Sistema Cardiovascular
Vasos sangüíneos
Os vasos sangüíneos consistem de um sistema de
tubos fechados que transportam o sangue para toda
as parte...
• Arteríolas: A transição de uma artéria para
arteríola é gradual, marcada progressivamente por
estreitamento da parede do...
Vasos sangüíneos
• Vênulas: estes vasos coletam sangue dos leitos
capilares. À medida que as vênulas aumentam o
tamanho el...
• Veias
– Tubos cilindróides, menos elásticas do que as
artérias, posuem válvulas e transportam sangue
rico em CO2.
Tipos ...
Vasos Sanguíneos
Vasos Sanguíneos
Histologia VascularHistologia Vascular
Junções das células endoteliaisJunções das células endoteliais
• Contínua: contendo canais de 4
a 5 nm. É o tipo mais comu...
• Valvas: formada por
pregas semi-lunares as
quais abrem e se fecham em
direção ao coração. Elas
servem para dirigir o flu...
Divisão do sistema Circulatório
O sistema circulatório consiste de:
1. Coração; uma bomba muscular com duas câmaras
recept...
Estrutura
Pericárdio: Saco fibroso encobrindo o coração. O
líquido pericárdio, entre o pericárdio parietal
( revestindo a ...
Estrutura
Câmaras:
•Átrios direito e esquerdo ( câmaras receptoras )
•Ventrículos direito e esquerdo ( câmaras
bombeadoras...
• Coronárias
São as artérias
que irrigam o
coração, quando
entopem,
causam o infarto
do miocárdio.
A contração é
sístole e o
relaxamento é a
diástole
A separação
dos
ventrículos é
completa nas
aves e
mamíferos.
valva
Circulação do SangueCirculação do Sangue
• Há 2 correntes de circulação sangüínea:Há 2 correntes de circulação sangüínea:
...
saindo do ventrículo esquerdo
artéria aorta
ramificações em vasos capilares
troca gasosa (O2 por CO2)
veias cavas inferior...
Os vasos
sanguíneos estão
originados em
várias vias,que
levam sangue para
os tecidos do corpo
SISTEMA LINFÁTICO
• Sistema paralelo ao circulatório, constituído por uma vasta rede de vasos semelhantes às veias
(vasos ...
SISTEMA LINFÁTICO
• É constituído pela linfa, vasos e órgãos linfáticos.
• Os capilares linfáticos estão presentes em quas...
SISTEMA LINFÁTICO• Órgãos linfáticos: amígdalas (tonsilas), adenóides, baço, linfonodos
( nódulos linfáticos) e timo (teci...
SISTEMA LINFÁTICO
• VASOS LINFÁTICOS - Dividem-se em capilares, vasos e ductos.
• É formado por segmentos (linfângios) con...
SISTEMA LINFÁTICO
• LINFONODOS
• São expansões nodulares de forma ovalada nas quais
vasos linfáticos penetram trazendo lin...
SISTEMA LINFÁTICO
• LEUCÓCITOS
• São formados nos ossos e nos órgãos linfáticos. Podem ser
divididos nas seguintes classes...
SISTEMA LINFÁTICO
• Anticorpos
• Facilitam a destruição dos agentes
nocivos. São formados por proteínas
como globulina. Co...
SISTEMA LINFÁTICO
• TONSILAS
• Órgãos linfáticos, constituídos por numerosos folículos de tecido linfóide, dispostos
em nó...
SISTEMA LINFÁTICO
SISTEMA LINFÁTICO
• TIMO
•     Órgão achatado, de um rosa-cinzento, com dois lobos
localizados na frente da aorta e atrás ...
SISTEMA LINFÁTICO
• BAÇOBAÇO
• É o maior órgão do Sistema Imunológico e caracteriza-se por não possuir
circulação linfátic...
SISTEMA LINFÁTICO
APÊNDICE
•     Pequena porção do intestino, de
formato vermiforme, cilíndrico e flexível,
inserido no ce...
SISTEMA LINFÁTICO
Sistema circulatorio
Sistema circulatorio
Sistema circulatorio
Sistema circulatorio
Sistema circulatorio
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Sistema circulatorio

4.191 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.191
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
17
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
107
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sistema circulatorio

  1. 1. Sistema Cardiovascular
  2. 2. Vasos sangüíneos Os vasos sangüíneos consistem de um sistema de tubos fechados que transportam o sangue para toda as partes do corpo e o trazem de volta ao coração. • Artérias: Transporta sangue para vários tecidos do corpo sob alta pressão exercida pela ação bombeamento do coração. O coração força o sangue nesses tubos elásticos, o expelem sob a forma de ondas pulsáteis. Por isso elas possuem paredes elásticas fortes para assegurar um fluxo rápido e eficiente de sangue para os tecidos.
