Jornal da Mealhada - n.º 676 – 30.01.2008

4.179 visualizações

Publicada em

Versão integral da edição n.º 676 do semanário “Jornal da Mealhada”, que se publica na Mealhada, distrito de Aveiro, Portugal. Director: Nuno Castela Canilho. 30.01.2008.
Visite o site do “Jornal da Mealhada”, em http://www.jornaldamealhada.com

Não se esqueça de que pode ver o documento em ecrã inteiro, bastando para tal clicar na opção “full” que se encontra no canto inferior direito do ecrã onde visualiza os slides.
Também pode descarregar o documento original. Deve clicar em “Download file”. É necessário que se registe primeiro no slideshare. O registo é gratuito.

Para além de poderem ser úteis para o público em geral, estes documentos destinam-se a apoio dos alunos que frequentam as unidades curriculares de “Arte e Técnicas de Titular”, “Laboratório de Imprensa I” e “Laboratório de Imprensa II”, leccionadas por Dinis Manuel Alves no Instituto Superior Miguel Torga (www.ismt.pt).

Para saber mais sobre a arte e as técnicas de titular na imprensa, assim como sobre a “Intertextualidade”, visite http://www.mediatico.com.pt/manchete/index.htm (necessita de ter instalado o Java Runtime Environment), e www.youtube.com/discover747

Visite outros sítios de Dinis Manuel Alves em www.mediatico.com.pt , www.slideshare.net/dmpa,
www.youtube.com/mediapolisxxi, www.youtube.com/fotographarte, www.youtube.com/tiremmedestefilme, www.youtube.com/discover747 ,
http://www.youtube.com/camarafixa, , http://videos.sapo.pt/lapisazul/playview/2 e em www.mogulus.com/otalcanal
Ainda: http://www.mediatico.com.pt/diasdecoimbra/ , http://www.mediatico.com.pt/redor/ ,
http://www.mediatico.com.pt/fe/ , http://www.mediatico.com.pt/fitas/ , http://www.mediatico.com.pt/redor2/, http://www.mediatico.com.pt/foto/yr2.htm ,
http://www.mediatico.com.pt/manchete/index.htm ,
http://www.mediatico.com.pt/foto/index.htm , http://www.mediatico.com.pt/luanda/ ,
http://www.biblioteca2.fcpages.com/nimas/intro.html

Publicada em: Tecnologia, Turismo
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.179
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
24
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal da Mealhada - n.º 676 – 30.01.2008

  1. 1. Sociedade de Mediação Ano XXII d Imobiliária, Lda Licença n.º 1736 - AMI N.º 676 Av. 25 de Abril n.º 7 Preço: 0,60 euros 3050-334 Mealhada www. .com 966 047 177 964 206 118 231 202 387 Director: Nuno Castela Canilho Fax: 231 205 666 Director-adjunto: Afonso Simões Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008 II.ª Gala do Desporto do Concelho da Mealhada Prémios para os melhores do desporto concelhio Página 12 e 13 Projecto Luso Inova Pá 50 milhões de euros e mil novos postos de trabalho em 2013 Página 2 Restaurante quot;O Leitãozinhoquot; Santa Luzia Telefone e ffax: 239 918 110 elef a Dia dos Namorados - 14 de Fevereiro Ementa especial (para 2 pessoas) bebidas n/ incluídas Arroz de polvo mariscado - 20 euros Festival de Marisco - 27,50 euros Leitão à Bairrada - 20 euros Picanha - 19 euros Bife Grelhado - 18 euros COM MÚSICA AO VIVO (CONJUNTO SERENO & SERENATA)
  2. 2. Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008 10 Mealhada EB2,3 de Mealhada Promessas de escuteiros na festa do 16.º aniversário Tarde Cultural no do agrupamento Cine Teatro Messias O cineteatro Messias, da Mealhada, encheu, na tarde de 25 de Janeiro, com os cerca de trezentos e cinquenta alunos da Escola Básica 2,3 da Mealhada, que ali se deslocaram para assistir a um espectáculo intitulado Tarde Cultural, promovido pelos alunos do Grupo Disciplinar de Educação Musical, com a colaboração do Grupo de Teatro da escola. “Tínhamos um concerto de Natal marcado, mas, por incompatibilidade com os horários do cineteatro, tivemos de o cancelar. Para não deixarmos o trabalho dos alunos a meio e as suas expectativas defraudadas, estamos a realizar este como um concerto de Ano Novo”, esclareceu Maria Antónia Mota, delegada do Grupo Disciplinar de Educação Musical da escola. “Como o Natal é quando o Homem quiser aqui estamos”, disse. Maria Antónia Mota afirmou ainda: “Esta é uma forma de mostrar o trabalho desenvolvido dentro das aulas, assim como mostrar a capacidade dos alunos”. Os alunos O s escuteiros da Mealhada celebraram, no sábado, 26 de Janeiro, pela décima dos 5.º, 6.º, 7.º e 8.º anos apresentaram, aos seus colegas, músicas cantadas e oitava vez, o cerimonial de compromisso e investidura dos novos escuteiros, na instrumentadas dirigidas e ensaiadas pelos professores de música, Isabel Malato, Maria igreja paroquial da Mealhada. No mesmo dia, o agrupamento, com escuteiros, Antónia Mota, Miguel Moita e Manuela Carrega. O Clube de Teatro apresentou a peça de dirigentes, pais e amigos, comemorou, também, seu décimo sexto aniversário. “O ritual de investidura dos escuteiros, a que se chama de promessas, começa teatro “História do gato que ensinou uma gaivota a voar”, dirigida pela professora normalmente na véspera à noite, com uma vigília de oração, a Velada de Armas”, disse ao Isabel Lemos. RSG Jornal da Mealhada Nuno Canilho, chefe do agrupamento da Mealhada. A Velada de Armas deste ano realizou-se na Capela de Sant’Ana. “Foi nesta capela que se realizou a primeira acção de sensibilização e de recrutamento dos escuteiros do nosso agrupamento. É um local que, para nós, tem um certo simbolismo que quisemos aproveitar”, afirmou o dirigente. Na tarde de sábado os escuteiros visitaram a exposição “Os Fascínio da Imagem”, no cineteatro Messias, na Mealhada, e às 18 horas realizou-se o ritual das promessas propriamente dito, inserido na missa vespertina. Fizeram o seu compromisso oito escuteiros das quatro secções. “O agrupamento atingiu agora um ponto de equilíbrio. Temos uma actividade regular, de qualidade, para escuteiros de todas as idades. O futuro passará, naturalmente, pelo crescimento. Um crescimento sustentado, com o envolvimento de mais adultos, que não poderá fazer perder a grande mais-valia deste agrupamento que é a familiaridade e o crescimento acompanhado e personalizado de cada jovem”, afirmou o chefe de agrupamento. Seguiu-se o jantar, feito pelos pais e amigos do agrupamento e partilhado por todos, que terminou com o cantar dos parabéns e o apagar das velas do bolo de aniversário. As velas “Retratos sem máquina” foram apagadas por três promessas de escuteiro. “Procuramos ter um relacionamento próximo com as famílias dos nossos escuteiros, o que faz com que se criem laços não só com os pais mas também com os irmãos mais novos. Este ano foram o Dinis Rosa, a Mafalda Costa, e o Hugo Neves, crianças com dois, três e quatro anos, que apagaram as velas. Uma homenagem António Lourenço de Oliveira às famílias e ao futuro do agrupamento”, declarou Nuno Canilho. O dia de festa terminou com o tradicional Fogo de Conselho. Os escuteiros realizaram alguns números teatrais e a chefia entregou as insígnias e distintivos como símbolo