Nenhum historiador realmente respeitado e autentico duvida da
existência de Jesus. Muitos historiadores não cristãos do pr...
e simples da Palavra de Deus, alterando seu sentido por causa das
opiniões dos homens.
II. Vamos estabelecer uma perspecti...
no dia 14 de Nisan. Leia Êxodo 12:6.
A. O cordeiro tinha que ser sacrificado no crepúsculo ou ini-
cio do entardecer. A pa...
de sua família e que os frutos daquele sacrifício deveriam ser dele
e de sua família.
D. O cordeiro morreu às 3 horas da t...
participar das Festas ordenadas por Deus e Ele não poderia
desperdiçar mais tempo na cruz quando deveria estar preparado
p...
Faraó. Leia em Genesis 47:26. Portanto, se o Faraó morresse sem
herdeiros, esse direito sobre o povo de Israel cessaria e ...
mas como ele saiu em perseguição, quebrou sua própria palavra e
rompeu o contrato entre eles.
13.D. Não nos surpreende que...
15 de Nisan, celebrado na Quinta-Feira à noite e Sexta durante o
dia, que era o dia 16, e outro Shabat normal celebrado na...
3) Antes de revelar-se aos seus irmãos, eles pensaram que ele era
um governante dos gentios, em vez de ser um judeu e irmã...
. Existem quatro eventos muito significativos na historia humana,
e que aconteceram no dia 17 de Nisan. Cada um e concerne...
d) No dia 17, eles comeram somente dos alimentos das Primícias
de Canaã.
4.0 quarto evento que ocorreu no dia 17, e claro,...
e simples da Palavra de Deus, alterando seu sentido por causa das
opiniões dos homens.
II. Vamos estabelecer uma perspecti...
no dia 14 de Nisan. Leia Êxodo 12:6.
A. O cordeiro tinha que ser sacrificado no crepúsculo ou ini-
cio do entardecer. A pa...
de sua família e que os frutos daquele sacrifício deveriam ser dele
e de sua família.
D. O cordeiro morreu às 3 horas da t...
Primícias e do Pentecostes.
IV. O dia 15 de Nisan, que era o dia do
inicio da festa do HagHaMatzah, e importante for duas ...
"tabernáculo", nome associado com outra festa que
vamos analisar mais tarde) para buscar o corpo de José,enterrado
la. Lei...
41.baseada no texto de João 19:31, sendo
42.que o Shabat começa na sexta a noitinha
43.e prossegue no sábado durante o dia...
ganham um dia de descanso e sao enviados para trabalhar seis
dias.
B. Existe um paralelo interessante entre a historia do ...
i) José do Egito viveu num pais que era o "trono das idolatrias" e
José de Arimatéia era de uma cidade chamada "trono das
...
c) Noé e sua família foram os únicos do antigo mundo
que "ressuscitaram" e se tornaram as Primícias do
Novo Mundo.
2.0 seg...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Nenhum historiador realmente respeitado e autentico duvida da existência de jesus

229 visualizações

Publicada em

Comentário apologetico

Publicada em: Carreiras
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
229
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Nenhum historiador realmente respeitado e autentico duvida da existência de jesus

  1. 1. Nenhum historiador realmente respeitado e autentico duvida da existência de Jesus. Muitos historiadores não cristãos do primeiro século confirmam a morte e a execução de Jesus: Cornélio Tácito, Lucio de Samosata, Flavio Josefo, Suetonio, Píleo "o Jovem", Talos, Flegonte, Marah Bar-Serapiao, incluindo referências no Talmude e outros escritos hebraicos. "Essa histórias independentes provam que naqueles tempos mais antigos, mesmo os oponentes do Cristianismo jamais tiveram qualquer duvida da historicidade da existência de Jesus. Esse tipo de duvida e questionamento só surgiu no final do século 18, durante o século 19 e inicio do século 20". (15a- edição da Enciclopédia Britânica) A visão correta se a Biblia deveria ser encarada literalmente ou não seria essa: 1. A Biblia deve ser lida como qualquer outro livro serio de não ficção. a) Ela deve ser interpretada como se o escritor fosse inteligente e criativo (sem trocadilhos!), e tivesse usado uma linguagem que qualquer escritor inteligente usaria em qualquer cultura. b) Ela deve ser interpretada como se o escritor tivesse usado metáfora, alegoria e figura de linguagem onde ele achou que fosse apropriado. 