Tema 1: conceitos iniciais de linguagem e língua;histórico e características da língua portuguesa. Prof. Marcus Vinicius S...
Autoapresentação I – a pessoa• Pai da Amanda e da Marina!• 41 anos; músico; leitor inveterado (4 ou 5  livros ao mesmo tem...
Autoapresentação II – o             profissional• Licenciado em Letras Português-Inglês;  Especialista em Língua Portugues...
Uma questão de foco• Quem é o aluno-alvo  desta disciplina?  – Apaixonado pela escolha    que fez, criativo,    colaborati...
Regrinhas do jogo• Controle de faltas é sua  responsabilidade!  Limite: 25% (18h/a).• Avaliação variada.• Leituras de prep...
Alguns conceitos para começarmos           o caminho• Alguns conceitos que  precisamos conhecer  bem:  – linguagem x língu...
Exercitando• Vamos resolver questões de provas que já  foram aplicadas nesta disciplina para conferir  o que vimos até ago...
Linguagem• Define o potencial  humano universal de  conseguir comunicar  uma mensagem, e se  manifesta em  inúmeros suport...
Língua• Realização verbal  da linguagem. Ela  é,  necessariamente:  – arbitrária;  – consensual;  – cultural;  – um elemen...
Ícone• Expressa algo  por ser  representação  direta, imitação  desse algo. A  ligação é por  semelhança.
Índice• Expressa algo por  ter uma  contiguidade  física ou lógica  com a coisa  representada,  sem ser  representação  di...
Símbolo• Representa algo  numa dimensão  cultural: não é  imitação, indicação  direta nem possui  contiguidade física,  ma...
Variações históricas da língua“No mundo nom me sei           “No mundo ninguém se   parelha,                      assemelh...
Variações de registro da línguaSei lá o qué que cê tem,        Luís, os médicos ainda   guria... Cê num tem um   plano de ...
Variações sociais da línguaIsso num pódi sê, meu        Isto é absolutamente ridículo.senhor. Nóis temo faiz          Pago...
Variações regionais da língua•   Pipa, pandorga, papagaio ou raia?•   Bergamota, mixirica ou mimosa?•   Lancheria ou lanch...
História concisa da língua   Península  portuguesaIbérica, onde se  encontram   Portugal e   Espanha.
História concisa da língua                portuguesa• Séc. III a.C.: expansão do império romano para a  Península Ibérica....
História concisa da língua               portuguesa• A partir do séc. XIII: fase do português histórico. Suas  fases, de a...
Lpt2 1 alunos_conceitos_iniciais_histvariacoesdalinguaportuguesa
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Lpt2 1 alunos_conceitos_iniciais_histvariacoesdalinguaportuguesa

353 visualizações

Publicada em

Primeira aula de Leitura e Produção Textual. Tema: Conceitos iniciais + História e variações principais da língua portuguesa

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
353
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Lpt2 1 alunos_conceitos_iniciais_histvariacoesdalinguaportuguesa

