2ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO PROF.: RENÉ DOS REIS BORGES
1
EXERCÍCIOS DE CONCENTRAÇÃO DE SOLUÇÕES
01 – (FUVEST) Considere duas...
2ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO PROF.: RENÉ DOS REIS BORGES
2
Amostra Volume da amostra (mL) Massa de sal (g)
1 500 22
2 500 20
3...
2ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO PROF.: RENÉ DOS REIS BORGES
3
O2, liberado após completa decomposição do H2O2, e o volume
da solu...
2ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO PROF.: RENÉ DOS REIS BORGES
4
Etapa I: Em uma proveta de 100cm3
, são colocados 50cm3
de
gasolina...
2ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO PROF.: RENÉ DOS REIS BORGES
5
48 – Uma massa de 160g de NaOH foi dissolvida em 216g de
água. A fr...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Concentração

434 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
434
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Concentração

  1. 1. 2ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO PROF.: RENÉ DOS REIS BORGES 1 EXERCÍCIOS DE CONCENTRAÇÃO DE SOLUÇÕES 01 – (FUVEST) Considere duas latas do mesmo refrigerante, uma versão “diet” e outra versão comum. Ambas contêm o mesmo volume de líquido (300 mL) e têm a mesma massa quando vazias. A composição do refrigerante é a mesma em ambas, exceto por uma diferença: a versão comum, contém certa quantidade de açúcar, enquanto a versão “diet” não contém açúcar (apenas massa desprezível de um adoçante artificial). Pesando-se duas latas fechadas do refrigerante, foram obtidos os seguintes resultados: Por esses dados, pode-se concluir que a concentração, em g/L, de açúcar no refrigerante comum é de, aproximadamente: a) 0,020g/L. b) 0,050g/L. c) 1,1g/L. d) 20g/L. e) 50g/L. 02 – Um frasco de laboratório contém 2,0 litros de uma solução aquosa de NaCl. A massa do sal dissolvida na solução é de 120g. Que volume deve ser retirado da solução inicial para que se obtenham 30g de sal dissolvido? a) 1,0 litro. b) 0,5 litro. c) 0,25 litro. d) 1,5 litros. e) 0,75 litro. 33 – Um certo remédio contém 30g de um componente ativo X dissolvido num determinado volume de solvente, constituindo 150 mL de solução. Ao analisar o resultado do exame de laboratório de um paciente, o médico concluiu que o doente precisa de 3g do componente ativo X por dia, dividido em 3 doses, ou seja, de 8 em 8 horas. Que volume do medicamento deve ser ingerido pelo paciente a cada 8 horas para cumprir a determinação do médico? a) 50 mL. b) 100 mL. c) 5 mL. d) 10 mL. e) 12 mL. 04 – Num balão volumétrico de 250 mL adicionam-se 2,0g de sulfato de amônio sólido; o volume é completado com água. A concentração da solução obtida, em g/litro, é: a) 1,00g/L. b) 2,00g/L. c) 3,50g/L. d) 4,00g/L. e) 8,00g/L. 05 – Após o preparo de um suco de fruta, verificou-se que 200 mL da solução obtida continha 58mg de aspartame. Qual a concentração de aspartame no suco preparado? a) 0,29 g/L. b) 2,9 g/L. c) 0,029 g/L. d) 290 g/L. e) 0,58 g/L. 06 – Evapora-se totalmente o solvente de 250 mL de uma solução aquosa de cloreto de magnésio, 8,0g/L. Quantos gramas de soluto são obtidos ? a) 8,0 g. b) 6,0 g. c) 4,0 g. d) 2,0 g. e) 1,0 g. 07 – 100 mL de soluções de sais de sódio foram preparadas pela adição de 50 g do sal em água à temperatura de 20°C. Pela análise da tabela, conclui-se que, após agitação do sistema, as soluções que apresentam, respectivamente, a maior e a menor concentração de íons de sódio, em g/L, são: a) Iodeto de sódio e Carbonato de sódio. b) Iodeto de sódio e Cloreto de sódio. c) Cloreto de sódio e Iodeto de sódio. d) Carbonato de sódio e Cloreto de sódio. e) Carbonato de sódio e Iodeto de sódio. 