2. Desde que a Biblia foi escrita para que pudesse ser lida e entendida por todos, exceto onde o autor claramente indica que a passagem deve ser vista como simbólica, não existe nenhuma razão para que ela seja interpreta da como tal. D. Muitas das interpretações onde na Biblia são simbólicas vem das "tradições dos homens". Leia Marcos 7:6-13. A oposição de Jesus as tradições dos homens vinha de Seu conhecimento que essas tradições iriam inevitavelmente suplantar o significado puro
  2. 2. e simples da Palavra de Deus, alterando seu sentido por causa das opiniões dos homens. II. Vamos estabelecer uma perspectiva do que as Festas realmente tratam. A. Levitico 23 e a chave para compreender a Biblia inteira quando se trata das Festas, porque nos mostra um esboço ou plano para a redenção da humanidade. 1. Todas as festas são centralizadas ou ligadas à agricultura ou temas agrícolas. 2. As festas são memoriais de eventos históricos da nação de Israel e profecias sobre o Redentor e Seus atos redentores. 3. Algumas festas tinham que ser celebradas em rituais apenas no Templo e outras podiam ser em casa. B. As sete maiores festas são divididas em dois grupos. 1. As quatro primeiras acontecem na Primavera, nas épocas do plantio e da colheita da cevada. 2. As outras três ocorrem no Outono, no período da colheita do trigo. 3. Elas também são conhecidas ou "denominadas" de "as primeiras chuvas" ou "chuvas temporãs" (primavera) e "as ultimas chuvas" ou "chuva serôdia" (outono). C. Esses dois períodos de chuvas são relacionados direta- mente a primeira e a segunda vinda do Yeshuah Ha'Mashiah (Jesus o Messias). Leia Oséias 6:3, Joel 2:23, Deuteronômio 11:10-17 e Tiago 5:7-8. III. Em qual dia foi Jesus crucificado? Foi A.
  3. 3. no dia 14 de Nisan. Leia Êxodo 12:6. A. O cordeiro tinha que ser sacrificado no crepúsculo ou ini- cio do entardecer. A palavra hebraica usada para isso e Bain Ha'Arbayim( ) que literalmente quer dizer "entre as noites", mas nos dias de hoje pode ser normal- mente traduzido para "entre as tardes", ou seja, no crepúsculo. B. No Templo a noite era dividida em três vigílias e as horas do dia eram divididas em quatro quartos, totalizando sete períodos de tempo. 1. Do meio-dia às 3 da tarde, o terceiro período (quarto) era chamado de a Oblação (oferta) Menor. 2. Das 3 da tarde ate às 6 horas, era o quarto período e era denominado de a Oblação Maior. a) O horário entre os dois períodos seria exatamente às 3 horas da tarde. b) Essa era também o que se conhecia como a Hora Nona, uma vez que o dia com luz começava as 6 da manha. C. De acordo com Êxodo 12:6, na primeira Páscoa o pai reuniu a família na entrada da casa e impôs as mãos sobre a cabe a do cordeiro antes de sacrificá-lo. A imposição das mãos e chamada de semicha. Hebreus 6:1-3. Semicha: A imposição das mãos não era vista como algo mágico ou um gesto místico, nem que isso implicava que o cordeiro estava substituindo o homem naquele sacrifício. Em vez disso, o significado era que o sacrifício vinha (era oferecido) de uma pessoa em particular e que ele estava oferecendo em seu nome ou