de lançou livro, em Matosinhos progresso pessoal dos jovens escuteiros. Nuno Canilho aproveitou a oportunidade para António Cardal, o pseudónimo literário do mealhadense António Lourenço de Oliveira, recordar e homenagear os adultos, dirigentes e animadores, que ao longo de dezasseis natural da Mealhada, médico de profissão, fez recentemente, o lançamento do seu anos permitiram a orientação e realização de actividades para as centenas de jovens que já último livro, “Retratos sem máquina”, na Biblioteca Florbela Espanca, em Matosinhos, passaram pelo agrupamento. “Lembro de modo muito especial a dirigente Ana Paula Gouveia, terra onde reside há alguns anos. que foi a primeira chefe da nossa Alcateia, e o Padre Abílio Simões. Já partiram os dois para Joaquim Queirós, director do semanário Matosinhos Hoje, concedeu ao Jornal da o eterno acampamento, mas a sua memória, enquanto existirem escuteiros na Mealhada, Mealhada a gentileza de autorizar a publicação do texto, de sua autoria, publicado no não se apagará”, concluiu o dirigente. referido jornal, a propósito da apresentação do livro de António Lourenço de Oliveira. É por se tratar de um texto com um testemunho forte, marcadamente sensível e de homenagem, que não resistimos a publicá-lo: Rancho Flores do São Romão “Sentados numa cadeira da acolhedora Biblioteca Florbela Espanca, estávamos ali para testemunhar e aplaudir o lançamento de um livro escrito, não só por um amigo, mas sim por um Cabaz de Páscoa pequeno-grande homem, um cidadão que Matosinhos acolheu e que todos nós o vemos, há muitos e muitos anos, a passear como que alheado de tudo, pisando as marcas dos pingos da chuva, com o seu sorriso marcado a compasso e esquadro. Igual para toda a gente. Não se trata de um homem de Letras, mas sim de um distinto homem da Medicina. E os médicos sempre souberam escrever bem, menos nas receitas, que só o farmacêutico é que as consegue ler... Na mesa, dando autógrafos, estava o autor de “Retratos sem Máquina”, António Cardal. O pseudónimo do dr. António Lourenço de Oliveira. No seu habitual sorriso simples, a todos distribuindo simpatia, assim a modos que a pedir desculpa por estar a apresentar mais uma sua obra literária. O comportamento dos grandes homens. “Retratos sem Máquina” é um livro que se lê de um fôlego, como um copo de água fresca. São retratos do quotidiano. Instantes que para muitos passam em correria, mas quando eles surgem perante os olhos de quem tem a sensibilidade quando da palpação de um cidadão que sofre males físicos, tornam-se mais reais e merecedores de registo, do disparar da objectiva da inspiração O grupo de folclore “Flores do São Romão” fez três cabazes de Páscoa, compostos por conjunto alargado de géneros alimentícios que agora vai sortear, através de rifas, como forma de angariação de fundos para as suas actividades. O sorteio realizar- de quem filma a vida em todos os seus pormenores. António Cardal movimenta os se-á no dia 20 de Março, e as rifas podem ser compradas junto dos elementos do grupo. protagonistas do seu livro como Manuel de Oliveira Esta foi a forma encontrada para o grupo angariar fundos, para pagar aos músicos, filma, indo buscar ângulos da nossa existência que ensaiador e para as saídas têm durante o ano. Sem subsídio da Câmara Municipal da passam tantas vezes ao lado mesmo de quem Mealhada e sem a receita das Janeiras - o grupo prescindiu de cantar as janeiras para para eles está a olhar. beneficiar os Bombeiros Voluntários da Mealhada - , o grupo está a passar sérias dificuldades. Um pequeno-grande livro, tal como o seu autor. quot;Precisamos de apoio e essa ajuda pode ser dada comprando rifas. Agradecemos, por isso, Escreva mais, doutor, mantenha a sua caneta- bisturi sempre pronta a rasgar, suturar e sarar as o apoio de todosquot;, disse ao Jornal da Mealhada um dos elementos da direcção do grupo. maleitas humanas”.
  3. 3. Quarta-feira, 30 de janeiro de 2008 11 CA R N A V A L D A B A I R R A D A Festival brasileiro antecipa Carnaval iniciar a contagem decrescente para a grande folia de Carnaval que acontecerá já no A nova tenda gigante, uma espécie de pavilhão improvisado, no Sambódromo Luís Marques, na Mealhada, foi palco, no passado fim-de-semana, de um próximo fim-de-semana. Os grupos “Canta Brasil”, “Sambaê!” e “Samba de Rainha”, vindo verdadeiro festival brasileiro, com a actuação de vários grupos de pagode e mesmo do Brasil, e o disc jockey Fernando Alvim, foram os convidados que animaram as muito samba. Foi uma forma que a Associação do Carnaval da Bairrada encontrou de noites de sexta-feira e sábado, 25 e 26 de Janeiro. “Canta Brasil” “Sambaê!” actuou, encantou a Mealhada mais uma vez, no palco do Sambódromo O grupo de samba “Canta Brasil” foi criado em 1995, no bairro da Boa Viagem, em Salvador da Bahia, mas está em Portugal desde 1999. Constituído por O grupo de samba “Sambaê!”, que já actua nos palcos cinco músicos, duas bailarinas e um vocalista, este grupo do Carnaval da Mealhada há vários anos, voltou a animar dá espectáculos por todo o país. “ Tudo começou há uns oito anos, quando tivemos um convite para fazer uma a noite do passado sábado, na Tenda Gigante. actuação num campeonato de futebol, em Portugal. Na Neto do Cavaco, no cavaco e vocalista, Vanoler, no altura, as pessoas ficaram eufóricas e surgiram convites violão e coro, André, no surdo e coro, Eurico, no pandeiro para participarmos em outras festas, em programas de e coro, Leitão, no rebolo e coro, Venilson, na percussão, e televisão e também por toda a Europa”, explicou Valmi Moura, no baixo, são os elementos desta banda. “Temos Sedução, líder e vocalista da banda. um carinho muito grande pela Mealhada porque a banda Sobre o Carnaval da Mealhada, o vocalista afirmou: “A formou-se aqui, há três anos e meio, mais propriamente, nossa banda conhece o Carnaval da Mealhada, até porque no berço da escola de samba ‘Sócios da Mangueira’”, já actuámos cá em 2000. É muito interessante e tem muitas explicou o Neto do Cavaco. O vocalista continuou: “Nós coincidências com o Carnaval do Rio de Janeiro”. Acerca do povo português, os elementos do grupo “Canta Brasil” têm temos público de norte a sul do país, em Aveiro, Coimbra, opinião unânime. “O público português é muito simpático, Mealhada, Lisboa, Porto, entre outras cidades. A nossa acolhedor e hospitaleiro. Achamos que são um pouco maior característica é o facto de não ensaiarmos. parados, mas temos a certeza que isso se deve ao clima explicou Núbia Maciel, vocalista. Aidée Cristina, no surdo Chegamos a um palco e vamos sentindo o ambiente do que se vive aqui quase o ano inteiro”, disseram. O grupo, e coro, Carina Iglecias, na percussão geral e coro, Erica público e a música vai fluindo”. que apresenta músicas inéditas de axé, forro, pagode, Japa, no rebolo, Gadi Pavezi, no pandeiro, Naná Spogis, Questionado se a banda já começa a sentir samba, reggae e arrocha, tem já cinco álbuns