Cidadania ativa, passiva,
reprimida e regulada
Sociologia
3º ano
Professora Maira
Cidadania ativa, passiva, reprimida e
regulada
Qual é a relação existente entre Estado e sociedade
quando os cidadãos gove...
Cidadania ativa, passiva, reprimida e
regulada
O que acontece quando os direitos civis e políticos
são severamente reprimi...
Cidadania Ativa
A cidadania ativa é cotidiana e por isso é
perigosa, exige o enfrentamento da corrupção, dos
desmandos, do...
Cidadania passiva
Por sua vez a cidadania passiva é complacente,
omissa e conivente e seus adeptos lavam as mãos
diante de...
Cidadania Ativa Cidadania Passiva
Estado Estado
Sociedade
Estado
Cidadania regulada
Cidadania Regulada é um tipo de cidadania que se construiu no Brasil a partir
de 1930 que estipulava re...
Cidadania regulada
Na cidadania regulada eram cidadãos aqueles que tinham
qualquer ocupação reconhecida e definida na lei....
Cidadania reprimida
Representa a prisão de pessoas pelas agências
especiais de repressão, a supressão de direitos civis
e ...
Cidadania reprimida
a) diversos líderes políticos, sindicais, intelectuais e inclusive
militares tiveram seus direitos de ...
Cidadania reprimida
d) órgãos de segurança e informação, controlados por
militares, foram criados para vigiar, averiguar,
...
Cidadania reprimida
Algumas vitimas do período de repressão no
Brasil:
 Vladimir Herzog
 Dilma Rousseff
 Rubens Paiva
...
Métodos de tortura utilizados no
período de repressão
Pau-de-arara
Esse termo, que hoje é usado para falar
sobre ônibus cl...
Métodos de tortura utilizados no
período de repressão
Cadeira do Dragão
Uma das mais temidas e dolorosas,
consistia em col...
Métodos de tortura utilizados no
período de repressão
Soro da verdade
O pentotal sódico provoca sonolência e reduz
barreir...
Métodos de tortura utilizados no
período de repressão
AFOGAMENTO
Depois de vedar as narinas da vítima, os
torturadores enf...
Métodos de tortura utilizados no
período de repressão
GELADEIRA
Numa cela minúscula, os interrogados
eram colocados pelado...
Referências
• http://sociocidadao.blogspot.com.br/2013/06/cidadani
a-ativa-e-cidadania-passiva.html
• http://professornilt...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Cidadania ativa, passiva, reprimida e regulada

3.495 visualizações

Publicada em

Sociologia - 3º ano

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.495
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cidadania ativa, passiva, reprimida e regulada