  3. 3. • Arteríolas: A transição de uma artéria para arteríola é gradual, marcada progressivamente por estreitamento da parede do vaso . • Capilares: O ponto principal de todo sistema, que funcionam de modo que líquidos nutrientes, oxigênio, dióxido de carbono , são trocados entre sangue e os espaços intersticiais. Vasos sangüíneos
  4. 4. Vasos sangüíneos • Vênulas: estes vasos coletam sangue dos leitos capilares. À medida que as vênulas aumentam o tamanho elas começam a mostrar características estrutural das artérias porém são muito mais finas. • Veias: Funcionam para conduzir o sangue do tecido periférico para o coração. A pressão nesses vasos é extremamente baixa, comparada ao sistema arterial, por isso um mecanismo especial( Valvas ) pelo qual ele seja mantido em movimento, no seu retorno ao coração.
  5. 5. • Veias – Tubos cilindróides, menos elásticas do que as artérias, posuem válvulas e transportam sangue rico em CO2. Tipos de Vasos SangüíneosTipos de Vasos Sangüíneos VálvulasVálvulas
  6. 6. Vasos Sanguíneos
  7. 7. Vasos Sanguíneos
  8. 8. Histologia VascularHistologia Vascular
  9. 9. Junções das células endoteliaisJunções das células endoteliais • Contínua: contendo canais de 4 a 5 nm. É o tipo mais comum, encontrada na musculatura, circulação pulmonar, etc.. • Fenestrada: contendo “janelas” de 100 nm de diâmetro. Mucosa intestinal, glomérulos. • Descontínua: grandes espaços, > 200 nm, entre as células endoteliais. Medula óssea, baço, sinusóides hepáticos.
  10. 10. • Valvas: formada por pregas semi-lunares as quais abrem e se fecham em direção ao coração. Elas servem para dirigir o fluxo sangüíneo para o coração, impedindo o refluxo, quando fechadas. Vasos sangüíneos
  11. 11. Divisão do sistema Circulatório O sistema circulatório consiste de: 1. Coração; uma bomba muscular com duas câmaras receptoras ( átrios ) e duas bombeadoras ( ventrículos ). 2. Circulação Pulmonar: Leva o sangue pobre em oxigênio do coração ( ventrículo direito) para os pulmões e trazendo sangue oxigenado de volta ao coração (átrio esquerdo ). 3. Circulação Sistêmica: Leva sangue rico em oxigênio do coração ( ventrículo esquerdo ) para todas as partes do corpo, exceto os pulmões e trazendo sangue pobre de oxigênio de volta ao coração ( átrio direito ).
  12. 12. Estrutura Pericárdio: Saco fibroso encobrindo o coração. O líquido pericárdio, entre o pericárdio parietal ( revestindo a cobertura pericárdica fibrosa ) e o pericárdio visceral ( revestindo o coração ), lubrifica as membranas. • Epicárdio ( externo ) o pericárdio visceral. • Miocárdio ( médio ) o músculo cardíaco. • Endocárdio ( interno) o endotélio. Parede
  13. 13. Estrutura Câmaras: •Átrios direito e esquerdo ( câmaras receptoras ) •Ventrículos direito e esquerdo ( câmaras bombeadoras ) Valvas •Atrioventriculares ( mitral, esquerda; tricúspide, direita ) abrem-se dos átrios para os ventrículos. •Semilunares ( pulmonar e aórtica ) abrem-se dos ventrículos para as artérias pulmonar e aórtica.
  14. 14. • Coronárias São as artérias que irrigam o coração, quando entopem, causam o infarto do miocárdio.