gravados. O no violão, Núbia Maciel, vocalista, Sandra Gamon, no necessidade de ir para outros locais, ou até mesmo para seu último álbum, intitulado “Estilo” foi gravado ao vivo, tamborim, repinique e couro, e Thais Musachi, no o Brasil, Neto do Cavaco afirmou: “É difícil isso acontecer num espectáculo, em Lisboa. cavaquinho e couro, são os elementos que fazem parte porque nenhum de nós vive do samba, ou seja, temos as deste grupo. nossas profissões. De certeza que vai continuar a ser um A banda lançou um álbum, em final do ano de 2004, e “Toda a gente conhece as outro agora, que está a ser apresentado em Portugal, vai grupo residente em Portugal”. MSL dar concertos, para além da Mealhada também em Ovar, letras que nós cantamos. Lisboa, Braga e Porto. “É a primeira vez que saímos do Brasil, vamos estar uns dias em Portugal e depois temos Parece inacreditável!”, um concerto agendado, também, em Londres”, explicou Grace Ganem, assessora da banda. diz o grupo “Samba de Rainha” Sobre as expectativas que têm em relação ao povo português, a vocalista da banda afirmou: “Queremos Samba de Rainha”, é grupo de samba exclusivamente conquistar as mulheres e incentivá-las a formarem bandas, composto por intérpretes do sexo feminino, veio de São em Portugal. Nós temos muita energia em cima do palco e Paulo, no Brasil, e estreou-se em Portugal, no passado queremos transmitir isso ao povo português”. No final do fim-de-semana, na Mealhada. espectáculo, os elementos do grupo “Samba de Rainha” “O nosso grupo existe desde 2004. Tudo começou numa tinham uma opinião positiva do público mealhadense. brincadeira, dentro dum apartamento, em que fazíamos “Foi muito bom este espectáculo. Aqui vocês conhecem músicas, com alguns instrumentos. Um dia, um gerente todas as músicas que nos cantámos. Parece inacreditável dum bar, que era nosso amigo, convidou-nos para lá irmos que haja um público português assim, tão idêntico ao apresentar alguns temas. A partir daí nunca mais parámos”, nosso brasileiro”, concluíram. Dias... e noites de Carnaval Cinco noites de folia e duas tardes de 'mega desfile' de Carnaval P ara o próximo fim-de-semana, para além do actuar, seguindo-se o cantor de hip-hop MC Fly, que Mega Desfile de Carnaval, com escolas de animará os bares da tenda até de manhã. samba, grupos e carros alegóricos, que se vai No domingo, 3 de Fevereiro, actuará a Banda realizar no sambódromo Luís Marques, nos dias 3 e Mistura Brasileira e, tal como no passado fim-de- 5 de Fevereiro, domingo e terça-feira, estão semana, também vai actuar o Grupo de Pagode programadas também cinco noites de folia na Tenda “Sambaê!”. Gigante do Sambódromo. Na segunda-feira, 4 de Fevereiro, actuará o recente Na sexta-feira, 1 de Fevereiro, à noite, irão ser Grupo de Pagode “Amigos da Tijuca” e, novamente, a apresentadas as seis escolas de samba, que vão Banda TV5. A animação termina com MC Fly. desfilar nos dias de corso. O Grupo de Pagode Na última noite de Carnaval, terça-feira, 5 de “Samba Lelê” actuará também no palco da Tenda Fevereiro, sobe ao palco o Grupo de Percussão Gigante. “Per ’Curtir ” e Ruizinho Penacova, cantor de No sábado, 2 de Fevereiro, é a vez da Banda TV5
  4. 4. Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008 12 Segunda Gala de Desporto da Mealhada Prémios para o melhor do despo D ecorreu na segunda-feira, 28 de Janeiro, a segunda Gala do Desporto do Grupo Desportivo da Mealhada no desenvolvimento de outras modalidades desportivas concelho da Mealhada, promovida pela Câmara Municipal da Mealhada, em como sendo a natação e o voleibol, por exemplo. parceria com a revista Plantel. A festa realizou-se no cineteatro Messias, na O treinador de seis jovens campeões nacionais, do quarto lugar da Europa e da vice- Mealhada, contou com a apresentação da conhecida apresentadora Merche campeã europeia de juniores de Karaté Shukokai, foi considerado treinador do ano. Romero. José Vigário foi galardoado com o prémio Alto Prestígio enquanto que ao empresário Carlos Duarte foi atribuído o prémio Incentivo. José Veigas, Américo Leite e Manuel Coleta foram homenageados com o prémio Carreira. O espectáculo contou ainda com as intervenções artísticas do comediante Oscar Branco, do musico Nuno Barroso e do saxofonista Bruno Soares. As dançarinas do grupo mealhadense DanceFusion animaram, também a noite dos prémios do desporto concelhio. A noite ficou também marcada pela assinatura de um protocolo entre a Câmara da Mealhada e a Faculdade de Ciências do Desporto de Coimbra. O júri da Segunda Gala do Desporto do Concelho da Mealhada, composto por César Carvalheira, Mário Pedrosa, Liberto Maia, da RCPfm, Isabel Moreira, do semanário Mealhada Moderna, e Nuno Castela Canilho, do Jornal da Mealhada, com base num conjunto alargado de sugestões de pessoas e de colectividades elaborou, inicialmente, uma lista de nomeados para seis das dez categorias para atribuir na Gala. Essa lista foi apresentada na última edição do Jornal da Mealhada e na segunda-feira foram apresentados os premiados das restantes categorias e os vencedores de entre os Atlético Clube do Luso, equipa sénior, equipa do ano nomeados. António Neves, do Núcleo de Karaté Shukokai do Pampigym, na Pampilhosa, aliou à sua O Futebol Clube da Pampilhosa (FCP) foi considerado a associação do ano 2007, no brilhante carreira de atleta, é vice-campeão europeu por equipas e quinto lugar europeu concelho da Mealhada. Para além da equipa sénior que disputa a serie C do Campeonato de seniores menos setenta quilos, um trabalho extraordinário como treinador de jovens Nacional da 2.ª Divisão o FCP tem desenvolvido um trabalho bastante meritório na atletas. formação de jovens jogadores. João Baptista Pires, presidente da mesa da Assembleia No que diz respeito aos atletas, Diana Breda, que em 2007 alcançou o título de vice- Geral do FCP foi quem recebeu o prémio das mãos de Merche Romero. campeã europeia de juniores de Karaté Shukokai, ganhou o título de atleta do ano e O prémio de equipa do ano foi atribuído aos jogadores do Atlético Clube do Luso. O Diogo Rocha, extremo-esquerdo da equipa de Juvenis do Grupo Desportivo da Mealhada, trabalho de um grupo de lusenses que reuniu a força de vontade de constituir uma equipa recebeu o galardão de revelação do ano de 2007. e, posteriormente, um clube com o objectivo de praticar uma modalidade que apreciavam, A José Vigário coube o prémio de Alto Prestígio da Segunda Gala do desporto. Fundador o futsal, mereceu o reconhecimento do juri da Segunda Gala do Desporto. Aliado a este do Hóquei Clube da Mealhada, em 1972, do qual foi atleta e presidente da direcção esforço os lusenses do Atlético inscreveram-se na segunda divisão distrital de futsal e, durante mais de vinte anos, colocou o clube no topo ao nível da formação de jovens ao fim da primeira época, subiam à primeira divisão distrital. Pirico recebeu o prémio, com alguns dos seus colegas jogadores da equipa a seu lado, e declarou que este prémio serviria de incentivo ao trabalho e ao sucesso na presente época desportiva. Rafaele Mannarino, presidente da direcção do Grupo Desportivo da Mealhada, foi o escolhido pelo júri para receber o galardão de dirigente do ano. O juri considerou relevante o trabalho desenvolvido pelo jovem dirigente na última época desportiva e o esforço do Leia, assine e divulge o José Vigário, prémio Alto Prestígio hoquistas, sendo hoje uma referência a nível nacional e um clube respeitado por todos. “Quero partilhar este prémio com o número imenso de pessoas que, ao longo de todos Foto Rei Rua Dr. José Cerveira Lebre, 81 Telf: 231 202 189 Mealhada
