Tabela Matriz

365 visualizações

Publicada em

Sessão 1

Publicada em: Tecnologia, Turismo
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
365
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tabela Matriz

  1. 1. Tabela matriz a utilizar para a realização da 1ª parte da tarefa, conforme indicações do Guia da Sessão Conhecimento na área Biblioteca escolar – Escola Básica do 1º ciclo nº 1 de Tavira Agrupamento Vertical de Escolas D. Manuel I Aspectos críticos que a Literatura Desafios. Acções Domínio Pontos fortes Fraquezas Oportunidades Ameaças identifica a implementar * Capacidade de liderança e de trabalho em equipa. * Cooperação com elementos da estrutura * Formação de base onde BE se insere. * Necessidade de * Colocação com * Investir em formação como docente e * Gestão da informação aprofundar horário completo na BE. nas áreas mencionadas. formação e domínio das novas conhecimentos no * Partilha e * Colaborar na complementar em áreas * Programa de ofertas tecnologias, colocando- domínio das novas aprendizagem com elaboração do PAA da Competências do as ao serviço do aplicáveis à organização tecnologias da colegas do grupo de formativas pouco Escola Básica. professor bibliotecário e dinamização da BE. adequado às processo ensino- informação. trabalho concelhio. * Colaborar na * Integração na equipa necessidades. aprendizagem, com *Necessidade de * Orientação de uma elaboração/reformula- da BE do Agrupamento vista ao sucesso formação em coordenadora ção e implementação do no grupo de trabalho, educativo/formativo Bibliobase. interconcelhia. PEA e PCA. concelhio e SABE. dos alunos. * Participação na elaboração do programa educativo da escola/agrupamento. * A BE responde às * A BE está integrada * Ausência de outros * Acompanhamento da * Tardio financiamento * Alargamento da novas solicitações e na RBE, que desenvolve elementos da equipa da RBE e orientação da no sector da educação equipa da BE ao 1º ciclo, Organização e Gestão da exigências da mecanismos de BE (sede Agrupamento) coordenadora por parte da Autarquia, privilegiando a BE sociedade digital, como acompanhamento e afectos à BE (escola 1º interconcelhia responsável pelo parque formação diferenciada espaço de orientação. ciclo). * Apoio BAD através do escolar do 1º ciclo. e complementar dos
  2. 2. Conhecimento na área Biblioteca escolar – Escola Básica do 1º ciclo nº 1 de Tavira Agrupamento Vertical de Escolas D. Manuel I SABE. * PTE (Agrupamento). seus elementos. * Informação de * Intensificar a aprendizagem e de * Catalogação circulação, permitindo colaboração da construção do saber. informatizada. analisar dados e Autarquia no domínio da estabelecer relação assistência técnica. com desempenho dos alunos. * Abandono da concepção tradicionalista da biblioteca, centrada na colecção impressa, para Elaboração: uma visão actual, em * Acervo adequado aos *Cooperação com corpo * Regulamento do que deve responder às *Fraco investimento em utilizadores, docente em trabalhos empréstimo necessidades dos seus documentos destacando a que exigem o recurso * Inexistência de interbibliotecas. Gestão da Colecção utilizadores, munindo- bibliografia, impressa e audiovisuais. às tecnologias da verbas para investir * Manual de se de recursos *Incipiente digital, recomendada informação. nas áreas em falta. Procedimentos comum actualizados e em investimento em pelo PNL. *Articulação com a BE às bibliotecas do diversos suportes, Assinaturas. – sede do Agrupamento. concelho. destacando-se os * Catálogo colectivo. digitais. – Valorização da qualidade da colecção em detrimento da quantidade. A BE como espaço de * A BE é o espaço de * Acervo/fundo *Funcionamento, em *Presença no Conselho *Carga horária e * Intensificar a aquisição e documental adequado anos anteriores, como de Docentes. excesso de trabalho articulação com os conhecimento e desenvolvimento de ao currículo dos espaço de Ocupação de * Recurso à BE para a burocrático imposto docentes das AEC’s aprendizagem. Trabalho competências diferentes anos de Tempos Livres, o que se realização de trabalhos aos docentes. *Ênfase na formação colaborativo e articulado essenciais ao processo escolaridade. reflecte em de pesquisa nas áreas *Precariedade das de utilizadores. com Departamentos e de ensino- *Reduzido corpo expectativas e de E. Meio, F.C. e AP, condições de trabalho *Continuidade de