08 – A massa dos quatro principais sais que se encontram dissolvidos em 1 L de água do mar é igual a 30g. Num aquário marinho, contendo 2 x 106 cm3 dessa água, a quantidade de sais nela dissolvidos é: a) 6,0 x 101 kg. b) 6,0 x 104 kg. c) 1,8 x 102 kg. d) 2,4 x 108 kg. e) 8,0 x 106 kg. 09 – Têm-se duas soluções aquosas de mesmo volume, A e B, ambas formadas pelo mesmo sal e nas mesmas condições experimentais. A solução A tem uma concentração comum de 100 g/L e a solução B tem uma densidade absoluta de 100 g/L. É correto afirmar que: a) Na solução B, a massa de soluto é maior do que na solução A. b) Na solução B, a massa da solução é menor do que 50 g. c) Na solução A, a massa de soluto é maior do que na solução B. d) Na solução A, a massa da solução é menor do que 50 g. e) As massas dos solutos nas duas soluções são iguais. 10 – Uma das potencialidades econômicas do Rio Grande do Norte é a produção de sal marinho. O cloreto de sódio é obtido a partir da água do mar nas salinas construídas nas proximidades do litoral. De modo geral, a água do mar percorre diversos tanques de cristalização até alcançar uma concentração determinada. Suponha que, numa das etapas do processo, um técnico retirou 3 amostras de 500 mL de um tanque de cristalização, realizou a evaporação com cada amostra e anotou a massa de sal resultante na tabela a seguir:
  2. 2. 2ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO PROF.: RENÉ DOS REIS BORGES 2 Amostra Volume da amostra (mL) Massa de sal (g) 1 500 22 2 500 20 3 500 24 A concentração média das amostras será de a) 48 g/L. b) 44 g/L. c) 42 g/L. d) 40 g/L. e) 50 g/L. 11 – Uma solução aquosa 2,0 molar de ácido clorídrico apresenta: a) 2 mols de soluto para cada 2,0 litros de solução b) 2 mols de soluto para cada 1,0 litro de solvente c) 2 mols de soluto para cada 1,0 litro de solução d) 1 mol de soluto para cada 2,0 litros de solução e) 1 mol de soluto para cada 1,0 litro de solução 12 – O rótulo de um frasco diz que ele contém uma solução 1,5 molar de NaI em água. Isso quer dizer que a solução contém: a) 1,5 mol de NaI/quilograma de solução. b) 1,5 mol de NaI/litro de solução. c) 1,5 mol de NaI/quilograma de água. d) 1,5 mol de NaI/litro de água. e) 1,5 mol de NaI/mol de água. 13 – Muitos compostos dos metais alcalinos, em particular os de sódio e potássio, são industrialmente importantes, como é o caso do hidróxido de sódio, cujo nome comum é soda cáustica. Soluções contendo NaOH podem ser preparadas utilizando-se a água como solvente, devido à sua solubilidade em meio aquoso. Considerando essas informações, calcule a massa, em gramas, necessária para preparar 200 mL de solução de soda cáustica com concentração igual a 0,5 mol/L. 14 – No preparo de solução alvejante de tinturaria, 521,5g de hipoclorito de sódio são dissolvidos em água suficiente para 10,0 litros de solução. A concentração, em mols/litro, da solução é: Dado: massa molar do NaClO = 74,5 g/mol a) 7,0 mol/L. b) 3,5 mol/L. c) 0,70 mol/L. d) 0,35 mol/L. e) 0,22 mol/L. 15 – Em um balão volumétrico de 500 mL colocaram-se 9,6g de cloreto de magnésio e completou-se o volume com água destilada. Sabendo-se que o cloreto de magnésio foi totalmente dissolvido, assinale a concentração aproximada do íon magnésio nessa solução: a) 0,05 mol/L. b) 0,1 mol/L. c) 0,2 mo/L. d) 0,4 mol/L. e) 3,2 mol/L. 16 – Um químico preparou