Psicomotricidade

2.592 visualizações

Publicada em

O arquivo traz uma breve introdução de alguns conceitos que concernem à Psicomotricidade, categorizando e definindo brevemente alguns deles. Enfatiza ainda a relação do desenvolvimento humano, a filogenética, a importância da maturação do sistema nervoso central e a estimulação ambiental para o trabalho com a psicomotricidade em crianças na educação infantil.

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.592
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
98
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • O exercício “de cócoras” da pra fazer em uma boneca para demonstrar p as prof.
  • Discronometria: Atraso no desencadeamento do movimento e em sua parada.
    Causas:
    - Perturbações vestibulares ou cerebelosas;
    - Perturbações da sensibilidade superficial ou profunda;
    - Perturbações psicológicas ou afetivas: a criança não se concentra em seu trabalho, fica ansiosa, insegura.
  • Psicomotricidade

    1. 1. PPssiiccoommoottrriicciiddaaddee • O que é? • Estimulação, Educação e Reeducação psicomotora; • Importância do estudo
    2. 2. HHaabbiilliiddaaddeess PPssiiccoommoottoorraass • Coordenação Global e Equilíbrio • Coordenação Motora Fina • Coordenação Visomotora (Óculo-Manual)
    3. 3. HHaabbiilliiddaaddeess PPssiiccoommoottoorraass • Esquema Corporal • Lateralidade • Estruturação Espacial • Estruturação Temporal
    4. 4. E Para Desenvolver Todas Estas Habilidades? • Maturação (Sistema Nervoso e Tônus Muscular) • Estimulação • Educação
    5. 5. MMaattuurraaççããoo Desenvolvimento proporcionado pela constituição genética do indivíduo. É por meio da maturação que se desenvolvem e se especializam, por exemplo, os sistemas corporais (nervoso, muscular, respiratório etc.), o funcionamento biológico, os processos cognitivos etc.
    6. 6. EEssttáággiiooss EEmmbbrriioonnáárriiooss ee FFeettaall ddoo SSeerr HHuummaannoo
    7. 7. DDeesseennvvoollvviimmeennttoo ddoo SSNNCC HHuummaannoo
    8. 8. DDeesseennvvoollvviimmeennttoo ddoo SSNNCC HHuummaannoo
    9. 9. OO PPaappeell ddaa FFiillooggeennééttiiccaa nnaa PPssiiccoommoottrriicciiddaaddee -- NNaasscciimmeennttoo,, AAdduulltteezz ee VVeellhhiiccee
    10. 10. AA IImmppoorrttâânncciiaa ddaass SSiinnaappsseess EEssttiimmuullaaddaass ppeellaa AApprreennddiizzaaggeemm ppaarraa aa PPssiiccoommoottrriicciiddaaddee
    11. 11. DDeesseennvvoollvviimmeennttoo ddaass HHaabbiilliiddaaddeess PPssiiccoommoottoorraass eemm sseeuuss VVáárriiooss EEssttáággiiooss
    12. 12. DDeesseennvvoollvviimmeennttoo ddaass HHaabbiilliiddaaddeess PPssiiccoommoottoorraass eemm SSeeuuss VVáárriiooss EEssttáággiiooss
    13. 13. DDeesseennvvoollvviimmeennttoo ddaass HHaabbiilliiddaaddeess PPssiiccoommoottoorraass eemm SSeeuuss VVáárriiooss EEssttáággiiooss
    14. 14. AA IImmppoorrttâânncciiaa ddee uumm DDeesseennvvoollvviimmeennttoo NNoorrmmaall ppaarraa aa PPssiiccoommoottrriicciiddaaddee
    15. 15. SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo CCeennttrraall
    16. 16. SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo CCeennttrraall Não ocorrerá aprendizagem se a estrutura do SNC da criança não estiver “madura” para receber tal informação. Essa maturidade dependerá do que foi herdado geneticamente e das experiências vividas pela criança, assim como das suas condições afetivas. O SNC recebe informações sobre mudanças que ocorrem no meio externo (estímulos que proporcionam o aprendizado).
    17. 17. SSiisstteemmaa NNeerrvvoossoo CCeennttrraall • O SNC tem a capacidade de receber, transmitir, elaborar e armazenar informações. • Quando a criança nasce, parte de seu SNC ainda está por se desenvolver (a mielinização, por exemplo), precisando de condições favoráveis para seu pleno desenvolvimento e funcionamento (nutrição, estimulação).
    18. 18. MMoovviimmeennttoo • São controlados pelo SN através de contrações musculares. • Músculos são as unidades contráteis da estrutura corporal. São as estruturas responsáveis pelo movimento que executamos durante toda e qualquer atividade motora.
