Teoria da acomodação

184 visualizações

Publicada em

Apologética...

Publicada em: Internet
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
184
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Teoria da acomodação

  1. 1. Teoriada Acomodação Na apologética,este termopode se referiraduasposições:umadelasé aceitável aos evangélicos,e asegundaé rejeitadapor eles(nemtantonegadaporum caminhão de movimentose que vãotomara estrada da negaçãoda Divindade de Jesus),esperopoderfalar sobre issologo.A expressãopode se referiràacomodaçãoque Deusfezda sua revelaçãoàs nossascircunstânciasfinitasafimde comunicar-se conosco,comonaBíbliaou na Encarnação de Cristo. Ambassão formasde acomodaçãoautolimitadoradaparte de Deusa fimde comunicar-se comcriaturasfinitas. Críticos negativosdaBíblia(v.Crítica da Bíblia) usamesses mesmoconhecimentoparadarem base a sua crença de que:Jesusse acomodoua posiçõeserrôneasdosjudeusde suaépoca quantoà sua convicçãode que as Escrituraseram inspiradase infalíveis.Porobviedade nem precisarialembrar, Teólogos ortodoxosrejeitamessaformade acomodação. Dois tiposde acomodação. A acomodaçãolegitimapode sermaisbemdenominada “adaptação”. Deus,porcausa de suainfinitude,se adaptaaonossoentendimentofinitopara se revelar(nossaslimitações,e nossoestadosãolevadosemcontapelaMisericórdiade Deus) a tal pontoque ele usade simplicidadesparanosrevelar.Maso Deus que é a verdade nunca se acomoda ao erro humano.As diferenças vitaissãoobservadas facilmente quandoesses conceitos sãocomparados: Adaptação Acomodação Adaptaçãoao entendimentofinitoFinitude Acomodaçãoao errofinito A Bibliaensinaatranscendênciade Deus.Seuscaminhose pensamentos sãomuitomaisaltos que os nossos(Is55.9; Rm 11.33). Os sereshumanos sãominúsculos diantedainfinitudede Deus.Deusprecisa“tornar-se menor”para falarconosco,mas esse atodivinode adaptaçãoa nossafinitude jamaisenvolve acomodaçãoaonossopecado,poisDeus nãopode pecar(Hb 6.18). Deus usaantropomorfismos(expressões verdadeirasde quemDeuse descritasem termoshumanos) parafalar conosco,mas não usa mitos.Asvezesnosda apenasparte da verdade,masessaverdade parcial jamaisconstitui erro(ICo13.12).Ele se revela progressivamente,masnuncaerroneamente(v. RevelaçãoProgressiva).Ele nemsemprenos diztudo, mas tudoo que nosdiz e verdadeiro. Jesuse a acomodação. Sabe-sebemque no NTJesusexpressouumaconcepção muitoelevada das Escrituras(v.Biblia,aposiçãode Jesusem relaçãoa).Ele aceitavaa autoridade divina(Mt 4.4,7,10), a validade eterna(Mt5.17,18), a inspiração divina(Mt22.43), a imutabilidade(Jo 10.35), a supremacia(Mt 15.3,6), a entrância(Mt 22.29; Jo 17.17), a confiabilidade histórica (Mt 12.40; 24.37,38) e a precisãocientifica(Mt19.4,5) dasEscrituras.Para evitara conclusão de que Jesusestavarealmente afirmandoque tudoissoe verdade,alguns críticosinsistemque ele estavaapenasse acomodandoa crença judaicada época,semtentar sidoo pontode partidado que ele querialhesensinarsobre questõesmaisimportantesde moralidadee teologia.