uma solução de carbonato de sódio (Na2CO3) pesando 53g do sal, dissolvendo e completando o volume para 2 litros. A molaridade da solução preparada foi de: a) 1,00 mol/L. b) 0,50 mol/L. c) 0,25 mol/L. d) 0,125 mol/L. e) 0,0625 mol/L. 17 – Uma pessoa usou 34,2g de sacarose (C12H22O11) para adoçar seu cafezinho. O volume de cafezinho adoçado na xícara foi de 50 mL. A concentração molar da sacarose no cafezinho foi de: a) 0,5 mol/L. b) 1,0 mol/L. c) 1,5 mol/L. d) 2,0 mol/L. e) 2,5 mol/L. 18 – A concentração em mol/L de Cl – em uma solução aquosa 0,1 mol/L de FeCl3 é: a) 0,5 mol/L. b) 0,4 mol/L. c) 0,3 mol/L. d) 0,2 mol/L. e) 0,1 mol/L. 19 – Uma solução de um sulfato contém uma concentração 1,0 mol/L de íons sulfato (SO4 2– ). Podemos afirmar que esta solução pode conter: a) íons alumínio (Al3+ ) numa concentração 2/3 mol/L. b) íons férrico (Fe3+ ) numa concentração 1,0 mol/L. c) íons cloreto (Cl– ) numa concentração 2,0 mol/L. d) íons nitrato (NO3 1– ) numa concentração 2/3 mol/L. e) íons bário (Ba2+ ) numa concentração 4/3 mol/L. 20 – Analisando quantitativamente um sistema formado por soluções aquosas de cloreto de sódio, sulfato de sódio e fosfato de sódio, constatou-se a existência de: 0,525 mol/L de íons Na+ , 0,02 mol/L de íons SO4 2 – e 0,125 mol/L de íons Cl– . Baseado nos dados pode-se concluir que a concentração de PO4 3 – no sistema é: a) 0,525 mol/L. b) 0,12 mol/L. c) 0,36 mol/L. d) 0,24 mol/L. e) 0,04 mol/L. 21 – A massa de butanol, C4H10O, necessária para o preparar 500 mL de solução 0,20 mol/L é: a) 14,8g. b) 7,4g. c) 3,7g. d) 37,7g. e) 18,5g. 22 – A massa de Na2CO3.10H2O necessária para preparar 5 L de solução aquosa de Na2CO3 de concentração 0,10 mol/L é igual a: a) 53g. b) 106g. c) 143g. d) 286g. e) 500g. 23 – O volume, em litros, de uma solução 0,30 mol/L de sulfato de alumínio que contém 3,0 mols do cátion alumínio é: a) 2,5 L. b) 3,3 L. c) 5,0 L. d) 9,0 L. e) 10 L. 24 – Uma solução 0,1 molar de um hidróxido alcalino MOH é preparada dissolvendo-se 0,8g de hidróxido MOH em 200 mL de solução. A fórmula do hidróxido é: a) CsOH. b) KOH. c) LiOH. d) NaOH. e) RbOH. 25 – A água oxigenada ou peróxido de hidrogênio (H2O2), é vendida nas farmácias com concentrações em termos de “volumes”, que correspondem à relação entre o volume de gás
  3. 3. 2ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO PROF.: RENÉ DOS REIS BORGES 3 O2, liberado após completa decomposição do H2O2, e o volume da solução aquosa. Sabendo que a equação química de decomposição da água oxigenada é H2O2(aq) H2O(l) + 1/2 O2(g), calcule a concentração molar de uma solução de água oxigenada de 24,4 volumes a 25°C e 1 atm. Dado: R = 0,082 atm x L / K x mol. 26 – concentração do cloreto de sódio na água do mar é, em média, de 2,95 g/L. Assim sendo, a molaridade desse sal na água do mar é aproximadamente: Dados: Na = 23 u.m.a.; Cl = 35,5 u.m.a. a) 0,050 mol/L. b) 0,295 mol/L. c) 2,950 mol/L. d) 5,000 mol/L. e) 5,850 mol/L. 27 – A concentração em mol/L de uma solução aquosa de etanol (C2H6O) de concentração igual a 4,6 g/L é: Dado: Massa molar do etanol = 46g/mol. a) 4,6 mol/L. b) 1,0 mol/L. c) 0,5 mol/L. d) 0,2 mol/L. e) 0,1 mol/L. 28 – A glicose, fórmula molecular C6H12O6, quando presente na urina, pode ter sua concentração determinada pela medida da intensidade da cor resultante da sua reação com um reagente específico, o ácido 3,5 - dinitrossalicílico, conforme ilustrado na figura: Imaginemos que uma amostra de urina, submetida ao tratamento mencionado, tenha apresentado uma intensidade de cor igual a 0,2 na escala do gráfico. É, então, correto afirmar que: a) a concentração de glicose corresponde a 7,5 g/L de urina. b) a amostra apresenta aproximadamente 0,028 mol de glicose por litro. c) a intensidade da cor, na figura, diminui com o aumento da concentração de glicose na amostra. d) a intensidade da cor da amostra não está relacionada com a concentração de glicose. e) a presença de glicose na urina é impossível, uma vez que ela não forma soluções aquosas. 