ESTUDO DA ÁREA<br />LOCALIZAÇÃO<br />O referido trabalho diz respeito a análise de um estudo teórico e prático da discipli...
PROJETOS CORRELATOS / INFLUÊNCIAS<br />Neste caso, percebemos o desenho da paginação de piso no que tange ao caminho de pe...
PROPOSTA FINAL PARA O PARQUE URBANO<br />O objetivo da presente proposta foi tomar como referenciais teóricos pesquisados ...
SETOR DE CONTEMPLAÇÃO E ATIVIDADES DE CONSCIÊNCIA AMBIENTAL<br />A média parcial é de 20% desse setor dentro do total dos ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Trabalho de urbanismo 3 unidade

642 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
642
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalho de urbanismo 3 unidade

  1. 1. ESTUDO DA ÁREA<br />LOCALIZAÇÃO<br />O referido trabalho diz respeito a análise de um estudo teórico e prático da disciplina de Urbanismo II. Tal trabalho foi desenvolvido na área do Aeroclube, no Bairro do Bessa, nesta capital, no que tange a uma área de aproximadamente 30ha de terreno.<br />Seu desenvolvimento se deu a partir de um estudo de inúmeros aspectos no que diz respeito as condições ambientais, locais e sociais presentes na área em estudo, dentre outros aspectos.<br />Daí nosso foco foi identificar seus efeitos sobre a qualidade de vida e saúde da população que ali se encontra circundando a área, como os moradores e pessoas que trabalham no entorno e pessoas que ali passam, os transeuntes, com isso podendo desenvolver condições de melhoria para apresentar alternativas para a conservação do ambiente urbano nesta capital. Isso tudo com um estudo da área propusemos a implantação de alguns equipamentos estratégicos naquele espaço a fim de assegurar ao usuário condições de lazer, cultural, social e econômica pra inúmeras pessoas que ali trabalharem ou ali permanecerem momentânea ou permanentemente.<br />Vale salientar e repetir o fato de que este sítio urbano onde se encontra o Aeroclube da Paraíba é uma área importantíssima. Ela fica numa área estratégica do ponto de vista da sua localização devido ao fato de ela estar próxima a importantes centros de compras da cidade de João Pessoa. Podemos ir além, e citar esses centros de compras a exemplo de shoppings centers, como o Mag Shopping, O Manaíra Shopping, O Shopping Kadoshi, O Via Mar Shopping, dentre outros pequenos centros comerciais; temos também exemplos de supermercados, como o Hiper, Carrefour, Pão de Açúcar, etc. Sem mencionar uma outra área de imensurável destaque que é a nossa orla marítima, pois, frisemos, está entre os mais caros, emergentes, e em desenvolvimento, solos urbanos pelo mercado imobiliário atualmente em nossa cidade. <br />Paradoxalmente, observou-se que a convivência das atividades do Aeroclube com as residências uni e multifamiliares vizinhas põe em risco a vida dos moradores, uma vez que percebeu-se um aumento no que tange à poluição sonora, um desperdício de um precioso e possível espaço público, pois lá se extrapola a legislação do cone de vôo ora em vigor. Além do mais, fragmenta de maneira absurda o tecido urbano, fazendo uma ferida na malha urbana a partir de um vazio imenso e ocioso que é disponível apenas a uma classe que usufrui dos seus espaços, uma ínfima minoria.<br />Como contraponto a essa situação foi proposto outro uso e ocupação do solo para área, mais saudável, racional, democrático, ecológico e eficiente, favorável às diversas classes e faixas etárias da população, a partir da criação de um parque urbano como observados em outros inúmeros parques urbanos pesquisados ao logo da elaboração deste trabalho digno de aplausos quanto a orientação e compreensão do sentido de nossa importante futura função de urbanistas. <br />Outro aspecto diz respeito à animação urbana com a adoção do respeito ao pedestrianismo e uma mistura saudável e salutar de usos