  4. 4. de sua família e que os frutos daquele sacrifício deveriam ser dele e de sua família. D. O cordeiro morreu às 3 horas da tarde, no dia 14 do mês de Nisan, e aquele dia terminou às 6 horas, O animal foi comido a noite, portanto já no dia 15, e isso já era o inicio da Festa dos Paes Azimos. 1. Varias coisas importantes aconteceram entre as 3 da tarde do dia 14 e o dia 17. a) A segunda festa, dos Paes Azimos, Hag Ha'Matzcth, dura do dia 15 ate o pôr-do-sol do dia 21 de Nisan. b) Essa e uma celebração de sete dias, o numero perfei-to de Deus e celebra Jesus, o nosso Pão da Vida, que e a Completa Redenção de Deus. Êxodo 12:15. c) Jesus foi crucificado as 9 da manha do dia 14 e morreu (expirou) às 3 da tarde. Veja Marcos 15:25. c)EIe foi sepultado antes das 6 da tarde daquele mesmo dia. 2. No ano em que Jesus morreu, ele foi sepultado numa Quinta-Feira e ressuscitou três dias depois. Isso prova para qualquer pessoa que um cristão não fica sepultado para sempre! E. Jesus morreu em apenas seis horas sem que suas pernas tivessem que ser quebradas, quando uma morte por crucificação durava pelos menos três dias. 1. Com absoluta certeza o peso de todos os pecados da humanidade, de todas as épocas, foi suficiente para que Ele morresse em apenas três horas! 2. Existem mais razoes igualmente importantes do porque Ele morreu tão rapidamente. Jesus foi um judeu que jamais ficou sem
  5. 5. participar das Festas ordenadas por Deus e Ele não poderia desperdiçar mais tempo na cruz quando deveria estar preparado para participar das Festas dos Paes Azimos, das Primícias e do Pentecostes. IV. O dia 15 de Nisan, que era o dia do inicio da festa do HagHaMatzah, e importante for duas razoes históricas: A. Esse foi o dia em que os Judeus iniciaram a saída do Egito. Êxodo 12:14- B. A fortaleza de Massada caiu no dia 15 de Nisan (ou Abibe), no ano 73 d.C. depois de 2 anos e 6 meses de cerco romano. Eleazar Ben Yair e seu grupo de 960 combatentes, os últimos Judeus livres, cometeram suicídio coletivo para não se tornarem escravos dos romanos. Leia isso no livro de Flavio Josefo "A Guerra dos Judeus", capítulo 8, seção 1 e capitulo 9, seção 9. V. Quais são os detalhes dos eventos durante o êxodo entre os dias 15 e 17? 1. Na noite do dia 15, depois da ceia da Páscoa, os Judeus estavam prontos para partir. 2.Naquela noite o anjo da morte matou todos os primogênitos de toda fêmea, fosse mulher ou animal, em cada casa, no campo, onde não foi aplicado o sangue nos umbrais e nas vergas das portas. 3. Por volta da meia-noite Faraó chama Moises e concede a permissão para o povo partir. Êxodo 12:29-36. 4. Os Judeus eram propriedade particular do Faraó. Eles não pertenciam ao Egito como nação. Eram escravos do próprio
  6. 6. Faraó. Leia em Genesis 47:26. Portanto, se o Faraó morresse sem herdeiros, esse direito sobre o povo de Israel cessaria e os Judeus seriam livres. 5. Os Judeus iniciaram a saída do Egito durante a noite depois que Farao os liberou. 6. 6. Durante a noite viajaram para Sucote ("tenda", ou "tabernáculo", nome associado com outra festa que vamos analisar mais tarde) para buscar o corpo de José,enterrado la. Leia Êxodo 13:18-20 e Números 33:1-8. 7. Depois de resgatarem o corpo de Jose de seu tumulo em Sucote, eles se dirigiram para Etã que quer dizer "fronteira do mar", e acamparam ali na noite do dia 16. 8. Na manha do dia 16, viajaram para Pi-Hairote que significa "oposto ao acampamento". 9. Bem no meio dos três dias limites, Faraó saiu em perseguição para tentar recuperar os Judeus, na noite do dia 17. Êxodo 14:5-8 e 14:15-31. 10.Na noite do dia 17 o exercito egípcio se aproximou do acampamento. 11.Entre meia-noite e 6 da manha os Judeus atravessaram o Mar Vermelho. Os egípcios entraram no mar para capturá-los e foram mortos; e no dia 17, durante o dia, iniciaram a Jornada rumo a Terra Prometida, livres da possessão de Farao e da servidão no Egito, por causa da morte de seu filho. 12.Farao tinha concordado em liberar o povo por três dias. Se ele tivesse deixado o povo judeu fazer o que quisesse naqueles três dias, eles teriam permanecido presos aquele compromisso e teriam que voltar, e Farao teria retido o direito de te-los de volta,