    19. 19. TTôônnuuss MMuussccuullaarr • O controle do tônus muscular depende muito da estimulação do meio. • Depende do treino e da aprendizagem. • Tônus alterado: • (hipertonia/hipotonia/distonia/paratonia). • Deve-se trabalhar visando a maior estimulação e o treino.
    20. 20. CCoooorrddeennaaççããoo GGlloobbaall Ela depende da capacidade que o indivíduo tem de manter-se em equilíbrio postural; por sua vez, de maturação e estimulação. Possibilidade de controle dos movimentos amplos dos membros superiores e inferiores: pernas, tronco e braços. Permite a contração de grupos musculares diferentes de forma independente, facilitando a aquisição da dissociação dos movimentos, resistência e força muscular, flexibilidade e esquema corporal.
    21. 21. EEqquuiillííbbrriioo • Base de toda a coordenação dinâmica global; • Noção de distribuição do peso em relação a um espaço e tempo e em relação ao eixo de gravidade; • Capacidade do indivíduo para manter-se em determinadas posturas com tônus muscular adequado; • Pode ser estático ou dinâmico; • Quando inadequado ocasiona maior gasto de energia e diminuição da atenção para outras atividades; pode também estar associado a estados de ansiedade e insegurança;
    22. 22. CCoooorrddeennaaççããoo GGlloobbaall ee EEqquuiillííbbrriioo Prática • Dismetria de olhos aberto • Dismetria de olhos fechados
    23. 23. Coordenação GGlloobbaall ee EEqquuiillííbbrriioo –– EE11 Idades O que é esperado 4 a 6 meses -Começa a dissociação de tronco e membros superiores -Rola sobre si mesmo; -Desloca para frente (de joelhos) -Senta com apoio -Utiliza seu corpo e objetos no espaço; -Aquisição do controle dos músculos da nuca e pescoço
    24. 24. Coordenação GGlloobbaall ee EEqquuiillííbbrriioo –– EE11 Como desenvolver: 4 a 6 meses • Rolo de espuma: facilita os movimentos amplos e a sustentação da cabeça e tronco, posteriormente ajuda a engatinhar; • Cinturão de berço: desenvolve os movimentos do braço, mãos e a percepção visual e tátil; • Para ajudar seu desenvolvimento devemos deixar o bebê sentado sem apoio durante certo tempo, para que exercite sua coluna na posição ereta; • Tapete de sensações.
    25. 25. Coordenação GGlloobbaall ee EEqquuiillííbbrriioo –– EE11 Idade O que é esperado 7 a 9 meses - Arrasta-se pelo chão - Sobe em obstáculos - Explora objetos - Postura –sentado - Postura bípede com suporte - Anda com auxilio - Procura objetos caídos e joga-os; - Imita alguns gestos - Eleva-se da posição de deitado à posição de sentado - Movimentos de reequilibração
    26. 26. Coordenação GGlloobbaall ee EEqquuiillííbbrriioo –– EE11 Como desenvolver: 7 a 9 meses • Rolo de espuma: desenvolve a coordenação motora ampla e equilíbrio; • Bolas com texturas diferentes para serem agarradas com as duas mãos; • Exercício de equilíbrio sentado; • Posição de cócoras – passagem para a posição de pé: erguer a criança pelas coxas, pernas flexionadas, mantendo-a de costas para você. A seguir, pousá-la em posição de cócoras, joelhos paralelos e pés bem planos sobre a mesa (de frente para o espelho). Balançar a criança suficientemente para frente de modo que não se escore contra você. Por si só, ela fará uma pausa para pôr-se de pé, se for capaz disso. Se ainda não tiver força suficiente para soltar-se, auxiliar o bebê segurando-o sob o peito. Erguer a criança a cada tentativa para voltar à posição inicial. • Cobertor – O “arrastar”
    27. 27. Coordenação GGlloobbaall ee EEqquuiillííbbrriioo –– EE11 Idade O que é esperado 10 a 12 meses - Engatinha - Sustentação vertical -Senta-se adequadamente numa cadeira - Sobe em obstáculos (de joelhos) - Fica em pé sem apoio por alguns instantes; - Anda com suporte - Aos 12 meses é capaz de dar os primeiros passos sem apoio - Fica de pé, balança-se para cima e para baixo
    28. 28. Coordenação GGlloobbaall ee EEqquuiillííbbrriioo –– EE11 Como desenvolver: 10 a 12 meses • Brincar de engatinhar, engatinhando junto. • Empurrar caminhões e trens de madeira pelo chão. • Boss, o dinossauro azul • Andador leãozinho • Piscina de bolinha • Cadeira de balanço • Carrinho de puxar