que promovam movimentos ininterruptos nas calçadas e espaços coletivos lá implantados cuidadosamente em lugares estratégicos em cada setor de interesse. <br />Daí, podemos afirmar com plena confiança que a nossa proposta do parque linear urbano na referida área, portanto, foi a de agir na pequena escala do bairro, mas com margem de relevante repercussão na grande escala da nossa cidade. O intuito foi, portanto, de investigar alternativas projetuais possíveis, com base no programa proposto inicialmente, que evidenciaram aspectos transformadores para aquela área, favoráveis para a qualidade da vida urbana da nossa própria cidade e para turistas e visitantes de outras áreas.<br />Ampliação do Aeroclube<br />Ampliação do Bairro do Bessa / Aeroclube<br />Mapa da Cidade de João Pessoa<br />OCUPAÇÃO DO SOLO E SEGURANÇA<br />Presença de edifícios de muros altos, que segundo Jane Jocobs, causam insegurança nas ruas, uma vez que deixam de voltar os olhos para as ruas, tornando-as espaços ociosos e com pouca presença de moradores nas ruas que na maioria das vezes só passam de carro para acessar sua moradias.<br />Grande área sem um uso adequado que gera um grande espaço ocioso e uma grande ferida na malha urbana naquele bairro. Como podemos ver na legenda, as vias que estão marcadas de marrom na sua maioria não são calçadas e com pouca iluminação, já as ruas marcadas de verde são mais seguras, pois, existem residências uni-familiares, tornando-as um pouco mais seguras. E as ruas mais seguras são as de maiores fluxos de automóveis que são as vias principais.<br />A área é composta por vários tipos de ocupação do solo. No setor Nordeste da área em estudo encontramos o tipo de ocupação baixa, com inúmeros terrenos baldios, com poucas casas ou residências uni-familiares. No setor Norte, podemos ver uma área de ocupação média, com residências uni-familiares e habitações multi-familiares. Na região sul da área em estudo vemos um número excessivo de residências multi-familiares e edifícios comerciais. A cor amarela temos a ocupação baixa. O setor leste possui na legenda a cor verde é a ocupação média. A cor rosa possui ocupação alta (predominância de casas) a área vermelha possui ocupação alta (predominância de prédios).O cinza possui um aglomerado sub-normal. Ruas seguras em traço azul. Ruas pouco seguras em traço verde. Ruas inseguras em traço marrom.<br />VIAS E TRÁFEGOS<br />ATRATORES DO ENTORNO<br />Nossa proposta com relação ao tráfego foi desafogar alguns pontos convergentes de grande intensidade de fluxo de veículos que em determinadas horas do dia eram bastante problemáticas, causando acidentes, engarrafamentos e incômodos para os moradores do local. Com essa visão concluímos que um dos grandes problemas é o transporte urbano que em sua grande maioria passava por um cruzamento de três vias, que são a Rua Ivanice Martins da Câmara, Rua Miriam Barreto Rabelo e Rua Suzi Lacerda Pereira. <br />A solução proposta fora criar uma via interna para desafogar o cruzamento anteriormente citado, possibilitando a melhor distribuição do fluxo do transporte urbano.<br />O grupo decidiu pela mudança dos percursos dos ônibus com a intenção de que cada linha tivesse uma parada no interior ou no contorno imediato do parque, tendo em vista que tal solução integraria diversos bairros da cidade com o parque.<br />Vias de maior fluxo<br />Vias de fluxo médio<br />Vias de baixo fluxo<br />Rua a ser asfaltada<br />A área em estudo possui um entorno com inúmeros e importantes equipamentos de convergência de vários usos, como vemos no mapa a exemplo do Manaíra Shopping, Supermercados como o Pão de Açucar, casas de show como o Forrock, Clube dos Oficiais, Bessa Shopping, Mag Shopping, Escolas, Faculdades, Igrejas, Correios, Shopping de automóveis, Edifícios Comerciais, Posto de Gasolina, Bar, Restaurantes, Condomínio Val Paraíso, assim como outros inúmeros outros equipamentos. <br />Rua a ser criada<br />Rua a ser calçada<br />Rua de ligação ao parque<br />Principais trajetos ao parque<br />Essa planta de fluxos e sentidos foi um estudo preliminar para determinarmos os sentidos dos ônibus. O principal objetivo é de integrar todos os bairros de João Pessoa ao parque por meio do transporte público.