29 – “Num balão volumétrico de 250 mL, após adição de 1,00g de hidróxido de sódio sólido, o volume é completado com água destilada”. A solução obtida tem concentração de X g/L sendo mais Y do que outra solução de concentração 0,25 mol/L, da mesma base”. Para completar corretamente o texto citado deve- se substituir X e Y, respectivamente, por: a) 1,00 e diluída. b) 2,00 e concentrada. c) 2,50 e diluída. d) 3,00 e concentrada. e) 4,00 e diluída. 30 – Uma solução aquosa de NaCl apresenta porcentagem em massa de 12,5%. Isso significa que, para cada 100g de solução, teremos ........ g de soluto e .......... g de solvente. Completa-se corretamente a afirmação acima, respectivamente, com: a) 12,5g e 100 g. b) 12,5g e 87,5g. c) 87,5g e 12,5g. d) 100g e 12,5g. e) 58,5g e 41,5g. 31 – Uma massa de 40g de NaOH são dissolvidas em 160g de água. A porcentagem, em massa, de NaOH presente nesta solução é de: a) 20%. b) 40%. c) 10%. d) 80%. e) 100%. 32 – Considere as seguintes soluções: I. 10g de NaCl em 100g de água. II. 10g de NaCl em 100 mL de água. III. 20g de NaCl em 180g de água. IV. 10 mols de NaCl em 90 mols de água. Dessas soluções tem(êm) concentração 10% em massa de cloreto de sódio: a) apenas I. b) apenas III. c) apenas IV. d) apenas I e II. e) apenas III e IV. 33 – O NaCl está presente na água do mar com 2,5% em massa. Que massa de água do mar deve ser transferida para uma salina para que, por evaporação da água, restem 150 g de sal? a) 150g. b) 5850g. c) 6000g. d) 250g. e) 15000g. 34 – Uma solução contém 15g de sal dissolvido em certa quantidade de água. Sabendo que a solução tem 80% de solvente, em massa, podemos afirmar que a massa da solução é de: a) 15g. b) 75g. c) 80g. d) 85g. e) 100g. 35 – Um aluno deseja preparar 25,0g de uma solução aquosa contendo 8,0% em massa de cloreto de sódio. As massas, em gramas, de água e sal tomadas pelo aluno foram, respectivamente: a) 21g e 4g. b) 17g e 8g. c) 23g e 2g. d) 19g e 6g. e) 20g e 5g. 36 – Um teste para avaliar o teor de álcool na gasolina para carros consiste nas seguintes etapas:
  4. 4. 2ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO PROF.: RENÉ DOS REIS BORGES 4 Etapa I: Em uma proveta de 100cm3 , são colocados 50cm3 de gasolina. Etapa II: Adiciona-se uma solução aquosa de NaCl 10%(m/v) até completar 100cm3 . Etapa III: Agita-se fortemente a mistura e deixa-se em repouso por 15 minutos. Uma amostra, submetida a este teste, está representada a seguir. É correto afirmar que, após a realização do teste, a porcentagem (v/v) de álcool presente nesta amostra é: a) 13% b) 26% c) 37% d) 50% e) 63% 37 – As normas da ANP (Agência Nacional do Petróleo) definem o teor em volume do álcool na gasolina, no intervalo entre 18% a 24% como sendo aceitável. Uma análise realizada por um estudante de química revelou que, ao se adicionarem 20,0 mL de água destilada a uma proveta de 100,0 mL, com rolha, contendo 30,0 mL de gasolina, após intensa agitação, o volume da mistura “água + álcool” tornou-se igual a 27,80 mL. Após a análise dessa experiência, o