  7. 7. mas como ele saiu em perseguição, quebrou sua própria palavra e rompeu o contrato entre eles. 13.D. Não nos surpreende que Jesus tenha seguido esse mesmo cronograma. Da mesma forma que Jesus morreu na tarde da Quinta-Feira, ressuscitou na manha de Domingo, durante a terceira vigília. Da mesma forma os Judeus saíram de seu "tumulo de água" no mar Vermelho, suas águas do Batismo. 1 Cormtios 10:1-2. 14.V. A crença de que Jesus morreu numa 15.sexta-feira e incorreta. Essa idéia e 16.baseada no texto de João 19:31, sendo 17.que o Shabat começa na sexta a noitinha 18.e prossegue no sábado durante o dia ate a 19.noite, o que na realidade e, e por isso 20.pensa-se que Jesus deve ter morrido na 21.sexta à tarde, que era o dia da preparação 22.antes de um Shabat. Leia João 19:31. 23.A. Durante o ano existiam alguns Shabats extras conhecidos como "Shabaton" ou como "O Grande Shabat". 24.1. Esses sete "Grandes Shabats (ou sábados)" extras caiam em dias especiais do calendário e não exatamente nas noites de sexta- feira. 25.O primeiro Shabaton do ano e no dia 15 de Nisan. 26.No ano que Jesus morreu, o dia 15 de Nisan caiu numa Quinta à noite e na Sexta de dia. Portanto houve dois Shabats, um logo após o outro, ou seja, um Grande Shabat para a Páscoa — o dia
  8. 8. 15 de Nisan, celebrado na Quinta-Feira à noite e Sexta durante o dia, que era o dia 16, e outro Shabat normal celebrado na Sexta à noite e no Sábado durante o dia, que era o dia 16. 27.Isso pode ser encontrado no Novo Testamento somente se for lido no grego em Mateus 28:1 onde a palavra traduzida para Shabat e na verdade Shabaton, e indo até Marcos 15:42 encontramos o texto dizendo claramente que "e, portanto era o Dia da Preparação, isto e a véspera do sábado (Shabat),..." Veja também Mateus 27:62 e Joao 19:31 d) O "Dia da Preparacao" refere-se a qualquer dia da semana, em qualquer data, antes de um Shabat. Leia Mateus 27:62, Marcos 15:42, Lucas 23:54 e João 19:31. 2. A grande mudança que ocorreu na Cruz foi que os Judeus trabalhavam seis dias para ganhar um dia de descanso. Os cristãos ganham um dia de descanso e sao enviados para trabalhar seis dias. B. Existe um paralelo interessante entre a historia do exodo e a morte, sepultamento e ressurreicao de Jesus, concernente a José do Egito e José de Arimatéia. Lucas 23:50-55 e joão 19:38-42. 1. Considere José do Egito: a) O Egito representava o trono da idolatria - pense na multidão de ídolos egípcios — Jose foi uma tipologia do Messias. 1) José foi odiado pelos seus irmãos, vendido como escravo, falsamente acusado e colocado na prisão mas mesmo assim foi exaltado a posição de governador do Egito. 2) Durante a época de fome e de morte José foi enviado para preservar a vida.
  9. 9. 3) Antes de revelar-se aos seus irmãos, eles pensaram que ele era um governante dos gentios, em vez de ser um judeu e irmão deles. b) Quando José teve poder para matar seus irmãos, ele na verdade estendeu a mão de misericordia, amor e perdao. 2. O significado do nome José é "Deus vai aumentar" a) Não somente Deus adciona, aumenta, seja qual for nossa necessidade agora, isso tambem fala sobre outra pessoa vindo depois dele. b) Jesus é o "meu filho da minha mão direita", o Seu Benjamim. 3. Qual e o paralelo com José de Arimatéia? a) A palavra grega traduzida do hebraico e Ramah. b) Ramah em hebraico significa "trono das idolatrias". c) José do Egito viveu num pais que era o "trono das idolatrias" e José de Arimatéia era de uma cidade chamada "trono das idolatrias." d) José do Egito foi enterrado em Sucote e Cristo foi sepultado num tumulo com a ajuda de urn homem de Rama. e) Moises recuperou o corpo de Jose, deixou o tumulo vazio e iniciou a marcha de três dias que levou os cativos judeus para a liberdade na Terra Prometida. f) Jesus deixou o tumulo vazio e durante três dias liderou os cativos no Paraíso do Hades rumo ao Céu, nossa Terra Prometida. VI. O dia 17 de Nisan e o dia primordial na historia da humanidade. . A Festa dos Feixes das Primícias ocorre durante a semana completa em que ocorre a Segunda Festa. Levitico 23:10-11.