<br />Rua a ser retirada<br />Rua de sentido único<br />Foto tirada por morador local na hora de engarrafamento<br />Rua de sentido duplo<br />Croqui da área estudada<br />PROPOSTA DE PARQUE URBANO NA ÁREA DO AEROCLUBE<br />EQUIPE: MARCUS VINÍCIUS <br /> OSMAN JUNIOR<br /> PAOLLA PRISCILLA<br /> STERFESON RAFAEL<br /> THIAGO SARAIVA<br /> VERONILDO CARDOSO<br />01/04<br />DISCIPLINA: URBANISMO II – 2001.1<br />PROFESSOR: MARCO SUASSUNA<br />CENTRO UNIVERSITÁRIO DE JOÃO PESSOA<br />
  2. 2. PROJETOS CORRELATOS / INFLUÊNCIAS<br />Neste caso, percebemos o desenho da paginação de piso no que tange ao caminho de pedestres, um pouco linear, mas com poucas curvas, a paginação de vegetação, referente às cores todos os tipos de grama<br />Utilizamos o Central Park, por ser um parque urbano localizado no meio da cidade. Nesta imagem, temos a intenção de mostrar a utilização de pontes que evitam quebras do passeio, possibilitando passeios contínuos.<br />Vemos a distribuição dos brinquedos organizadamente neste, perto do passeio de pedestres e com bancos próximos e com sombreamento de árvores.<br />Nesse projeto, tomamos o exemplo da ponte sobre o rio. Porém, ao invés do rio teremos carros passando por baixo da ponte, sendo assim, a mesma servirá para os pedestre que podem transitar pelo parque sem serem interrompidos pelos automóveis.<br />Nessa imagem vemos um exemplo de playground , com bancos ao redor coberto pela sombra das árvores.<br />Por sua vez, nesse projeto observamos a ligação e organização das quadras, da vegetação e dos diversos desenhos de grama e espelho.<br />Os passeios neste caso, são curvilíneos, quebrando a monotonia das linhas retas. Uma passo importante para o desenvolvimento do nosso projeto. Sem falar dos círculos no interior do parque e das distribuição dos quiosques.<br />Acima percebemos a distribuição linear da arvores, tanto nos passeios internos dando mais sombreamento ao pedestre quanto no enteorno no calçamento de parque.<br />Implantação geral do Central Park – EUA. Percebemos as curvas dos passeios e a quantidade de áreas verdes no parque.<br />Todo o parque se comunica, uma vez que faz percorrer toda a área sem a existencia e percepção de quebras de alinhamento dos caminhos, nada de ângulos retos e sim somente curvas.<br />Passarela que possibilita a passagem intercruzada de um lado ao outro dando beleza à paisagem sem interferir o uso dos pedestres e dando um outro plano de visualização do lugar.<br />As curvas aqui estão em destaque, passarela cruzando o espelho d’água, e a percepção da presença maciça de área verde. Item ideal e essencial para a existência de um parque de verdade.<br />Alinhamento e vegetação, distribuição das quadras de acordo com a posição do sol. A presença de piers e uma área de estacionamento bastante organizada.<br />Visualização aérea do Central Park – EUA, semelhança percebida no que diz respeito à ferida urbana que ocorre no caso em estudo, mas que fora bem resolvida neste lugar.<br />Estação de integração de ônibus em Campina Grande - Paraíba<br />Estação de integração de ônibus em Curitiba - Paraná<br />Estação de integração de ônibus em Curitiba - Paraná<br />Estação de integração de ônibus em Curitiba - Paraná<br />Proposta para estação de integração de ônibus em Curitiba – Paraná para a copa de 2014<br />EVOLUÇÃO DA PROPOSTA PARA O PARQUE URBANO<br />A proposta inicial fora dividir a área em 4 setores. Como podemos observar no mapa, a área e vermelho seria a área empresarial, a área em amarelo seria o setor de contemplação e atividades de consciência ambiental, a área em azul seria o setor cultural e apoio administrativo, e finalmente a área em verde seria o setor econômico.