  5. 5. Quarta-feira, 30 de janeiro de 2008 13 sporto do concelho estes anos, tem colaborado connosco. É com satisfação que vejo dezenas de atletas nascidos no HCM, muito bem considerados, desportivamente, a nível nacional”, afirmou José Vigário depois de receber o prémio das mãos de Carlos Cabral, presidente da Câmara da Mealhada. José Veigas, prémio Carreira Carlos Duarte, prémio Incentivo O jogador Quaresma, do Futebol Clube do Porto, foi considerado a personalidade desportiva do ano - prémio atribuído a uma entidade, individual ou colectiva, de âmbito nacional, que mais se destacou no ano de 2007. Devido à impossibilidade de estar presente, coube a João Pinto, antigo capitão do Futebol Clube do porto, receber o prémio das mãos de Rui Cordeiro, jogador da selecção nacional de Rugby. Ao empresário Carlos Duarte, benemérito e presidente da direcção do Futebol Américo Leite, prémio Carreira Clube da Pampilhosa, foi atribuído o prémio Incentivo, como forma de enaltecer o seu esforço e reconhecer o contributo que tem dado aos desporto concelhio. O prémio Carreira da Segunda Gala do Desporto Concelho da Mealhada enalteceu três pessoas que, dando um esforço abnegado pelos seus clubes ao longo de toda a vida, têm desempenhado várias tarefas e contribuido de modo muito importante para a estabilidade dessas instituições. José Veigas, do Futebol Clube da Pampilhosa, Américo Leite, do Clube Desportivo do Luso, e Manuel Coleta, do Grupo Desportivo da Mealhada, foram galardoados com o prémio Carreira. A gala terminou com Carlos Cabral, “em nome da Câmara da Mealhada, saudar todos os desportistas do concelho da Mealhadaquot;. quot;A juventude precisa que as autarquias apoiem o desporto e a da Mealhada apoia todos os desportos existentes no nosso concelho. Para o ano estaremos cá na III Gala do Desporto”, disse o presidente. RSG, MSL e fotografia de Tiago Ângelo Manuel Coleta, prémio Carreira, à esquerda a esposa, a quem dedicou o prémio Mérito Desportivo O prémio “mérito desportivo” foi atribuído a vinte e um atletas Receberam o galardão de mérito desportivo: Ana Sofia Ferreira (participação na selecção nacional de Futebol de Rua), Angela Gameiro (participação na selecção nacional de Hóquei em Patins e no Campeonato Nacional), António Neves (Vice-campeão europeu por equipas e quinto lugar europeu de seniores menos de setenta quilos de Karaté Shukokai), Denise Pieters (campeã nacional de tumbling, participação no campeonato do mundo), Diana Breda (vice- campeã europeia de Juniores de Karaté Shukokai, campeã nacional de Juvenis (14-15 anos) de Karaté Shukokai), Dina Tavares (participação na selecção nacional de Hóquei em Patins, campeonato nacional), Filipa Baptista (quarto lugar da Europa de Juniores de Karaté Shukokai), Filipe Vaz (participação na selecção nacional de Hóquei em Patins e campeonato nacional), HCM – equipa de juniores (campeonato nacional de Juniores), HCM – Equipa de Juvenis (campeonato nacional de Juvenis), Igor Neves (campeão nacional de karaté shukokai), Jorge Martins (campeão nacional de karaté shukokai), Josephine Filipe (campeão nacional de karaté shukokai), Pedro Coelho (vice-campeão europeu de juvenis de hóquei em patins), Ruben Neves (campeão nacional de karaté shukokai), Rui Amaro (vencedor da Taça de Portugal de Hóquei em Patins), Sara Baião (campeão nacional de karaté shukokai), Slavic Semenko (campeão nacional de karaté shukokai), Sónia Campos (segunda classificada na Taça de Portugal de BTT, terceira classificada no campeonato nacional de Btt, campeã nacional de Maratonas), Tiago Ferraz (participação na selecção nacional de Hóquei em Patins, campeonato nacional), Tiago Sousa (participação na selecção nacional de Hóquei em Patins, Campeonato nacional).
  6. 6. Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008 14 Ainda o Lisboa-Dakar Aventura 21 em viagem até Marrocos Em cima, a caravana Aventura 21 no deserto. Ao lado, a equipa de Pedro Pega junto do piloto bairradino Nuno Santos A pesar de a prova Lisboa-Dakar 2008 não se ter Portimão onde ficaram hospedados. No segundo dia No penúltimo dia percorreram 356 km, até Tanger, e no realizado, os aventureiros da empresa mealhadense fizeram a travessia para Tânger e percorreram cerca de último dia deslocaram-se para Lisboa onde terminou a de organização de eventos, Aventura 21, partiu no oitocentos e treze quilómetros até Merzouga onde aventura. Ao todo percorreram cerca de três mil dia 5 de Janeiro numa expedição a Marrocos, onde pernoitaram. “Nessa noite dormimos em tendas num quilómetros, registados agora em diário. acompanhou o piloto Nuno Santos, patrocinado pelo Grupo acampamento marroquino. Tivemos uma recepção com Pedro Pega asseverou: “Sem dúvida que foi uma Filarte que também proporcionou esta expedição a danças e cantares marroquinos. E de manhã, antes de experiência fantástica. Temos ideia de fazer três cinquenta colaboradores. partirmos, tivemos a oportunidade de ver o nascer do Sol, expedições deste género no próximo ano. A próxima “Apesar de o Lisboa – Dakar não ter existido, a expedição na Grande Duna”, contou Pedro Pega. Por volta das 6 horas viagem será em Abril e todos os que estiverem que tinhamos programada fez-se e tivemos de nos adaptar. da manhã do terceiro dia de expedição, a caravana partiu interessados, poderão participar”. Para quem esteja Fizemos algumas das etapas que seriam feitas na prova. em direcção a Ouarzazate. Durante este trajecto fizeram interessado na próxima aventura poderá contactar Pedro Apesar do cancelamento da prova, encontrámos muitos uma pista de 180 Km que seria paralela à prova cancelada. Pega pelo telemóvel 912514002, por e-mail: pilotos pelo caminho”, disse Pedro Pega, gerente da No dia 9 de Janeiro partiram em direcção a Casablanca aventura21@sapo.pt, e aventura21@vodafone.pt, ou Aventura 21, ao Jornal da Mealhada. onde tiveram um dia de descanso, passando, antes, por através do blogue http://www.aventura21mar- No primeiro dia os aventureiros saíram de Lisboa até Marraquech. rocos.blogspot.com. RSG MIRO Seguros Agente exclusivo Allianz Casal Comba, MEALHAD ALHADA Rua Casal Comba, 21 - 3050 - 321 MEALHADA telefone. 231 204 082 telem: 919 701 310 Peça-nos uma simulação do seu seguro e veja a diferença...
