mais do que nas zonas do interior do país.
  5. 5. No gráfico aoladopodemos vero crescimentopopulacionalentre o ano1821 e 1900
  6. 6. A fraca produtividade da economia portuguesa impossibilitava os pequenos produtores de competirem com os estrangeiros e ainda investirem na mecanização, de modo a aumentar a população. A situação dos camponeses agravou-se ainda mais devido às crises agrícolas que ocorriam sucessivamente e ao elevado número de filhos que dividiam entre si a pequena propriedade. Muitos camponeses devido a tudo isto resolveram vender as suas terras à burguesia capitalista.
  7. 7. “ A febre da civilização que as estradas e os caminhos-de-ferro levaram á província encontrou as populações numa crise de miséria derivada da decadência agrícola. (…) Vendo as suas pobres vinhas com a filoxera, os seus castanheiros murchos, os olivais doentes, as industrias locais sem procura, a aldeia em ruínas, lá tiveram de debandar. Os mais tímidos vieram trabalhar, os mais ousados venderam a casa paterna para desertarem da Pátria, a caminho do Brasil.” Fialho de Almeida, Os Gatos, 4º ed., Lisboa, A. M. Teixeira, 1920 - 1922
  8. 8.  Todos os aspectos assinalados anteriormente causaram o abandono dos campos e a emigração dos camponeses na esperança de enriquecerem e de uma vida melhor. Partiram de todo o país mas principalmente dos distritos com maior crescimento populacional, nomeadamente o Porto, Lisboa, Braga, Aveiro e Coimbra.O destino destes emigrantes era principalmente o Brasil, pelo facto de ser uma antiga colónia portuguesa que falava a nossa língua.
  9. 9. O fim da escravatura, em 1888, levoumuitos deste emigrantes a arranjartrabalho nas plantações de algodão e café.Também se ocupavam com as actividadescomerciais. Alguns destes emigrantesregressaram, mais tarde, járicos, compravam um palacete e viviamluxuosamente. Ficavam conhecidos comoos brasileiros de torna – viagem. Noentanto haviam outros que apenasconseguiam enviar às suas famílias aspobres poupanças.
  10. 10. A emigração contribuiu para superaras dificuldades financeiras que sefazia sentir no país. Desenvolveu aactividade bancária, ajudou aequilibrar o défice comercial ediminuir ligeiramente a dependênciaeconómica de Portugal face aoestrangeiro.
  11. 11. “A falta de trabalho nas obras publicas e a redução dos vencimentos ou dos quadros do pessoal burocrático são os dois motivos que directa ou indirectamente actuam sobre a população e a emigração. Duas causas da crise determinantes da emigração, a ruína da viticultura e o cerceamento das obras e empregos públicos, vêm juntar-se como motivos excepcionais (…). Deu-se recentemente um facto estranho a nós e do máximo alcance no sentido de colaborar com os motivos nacionais: foi a lei brasileira de 13 de Maio de 1888, que aboliu completamente a escravidão e compeliu desde logo os fazendeiros do ainda então império a procurarem em braços brancos os substitutos do trabalhos negro e escravo.”J. P. Oliveira Martins, Portugal Contemporâneo, 3º ed., Lisboa LivrariaAntónio Maria Pereira, 1895.
  12. 12. No mapa ao ladoverificamos A aevolução e a Bdistribuição da emigraçãoportuguesa na segundametade do século XIX
  13. 13. SÍNTESE No século XIX já começava a haver boas acessibilidades, no entanto, a agricultura entrou em crise o que fez com que as pessoas procurassem nas cidades melhores condições de vida e de trabalho (Êxodo Rural). O facto de no Brasil terem acabado com as escravatura fez com que muitos dos portugueses vendessem os seus bens e emigrassem à procura de uma vida melhor.
  14. 14.  Trabalho elaborado por: Mariana Carvalho Nº18 Sara Carvalho Nº 25 8ºA

×