<br />Depois de rascunhado uma visualização inicial de nossa proposta, fizemos um jogo de legendas e posicionamos cada item e seus equipamentos com cores diversas para destacar os setores e os equipamentos, elencando uma legenda e dando uma justificativa para cada item e para sua determinada posição dentro do terreno a fim de já posicionar um futura ou não localização daquele equipamento interligando usos e características semelhantes daqueles equipamentos e também de seus usos.<br />Separados os setores, desenvolvemos a implantação dos diversos equipamentos sugeridos para a proposta. Daí fora colocados no terreno as ciclovias, bancos, passeios, vegetação, equipamentos comuns, via interna, passarelas, estacionamentos, etc, compondo assim a proposta inicial do parque, tudo de acordo com os estudos feitos com base em vias, segurança, entorno, ocupação do solo e demais elementos que influenciam a área, como também a ventilação, insolação, etc.<br />Em seguida, demos andamento a proposta, desenvolvendo no AutoCAD e no sketchup a implantação gráfica, com dimensões mais exatas e precisas e as formas e posicionamentos dos equipamentos com priorização da vegetação, dos passeios e equipamentos. Foram postas as legendas identificando cada equipamento e seu posicionamento dentro do parque, não só em planta baixa, mas também em perspectivas, como veremos adiante a fim de darmos finalização ao trabalho presente.<br />Nesse mapa forma implantadas as torres, vias, os setores, a área de circulação de pedestres, os estacionamentos, as ciclovias e o plator, assim como a vegetação e a área da lagoa de captação, com suas formas sinuosas de interligação dos setores e das posições e quantidades dos equipamentos.<br />PROPOSTA DE PARQUE URBANO NA ÁREA DO AEROCLUBE<br />EQUIPE: MARCUS VINÍCIUS <br /> OSMAN JUNIOR<br /> PAOLLA PRISCILLA<br /> STERFESON RAFAEL<br /> THIAGO SARAIVA<br /> VERONILDO CARDOSO<br />02/04<br />DISCIPLINA: URBANISMO II – 2001.1<br />PROFESSOR: MARCO SUASSUNA<br />CENTRO UNIVERSITÁRIO DE JOÃO PESSOA<br />
  3. 3. PROPOSTA FINAL PARA O PARQUE URBANO<br />O objetivo da presente proposta foi tomar como referenciais teóricos pesquisados e com base nas orientações em sala de aula, a fim de utilizarmos como base de criação do partido de intervenção de linhas conceituais de outros parques lineares contemporâneos pra o nosso trabalho aqui apresentado e em estudo. O objetivo foi o de elaborar um desenho de um parque urbano público favorável ao lazer, as trocas sociais e ao contato com a natureza a ser implantada.<br />Frisamos projetar áreas para o lazer passivo (contemplação), assim como o de projetar espaços para práticas esportivas, sem se esquecer de incorporar, data vênia, atividades culturais dentro do parque. <br />O objetivo, da mesma maneira, fora para nós o de desenvolver desenhos de equipamentos para o pedestre e para outros inúmeros usuários, como ciclistas, crianças, idosos, etc.<br />E também de delinear áreas para o desenvolvimento de atividades associadas à educação ambiental.<br />Veremos abaixo imagens feitas de alguns dos ambientes e equipamentos utilizados em nosso projeto a fim de demonstrar melhor nossa proposta.<br />Planta Baixa da Proposta Final do Parque Urbano . <br />Visão Geral do Parque (02). <br />Visão Geral do Parque (01). <br />Outra vista da via que entrecorta o parque. Nota-se a necessidade de um desnível em direção ao parque e lá a frente um nível mais elevado na passarela. Solução encontrada e aprovada por nosso professor e pelo grupo.