  7. 7. Quarta-feira, 30 de janeiro de 2008 15 Crónica da jornada de 27 de Janeiro - comentários Bwin Liga reduzidas dimensões do rectângulo de jogo. No entanto, Afonso Simões Foi retomado os Campeonato Nacional de Futebol (Liga um conjunto que apostou na subida não pode temer PRÓXIMA Bwin), com alguns encontros de risco elevado visto que as qualquer adversário nem o local onde actuar. Seja em que quatro equipas que ocupavam as quatro primeiras posições campo for é sempre para ganhar. O jogo terminou com o JORNADA Resultados na tabela classificativa jogavam entre si. O grande dérbi realizou-se em Lisboa, no Estádio Alvalade XXI, com o Sporting a receber o Futebol Clube do Porto. Os resultado de 3-0 a favor dos mealhadenses, que, apesar da vitória, perderam muitas oportunidades para trazerem de Paredes do Bairro um resultado mais vantajoso. quot;Bwinquot; Liga Boavista - Paços Ferreira quot;Winquot; Liga Académica - Marítimo lisboetas não queriam afastar-se mais do primeiro lugar, uma O Luso, que, no seu reduto, recebeu a equipa do Porto - U. Leiria Leixões - Paços Ferreira 1-0 vez que já estavam a catorze ponto de diferença em relação ao Couvelha, foi surpreendido com uma derrota por 3-0. Marítimo - Boavista 2-0 Belenenses - Sporting U. Leiria - Académica 3-1 líder da tabela classificativa. Tratava-se, portanto, de uma Ninguém, por certo, esperaria tal resultado depois do que E. Amadora - Sp. Braga Sporting - Porto 2-0 partida de futebol encarada com muito interesse. O encontro se viu na jornada anterior frente ao Mealhada, no Municipal V. Setúbal - Naval Benfica - Nacional Sp. Braga - Belenenses 1-1 correspondeu às expectativas e terminou com o resultado de Dr. Américo Couto. Este resultado poderá trazer amargos de Naval - E. Amadora 1-1 V. Guimarães - Leixões 2-0 favorável ao Sporting. Foi um bom jogo de futebol, em que boca para os atletas lusenses, que não esperariam tal Nacional - V. Setúbal 0-0 V. Guimarães - Benfica 1-3 o guardião portista foi o maior culpado da derrota não obstante desfecho. o Sporting ter feito uma excelente exibição. O Carqueijo, que na última jornada surpreendeu tudo e quot;Vitalisquot; Liga de Honra quot;Vitalisquot; Liga de Honra Olhanense - Penafiel Santa Clara - Penafiel 0-2 Outro grande jogo estava marcado para o Estádio Afonso todos ao vencer no campo de Santa Margarida, em Águas Beira-Mar - Freamunde Freamunde - Olhanense 3-1 Henriques, em Guimarães. Os locais receberam o Benfica, do Boas, defrontou no Campo da Carreta a equipa do Bustos. Estoril - Desp. Aves Desp. Aves - Beira-Mar 1-1 qual estão separados apenas por dois pontos na tabela Outro encontro de bom nível, onde os locais, embalados Trovense - Vizela Vizela - Estoril 0-0 classificativa. Era uma oportunidade de ouro para que os pelos bons jogos que têm efectuado ultimamente, venceram Varzim - Gil Vicente Gil Vicente - Trofense 1-1 Rio Ave - Fátima Fátima - Varzim 1-2 vimaranenses alcançassem a segunda posição e se chegassem por 3-1. O encontro foi muito emotivo e bem jogado. Feirense - Portimonense Portimonense - Rio Ave 2-1 mais para junto dos portistas. 3.ª Divisão — zona sul Gondomar - Santa Clara Gondomar - Feirense 2-2 O encontro, que foi muito bem jogado, terminou com a O Antes, depois de um excelente resultado obtido frente 2.ª Divisão - série C vitória dos encarnados de Lisboa por 3-1. Inesperado, ou talvez ao Ribeira Azenha, deslocou-se ao campo do Alquerubim 2.ª Divisão - série C Torreense - Oliv. Bairro 2-2 não, o Benfica surpreendeu com uma boa exibição, facto de onde sofreu pesada derrota, por 4-1. Sátão - Oliv. Bairro Rio Maior - Sátão 2-0 que andava arredado já há muito tempo. O Aguinense foi ao campo do Famalicão, onde jogou Caldas - Rio Maior Nelas - Caldas 1-0 Eléctrico - Pampilhosa 1-0 Em Leira realizou-se outro grande dérbi, entre a equipa com esta equipa. Sendo dois conjuntos do concelho de Pampilhosa - Nelas local e a Académica de Coimbra. A União de Leiria, que ainda Anadia, tratou-se de um dérbi concelhio. O Famalicão já Tourizense - Eléctrico Sp. Covilhã - Tourizense 2-1 Anadia - Sp. Covilhã Penalva castelo - Anadia 2-1 não venceu em qualquer encontro deste campeonato, queria tinha provado ser uma das melhores equipas da zona sul Benfica C. Branco - Penalva Castelo Abrantes - Benfica C. Branco 0-1 dar uma alegria aos seus adeptos, que andam arredados da e saiu vencedor do encontro por 1-0. Abrantes Torreense 3.ª Divisão - série C equipa pelos maus resultados por ela obtidos até agora. O Juniores D. Sandinenses - Oliv. Hospital 0-2 encontro foi disputado com muito empenho e terminou com a 1.ª Divisão — zona sul — série dos últimos 3.ª Divisão - série C União de Lamas - Sanjoanense 1-3 Figueirense - Tondela 3-2 vitória da equipa leiriense por 3-1. Teve início neste fim-de-semana a segunda fase do Arouca - D. Sandinenses Tocha - Social de Lamas 1-3 Em Braga, o Sporting local não conseguiu mais que um Campeonato Distrital de Juniores. As duas equipas do Oliv. Hospital - União de Lamas S. João de Ver - Valecambrense 1-1 empate a uma bola frente ao Belenenses. Uma grande concelho da Mealhada (a do Futebol Clube da Pampilhosa Sanjoanense - Figueirense Milheiroense - Valonguense 2-0 Tondela - Tocha penalidade, logo no primeiro minuto de jogo, perdoada ao e a do Grupo Desportivo da Mealhada) disputam a série Social de Lamas - S. João de Ver Ac. Viseu - Arouca 2-1 defesa central dos bracarenses foi a nota negativa do trio de dos últimos. Valecambrense - Milheiroense Distrital - 1.ª Divisão Cucujães - Estarreja 0-0 arbitragem. O Desportivo da Mealhada foi ao campo do Paços de Valonguense - Ac. Viseu BARC - Fermentelos 2-0 Na Choupana, ilha da Madeira, o Nacional mediu forças Brandão, donde regressou com um empate a uma bola. Os Oliveirinha - Carregosense 0-1 com a equipa do Vitória de Setúbal. Era um encontro que se jovens mealhadenses, depois de terem estado a vencer Juniores - série dos últimos Arrifanense - Canedo 1-3 previa bastante equilibrado. Foi o que veio a acontecer — por 1-0, desperdiçaram uma grande penalidade e acabaram Fermentelos - Argoncilhe Pessegueirense - S. Roque 2-2 Mealhada - Cesarense Paços Brandão - Gafanha 1-0 acabou empatado sem golos. o encontro com um empate a um golo. Taboeira - Gafanha Cesarense - Sanguedo 0-1 Na Figueira da Foz a Naval 1.