  2. 2. A acomodaçãoé contráriaà vidade Jesus.Tudoque se sabe sobre a vidae os ensinamentosde Jesusrevelaque ele jamaisse acomodouaosfalsosensinamentosdaépoca.Pelocontrário, Jesusrepreendeuosque aceitavamopensamentojudaicoque contradiziaaBíblia, declarando:“...E por que vocêstransgridemomandamentode Deusporcausa da tradição de vocês?[...] Assim,porcausada sua tradição,vocêsanulama palavrade Deus”(Mt 15.3,6b). Jesuscorrigiuopiniõesfalsassobre aBíblia.Porexemplo,nofamosoSermãodoMonte,Jesus afirmouenfaticamente: Vocês ouviramoque foi ditoaos seusantepassados:‘Nãomataras’,e ‘quemmatarestará sujeitoajulgamento’. Maseulhesdigoque qualquerque se irarcontraseu irmão estará sujeitoajulgamento(Mt5.21, 22íí j. Esta formulaoua formulasemelhante de “Foi dito:...Eu,porem, vosdigo...”e repetidanos versículos seguintes(cf.Mt5.23-43). Ele repreendeuofamosolíderjudeuNicodemos:“Você e mestre emIsrael e nãoentende essascoisas?”(Jo3.10). Isso não e se acomodaras falsas crenças de seusinterlocutores.Ele ate repreendeuNicodemospor nãoentendercoisas empíricas,dizendo:“Eulhesfaleide coisasterrenase vocês não creram; como crerão se lhesfalarde coisascelestiais?”(Jo3.12). Ao falarespecificamente sobre a interpretação erradadelessobre asEscrituras,Jesusdisse diretamente aossaduceus:“Vocêsestãoenganadosporque nãoconhecemasEscriturasnemo poderde Deus”(Mt 22.29). As denunciasde Jesuscontraosfariseusde maneiraalgumapoderiamserclassificadascomo acomodação. Ai de vocês,guiascegos!”[...]Ai de vocês,mestresdalei e fariseus, hipócritas![...] Guiascegos! Vocês coam ummosquitoe engolemumcamelo.Ai de vocês,mestresdalei e dosfariseus, hipócritas![...] Serpentes! Raçade víboras! Comovocêsescaparãoda condenação ao inferno? (Mt 23.16-33). Jesusfeztantaquestãode não se acomodar aos falsosensinamentose praticasnoTemploque ...ele fezumchicote de cordas e expulsoutodosdotemplo,bemcomoasovelhase osbois; espalhouasmoedasdoscambistase virousuas mesas.Aosque vendiampombasdisse:‘Tirem estascoisas daqui!Paremde fazerda casa de meupai um mercado!(Jo2.15,16). Ate os inimigosde Jesusreconheciamque ele nãofaziaconcessões.Osfariseusdisseram: “Mestre,sabemosque esintegroe que ensinasocaminhode Deusconforme a verdade.Tu não te deixas influenciarporninguém,porque nãote prendesaaparênciadoshomens”(Mt 22.16). Nadano evangelhoindicaque Jesustenhase acomodadoaoerroaceitopor seus contemporâneos acercade qualquerassunto. A acomodação écontrária ao caráterde Jesus. Doponto de vistapuramente humano,Jesus era conhecidoporserum homemde grande caráter moral.Seusamigosmais próximos o consideravam impecável (1Jo3.3; 4.17; 1 Pe 1.19). As multidões se maravilhavamcomseus
  3. 3. ensinamentos“porque eleasensinavacomoquemtemautoridade,e nãocomoos mestresda lei”(Mt 7.29). PilatosexaminouJesuse declarou:“Nãoencontromotivoparaacusareste homem”(Lc23.4). O soldadoromanoque crucificouJesusexclamou:“Certamente,estehomemerajusto”(Lc 23.47). Ate incrédulosprestaramhomenagemaCristo.ErnestRenan,famosoateufrances, declarousobre Jesus:“Seuidealismoperfeitoe amaiselevadaregrade vida impecável e virtuosa”(Renan,p.383). Renan tambémescreveu:“Vamoscolocar, então,apessoade Jesus no pontomaisaltoda grandezahumana” (ibid.,p.386) e “Jesuscontinuasendoumprincipio inesgotávelde regeneraçãomoral paraa humanidade”(ibid.,p.388). Do pontode vistabíblico,JesuseraoFilhode Deuse porisso não podiamentir,poisDeus“não