<br />Via que entrecorta o parque. Área de parada de ônibus, embarque e desembarque rápida de passageiros, usuários do parque. <br />Veja o asfaltamento e o acostamento em branco e postes para dar uma melhor iluminação e segurança naquela área de tráfego de veículos.<br />Percebe-se a intenção do acompanhado de palmeiras e bastante grama, fazendo jus ao verde do parque do Aeroclube.<br />Passarela que comunica um lado ao outro do parque, pela via cortada. Maciça presença de área verde.<br />Via que entrecorta o parque. <br />Acima, observa-se a imagem da área de lazer composta de bancos pra inúmeros jogos de mesa, como cartas, dama, xadrez, etc. Um pequeno jardim ao centro da forma circular com paginações com suas cores vivas e abraçada por fortes sombras de árvores e de bastante ventilação.<br />Na área de contemplação vemos um píer deveras agradável que adentra à grande lagoa de captação projetada pra abrigar as águas da chuva que naquela área são mais intensas e que também proporciona passeios, a exemplo de pedalinhos.<br />Playground. Vemos duas faixas, uma de Cooper e outra para ciclistas, ciclovia. Veja o sombreamento frisando, o verde das gramas e das árvores, dando mais ênfase à aparência de parque e para o seu clima mais agradável para os usuários e visitantes.<br />Distribuição dos equipamentos do playgrounds de acordo com a faixa etária de cada usuário (criança e adolescente). A faixa amarela acima corresponde a pista de Cooper.<br />Aqui, temos o estacionamento, tanto para carros quanto para ônibus de turismo. Vale lembrar que no projeto, o números de vagas fora obedecidos de acordo com orientação do professor.<br />Outro ângulo dando destaque para as flores, que são também bastante marcantes no seio do parque.<br />vista da Biblioteca, agora com mais detalhes. Veja a via automotiva, o passeio, calçada, vegetação e o ambiente interno da biblioteca, com alguns mobiliários que acrescentam valor e dão mais ênfase aos usos da biblioteca e por consequência ao todo do parque.<br />Esse ediício acima corresponte a um dos equipamentos do parque. Diz respeito à Biblioteca, que faz parte do Setor Cultural já mencionado anteriormente, acrescendo ainda mais riqueza ao presente trabalho.<br />Ao fundo vêem-se 2 grande edifícios. Estes são os edifícios que correspondem ao setor empresarial do parque que acomodam flats, escritórios, lojas, suítes de hotel dentre outros equipamentos.<br />Pode-se ver aqui o caminho de pedestres recheado de arborização, sombreamento e de um ar mais agradável advindo do puro suspiro das árvores e dos ventos.<br />Vista da entrada da Biblioteca.<br />Vista perspectiva superior de uma quadra poliesportiva do parque. , entorno vegetativo, passeios e banco para descanso.<br />Vista perspectiva de uma quadra poliesportiva do parque. Vegetação, sombreamento. Grades, iluminação, paginação de piso, etc.<br />Vista perspectiva de uma quadra poliesportiva do parque.<br />Perceba a orientação da sombra o que diz que a posição da quadra com relação ao percurso do sol está de acordo com os preceitos legais e corretos de implantação.<br />Aqui é um exemplo de uma quadra elaborada pelo grupo. <br />Veja a vegetação circunda e os passeios no entorno com árvores e muito verde. Iluminação para os usuários.<br />Bancos na cor laranja.<br />PROPOSTA DE PARQUE URBANO NA ÁREA DO AEROCLUBE<br />EQUIPE: MARCUS VINÍCIUS <br /> OSMAN JUNIOR<br /> PAOLLA PRISCILLA<br /> STERFESON RAFAEL<br /> THIAGO SARAIVA<br /> VERONILDO CARDOSO<br />03/04<br />DISCIPLINA: URBANISMO II – 2001.1<br />PROFESSOR: MARCO SUASSUNA<br />CENTRO UNIVERSITÁRIO DE JOÃO PESSOA<br />