  10. 10. . Existem quatro eventos muito significativos na historia humana, e que aconteceram no dia 17 de Nisan. Cada um e concernente ao tema central do sepultamento (batismo) e a ressurreição. 1. A Arca de Noé repousou na região do Monte Ararate no dia 17 de Nisan. Leia Genesis 8:4. a) A maioria das antigas culturas, incluindo Israel, iniciava seus calendários no Outono, normalmente em Setembro/Outubro. Deus falou para Moises mudar o calendário judaico que iniciava na Primavera em comemoração ao êxodo do Egito. Leia Êxodo 12:1- 2. b) Ao mudar do antigo calendário para o novo, o dia 17 do sétimo mês se torna agora o dia 17 do primeiro mês. c) Noé e sua família foram os únicos do antigo mundo que "ressuscitaram" e se tornaram as Primícias do Novo Mundo. 2.0 segundo evento foi à travessia do Mar Vermelho. Através desse evento a nação de Israel ressuscitou da escravidão e servidão no Egito para se tornarem uma nação renascida composta de crentes libertos. Veja Êxodo 12:14 e Números 33:1- 8. 3.0 terceiro evento foi quando comeram as Primícias da Terra Prometida conforme e descrito em Josué 5:10-12. a) Depois de cruzarem o Rio Jordão, o povo celebrou a Páscoa na tarde do dia 14 de Nisan. b) No dia 15 eles comeram do alimento que tinham trazido. c) No dia 16, Deus proveu o ultimo Maná, e eles já comeram alguns dos alimentos da Terra Prometida.
  11. 11. d) No dia 17, eles comeram somente dos alimentos das Primícias de Canaã. 4.0 quarto evento que ocorreu no dia 17, e claro, foi a ressurreição de Cristo. Veja Salmo 16:10. a) Jesus Cristo morreu na cruz, numa aparente derrota. b) Ele ressurgiu em vitoria. Ele profetizou esse acontecimento em João 12:24. c) Jesus foi a Primícias de todos os salvos. Leia 1 Coríntios 15:20-23. A visão correta se a Biblia deveria ser encarada literalmente ou não seria essa: 1. A Biblia deve ser lida como qualquer outro livro serio de não ficção. a) Ela deve ser interpretada como se o escritor fosse inteligente e criativo (sem trocadilhos!), e tivesse usado uma linguagem que qualquer escritor inteligente usaria em qualquer cultura. b) Ela deve ser interpretada como se o escritor tivesse usado metáfora, alegoria e figura de linguagem onde ele achou que fosse apropriado. 2. Desde que a Biblia foi escrita para que pudesse ser lida e entendida por todos, exceto onde o autor claramente indica que a passagem deve ser vista como simbólica, não existe nenhuma razão para que ela seja interpreta da como tal. D. Muitas das interpretações onde na Biblia são simbólicas vem das "tradições dos homens". Leia Marcos 7:6-13. A oposição de Jesus as tradições dos homens vinha de Seu conhecimento que essas tradições iriam inevitavelmente suplantar o significado puro
  12. 12. e simples da Palavra de Deus, alterando seu sentido por causa das opiniões dos homens. II. Vamos estabelecer uma perspectiva do que as Festas realmente tratam. A. Levitico 23 e a chave para compreender a Biblia inteira quando se trata das Festas, porque nos mostra um esboço ou plano para a redenção da humanidade. 4. Todas as festas são centralizadas ou ligadas à agricultura ou temas agrícolas. 5. As festas são memoriais de eventos históricos da nação de Israel e profecias sobre o Redentor e Seus atos redentores. 6. Algumas festas tinham que ser celebradas em rituais apenas no Templo e outras podiam ser em casa. B. As sete maiores festas são divididas em dois grupos. 4. As quatro primeiras acontecem na Primavera, nas épocas do plantio e da colheita da cevada. 5. As outras três ocorrem no Outono, no período da colheita do trigo. 6. Elas também são conhecidas ou "denominadas" de "as primeiras chuvas" ou "chuvas temporãs" (primavera) e "as ultimas chuvas" ou "chuva serôdia" (outono). C. Esses dois períodos de chuvas são relacionados direta- mente a primeira e a segunda vinda do Yeshuah Ha'Mashiah (Jesus o Messias). Leia Oséias 6:3, Joel 2:23, Deuteronômio 11:10-17 e Tiago 5:7-8. III. Em qual dia foi Jesus crucificado? Foi A.