º de Maio não conseguiu mais O Futebol Clube da Pampilhosa também jogou fora do Feirense - Valecambrense Oiã - Cortegaça 2-1 que um empate a uma bola, frente ao Estrela da Amadora. seu reduto, deslocando-se ao campo do Valecambrense, Pampilhosa - Paços Brandão Alba - Águeda 0-2 Vitalis Liga de Honra mas trazendo consigo um precioso ponto. A partida acabou 2.ª Divisão - zona sul 2.ª Divisão - série D Luso - Couvelha 0-3 O comandante da Vitalis Liga de Honra, o Trofense, empatada sem golos. Bustos - Oiã Calvão - LAAC 3-3 deslocou-se ao campo do Gil Vicente, onde jogou com esta Juvenis Águas Boas - LAAC Serém - Requeixo 3-2 equipa. Nada fácil para a equipa da Trofa. Regressou com um 2.ª Divisão — série dos primeiros Bonsucesos - Eixense NEGE - Águas Boas 1-0 empate a uma bola, o que pode considerar-se um resultado A equipa do Grupo Desportivo da Mealhada foi começar Antes - Mourisquense Carqueijo - Bustos 3-1 Eirolense - Macinhatense 1-4 positivo. a segunda fase do Campeonato de Juvenis — série dos Mourisquense - CRAC 2-0 O Vizela, que é o segundo classificado desta liga, recebeu primeiros — ao campo do Cucujães e regressou com uma Juvenis Paredes Bairro - Mealhada 0-3 o Estoril Praia. O encontro também terminou empatado, sem pesada derrota por 5-0. 2.ª Divisão série primeiros 3.ª Divisão - zona sul golos. Na série dos últimos o Futebol Clube da Pampilhosa Milheiroense - Cucujães Bustos - Esmoriz Ribeira Azenha - Mamarrosa O Rio Ave também teve uma deslocação algo complicada. deslocou-se ao campo do Calvão, terreno onde empatou a Mealhada - Oliveirense Alquerubim - Antes Foi a Portimão, onde veio a perder por 2-1. uma bola. Eixense - Sp. Espinho Gafanha d' Aquém - Bonsucesso Famalicão - Aguinense Nacional — 2.ª Divisão — série C Femininos Mais uma prova de fogo para o Futebol Clube da Pampilhosa A equipa feminina do Grupo Desportivo da Mealhada série últimos Juniores a deslocação ao campo do Eléctrico, de Ponte de Sôr. Essa recebeu no seu reduto a forte equipa do Marítimo Pampilhosa - Nariz 1.ª Divisão série últimos equipa apenas tinha um ponto a mais na tabela classificativa Murtoense, uma das melhores formações do campeonato Águas Boas - Oiã Cesarense - Fermentelos 2-1 Bonsucesso - Vista Alegre Argoncilhe - Taboeira 2-1 que os pampilhosenses. A entrada de novo treinador e os distrital aveirense. Não conseguiu desfeitear a sua LAAC - Arviscal Gafanha - Feirense 2-2 reforços ultimamente contratados deram outra alma à equipa adversária e perdeu por 6-1. Valecambrense - Pampilhosa 0-0 pampilhosense, que tem vindo a somar pontos e subido na Escolas Paços Brandão - Mealhada 1-1 tabela classificativa. A equipa A do Grupo Desportivo da Mealhada terminou Iniciados - 2.ª Divisão série 2.ª Divisão - série D A equipa do Eléctrico também quer chegar aos primeiros a primeira fase do Campeonato de Escolas no campo de S. primeiros Oiã - Valonguense 2-3 Guizande - Alba lugares e venceu o encontro, por 1-0. Sebastião, em Oliveira do Bairro, terreno onde venceu por LAAC - Bustos 0-4 Arouca - Carregosense No próximo domingo o Futebol Clube da Pampilhosa vai 2-1. LAAC - Mealhada Eixense - Águas Boas (desconhecido) Mourisquense - Bonsucesso 2-2 receber o Benfica de Nelas. Será um encontro bastante decisivo A equipa B do mesmo clube recebeu no seu campo de Loureiro - Relâmpago para as hostes locais. treinos a do Águeda e o encontro terminou com um empate Valonguense - Fermentelos Juvenis O Anadia deslocou-se à Beira Alta para defrontar o a um golo. Foi um bom jogo de futebol. 2.ª Divisão - série primeiros Esmoriz - Milheiroense 0-4 Penalva do Castelo, equipa que ainda pensa no desaire que A equipa C defrontou, também no seu campo de treinos, Série dos últimos Cucujães - Mealhada 5-0 sofreu frente ao Pampilhosa. Não era fácil para os “Trevos da a equipa do Anadia e voltou a perder, agora por 21-0. Oiã - Águas Boas Oliveirense - Eixense 1-0 Bairrada” esta deslocação, mas o “mister” Niza vence jogos Podemos considerar este resultado bastante enganador Arviscal - Bustoo Oliv. Bairro - Anadia Taboeira - Bustos 1-1 onde ninguém espera. Não foi este o caso porque os pois os locais tiveram na sua baliza um guarda-redes que Vista Alegre - Bonsucesso Série últimos anadienses, depois de se terem adiantado no marcador, vieram actuava pela primeira vez, não se sentindo, por isso, à Calvão - Pampilhosa 1-1 a claudicar e perderam por 2-1. vontade. Saiu do campo a chorar, ao intervalo, pelo desaire Infantis Nariz - Águas Boas 2-1 O Oliveira do Bairro perdeu o ritmo de vencer. Ultimamente sofrido. Mealhada A - Nariz Oiã - Bonsucesso 1-1 Vilaverdense - Pampilhosa esta equipa não tem apresentado argumentos para se libertar O Futebol Clube da Pampilhosa recebeu o Anadia e Vista Alegre - LAAC 1-1 Mealhada B - Vista Alegre dos seus adversários e disso foi prova evidente o que fez perdeu por 4-2. Femininos Mealhada - Marítimo Murtoense 1-6 durante o encontro com o Rio Maior. Perdeu no seu próprio Feminino Escolas reduto e com uma equipa que ocupava a última posição na A equipa feminina do Grupo Desportivo da Mealhada Oliv. Bairro - Mealhada A 1-2 tabela classificativa. Desta vez, porém, deslocou-se ao campo foi surpreendida, no seu reduto, pela pujante equipa Pampilhosa - Anadia 2-4 do Torreense, fez aí uma boa exibição e conseguiu um precioso do Marítimo Murtoense. Depois de ter estado a vencer Mealhada B - Águeda 1-1 empate a duas bolas. por 1-0, após um golo obtido logo aos sete minutos de Mealhada C - Anadia 0-21 Campeonatos Distritais de Aveiro jogo, adormeceu, praticou um futebol lento e acabou Futsal Foto Rei 2.ª Divisão — zona sul por perder por números não esperados. O resultado final Luso - Futsal Clube Azeméis 2-3 A equipa do Grupo Desportivo da Mealhada perdeu no foi de 1-6. Belazaima - Mealhada 3-4 último encontro que realizou em casa. Era a grande Futsal oportunidade de ficar isolada na segunda posição da tabela A equipa do Atlético Clube do Luso defrontou no Sr. assinante PAGUE a classificativa. Na jornada anterior empatou com a equipa do Pavilhão Municipal daquela vila o Futsal Clube de Azeméis Rua Dr. José Cerveira assinatura, 15 euros, na Clube Desportivo do Luso a uma bola e já são quatro os pontos e perdeu por 2-3. Lebre, 81 sede do jornal: Rua das perdeu no seu reduto. A equipa do Grupo Desportivo da Mealhada deslocou- Telf: 231 202 189 Nesta jornada o Desportivo da Mealhada deslocou-se ao se ao Pavilhão do Belazaima, jogou com a equipa deste Escolas Novas, 36 MEALHADA Mealhada campo do Paredes do Bairro, sítio onde é difícil jogar devido às clube e venceu por 4-3.