  4. 4. SETOR DE CONTEMPLAÇÃO E ATIVIDADES DE CONSCIÊNCIA AMBIENTAL<br />A média parcial é de 20% desse setor dentro do total dos 100% do parque, constituído da seguinte maneira:<br />Alamedas com bancos, foram colocadas bem próximas às Áreas de descanso, e dos Espaços sombreados para atividades de educação ambiental, para dar maior subsídio e assistência de usos. Observamos que colocamos também Quiosques, por perto para suprir as necessidades dos usuários com oferecimento de bebidas naturais e geladas saudáveis, vitaminas etc. <br />Espaço para IOGA foi feito em forma circular com Pergulados com vegetação (caramanchão) nas beiradas perto também da área de contemplação, para dar maior tranquilidade ao usuário e bem próximo ao píer que fica na lagoa de captação, que também possui alguns pedalinhos para contemplar com passeios o grande espelho d’água ali sugerido.<br />As Ciclovias foram distribuídas praticamente em todo este setor e de uma maneira mais abrangente, em todo o parque a fim de comunicação de setores e de um tipo de transporte não poluente dentro do parque, assim como também a Pista de Cooper, que acompanha paralelamente alguns trechos com a ciclovia.<br />Quiosques com banheiro público<br />07<br />14<br />Espaço para ioga<br />16<br />Adm. pedalinhos<br />17<br />Pequena praça<br />Área de contemplação<br />18<br />19<br />Área ativ. e educação ambiental<br />22<br />Pista cooper e ciclovia<br />SETOR DE LAZER E ESPORTIVO<br />A média parcial é de 20% desse setor dentro do total dos 100% do parque, constituído da seguinte maneira:<br />As três quadras poliesportivas foram implantadas na posição sul-norte em sua menor dimensão, isto devido, ao item de insolação. Da mesma forma afirmamos para as 03 quadras de areia. Todas as seis quadras foram postas próximas uma das outras a fim de centralizar essa área com os mesmos usos. As seis quadras foram colocadas no centro do setor de lazer e esporte, sendo dividido apenas por meio do passeio que ligam os dois estilos de quadras.<br /> Com relação a pista de skate e patins, ambas foram colocadas uma perto da outro com base no que fora afirmado também logo acima.<br /> As doze mesas de jogos (dama, dominó, baralho, etc) foram posto numa única área, como observaremos em imagem logo abaixo, dando maior concentração também desses usos pra auxiliar a concentração maior de pessoas que gostam de usufruir desses tipos de jogos. <br /> Observemos que em relação aos mini campos de futebol, propusemos colocar em lugares diferentes, separados um do outro, uma vez que, neste caso descentralizaria o espaço e dava maior ênfase a grande dimensão que a área de lazer e esporte proporciona, dando maior uso a área e ofereceria mais oportunidades para todas as pessoas, seja para crianças para o uso de um mini-campo, para adolescentes pra outro mini-campo e para pessoas adultas para o uso do terceiro mini-campo.<br /> As áreas para academia ao ar livre foram colocadas de maneira distribuída em posições distantes e diferentes, assim como as 02 academias para deficientes físicos. <br /> As Ciclovias foram distribuídas praticamente em todo este setor e de uma maneira mais abrangente, em todo o parque a fim de comunicação de setores e de um tipo de transporte não poluente dentro do parque, assim como também a Pista de Cooper, que acompanha paralelamente alguns trechos com a ciclovia.<br /> Os playgrounds: foram distribuídos para 02 para crianças de 2 a 5 anos; 02 para crianças de 5 a 10 anos e 02 brinquedos para pré-adolescentes de 8 a 13 anos, também em lugares diferente e separados para melhor utilização de cada faixa etária e para uma melhor distribuição de equipamentos por esse setor, a fim de não produzir nenhum espaço ocioso dentro deste setor.<br /> Colocamos também 02 banheiros públicos neste setor, assim como os Bebedouros.<br /> Colocamos um total de 06 quiosques em vez de 04, quantitativo mínimo sugerido. Isso posto, a fim de dar uma melhor atenção a todos os setores do parque assim como esse também o qual nos referimos agora.