  13. 13. no dia 14 de Nisan. Leia Êxodo 12:6. A. O cordeiro tinha que ser sacrificado no crepúsculo ou ini- cio do entardecer. A palavra hebraica usada para isso e Bain Ha'Arbayim( ) que literalmente quer dizer "entre as noites", mas nos dias de hoje pode ser normal- mente traduzido para "entre as tardes", ou seja, no crepúsculo. B. No Templo a noite era dividida em três vigílias e as horas do dia eram divididas em quatro quartos, totalizando sete períodos de tempo. 3. Do meio-dia às 3 da tarde, o terceiro período (quarto) era chamado de a Oblação (oferta) Menor. 4. Das 3 da tarde ate às 6 horas, era o quarto período e era denominado de a Oblação Maior. c) O horário entre os dois períodos seria exatamente às 3 horas da tarde. d) Essa era também o que se conhecia como a Hora Nona, uma vez que o dia com luz começava as 6 da manha. C. De acordo com Êxodo 12:6, na primeira Páscoa o pai reuniu a família na entrada da casa e impôs as mãos sobre a cabe a do cordeiro antes de sacrificá-lo. A imposição das mãos e chamada de semicha. Hebreus 6:1-3. Semicha: A imposição das mãos não era vista como algo mágico ou um gesto místico, nem que isso implicava que o cordeiro estava substituindo o homem naquele sacrifício. Em vez disso, o significado era que o sacrifício vinha (era oferecido) de uma pessoa em particular e que ele estava oferecendo em seu nome ou
  14. 14. de sua família e que os frutos daquele sacrifício deveriam ser dele e de sua família. D. O cordeiro morreu às 3 horas da tarde, no dia 14 do mês de Nisan, e aquele dia terminou às 6 horas, O animal foi comido a noite, portanto já no dia 15, e isso já era o inicio da Festa dos Paes Azimos. 1. Varias coisas importantes aconteceram entre as 3 da tarde do dia 14 e o dia 17. d) A segunda festa, dos Paes Azimos, Hag Ha'Matzcth, dura do dia 15 ate o pôr-do-sol do dia 21 de Nisan. e) Essa e uma celebração de sete dias, o numero perfei-to de Deus e celebra Jesus, o nosso Pão da Vida, que e a Completa Redenção de Deus. Êxodo 12:15. f) Jesus foi crucificado as 9 da manha do dia 14 e morreu (expirou) às 3 da tarde. Veja Marcos 15:25. c)EIe foi sepultado antes das 6 da tarde daquele mesmo dia. 2. No ano em que Jesus morreu, ele foi sepultado numa Quinta-Feira e ressuscitou três dias depois. Isso prova para qualquer pessoa que um cristão não fica sepultado para sempre! E. Jesus morreu em apenas seis horas sem que suas pernas tivessem que ser quebradas, quando uma morte por crucificação durava pelos menos três dias. 1. Com absoluta certeza o peso de todos os pecados da humanidade, de todas as épocas, foi suficiente para que Ele morresse em apenas três horas! 2. Existem mais razoes igualmente importantes do porque Ele morreu tão rapidamente. Jesus foi um judeu que jamais ficou sem participar das Festas ordenadas por Deus e Ele não poderia desperdiçar mais tempo na cruz quando deveria estar preparado para participar das Festas dos Paes Azimos, das
  15. 15. Primícias e do Pentecostes. IV. O dia 15 de Nisan, que era o dia do inicio da festa do HagHaMatzah, e importante for duas razoes históricas: A. Esse foi o dia em que os Judeus iniciaram a saída do Egito. Êxodo 12:14- B. A fortaleza de Massada caiu no dia 15 de Nisan (ou Abibe), no ano 73 d.C. depois de 2 anos e 6 meses de cerco romano. Eleazar Ben Yair e seu grupo de 960 combatentes, os últimos Judeus livres, cometeram suicídio coletivo para não se tornarem escravos dos romanos. Leia isso no livro de Flavio Josefo "A Guerra dos Judeus", capítulo 8, seção 1 e capitulo 9, seção 9. V. Quais são os detalhes dos eventos durante o êxodo entre os dias 15 e 17? 1. Na noite do dia 15, depois da ceia da Páscoa, os Judeus estavam prontos para partir. 2.Naquela noite o anjo da morte matou todos os primogênitos de toda fêmea, fosse mulher ou animal, em cada casa, no campo, onde não foi aplicado o sangue nos umbrais e nas vergas das portas. 