  15. 15. A contração é sístole e o relaxamento é a diástole
  16. 16. A separação dos ventrículos é completa nas aves e mamíferos. valva
  17. 17. Circulação do SangueCirculação do Sangue • Há 2 correntes de circulação sangüínea:Há 2 correntes de circulação sangüínea: saindo do ventrículo direito tronco pulmonar (artérias pulmonares) capilares pulmonares troca de CO2 por O2 veias pulmonares (direitas e esquerdas) átrio esquerdo ventrículo esquerdo Pequena circulação: pulmões
  18. 18. saindo do ventrículo esquerdo artéria aorta ramificações em vasos capilares troca gasosa (O2 por CO2) veias cavas inferior e superior átrio direito ventrículo direito Circulação do SangueCirculação do Sangue Grande circulação ou Circulação sistêmica
  19. 19. Os vasos sanguíneos estão originados em várias vias,que levam sangue para os tecidos do corpo
  20. 20. SISTEMA LINFÁTICO • Sistema paralelo ao circulatório, constituído por uma vasta rede de vasos semelhantes às veias (vasos linfáticos), que se distribuem por todo o corpo. • Função: o Sistema Linfático tem duas diferentes funções, limpeza e defesa.Função: o Sistema Linfático tem duas diferentes funções, limpeza e defesa. • Funções: » fazer retornar à corrente sanguínea substâncias vitais, na maioria proteínas que escapam dos capilares (recolhem o líquido tissular que não retornou aos capilares sanguíneos, filtrando-o e reconduzindo-o à circulação sanguínea.) » absorção de lípidos e vitaminas lipossolúveis no tubo digestivo » intervenção na defesa do organismo. (actua na defesa produzindo linfócitos, aprisionando agentes agressores e produzindo anticorpos. Compõe o Sistema Linfático na defesa: a linfa (como meio de transporte), os Ganglios, os linfócitos, as tonsilas (faríngeas, palatinas e sublingual), o timo, o baço e o apêndice)
  21. 21. SISTEMA LINFÁTICO • É constituído pela linfa, vasos e órgãos linfáticos. • Os capilares linfáticos estão presentes em quase todos os tecidos do corpo. Capilares mais finos vão se unindo em vasos linfáticos maiores, que terminam em dois grandes canais principais: o canal torácico (recebe a linfa procedente da parte inferior do corpo, do lado esquerdo da cabeça, do braço esquerdo e de partes do tórax) e o canal linfático direito (recebe a linfa procedente do lado direito da cabeça, do braço direito e de parte do tórax), que desembocam em veias próximas ao coração. • Linfa: líquido que circula pelos vasos linfáticos. Sua composição é semelhante à do sangue, mas não possui hemácias, apesar de conter glóbulos brancos dos quais 99% são linfócitos. No sangue os linfócitos representam cerca de 50% do total de glóbulos brancos.
  22. 22. SISTEMA LINFÁTICO• Órgãos linfáticos: amígdalas (tonsilas), adenóides, baço, linfonodos ( nódulos linfáticos) e timo (tecido conjuntivo reticular linfóide: rico em linfócitos). • Amígdalas (tonsilas palatinas): produzem linfócitos. • Timo: órgão linfático mais desenvolvido no período prénatal, involui desde o nascimento até a puberdade. • Linfonodos ou nódulos linfáticos: órgãos linfáticos mais numerosos do organismo, cuja função é a de filtrar a linfa e eliminar corpos estranhos que ela possa conter, como vírus e bactérias. Nele ocorrem linfócitos, macrófagos e plasmócitos. A proliferação dessas células provocada pela presença de bactérias ou substâncias/organismos estranhos determina o aumento do tamanho dos gânglios, que se tornam dolorosos. • Baço: órgão linfático, excluído da circulação linfática, interposto na circulação sanguínea e cuja drenagem venosa passa, obrigatoriamente, pelo fígado. Possui grande quantidade de macrófagos que, através da fagocitose, destroem micróbios, restos de tecido, substâncias estranhas, células do sangue em circulação já desgastadas como eritrócitos, leucócitos e plaquetas. Dessa forma, o baço “limpa” o sangue, funcionando como um filtro desse fluído tão essencial. O baço também tem participação na resposta imune, reagindo a agentes infecciosos. Inclusive, é considerado por alguns cientistas, um grande nódulo linfático.
  23. 23. SISTEMA LINFÁTICO • VASOS LINFÁTICOS - Dividem-se em capilares, vasos e ductos. • É formado por segmentos (linfângios) continuamente valvulados para impedir o refluxo. A linfa, que neles percorre, é movida por seis mecanismos: 1- Formação de nova linfa que impulsiona a já existente. 2- Massagem dos músculos sobre os vasos. 3- Os vasos, por se encontrarem próximos das artérias, sofrem a influência dos batimentos cardíacos. 4- A linfa da região abdominal (cisterna de quilo / ampola de Pequet) é sugada para o coração pelo vácuo formado na caixa torácica pelos movimentos respiratórios. 5- Os vasos linfáticos possuem movimentos de contracção. As válvulas, neles existentes, impedem o refluxo possibilitando o transporte da linfa em uma única direcção. 6- A linfa das regiões acima do coração sofre a atracção da força da gravidade.