    29. 29. Coordenação GGlloobbaall ee EEqquuiillííbbrriioo –– EE22 Idade O que é esperado 1 a 2 anos - Anda sem apoio - Passa da posição de sentado a de pé - Ajoelha - Anda para trás e para os lados - Corre - É capaz de subir na cadeira sozinha - Põe-se de cócoras e volta à posição de pé - Empurra e desloca brinquedos enquanto anda - Dobra-se pela cintura para pegar objetos sem perder o equilíbrio
    30. 30. Coordenação GGlloobbaall ee EEqquuiillííbbrriioo –– EE22 Como desenvolver: 1 a 2 anos • Correr • Saltar • Rolar • Pular • Arrastar-se • Lançar e pegar • Sentar • Rolo de espuma • Bolas médias e grandes • Brincadeiras com música • Brincar no escorregador
    31. 31. Coordenação GGlloobbaall ee EEqquuiillííbbrriioo –– EE33 Idade O que é esperado 2 a 3 anos - Ajuda a se vestir e despir - Gosta de brincadeiras mais agitadas (como lutas) - Sobe escadas em pé - Salta com os pés juntos sem sair do lugar - Anda à retaguarda - Desce escadas com ajuda - Dá cambalhotas com ajuda - Dá alguns passos nas pontas dos pés - Salta de uma cadeira - Corre com acelerações e desacelerações - Dá curvas sem dificuldade - Anda de triciclo
    32. 32. Coordenação GGlloobbaall ee EEqquuiillííbbrriioo –– EE33 Como desenvolver: 2 a 3 anos • Correr em volta de obstáculos • Trilha • Subir escada pulando degraus • Saltos e transposição de obstáculos • Marcha em equilíbrio • Triciclos • Piscina de bolinhas • Brincadeiras de roda
    33. 33. Coordenação GGlloobbaall ee EEqquuiillííbbrriioo –– EE44 Idade O que é esperado -Corre com coordenação e alternância dos braços -Sobe e desce num plano inclinado; -Da cambalhotas para frente; -Sobe escadas alternando o pé de apoio; - Anda nas pontas dos pés -Equilibra-se em um pé por alguns segundos
    34. 34. Coordenação GGlloobbaall ee EEqquuiillííbbrriioo –– EE44 Como desenvolver: 3 a 4 anos • Brincadeiras de percursos e circuitos • Zoológico da Turma (todos imitam animais, e depois animais diferentes andando, com sons, etc) • Bambolê; • Brincadeiras com bolas • Correr na ponta do pé • Brincar de estátua. • Brincar com cavalinho (cabo de vassoura)
    35. 35. Coordenação GGlloobbaall ee EEqquuiillííbbrriioo –– EE55 Idade 4 a5 O que é esperado Vídeo -Pula obstáculos com segurança; -Imita exercícios de coordenação global próximo do correto -Corre com mudanças de direção; - Equilibrar-se com os olhos fechados num pé só durante dez segundos; - Anda para frente e para trás tocando um calcanhar na ponta do outro pé (marcha controlada)
    36. 36. Coordenação GGlloobbaall ee EEqquuiillííbbrriioo –– EE55 Como desenvolver: 4 a 5 anos • Amarelinha (com suas variações e graus de dificuldade); • Pés de lata; • Pular corda • Andar com pernas de pau • corrida com sacos • seguir uma flecha no chão.
    37. 37. Coordenação GGlloobbaall ee EEqquuiillííbbrriioo –– EE66 Idade 5 a 6 O que é esperado - Fica imóvel, com os dois olhos fechados, por 10 segundos - Saltita com um pé só sem sair do lugar, indo para frente e indo para trás - Corre contornando e transpondo obstáculos/objetos (sacolas, caixas, etc)
    38. 38. Coordenação GGlloobbaall ee EEqquuiillííbbrriioo –– EE66 Como desenvolver: • Siga o Mestre; Gincanas e atividades que envolvam corridas e/ou danças; • “Garçons” (com bandejas e diferentes objetos, utilizar o faz de conta); • Vaivém.
    39. 39. Coordenação GGlloobbaall ee EEqquuiillííbbrriioo • Quando essas habilidades não são trabalhadas adequadamente, quais as consequências para o desenvolvimento dessa criança? • Exemplo: discronometria.
    40. 40. SSIIGGLLAASS As siglas presentes no texto dizem respeito às faixas etárias atendidas em cada etapa da Educação Infantil ao qual este trabalho é, inicialmente, destinado. E1 – Etapa 1 – 4 meses a 1 ano e 4 meses; E2 – Etapa 2 – 1 ano e 4 meses a 2 anos e 4 meses; E3 – Etapa 3 – 2 anos e 4 meses a 3 anos e 4 meses; E4 – Etapa 4 – 3 anos e 4 meses a 4 anos e 4 meses; E5 – Etapa 5 – 4 anos e 4 meses a 5 anos e 4 meses; E6 – Etapa 6 – 5 anos e 4 meses e entrada no Ensino Fundamental.

    ×