  3. 3. Conhecimento na área Biblioteca escolar – Escola Básica do 1º ciclo nº 1 de Tavira Agrupamento Vertical de Escolas D. Manuel I aprendizagem e à construção do articulação com corpo conhecimento. docente. *A BE é um centro de * Organização e articulação de recursos desenvolvimento de para apoio à prática destacando o seu actividades no domínio docente e ao comportamentos contributo para o das literacias da desenvolvimento desenquadrados, por processo informação. curricular, através de parte dos alunos. ensino/aprendizagem. *Desenvolver um docentes. docente. dos professores das um trabalho * Debilidade *Articulação com trabalho cooperativo *Estrutura curricular AEC’s. colaborativo com o institucional na AEC’s, destacando-se o com a docente de do 1ºciclo. professor bibliotecário, valorização e Apoio ao Estudo. ensino especial. tendo em vista o articulação com as * Articulação com * Potenciar os recursos sucesso educativo dos AEC’s. docentes de Ensino da BE no processo alunos. Especial. ensino/aprendizagem *A BE contribui dos alunos ao abrigo do decisivamente para a Decreto – lei 3/2008. formação de cidadãos conhecedores, críticos e intervenientes. Formação para a leitura e *A BE tem um *A BE é considerada, * Poucos recursos (2 *Actividades * Intensificar a contributo no espaço físico e computadores). integradas no âmbito * Facilitismo gerado colaboração de para as literacias determinante no social da escola, como *Necessidade de do PNL. pelo acesso à elementos da desenvolvimento das local de acolhimento da aprofundar * Projectos de “informação pronta” comunidade educativa literacias da leitura, através de conhecimentos no promoção da leitura e através das novas na promoção da leitura informação, essenciais iniciativas que visam a domínio das literacias da tradição oral em tecnologias, provocando (conforme PAA e PEA). para o sucesso sua promoção e da informação. parceria com outras resistência, por parte * Iniciar um percurso educativo, profissional divulgação, envolvendo valências institucionais dos alunos, em da BE no domínio das e social dos seus toda a comunidade da Comunidade. trabalhá-la para literacias da utilizadores. educativa. * Integração do PTE. produzirem informação. * Elaboração de um * Interesse comum em conhecimento. * Elaboração de programa de literacias desenvolver as materiais, em conjunto da informação que literacias da com os docentes, em
  4. 4. Conhecimento na área Biblioteca escolar – Escola Básica do 1º ciclo nº 1 de Tavira Agrupamento Vertical de Escolas D. Manuel I responda às necessidades curriculares e interesses dos alunos. * A BE mantém-se informação. articulação com como espaço de currículo. desenvolvimento da leitura, acompanhando o desenvolvimento tecnológico. BE e os novos ambientes * A BE deve integrar os *Acesso a bibliografia * Necessidade de mais * Trabalho em rede. * Ausência de * Integração no blogue novos ambientes em formato digital. formação e * Bibliotecas digitais. elementos da equipa da BE (sede digitais. digitais nas suas * Existência de um acompanhamento na com formação Agrupamento). práticas internas. blogue da BE, implementação e específicas na área das * Formação adequada. * A BE deve introduzir permitindo divulgar as utilização dos novos TIC. *Sensibilizar e envolver e privilegiar a iniciativas realizadas ambientes digitais. * Reduzida utilização os docentes na utilização dos novos nas