  24. 24. SISTEMA LINFÁTICO • LINFONODOS • São expansões nodulares de forma ovalada nas quais vasos linfáticos penetram trazendo linfa e os seus componentes. • Consistem de tecido linfático, coberto por uma cápsula de tecido conjuntivo fibroso. Formam os linfonodos: trabéculas, vasos aferentes (que trazem linfa), seios linfáticos, vasos eferentes (que levam linfa), nódulos corticais, córtex, centro germinativo, cordões medulares, artérias e veias. Temos de 400 a 600 linfonodos em cadeia no nosso corpo. • As principais cadeias e linfonodos são: cervical, axilar, fossa-olicraniana, ducto torácico, pré-aórtico (ampola), inguinal e losango poplíteo.
  25. 25. SISTEMA LINFÁTICO • LEUCÓCITOS • São formados nos ossos e nos órgãos linfáticos. Podem ser divididos nas seguintes classes: • -Leucócitos Granulares- • - Neutrófilos: Fazem 65% da população total dos leucócitos, provem da medula óssea. • - Eusinófilos: 3% da população, sua concentração aumenta nas reações alérgicas. • - Basófilos: 11% das células brancas, funções desconhecidas. • -Leucócitos Não-Granulares- • - Linfócitos: fazem 30% dos leucócitos, se originam nos tecidos linfáticos e na medula óssea. • - Monócitos = Macrófagos: ao os maiores leucócitos, têm a acção fagocitária. •
  26. 26. SISTEMA LINFÁTICO • Anticorpos • Facilitam a destruição dos agentes nocivos. São formados por proteínas como globulina. Constituem o resultado final da proliferação de linfócitos “B”. (Existem linfócitos “B” que actuam mais eficazmente nas infecções agudas e o “T” que são eficientes nas crónicas.).
  27. 27. SISTEMA LINFÁTICO • TONSILAS • Órgãos linfáticos, constituídos por numerosos folículos de tecido linfóide, dispostos em nódulos possuindo centros germinativos de anticorpos e linfócitos. Classificam-se em tonsilas faríngeas, tonsilas palatinas e tonsila lingual: • Função: todas actuam como defesa adicional contra agentes infecciosos provenientes da boca e do nariz. Exercem esta função de defesa dando o alarme, formando linfócitos através do seu tecido linfóide e produzindo anticorpos. • Tonsilas Faríngeas - Localizada na faringe nasal (adenóides). Monitorar as fossas nasais. • Tonsilas Palatinas - Mais conhecida por amígdalas, situadas na retroboca. Monitora o que por ali passa. • Tonsila Lingual - Situada no dorso da porção da língua, das papilas valadas até a epiglote. Mesma função da anterior.
  28. 28. SISTEMA LINFÁTICO
  29. 29. SISTEMA LINFÁTICO • TIMO •     Órgão achatado, de um rosa-cinzento, com dois lobos localizados na frente da aorta e atrás do externo, formados por uma massa cinzenta. Seu tamanho aumenta durante infância e, com o passar dos anos diminuindo de tamanho lentamente. • Função: tem um papel critico no desenvolvimento e protecção do organismo. Produz uma hormona chamado Timozina. Combate a invasão por microorganismos infecciosos e também actua na identificação e destruição de qualquer coisa que possa ser descrita como “não própria”, incluindo transplantados e células malignas. Nele precursoras células “T” oriundas da medula óssea recebem definitiva transformação actuando eficientemente nas infecções crónicas, micoses e viroses.
  30. 30. SISTEMA LINFÁTICO • BAÇOBAÇO • É o maior órgão do Sistema Imunológico e caracteriza-se por não possuir circulação linfática. • Situa-se no lado esquerdo superior do abdómen, protegido pelas costelas inferiores. Tem a forma ovalada, cor púrpura devido a grande quantidade de sangue nele contida, com 13 cm de comprimento e seu peso varia de 300 a 400 gr (nos adultos). • É revestido por uma cápsula fibrosa e é formado pela polpa esplênica na qual encontram-se a “polpa branca”, que contem os glóbulos brancos chamados linfócitos, agrupados em torno de vasos sanguíneos, e a “polpa vermelha” que contém glóbulos brancos chamados macrófagos que perseguem e destroem microorganismos invasores. • Função: na defesa do organismo filtra os microorganismos estranhos do sangue, produzindo linfócitos e plasmócitos que fabricam anticorpos.
  31. 31. SISTEMA LINFÁTICO APÊNDICE •     Pequena porção do intestino, de formato vermiforme, cilíndrico e flexível, inserido no ceco, abaixo da válvula ileocecal. Possui tecido linfático • Função: produz alguns leucócitos que contribuem na defesa da região onde se encontra.
  32. 32. SISTEMA LINFÁTICO

×