mente”(Tt1.2). Realmente,“eimpossívelque Deusminta”(Hb6.18). Sua “palavrae a verdade”(Jo17.17). “SejaDeusverdadeiro,e todohomemmentiroso”(Rm3.4).Sejaqual for a autolimitacãodivinanecessáriaparaa comunicaçãocom os sereshumanos, nãohapecado, poisDeus não pode pecar.E algo contrarioa sua natureza. Uma objeção érespondida. Everdade que Deusse adapta as limitações humanaspara comunicar-se conosco.Jesus,que eraDeus, tambémeraumserhumano.Comoser humano, seuconhecimento eralimitado.Issoe reveladoemvariaspassagensdasEscrituras. Primeiramente,quando criança,“iacrescendoemsabedoria”(Lc2.52). Mesmo quandoadulto seuconhecimentotinhacertas limitações.SegundoMateus,Jesus nãosabiaoque haviana figueiraantesde chegarpertodela(Mt 21.19). Jesusdisse que nãosabiaa horade sua SegundaVinda:“Quantoaodia e a hora ninguémsabe,nemosanjosdos céus,nemo Filho, senãosomente oPai”(Mt 24.36; grifodo autor). Mas, apesar das limitações doconhecimentohumanode Jesus,limites sãodiferentesde falso conhecimento.Ofatode ele nãosaberalgumascoisascomohomem não querdizerque estava erradosobre o que sabia.0 fatode Jesus discutir,comohomem, ahipótese documentária (teoriajedp) sobre aautoriada Lei é umacoisa.Mas é bemdiferentedizerque Jesusestava erradoquandoafirmouque Davi escreveuosalmo110 (Mt 22.43),que MoisésescreveuaLei (Lc 24.27; Jo 7.19, 23), ou que Daniel escreveuumaprofecia(Mt24.15; v. Bíblia,a posiçãode Jesus emrelaçãoã).As limitaçõesde Jesussobre coisasque nãosabiacomohomemnãoo impediamde afirmarverdadeiramenteoque de fatosabia(v. Pentateuco,autoriamosaicado; profecia,comoprovada Bíblia). O que Jesussabia,ensinoucomautoridade divina.Ele disse aosseusdiscípulos: Foi-me dadatodaa autoridade noscéuse na terra.Portanto,vão e façam discípulosde todas as nações,batizando- osemnome doPai e do Filhoe do espíritosanto,ensinan- do-osa obedeceratudoo que eulhesordenei.E euestarei sempre comvocês,até ofimdostempos (Mt 28.18-20). Ele ensinoucom ênfase.Noevangelhode João,Jesusdisse 25vezes:“Digo-lhe averdade...”(Jo 3.3,5,11). Ele afirmouque suaspalavrasvaliamtantoquantoas de Deus,ao declarar:“Os céus e a terra passarão,mas as minhaspalavrasjamais passarão”(Mt 24.35). Alemdisso,Jesus ensinouapenasoque o Pai lhe ordenaraensinar.Ele disse:“...nada façode mimmesmo;mas
  4. 4. faloexatamente comooque Pai me ensinou”(Jo8.28 b). E acrescentou:“Pormimmesmo, nada possofazer;eujulgoapenasconforme ouço,e o meujulgamentoe justo,pois não procuro agradar a mimmesmo,masaquele que me enviou”(Jo5.30).Assim, acusarJesusde errar e acusar DeusPai de errar, já que ele sófalavao que o Pai lhe dissera. Resumo. Nãoha evidenciade que Jesustenhase acomodadoaoerro humanoemqualquer coisaque ensinou.Nemhaqualquer indicaçãode que suaautolimitacão naEncarnaçãotenha resultadoemerro.Ele jamaisensinoualgonas áreasemque a Encarnação o limitaracomo homem.E o que ensinou,afirmoucoma autoridade doPai,detendotodaautoridade no céue na terra. Fontes Accommodation.isBE. N.L. Geisler, Christian apologetics, cap.18. E. Renan, The life of Jesus. J. W. Wenham, Christand the Bible. Você só pode dizernãopara a mentirase tiveruma verdade comoreferência,e nemsempre a maioriapode serum paramêtro.

×