Esclerose Multipla

17.906 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
7 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
17.906
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
105
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
7
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Esclerose Multipla

  1. 1. ESCLEROSE MÚLTIPLA É uma doença inflamatória, degenerativa de caráter auto-imune, que destrói a bainha de mielina e axônios, de forma disseminada do Sistema Nervoso Central. Manifesta por surtos seguidos por remissões ou exacerbação
  2. 2. Dados <ul><li>A proporção da doença é de aproximadamente duas mulheres para cada homem. </li></ul><ul><li>Idade de início entre 20 e 40 anos </li></ul><ul><li>Fatores exacerbantes : </li></ul><ul><li>Calor </li></ul><ul><li>Stress </li></ul>
  3. 3. Etiologia <ul><li>Não existe causa conhecida ou determinantes para a esclerose, mas pode ser por: </li></ul><ul><li>- Anomalias imunológicas </li></ul><ul><li>- Casos Familiares podem ser de indicio genético. </li></ul><ul><li>- Infecção produzida por algum vírus latente </li></ul>
  4. 4. Formas de evolução da esclerose <ul><ul><ul><ul><ul><li>Recidivante Remitente: Sintomas leves, remissões completas, pouca ou nenhuma incapacidade. A freqüência: 20 a 30% dos casos. </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><li>Progressão Primaria: progressão a despeito de tratamento, incapacidade significativa em 2 a 10 anos. Freqüência: 20 a 30% dos casos. </li></ul><ul><li>Progressiva secundaria: Remissões completas e incompletas, evoluindo para crônica progressiva. Freqüência: 40 a 60 % dos casos. </li></ul><ul><li>Recidivante Progressiva é mais severa e rápida, leva a óbito em semanas ou meses </li></ul>
  5. 5. Sinas e sintomas comuns na esclerose múltipla <ul><li>Espasticidade </li></ul><ul><li>Fraqueza Muscular </li></ul><ul><li>Contraturas </li></ul><ul><li>Distúrbio da marcha </li></ul><ul><li>Acuidade diminuída </li></ul><ul><li>Incontinência Urinaria / Retenção urinaria </li></ul><ul><li>Impotência </li></ul><ul><li>Sensibilidade genital diminuída </li></ul><ul><li>Depressão </li></ul><ul><li>Distúrbio da memória </li></ul><ul><li>Atenção e concentração diminuída. </li></ul>
  6. 6. Apresentação do Paciente <ul><li>Carol, 23 anos, paciente da clínica da unicsul do setor de Neurologia adulto, relata que seus sintomas como fadiga começaram mais ou menos uns dois anos, antes de sua mãe morrer. Houve uma depressão severa que não conseguia fazer suas atividades normais, ficava só acamada. Uma sensação de peso e fadiga em MMII, progredindo para MMSS, relatou que teve dormência em MMII. </li></ul><ul><li>OBS: relata que houve uma piora dos sintomas, quando sua mãe faleceu. </li></ul>
  7. 7. Quadro Clínico <ul><li>Fraqueza muscular </li></ul><ul><li>ADM normal </li></ul><ul><li>Coordenação diminuída / atenção </li></ul><ul><li>Realiza atividades motoras: rolar, quatro apoios e ajoelhar </li></ul><ul><li>Paciente deambula, mas com ajuda do terapeuta </li></ul><ul><li>Déficit de equilíbrio </li></ul>
  8. 8. Objetivos Gerais <ul><li>Melhorar ou manter o nível de funcionamento físico e psicológico </li></ul><ul><li>Aumentar ou manter a amplitude de movimentos nas articulações. </li></ul><ul><li>Melhorar o feedback sensitivo </li></ul><ul><li>Promover fortalecimento muscular de MMII </li></ul><ul><li>Promover fortalecimento de MMSS, visando menor dependência funcional </li></ul><ul><li>Estimular mudanças transposturais </li></ul><ul><li>Melhorar a coordenação </li></ul><ul><li>Restabelecer equilíbrio corporal </li></ul><ul><li>Melhorar o padrão da marcha </li></ul>
  9. 9. Tratamento <ul><li>Ensinar a conservação de energia, e ajudar no ajuste psicológico do paciente e da família </li></ul><ul><li>Exercícios de ADM passivos ativos varias vezes ao dia, técnicas manuais de mobilização articular. </li></ul><ul><li>Técnicas de facilitação local com percussão sobre o músculo, vibração ou escovamento repetido. </li></ul>
  10. 10. <ul><ul><li>Fortalecimento de MMSS </li></ul></ul>
  11. 11. <ul><li>Fortalecimento MMII </li></ul>
  12. 12. <ul><li>Exercícios como rolar, quatro apoio e ajoelhar </li></ul>
  13. 13. <ul><li>Exercícios de repetição de movimentos, exercícios de frenkel </li></ul>
  14. 14. <ul><li>Ficar em posição de gato com um dos braços a frente da cabeça, terapeuta desestabiliza o paciente. </li></ul><ul><li>Andar em solo estável em linha reta, com um pé na frente do outro. </li></ul><ul><li>Andar em solo instável em colchonete, com um pé em frente o outro </li></ul><ul><li>Paciente em cima do trampolim com ajuda do terapeuta </li></ul>

×