<br />01<br />Estacionamento<br />05<br />Pólo gastronômico<br />Quiosques com banheiro público<br />07<br />Mesa de jogos<br />08<br />09<br />Academia<br />10<br />Playground<br />Quadras poliesportiva<br />11<br />12<br />Quadras de areia<br />17<br />Pequena praça<br />Pista de skate e patins<br />20<br />Minicampo<br />23<br />SETOR CULTURAL E APOIO ADMINISTRATIVO / SETOR ECONÔMICO E EMPRESARIAL<br />CONSIDERAÇÕES FINAIS<br />Através deste período de estudo em campo e em sala de aula, pudemos observar a necessidade de intervirmos com planejamentos de melhoria a fim de amenizar, ou mesmo, solucionar problemas ocasionados devido a grande dimensão ociosa já citada no seio daquele bairro, a fim de dar maior interação entre a natureza e a comunidade de uma forma harmônica e sustentável, com a implantação de equipamentos urbanos que melhorariam a área e a vida da população circundante e que por ali visitariam.<br />Por isso, demonstrando nessa proposta de um parque para esta área, diga-se, tão ociosa, perceberemos um avanço imenso na repaginação e na releitura da historia de nossa cidade, dando margem a novos caminhos a nossa população. Todos os moradores circunvizinhos, assim como visitantes de diversos outros lugares sairiam ganhando, dando exemplo para outras comunidades e para o exterior de como nos cuidamos melhor do que é nosso. <br />Sem falar que quem ganharia ainda mais e de maneira mais saudável e harmoniosa nosso próprio meio ambiente, hoje em dia tão esquecido e maltratado. Isso serve de atenção para todos, estudantes, pessoas leigas, e profissionais o quanto e importante mudarmos nosso pensamento a fim de trazer outras opções de lazer, de cuidado com o meio ambiente, de conscientização mais especial pra onde vivemos, assim o mundo em que moramos seria muito mais precioso de se viver.<br />Todo esse estudo só fora possível graças às orientações cuidadosamente dadas pelo nosso professor, que fora um personagem de deveras valor no semeio de idéias e de estímulo para nosso aprendizado. Com tudo isso pudemos observar o quanto é importante a nossa futura profissão para o desenvolvimento do bem estar de uma casa, de uma rua, de um bairro, de uma cidade, etc, dando e repaginando áreas para visar a novos caminhos e dando mais vida onde se é considerado por muitos mal utilizado.<br />No Setor Cultural e apoio Administrativo, temos o Anfiteatro que fica mais próximo da lagoa de captação e, além de ser aberto, lógico, possui uma pequena lagoa de captação, dando maior ênfase a estética do equipamento e mais conforto ao usuário, visual e climaticamente.<br />Biblioteca pública fica próxima aos Cinemas e do Bloco de informações, uma vez devido ao grande número de usuários naquele local. É neste setor que fica a Administração. Todos os itens aqui mencionados possuem um gabarito máximo 6 m.<br />Já no Setor Econômico e Empresarial distribuímos também uma grande quantidade de vagas pra veículos, motos, bicicletas e ônibus de turismo.<br />O setor empresarial é composto por estacionamentos, ciclovias, árvores praça de chegada, teto jardim, passeio, pista de Cooper, 2 torres com 40 pavimentos para hotel, flats, lojas e escritórios (estacionamento no subsolo)<br />Cada edifício possui 12 suítes por andar.<br />01<br />Estacionamento<br />Torre Empresarial<br />02<br />Adm. e Biblioteca<br />03<br />Cinema<br />04<br />06<br />Anfiteatro<br />Quiosques com banheiro público<br />07<br />Praça de Eventos<br />13<br />Ponto de Transporte Coletivo<br />15<br />17<br />Pequena praça<br />Passarela<br />21<br />Pista de Cooper e Ciclovia<br />22<br />PROPOSTA DE PARQUE URBANO NA ÁREA DO AEROCLUBE<br />EQUIPE: MARCUS VINÍCIUS <br /> OSMAN JUNIOR<br /> PAOLLA PRISCILLA<br /> STERFESON RAFAEL<br /> THIAGO SARAIVA<br /> VERONILDO CARDOSO<br />04/04<br />DISCIPLINA: URBANISMO II – 2001.1<br />PROFESSOR: MARCO SUASSUNA<br />CENTRO UNIVERSITÁRIO DE JOÃO PESSOA<br />

×