  1. 1. Tema 1: conceitos iniciais de linguagem e língua;histórico e características da língua portuguesa. Prof. Marcus Vinicius Santos Kucharski, Ed. Ph.D. Leitura e Produção de Textos
  2. 2. Autoapresentação I – a pessoa• Pai da Amanda e da Marina!• 41 anos; músico; leitor inveterado (4 ou 5 livros ao mesmo tempo); viciado em séries de TV americanas; perfeccionista e admirador do potencial de meus alunos.
  3. 3. Autoapresentação II – o profissional• Licenciado em Letras Português-Inglês; Especialista em Língua Portuguesa e em Literatura Brasileira; Mestre em Educação; Doutor em Educação.• Experiência: ensino pré-escolar; toda a Educação Básica; cursos pré-vestibulares; cursos de redação criativa; cursos de redação in company; PUCPR; UEPG; UTP; Uniube (EAD); Assessoria Linguística Sênior da British-American Tobacco (Souza Cruz do Brasil); membro de corpo consultivo editorial da IGI Global (EUA). Estou no UNICURITIBA desde 2009.
  4. 4. Uma questão de foco• Quem é o aluno-alvo desta disciplina? – Apaixonado pela escolha que fez, criativo, colaborativo, pronto para contribuir, crítico coerente.• O que a disciplina propõe para seu aluno- alvo?
  5. 5. Regrinhas do jogo• Controle de faltas é sua responsabilidade! Limite: 25% (18h/a).• Avaliação variada.• Leituras de preparo: essenciais.• Aulas de revisão para a prova são de presença opcional, mas interessante.
  6. 6. Alguns conceitos para começarmos o caminho• Alguns conceitos que precisamos conhecer bem: – linguagem x língua; – ícone, índice e símbolo; – variações da língua; – de onde vem minha língua?
  7. 7. Exercitando• Vamos resolver questões de provas que já foram aplicadas nesta disciplina para conferir o que vimos até agora. Mãos à obra! PreparandoPara a próxima aula, realizar a leitura das p.11 a16 do texto de Goldstein, Louzada e Ivamoto:“Linguagem, texto, gêneros textuais.”
  8. 8. Linguagem• Define o potencial humano universal de conseguir comunicar uma mensagem, e se manifesta em inúmeros suportes – não necessariamente verbais.
  9. 9. Língua• Realização verbal da linguagem. Ela é, necessariamente: – arbitrária; – consensual; – cultural; – um elemento vivo!
  10. 10. Ícone• Expressa algo por ser representação direta, imitação desse algo. A ligação é por semelhança.
  11. 11. Índice• Expressa algo por ter uma contiguidade física ou lógica com a coisa representada, sem ser representação direta dela..
  12. 12. Símbolo• Representa algo numa dimensão cultural: não é imitação, indicação direta nem possui contiguidade física, mas é o reflexo de acordos culturais que lhe atribuem valores definidos.
  13. 13. Variações históricas da língua“No mundo nom me sei “No mundo ninguém se parelha, assemelha a mimmentre me for’ como me enquanto minha vida vai, continuar como vai,ca ja moiroPaio vos – e ai Taveirós. Cantiga dati – e ai!, por Soares de porque morro por minha senhora de pele brancamia senhor branca e Ribeirinha (em galaico-português). 1189. e faces rosadas... vermelha, Quer que descreva o momentoqueredes que vos retraia em que a vi sem manto?quando vos eu vi en saia! (saia = roupas íntimas)Mao dia que me levantei, Maldito o dia em que me levantei e não a vi feia!” que vos entom nom vi fea!”
  14. 14. Variações de registro da línguaSei lá o qué que cê tem, Luís, os médicos ainda guria... Cê num tem um plano de saúde? estão em dúvida sobre a origem da dor que AdrianaNão posso te dizer o que você Falcão passou a sentir tem. Isso é coisa pra ontem à noite após as médico. gravações. Ela realizaráA estranha dor que acometeu mais exames hoje e um a atriz ao final das novo boletim sairá pela gravações de ontem fez com que fosse internada para manhã de amanhã. De observação. volta com você.
  15. 15. Variações sociais da línguaIsso num pódi sê, meu Isto é absolutamente ridículo.senhor. Nóis temo faiz Pago um plano de saúdehora na fila esperano pra caríssimo pra quê? Pra tersê atendido e agora que esperá o mesmo tantoalguém liga pra dizê que o que esperaria num prontodotô num vem pur causa socorro do SUS e não terdum congresso? I um atendimento muitoinquanto o congresso num melhor do que lá? Isso nãotermina nós fazemo o vai ficá assim, não. Hoje mesmo eu vou botá a bocaquê? Morremo aqui no trombone.memo?
  16. 16. Variações regionais da língua• Pipa, pandorga, papagaio ou raia?• Bergamota, mixirica ou mimosa?• Lancheria ou lanchonete?• Aipim, mandioca ou macaxeira?• Abóbora ou gerimum?• Vina, hot dog ou salsicha?• Vou pra casa da/de Andrea.• Não sei. / Sei não.
  17. 17. História concisa da língua Península portuguesaIbérica, onde se encontram Portugal e Espanha.
  18. 18. História concisa da língua portuguesa• Séc. III a.C.: expansão do império romano para a Península Ibérica. Romanização dos povos do oeste e noroeste (lusitanos e galaicos). – Invasões subsequentes, até os anos 700 d.C.: alanos, vândalos, suevos e visigodos.• Ano 711: invasão árabe. Grande influência na cultura e na língua, mas não o suficiente para apagar as marcas da romanidade.• A partir de 718: o processo da Reconquista reforça a influência romana na diferenciação dos vários dialetos latínicos – em especial, para nós, o do condado de Galiza (hoje mais ao norte de Portugal e sudoeste da Espanha), onde surgiu o galaico-português.
  19. 19. História concisa da língua portuguesa• A partir do séc. XIII: fase do português histórico. Suas fases, de acordo com Evanildo Bechara (2001): – português arcaico: séc. XIII ao final do XIV; – português arcaico médio: 1ª metade do séc. XV à 1ª metade do séc. XVI; – português moderno: 2ª metade do séc. XVI ao final do XVIII; – português contemporâneo: séc. XVIII aos nossos dias (houve, no período, mudanças estéticas que não deram à língua, entretanto, novidades gramaticais que lhe trouxessem nova feição e fase histórica).

×