  8. 8. Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008 16 Futebol Campeonato Distrital — 2.ª Divisão — zona sul Escolas Carqueijo, 3 — Bustos, 1 Mealhada B, 1 — Águeda, 1 Difícil, mas justa vitória Excelente jogo com resultado certo Jogo no Campo da Carreta, no Carqueijo. dentro da sua baliza, com Jogo no campo de treinos do Grupo Desportivo da algumas culpas. intervalo. Árbitro: Carlos Vaz Pinto, auxiliado por António Oliveira Mealhada (GDM). Ainda os visitantes No segundo período a e Óscar Rocha. Árbitro: Carlos Freitas e Nuno Teles festejavam o golo e já o equipa visitante voltou a Carqueijo: Gato, Luís Carlos, Carlão, Paulo Brás, Tico, Mealhada: Zé Pedro, Bruno, Zé Manso (cap.), Bruno Carqueijo voltava a entrar no jogo com muita Aniceto, Eliseu (cap.); Bruno, Samuel, Carlos Daniel (Tino, Rosas, Francisco, Zé Miguel e João. marcar, por intermédio de velocidade, criou opor- 54m) e Hugo. Jogaram, ainda, Marcelo, Luís Francisco, Lucas, Edgar e Hugo, sempre ele, muito tunidades de golo e marcou, Treinador: José Carlos Pedro Miguel. atento na frente, muito quando decorria o minuto Bustos: Iva (cap.), Rui, Tozé (Pedro Resina, 8m), Mota Treinador: Nelson Sousa lutador e uma bala trinta e três, por intermédio (Jorge Miguel, 46m), Pedro Oliveira, Ricardinho, Luís Águeda: Luís André Dias, Rodrigo (cap.), Diogo, Leandro, apontada à baliza de Ivan. de Pedro Araújo, a passe de Miguel, Nelson, Sousa, Patrik (André, 62m) e Roberto. Lameiras e Nazir. Com este resultado o Nazur. Treinador: Quim Tavares Jogaram, ainda, Miguel, Pedro Araújo, Gabriel e Joel. Carqueijo foi para o Reagiu bem a equipa da Ao intervalo: 2-1. Treinador: Nuno Galhano intervalo a vencer por 2-1, casa e, aos quarenta e dois Marcadores: Hugo (7m e 43m) e Tino (90m), para o Ao intervalo: 0-0 com dois golos de Hugo, minutos, repôs a igualdade, Carqueijo, e Luís Miguel (41m), para o Bustos. Marcadores: João (42m), para o Mealhada, e Pedro que soube aproveitar dois com a melhor jogada do Araújo (33m), para o Águeda. falhanços da defesa do encontro. A bola saiu das Bustos. mãos do guardião mea- No reatamento a equipa Foi um bom jogo de tinha a bola em seu poder, lhadense, percorreu todos de Bustos voltou a futebol, em que ambos os criava imenso perigo para os jogadores da equipa, e pressionar, criando conjuntos se lançaram a baliza da equipa mea- João, no lado direito, imensas dificuldades aos deliberadamente ao ataque lhadense. recebeu-a e rematou a fazer locais, que serenaram, à procura do golo. Foi Nazur, africano, tem o empate. souberam defender muito agradável de seguir, porque uma finta muito curta, leva A equipa do Águeda, mais bem longe da sua área, não teve jogadas de bom recorte muito bem a bola junto aos experiente, tudo fez para permitindo que os técnico, bem delineadas e pés, o que torna difícil levar a vitória mas os locais avançados do Bustos com princípio, meio e fim. desarmá-lo. Criou imensas defenderam o empate com entrassem no seu terreno A equipa de Águeda tem oportunidades de golo, muito orgulho e muito com a bola controlada. melhores artistas da bola, isolado, mas Zé Pedro, o sacrifício, até ao apito final Aos cinquenta e três com maior poder ofensivo, guardião local, com do árbitro. minutos Tico, não satisfeito e um jogador de grande algumas defesas de recurso, A dupla de árbitros com o resultado, decidiu gabarito que, sempre que foi retardando o golo até ao esteve muito bem. fazer duas excelentes jogadas. Com a bola em seu poder, passou por todos os jogadores que lhe iam Taça da Liga aparecendo pela frente, foi A segunda jornada da Taça da Liga, em que participam quatro clubes (Sporting, à linha de fundo e centrou Vitória de Setúbal, Beira-Mar e Penafiel) foi disputada no dia 23 do corrente. com conta peso e medida. O Sporting, no seu estádio, recebeu os auri-negros do Beira-Mar e, sem dificuldades, Os avançados da sua venceu por 3-0. equipa, porém, não O Vitória de Setúbal deslocou-se a Penafiel para medir forças com a equipa local. conseguiram acompanhá- Encontrou grandes dificuldades para arrecadar apenas um ponto, uma vez que o jogo lo na velocidade com que Bruno já passou pelo seu adversário e corria e as jogadas foram terminou empatado a um golo. O Penafiel surpreendeu tudo e todos, merecia a vitória vai em direcção à baliza perdidas na área do pelo caudal ofensivo que apresentou durante todo o encontro, mas não foi capaz de chegar ao golo da vitória, que lhe foi negado a poucos minutos der final pelo guardião Olhando para o re- De referir que, nesta adversário. Eduardo, que fez um grande jogo. sultado, dá a sensação que altura, o Bustos jogava Ao cair do pano e quando A terceira e última jornada desta prova realiza-se em 30 do corrente. Os foi fácil esta vitória do apenas com dez unidades, as equipas já estavam regulamentos da prova não facilitaram as equipas consideradas mais fracas, uma vez Carqueijo. Nada disso se pois Mota estava a receber conformadas com o que jogam fora do seu reduto em dois encontros e as consideradas mais fortes jogam passou durante os noventa assistência fora das quatro resultado, Aniceto levou a duas vezes no seus campo. É o caso do Vitória de Setúbal e do Sporting, que foram os minutos de jogo. Por esse linhas. Uma indisposição bola à linha de fundo, beneficiados. motivo a vitória assenta obrigou-o a sair do levantou a cabeça à procura Não seria mais justo os encontros finais a duas mãos? O futuro o dirá. Os bem à equipa da casa, que rectângulo do jogo e, pelo dum companheiro, centrou promotores da Taça da Liga terão de rever os regulamentos. teve de sofrer e de correr mesmo motivo, não voltou com muito rigor e Tino, já muito para a conseguir. O a entrar. no coração da área, teve só Resultados: Classificação seu adversário foi digno e Após este golo o Bustos de encostar o pé à bola e Sporting - Beira-Mar 3-0 J V E D M-S P lutou sempre por um melhor pressionou a equipa fazer o 3-1. Já não tinham Penafiel - V. Setúbal 1-1 V. Setúbal 2 1 1 0 02-06 4 resultado. Não o conseguiu, adversária para a sua forças nem tempo os Sporting 2 1 0 1 03-01 3 porém, porque a equipa do defesa, esta correu alguns jogadores do Bustos para Próxima jornada Penafiel 2 0 2 0 02-02 2 Carqueijo foi mais feliz, perigos, mas os seus reagirem à desvantagem. (30-1-08) Beira-Mar 2 0 1 1 01-04 1 oportuna e eficaz durante o jogadores lá iam salvando Poucos minutos depois o árbitro deu o encontro por Sporting - Penafiel jogo. a situação como podiam, terminado. Foi uma vitória V. Setúbal - Beira-Mar A equipa da casa embora com muita marcou cedo o seu primeiro atrapalhação. E sofrida, mas justa, da golo, num remate forte de Hugo, quando decorria o conseguiram aguentar este sufoco até ao minuto equipa que melhor soube aproveitar os erros alheios. Faça publicidade no Jornal da Mealhada Mealhada. alhada minuto sete. Uma bola de lançamento lateral, Hugo, quarenta e um, altura em que o Bustos empatou o A equipa de arbitragem, por vezes muito contes- Temos os melhores preços para melhor preç hore eços muito atento, recebeu-a e, tada, não esteve assim tão escrituras e outros anúncios Visite-nos na jogo. Na marcação de um já na área, rematou de livre descaído na esquerda, mal. Não teve influência no resultado e isso já foi scrituras anúncios. primeira. Ivan não teve Luís Miguel rematou forte e hipótese de defender. Gato viu passar a bola para muito positivo. Rua das Escolas Novas, 36 - MEALHADA Escolas Novas, MEALHAD ALHADA