28.Por volta da meia-noite Faraó chama Moises e concede a permissão para o povo partir. Êxodo 12:29-36. 29.Os Judeus eram propriedade particular do Faraó. Eles não pertenciam ao Egito como nação. Eram escravos do próprio Faraó. Leia em Genesis 47:26. Portanto, se o Faraó morresse sem herdeiros, esse direito sobre o povo de Israel cessaria e os Judeus seriam livres. 30.Os Judeus iniciaram a saída do Egito durante a noite depois que Farao os liberou. 31.6. Durante a noite viajaram para Sucote ("tenda", ou
  16. 16. "tabernáculo", nome associado com outra festa que vamos analisar mais tarde) para buscar o corpo de José,enterrado la. Leia Êxodo 13:18-20 e Números 33:1-8. 32.Depois de resgatarem o corpo de Jose de seu tumulo em Sucote, eles se dirigiram para Etã que quer dizer "fronteira do mar", e acamparam ali na noite do dia 16. 33.Na manha do dia 16, viajaram para Pi-Hairote que significa "oposto ao acampamento". 34.Bem no meio dos três dias limites, Faraó saiu em perseguição para tentar recuperar os Judeus, na noite do dia 17. Êxodo 14:5-8 e 14:15-31. 35.Na noite do dia 17 o exercito egípcio se aproximou do acampamento. 36.Entre meia-noite e 6 da manha os Judeus atravessaram o Mar Vermelho. Os egípcios entraram no mar para capturá-los e foram mortos; e no dia 17, durante o dia, iniciaram a Jornada rumo a Terra Prometida, livres da possessão de Farao e da servidão no Egito, por causa da morte de seu filho. 37.Farao tinha concordado em liberar o povo por três dias. Se ele tivesse deixado o povo judeu fazer o que quisesse naqueles três dias, eles teriam permanecido presos aquele compromisso e teriam que voltar, e Farao teria retido o direito de te-los de volta, mas como ele saiu em perseguição, quebrou sua própria palavra e rompeu o contrato entre eles. 38.D. Não nos surpreende que Jesus tenha seguido esse mesmo cronograma. Da mesma forma que Jesus morreu na tarde da Quinta-Feira, ressuscitou na manha de Domingo, durante a terceira vigília. Da mesma forma os Judeus saíram de seu "tumulo de água" no mar Vermelho, suas águas do Batismo. 1 Cormtios 10:1-2. 39.V. A crença de que Jesus morreu numa 40.sexta-feira e incorreta. Essa idéia e
  17. 17. 41.baseada no texto de João 19:31, sendo 42.que o Shabat começa na sexta a noitinha 43.e prossegue no sábado durante o dia ate a 44.noite, o que na realidade e, e por isso 45.pensa-se que Jesus deve ter morrido na 46.sexta à tarde, que era o dia da preparação 47.antes de um Shabat. Leia João 19:31. 48.A. Durante o ano existiam alguns Shabats extras conhecidos como "Shabaton" ou como "O Grande Shabat". 49.1. Esses sete "Grandes Shabats (ou sábados)" extras caiam em dias especiais do calendário e não exatamente nas noites de sexta-feira. 50.O primeiro Shabaton do ano e no dia 15 de Nisan. 51.No ano que Jesus morreu, o dia 15 de Nisan caiu numa Quinta à noite e na Sexta de dia. Portanto houve dois Shabats, um logo após o outro, ou seja, um Grande Shabat para a Páscoa — o dia 15 de Nisan, celebrado na Quinta-Feira à noite e Sexta durante o dia, que era o dia 16, e outro Shabat normal celebrado na Sexta à noite e no Sábado durante o dia, que era o dia 16. 52. Isso pode ser encontrado no Novo Testamento somente se for lido no grego em Mateus 28:1 onde a palavra traduzida para Shabat e na verdade Shabaton, e indo até Marcos 15:42 encontramos o texto dizendo claramente que "e, portanto era o Dia da Preparação, isto e a véspera do sábado (Shabat),..." Veja também Mateus 27:62 e Joao 19:31 d) O "Dia da Preparacao" refere-se a qualquer dia da semana, em qualquer data, antes de um Shabat. Leia Mateus 27:62, Marcos 15:42, Lucas 23:54 e João 19:31. 2. A grande mudança que ocorreu na Cruz foi que os Judeus trabalhavam seis dias para ganhar um dia de descanso. Os cristãos