estudante concluiu como VERDADEIRO que: Dados: dálcool = 0,80g/mL e dgasolina = 0,72g/mL a) o álcool é insolúvel na água, em qualquer proporção, razão pela qual o volume de água aumentou. b) a densidade da gasolina pura é bem maior que a da água destilada, por ser uma mistura de hidrocarbonetos. c) a gasolina analisada atende as normas da ANP, podendo ser comercializada sem nenhuma restrição. d) a quantidade de álcool encontrada na gasolina analisada é maior que a permitida pelas normas da ANP. e) quanto maior o teor de álcool na gasolina, mais próxima de 0,62g/mL será a densidade da mistura. 38 – O álcool hidratado utilizado como combustível veicular é obtido por meio da destilação fracionada de soluções aquosas geradas a partir da fermentação de biomassa. Durante a destilação, o teor de etanol da mistura é aumentado, até o limite de 96% em massa. Considere que, em uma usina de produção de etanol, 800 kg de uma mistura etanol/água com concentração 20% em massa de etanol foram destilados, sendo obtidos 100 kg de álcool hidratado 96% em massa de etanol. A partir desses dados, é correto concluir que a destilação em questão gerou um resíduo com uma concentração de etanol em massa a) de 0%. b) de 8,0%. c) entre 8,4% e 8,6%. d) entre 9,0% e 9,2%. e) entre 13% e 14%. 39 – A molaridade de uma solução de ácido sulfúrico a 49% em peso e densidade igual a 1,5 g/mL é: Dados: massa molar do ácido sulfúrico = 98 g/mol a) 7,5 mol/L. b) 1,5 mol/L. c) 3,75 mol/L. d) 0,75 mol/L. e) 15 mol/L. 40 – Um bom vinho apresenta uma graduação alcoólica de cerca de 13% (v/v). Levando-se em consideração que a densidade do etanol é 0,789 g/mL, a concentração de etanol, em mol/L, do vinho em questão, será (assinale o inteiro mais próximo): Dados: C = 12 g/mol, H = 1 g/mol e O = 16 g/mol. 41 – O álcool hidratado usado como combustível tem densidade aproximada de 1 g/mL e apresenta em média 3,7% em massa de água dissolvida em álcool puro. O número de mols de etanol (C2H6O) em 1 L dessa solução é de, aproximadamente: Dados: H = 1 u; C = 12 u; O = 16 u a) 0,089. b) 0,911. c) 21. d) 37. e) 46. 42 – Esta questão relaciona-se com 200g de solução alcoólica de fenolftaleína contendo 8,0% em massa de soluto. A massa de fenolftaleína, em gramas, contida na solução e o n.º de mols do álcool são, respectivamente: Dado: massa molar do etanol = 46 g/litro a) 16,0 e 4,0. b) 8,00 e 4,0. c) 5,00 e 2,5. d) 4,00 e 8,0. e) 2,00 e 3,0. 43 – Uma solução preparada tomando-se 1 mol de glicose e 99 mols de água apresenta frações molares de soluto e solvente, respectivamente, iguais a: a) 0,18 e 0,82. b) 0,82 e 0,18. c) 0,90 e 0,10. d) 0,10 e 0,90. e) 0,01 e 0,99. 44 – Uma solução contém 18,0g de glicose (C6H12O6), 24,0g de ácido acético (C2H4O2) e 81g de água. Qual a fração molar do ácido acético na solução? Dados:H = 1 u; C = 12 u; O = 16 u . a) 0,04. b) 0,08. c) 0,40. d) 0,80. e) 1,00. 45 – Qual a fração molar do componente B numa mistura gasosa contendo 4,0g de A e 8,4g de B? Dados: A = 20,0 g/mol.; B = 28,0 g/mol. a) 1,0. b) 0,6. c) 0,4. d) 0,3. e) 0,2. 46 – A fração molar da glicose (C6H12O6) numa solução aquosa é 0.01.Podemos afirmar que o título em massa da solução vale, aproximadamente: Dados: H = 1 u; C = 12 u; O = 16 u a) 0,01%. b) 0,83%. c) 1,00%. d) 9,17%. e) 90,9%. 47 – Numa determinada solução, o número de mols de soluto é a terça parte do número de mols do solvente. As frações molares do soluto e solvente são, respectivamente: a) 0,25 e 0,75. b) 0,75 e 0,25. c) 0,25 e 0,33. d) 0,33 e 0,25. e) 1,00 e 3,00.