  9. 9. Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008 17 Futebol Escolas C Mealhada, 0 — Anadia, 21 Só deu Anadia Jogo no campo de treinos do GDM, na Mealhada. Árbitro: Carlos Freitas e Nuno Teles Mealhada: André, João, João António, Xavier (cap.), Leo, Miguel e David Melo. Jogaram, ainda, Hugo, Lucas e Dilan. Treinador: Tó Luís e Coelho Anadia: Diogo Almeida, Rafael Silva, Pedro Calvo, Tomás, Leandro Vieira, Diogo Rodrigues e Rafael Moita. Jogaram, ainda, Luís, Zé Luís, Manel, João Alegre e Antero Marques (cap.) Treinador: Hugo Rodrigues e Pedro Alegre. Ao intervalo: 0-11 Marcadores: Diogo Rodrigues (4), Antero Marques (5), Zé Luís (2), Manel (2), João Alegre (5), Leandro Vieira (2) e Luís (1). Perante uma equipa que é realmente muito frágil, os anadienses passearam durante todo o encontro e marcaram uma grande goleada. A diferença entre os jogadores de ambos os clubes é, realmente, muito grande. Ao passo que os visitantes já jogaram uma época oficialmente, os locais é a primeira vez que o fazem. Não se pode exigir mais destes meninos, que muito fizeram e esperam fazer nas próximas temporadas, uma vez que têm valor para isso. Nesta data ainda não têm preparação suficiente para poderem chegar aonde os anadienses já chegam. Mesmo assim podemos considerar que a vitória anadiense, bastante justa, foi demasiado pesada. Melhores dias virão para estes jogadores do GDM, que estão a dar os primeiros passos na sua vida futebolística. Estiveram muito bem os árbitros. Classificações Liga quot;Bwinquot; 3.ª Divisão - Série C Paredes Bairro 15 3 2 10 14-37 11 Eirolense 13 1 4 8 12-28 7 J V E D M-S P J V E D M-S P CRAC 14 1 2 11 09-47 5 Porto 17 13 2 2 28-07 41 Sanjoanense 18 10 4 4 40-17 34 Benfica 17 10 6 2 29-10 33 Oliv. Hospital 18 10 4 4 33-17 34 3.ª divisão - zona sul Sporting 17 8 6 3 15-15 30 Académico Viseu 18 10 3 5 31-17 33 V. Guimarães 17 8 4 5 20-21 28 Milheiroense 18 8 7 3 24-15 31 J V E D M-S P V. Setúbal 17 5 10 2 22-16 25 Arouca 18 8 5 5 24-17 29 Bonsucesso 10 7 1 2 27-12 22 Sp. Braga 17 6 6 5 19-20 24 Social Lamas 18 8 5 5 20-17 29 Famalicão 10 5 4 1 15-07 19 Marítimo 16 7 2 7 20-16 23 União de Lamas 18 7 6 5 24-18 27 Ribeira Azenha 10 6 1 3 17-12 19 Belenenses 17 4 8 4 16-16 23 Valecambrense 18 6 6 6 25-19 24 Gafanha d' Aquém 10 3 6 1 18-13 15 Nacional 17 5 7 6 12-13 21 Tondela 18 6 5 7 25-20 23 Aguinense 10 4 2 4 15-16 14 Boavista 16 4 7 5 17-23 19 Tocha 18 6 3 9 15-19 21 Alquerubim 10 3 2 5 15-18 11 Leixões 17 3 10 4 16-18 19 S. João Ver 18 5 6 7 21-28 21 Antes 10 3 0 7 17-22 9 E. Amadora 17 3 8 6 18-20 17 G. Figueirense 18 5 5 8 19-24 20 Mamarrosa 10 0 2 8 08-32 2 Académica 17 3 7 7 17-27 16 Valonguense 18 4 7 7 08-13 19 Naval 17 4 5 9 12-26 16 D. Sandinenses 18 0 0 18 08-76 0 Juniores - 1.ª Divisão série dos últimos Paços de Ferreira 17 4 3 10 15-24 12 Distrital - 1.ª Divisão U. Leiria 17 1 5 11 13-27 8 J V E D M-S P Liga de Honra quot;Vitalisquot; J V E D M-S P Cesarense 1 1 0 0 02-01 3 Águeda 19 15 3 1 35-11 48 Argoncilhe 1 1 0 0 02-01 3 J V E D M-S P Cesarense 19 12 4 3 37-11 40 Gafanha 1 0 1 0 02-02 1 Trofense 17 9 6 2 20-13 33 Estarreja 19 12 3 4 40-19 39 Valecambrense 1 0 1 0 00-00 1 Vizela 17 7 8 2 24-12 29 Paços de Brandão 19 9 5 5 23-15 32 Paços Brandão 1 0 1 0 01-01 1 Rio Ave 17 7 6 4 26-20 27 Gafanha 19 9 3 7 33-23 30 Pampilhosa 1 0 1 0 00-00 1 Gil Vicente 17 6 8 3 20-14 26 Canedo 19 9 3 7 26-21 30 Feirense 1 0 1 0 02-02 1 Estoril 17 7 5 5 29-24 26 Alba 19 8 4 7 28-22 28 Mealhada 1 0 1 0 01-01 1 Feamunde 17 7 4 6 24-23 25 Sanguedo 19 8 4 7 20-20 28 Fermentelos 1 0 0 1 01-02 0 Santa Clara 17 7 4 6 20-28 25 Pessegueirense 19 7 6 6 24-23 27 Taboeira 1 0 0 1 01-02 0 Olhanense 17 6 6 5 14-16 24 Arrifanense 19 8 3 8 26-27 27 Beira-Mar 17 5 8 4 16-19 23 Oiã 19 8 2 9 21-24 26 2.ª Divisão - série D Varzim 17 5 7 5 18-14 22 Fermentelos 19 7 4 8 24-37 25 Feirense 17 5 5 7 17-16 20 Carregosense 19 6 3 10 17-30 21 J V E D M-S P Gondomar 17 4 6 7 19-23 18 Cucujães 19 5 5 9 20-27 20 Eixense 14 13 0 1 47-18 39 Fátima 17 3 8 6 18-23 17 Oliveirinha 19 6 1 12 23-30 19 Bustos 15 12 0 3 49-22 36 Desp. Aves 17 4 5 8 23-25 17 BARC 19 4 5 10 13-31 17 Antes 15 8 2 5 45-32 26 Penafiel 17 3 5 9 17-23 14 Cortegaça 19 2 6 11 13-32 12 Mourisquense 15 6 2 7 29-33 20 Portimonense 17 2 7 8 10-22 13 S. Roque 19 2 4 13 13-33 10 Valonguense 16 6 1 9 30-43 19 2.ª Divisão Nacional - Série C 2.ª Divisão - zona sul Bonsucesso 15 5 2 8 23-34 17 LAAC 15 5 0 10 22-31 15 J V E D M-S P J V E D M-S P Águas Boas 14 4 2 8 23-30 14 Sp. Covilhã 19 13 4 2 42-13 43 LAAC 14 12 1 1 49-13 37 Oiã 15 3 1 11 14-30 10 Oliv. Bairro 19 9 5 5 29-222 32 Mealhada 15 10 4 1 46-07 34 Eléctrico 19 8 6 5 21-19 30 Serém 15 10 4 1 40-16 34 Toreense 19 8 5 6 24-24 29 Macinhatense 15 10 4 1 23-06 34 Juvenis - 2.ª Divisão série dos primeiros Tourizense 19 7 7 5 24-18 28 Mourisquense 15 9 4 2 30-16 31 J V E D M-S P Penalva Castelo 19 7 6 6 27-25 27 Luso 15 5 4 6 14-15 19 Cucujães 1 1 0 0 05-00 3 Pampilhosa 19 6 8 6 22-20 26 Couvelha 15 6 1 8 23-28 19 Milheiroense 1 1 0 0 04-00 3 Abrantes 19 6 6 7 18-21 24 Calvão 15 4 6 5 15-25 18 Oliveirense 1 1 0 0 01-00 3 Nelas 19 7 3 9 24-28 24 NEGE 14 3 8 3 18-17 17 Taboeira 1 0 1 0 01-01 1 Benfica C. Branco 19 6 6 7 18-23 24 Bustos 14 5 2 8 22-35 17 Bustos 1 0 1 0 01-01 1 Anadia 19 5 6 8 21-29 21 Carqueijo 15 4 4 7 19-25 16 Sp. Espinho 0 0 0 0 00-00 0 Rio Maior 19 5 5 9 14-23 20 Requeixo 15 4 2 9 18-29 14 Eixense 1 0 0 1 00-01 0 Caldas 19 4 5 10 21-30 17 Águas Boas 14 3 2 9 21-29 11 Esmoriz 1 0 0 1 00-04 0 Sátão 19 4 4 11 15-25 16 Mealhada 1 0 0 1 00-05 0

×