O Retorno

255 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Turismo
1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • 24~Jogando .net o MELHOR SERVIDOR DE MU ONLINE DO BRASIL!
    Season 6 Ep. 3 em todos os Servers. Sendo 7 servers diferenciados proporcionando sua diversão,
    VEJA ALGUMAS NOVIDADES :
    - NOVOS KITS : DEVASTATOR e SUPREMO DIAMOND V2 com Rings e Pendat Mysthical ;
    - Novos Shields Power v3 18 opts;
    - Novas Asas, Rings e Shields JDiamonds;
    - Novas compras com troca de asas e shields para asas e shields JDiamond.
    - Conheça também o site de Animes Cloud: http://www.animescloud.com, mais de 20.000 videos online.
    ENTRE JÁ NO SITE : http://www.jogando .net/mu/ >> CADASTRE-SE E GANHE 5 DIAS DE VIP
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
255
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Retorno

  1. 1. O RETORNO No domingo à noite, 8 de dezembro de 2002, eu estava muito cansado. Mas, era um cansaço saudável – se é que se pode chamar assim – porque era uma fadiga decorrente de mais uma reunião familiar na nossa nova casa de campo, no Condomínio Canto das Águas, em Rio Acima, distante 30 quilômetros de Belo Horizonte. Assim, por volta de meia-noite e meia, resolvi “arriar bandeira” e fui deitar. Em pouco tempo, literalmente desmaiei na cama. Hábito contrário ao usual, pois sempre antes de dormir, embalo-me através de mil pensamentos na cabeça e muitos projetos. Isto, independente do cansaço que possa estar no momento. De súbito, senti o pé no chão de algum lugar! Estava calçado... Há pouco, ainda estava com a cabeça no meu travesseiro! Olhei para cima e vi o céu... Estava estrelado e muito límpido. Não vi a lua, mas mesmo assim as estrelas brilhavam intensamente no firmamento. Ainda meio atordoado e sem entender o

×