  5. 5. 2ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO PROF.: RENÉ DOS REIS BORGES 5 48 – Uma massa de 160g de NaOH foi dissolvida em 216g de água. A fração molar do soluto e do solvente nessa solução é, respectivamente: Dados: NaOH = 40 g/mol; água = 18 g/mol. a) 0,40 e 0,18. b) 0,160 e 0,216. c) 0,250 e 0,750. d) 0,416 e 0,574. e) 40 e 120. 49 – Prepara-se uma solução dissolvendo-se 60,6g de KNO3 em 2000g de água. Qual é a concentração molal dessa solução? a) 0,3 molal. b) 3,0 molal. c) 2,0 molal. d) 0,5 molal. e) 0,2 molal. 50 – Calcule a concentração molal de uma solução preparada pela dissolução de 17g de H2S em 800g de água. a) 0,625 molal. b) 6,25 molal. c) 0,0625 molal. d) 62,5 molal. e) 625 molal. 51 – O rótulo de um frasco diz que ele contém solução 1,50 molal de LiNO3 em etanol. Isto quer dizer que a solução contém: a) 1,50 mol de LiNO3/quilograma de solução. b) 1,50 mol de LiNO3/litro de solução. c) 1,50 mol de LiNO3/quilograma de etanol. d) 1,50 mol de LiNO3/litro de etanol. e) 1,50 mol de LiNO3/mol de etanol. 52 – Vamos obter uma solução molal de cloreto de sódio (NaCl), dissolvendo, em 200g de água: a) 1,00g de NaCl. b) 5,85g de NaCl. c) 11,7g de NaCl. d) 58,5g de NaCl. e) 117g de NaCl. 53 – Uma solução 0,8 molal apresenta 850g de água. O número de mols de moléculas do soluto contidos nessa solução é: a) 6,8 mols. b) 0,68 mol. c) 3,4 mol. d) 0,068 mol. e) 0,34 mol. 54 – Determine a massa de água que deve ser utilizada para dissolver 0,2 mol de NaCl e originar uma solução 0,4 molal. a) 50g. b) 500g. c) 5 kg d) 500 kg e) 2 kg. 55 – Dizer que uma solução desinfetante “apresenta 1,5% de cloro ativo” é equivalente a dizer que “a concentração de cloro ativo nessa solução é”: a) 1,5 x 106 ppm. b) 1,5 x 10–2 ppm. c) 150 ppm. d) 1,5 ppm. e) 15000 ppm. 56 – Para que o ar que inspiramos seja considerado bom, admita que o limite máximo de CO não ultrapasse 5 ppm num dado ambiente. Uma pessoa é colocada num ambiente com dimensões de 12,5mx4mx10m, no qual se constata a existência de 2 L de CO disseminados no ar. Conclui-se com esses dados que: a) a quantidade de CO encontrada no ambiente é igual ao limite máximo aceito. b) a quantidade de CO encontrada no ambiente é maior que 5 ppm. c) a quantidade de CO encontrada no ambiente é menor que o limite máximo aceito. d) não há risco para a pessoa que se encontra no ambiente, pois a quantidade de CO encontrada é menor que 1 ppm. e) se deve retirar a pessoa do ambiente com urgência, pois o limite máximo aceito de CO foi ultrapassado em mais de 90%. 57 – A concentração de um gás poluente na atmosfera, medida a 1 atm e 27ºC, é de 41ppm. A concentração desse poluente, em moléculas/cm3 de ar, é igual a Dados: R = 0,082 L.atm/mol.K , N = 6,0 x 1023 a) 4,1 x 10-14 b) 4,1 x 10-22 c) 1,0 x 10-18 d) 4,1 x 10-18 e) 1,0 x 1015 58 – O hipoclorito de sódio e um sal vendido comercialmente em solução aquosa com os nomes de água sanitária ou água de lavadeira e possui efeito bactericida, sendo usado no tratamento de águas. Assinale a alternativa abaixo que apresenta o numero de gotas de uma solução de hipoclorito de sódio a 5 % (m/v) para deixar um litro de água com 5 ppm do referido sal. Dados: volume de uma gota = 0,05 mL. Considerar volume final igual a 1 litro de solução. a) 1 gota b) 2 gotas c) 3 gotas d) 4 gotas e) 5 gotas GABARITO 01) E 02) B 03) C 04) E 05)A 06) D 07) C 08) B 09) C 10) B 11)C 12) B 13) 4g 14) C 15) C 16) C 17) D 18) C 19) A 20) B 21) B 22) C 23) E 24) D 25) 2,0 mol/L 26) A 27)E 28) B 29) E 30) B 31) A 32) B 33) C 34) B 35) C 36) B 37) D 38) D 39) A 40) 2,0 mol/L 41) C 42) 43) E 44) 45) B 46) 47) 48) 49) 50) 51) 52) 53) 54) 55) E 56) C 57) E 58) B

×