BE’s do *Fraca adesão de dos novos ambientes utilização dos novos ambientes digitais no Agrupamento. alguns professores á digitais por parte dos ambientes digitais. trabalho com integração dos novos EE e outros elementos * Actualização do professores e alunos, ambientes digitais na da comunidade. software. de modo a contribuir sala de aula. *Resistência, por parte para a melhoria do * Software de alguns docentes, em processo de desactualizado. adoptarem e ensino/aprendizagem. integrarem os novos * A operacionalização ambientes digitais no dos novos ambientes processo digitais deve ir ao ensino/aprendizagem. encontro do desenvolvimento curricular, das necessidades e interesses dos alunos.
  5. 5. Conhecimento na área Biblioteca escolar – Escola Básica do 1º ciclo nº 1 de Tavira Agrupamento Vertical de Escolas D. Manuel I *A BE é um pólo de acesso às novas tecnologias da informação, na escola e na comunidade. *A BE destaca-se como centro de aprendizagem, em interacção com as diversas valências educativas e sociais, com recurso aos novos ambientes digitais. * Avaliação por evidências, aplicada *Integração num sistematicamente, Agrupamento que vai permite uma visão * Resolução dos pôr em prática o realista do trabalho problemas e modelo de auto- realizado pela BE e é a insuficiências avaliação. base para uma melhoria * Coordenadora das * O facto de se tratar detectadas. * Recolher elementos * Possível falta de e crescimento BE’s do Agrupamento e da BE de uma escola * Apelar a um maior que permitem mostrar colaboração na fase de Gestão de evidências/ permanentes. Professora básica de 1º ciclo, não e destacar a implementação do investimento avaliação. * A avaliação permite, bibliotecária com vai implementar o material/financeiro e importância da BE modelo de auto- igualmente, aferir o formação em Modelo modelo de auto- humano na BE. junto dos órgãos de avaliação. contributo da BE para a de Auto-Avaliação. avaliação. * Elaboração de gestão e administração realização dos instrumentos de da escola/agrupamento objectivos educativos avaliação da BE (a título e de restante da escola/agrupamento, experimental). comunidade educativa. em suma, o sucesso educativo dos alunos.
  6. 6. Conhecimento na área Biblioteca escolar – Escola Básica do 1º ciclo nº 1 de Tavira Agrupamento Vertical de Escolas D. Manuel I Gestão da mudança SÍNTESE Factores de sucesso Obstáculos a vencer Acções prioritárias * O professor bibliotecário * Formação e desenvolvimento de competências * Insuficiência de conhecimentos no domínio * Formação deverá adoptar uma atitude nos utilizadores, de forma a tornarem-se agentes técnico, dificultando a imediata implementação *Hardware e software das BE’s actualizados. proactiva, de sensibilização e activos e autónomos na construção do seu dos novos elementos de mudança. mobilização, no contexto da conhecimento. * Deficiência de recursos materiais mudança. *Formação das equipas. (hardware/software). * Urge preparar as BE’s e as suas * Recursos necessários e adequados aos equipas para as competências das currículos, às necessidades e interesses dos literacias da informação, de alunos. forma a serem agentes de * Resultados do sucesso educativo. mudança. *Desenvolvimento do trabalho em rede. * A formação do Professor *Aplicação do Modelo de Auto-Avaliação baseado Bibliotecário e dos restantes nas evidências. elementos que compõem a equipa da BE deve ser facultada e contínua. * A BE e a sua equipa devem contribuir para a mudança do processo ensino/aprendizagem, através da introdução de novos métodos, facultando recursos e acompanhando alunos e professores na utilização das novas tecnologias. * A acção da BE, nos seus
  7. 7. Conhecimento na área Biblioteca escolar – Escola Básica do 1º ciclo nº 1 de Tavira Agrupamento Vertical de Escolas D. Manuel I diversos domínios deve ser alvo de uma avaliação baseada nas evidências.

×