  18. 18. ganham um dia de descanso e sao enviados para trabalhar seis dias. B. Existe um paralelo interessante entre a historia do exodo e a morte, sepultamento e ressurreicao de Jesus, concernente a José do Egito e José de Arimatéia. Lucas 23:50-55 e joão 19:38-42. 1. Considere José do Egito: a) O Egito representava o trono da idolatria - pense na multidão de ídolos egípcios — Jose foi uma tipologia do Messias. 4) José foi odiado pelos seus irmãos, vendido como escravo, falsamente acusado e colocado na prisão mas mesmo assim foi exaltado a posição de governador do Egito. 5) Durante a época de fome e de morte José foi enviado para preservar a vida. 6) Antes de revelar-se aos seus irmãos, eles pensaram que ele era um governante dos gentios, em vez de ser um judeu e irmão deles. b) Quando José teve poder para matar seus irmãos, ele na verdade estendeu a mão de misericordia, amor e perdao. 2. O significado do nome José é "Deus vai aumentar" a) Não somente Deus adciona, aumenta, seja qual for nossa necessidade agora, isso tambem fala sobre outra pessoa vindo depois dele. b) Jesus é o "meu filho da minha mão direita", o Seu Benjamim. 3. Qual e o paralelo com José de Arimatéia? g) A palavra grega traduzida do hebraico e Ramah. h) Ramah em hebraico significa "trono das idolatrias".
  19. 19. i) José do Egito viveu num pais que era o "trono das idolatrias" e José de Arimatéia era de uma cidade chamada "trono das idolatrias." j) José do Egito foi enterrado em Sucote e Cristo foi sepultado num tumulo com a ajuda de urn homem de Rama. k) Moises recuperou o corpo de Jose, deixou o tumulo vazio e iniciou a marcha de três dias que levou os cativos judeus para a liberdade na Terra Prometida. l) Jesus deixou o tumulo vazio e durante três dias liderou os cativos no Paraíso do Hades rumo ao Céu, nossa Terra Prometida. VI. O dia 17 de Nisan e o dia primordial na historia da humanidade. . A Festa dos Feixes das Primícias ocorre durante a semana completa em que ocorre a Segunda Festa. Levitico 23:10-11. . Existem quatro eventos muito significativos na historia humana, e que aconteceram no dia 17 de Nisan. Cada um e concernente ao tema central do sepultamento (batismo) e a ressurreição. 1. A Arca de Noé repousou na região do Monte Ararate no dia 17 de Nisan. Leia Genesis 8:4. a) A maioria das antigas culturas, incluindo Israel, iniciava seus calendários no Outono, normalmente em Setembro/Outubro. Deus falou para Moises mudar o calendário judaico que iniciava na Primavera em comemoração ao êxodo do Egito. Leia Êxodo 12:1- 2. b) Ao mudar do antigo calendário para o novo, o dia 17 do sétimo mês se torna agora o dia 17 do primeiro mês.
  20. 20. c) Noé e sua família foram os únicos do antigo mundo que "ressuscitaram" e se tornaram as Primícias do Novo Mundo. 2.0 segundo evento foi à travessia do Mar Vermelho. Através desse evento a nação de Israel ressuscitou da escravidão e servidão no Egito para se tornarem uma nação renascida composta de crentes libertos. Veja Êxodo 12:14 e Números 33:1- 8. 3.0 terceiro evento foi quando comeram as Primícias da Terra Prometida conforme e descrito em Josué 5:10-12. e) Depois de cruzarem o Rio Jordão, o povo celebrou a Páscoa na tarde do dia 14 de Nisan. f) No dia 15 eles comeram do alimento que tinham trazido. g) No dia 16, Deus proveu o ultimo Maná, e eles já comeram alguns dos alimentos da Terra Prometida. h) No dia 17, eles comeram somente dos alimentos das Primícias de Canaã. 4.0 quarto evento que ocorreu no dia 17, e claro, foi a ressurreição de Cristo. Veja Salmo 16:10. d) Jesus Cristo morreu na cruz, numa aparente derrota. e) Ele ressurgiu em vitoria. Ele profetizou esse acontecimento em João 12:24. f) Jesus foi a Primícias de todos os salvos. Leia 1 Coríntios 15:20-23.

×