  1. 1. Cidadania ativa, passiva, reprimida e regulada Sociologia 3º ano Professora Maira
  2. 2. Cidadania ativa, passiva, reprimida e regulada Qual é a relação existente entre Estado e sociedade quando os cidadãos governam por meio de representantes democraticamente eleitos? E qual é essa relação quando o Estado governa por tradição, conquista externa, golpe, força militar ou ditadura?
  3. 3. Cidadania ativa, passiva, reprimida e regulada O que acontece quando os direitos civis e políticos são severamente reprimidos?
  4. 4. Cidadania Ativa A cidadania ativa é cotidiana e por isso é perigosa, exige o enfrentamento da corrupção, dos desmandos, dos maus tratos produzidos por aqueles que deveriam atender bem ao contribuinte. Ela é perigosa porque exige exposição pessoal à denúncia e a premência. Só pode ser levada a efeito por aqueles que estão dispostos a sofrer pelo que é justo e bom para todos.
  5. 5. Cidadania passiva Por sua vez a cidadania passiva é complacente, omissa e conivente e seus adeptos lavam as mãos diante de tudo que afeta a rotina ou lhes fira algum interesse pessoal. A noção de cidadania está apenas associada aos deveres e direitos dos indivíduos na vida coletiva, formando assim os cidadãos que na linguagem popular “olha para o seu próprio umbigo”. Com isso acabamos confundindo cidadania passiva e ativa, pois pensamos que ser cidadão ativo requer o cumprimento das leis, observando os direitos e deveres das pessoas.
  6. 6. Cidadania Ativa Cidadania Passiva Estado Estado Sociedade Estado
  7. 7. Cidadania regulada Cidadania Regulada é um tipo de cidadania que se construiu no Brasil a partir de 1930 que estipulava regras e pré-requisitos para a aquisição dos direitos de cidadão. Esse tipo de inclusão social levou em consideração o modelo de sociedade existente na época, que por sua vez guardava vínculos muito próximos com o Brasil Colônia, impedindo assim que as riquezas fossem plenamente exploradas. Por esta razão, o Estado adotou medidas para viabilização da cidadania por meio de um conjunto de normas e valores políticos, organizando assim um sistema de estratificação ocupacional definido por norma legal.
  8. 8. Cidadania regulada Na cidadania regulada eram cidadãos aqueles que tinham qualquer ocupação reconhecida e definida na lei. A cidadania passou a ser referenciada tendo como base três elementos: a regulamentação da profissão; a associação compulsória a um sindicato e a carteira profissional de trabalho. Os que não possuíam profissão regulamentada não eram considerados cidadãos e recebiam amparo da assistência social, que era feita através das Igrejas e da filantropia.
  9. 9. Cidadania reprimida Representa a prisão de pessoas pelas agências especiais de repressão, a supressão de direitos civis e políticos durante o período de ditadura militar (1964 a 1985) e até a “eliminação” de opositores do regime.
  10. 10. Cidadania reprimida a) diversos líderes políticos, sindicais, intelectuais e inclusive militares tiveram seus direitos de votar e ser votados, bem como de ocupar cargos públicos, cassados por dez anos. Muitos foram compulsoriamente aposentados e afastados de suas funções; b) b) qualquer pessoa suspeita de oposição podia ser acusada de corrupção, subversão e submetida à investigação. O direito de opinião foi restringido e a censura aos órgãos de imprensa e demais meios de comunicação passou a vigorar; c) c) o Congresso Nacional foi fechado por duas vezes, e o estado de sítio, decretado. Foi introduzida uma nova lei de segurança nacional, incluindo a pena de morte por fuzilamento
  11. 11. Cidadania reprimida d) órgãos de segurança e informação, controlados por militares, foram criados para vigiar, averiguar, interrogar e prender pessoas consideradas suspeitas. Muitas foram submetidas à tortura e morreram nas prisões do governo. Até hoje há pessoas desaparecidas, cujas circunstâncias em que isso se deu ou de sua morte e o local de sepultamento são desconhecidos das famílias; e) centenas de senadores, deputados, vereadores, dirigentes sindicais, funcionários públicos, professores universitários e pesquisadores científicos foram cassados ou perderam seus cargos, e muitos se exilaram no exterior.
  12. 12. Cidadania reprimida Algumas vitimas do período de repressão no Brasil:  Vladimir Herzog  Dilma Rousseff  Rubens Paiva  Stuart Angel  Carlos Marighella
  13. 13. Métodos de tortura utilizados no período de repressão Pau-de-arara Esse termo, que hoje é usado para falar sobre ônibus clandestinos, na verdade tem uma origem bastante nefasta. Usada desde a escravidão, essa técnica consistia em colocar uma pessoa presa pelos joelhos e pulsos numa barra de madeira ou ferro, a aproximadamente 20 centímetros do chão, uma posição que causa dores excruciantes. Pra melhorar, choques, chutes, queimaduras com cigarros e outros tipos de catalisadores de dor eram utilizados para traumatizar as vítimas.
  14. 14. Métodos de tortura utilizados no período de repressão Cadeira do Dragão Uma das mais temidas e dolorosas, consistia em colocar os presos nus em cadeiras de zinco, ligadas a terminais elétricos, que davam choques em qualquer superfície que estivesse em contato com o local. Haviam variações em que baldes eram colocados na cabeça ou agulhas condutoras em seus órgãos genitais, língua, seios e dedos, sempre para o mesmo efeito.
  15. 15. Métodos de tortura utilizados no período de repressão Soro da verdade O pentotal sódico provoca sonolência e reduz barreiras de inibição, sendo chamado, por isso, de “soro da verdade”. Entretanto, uma pessoa sob seu efeito também pode delirar ou até morrer, o que não fazia do método algo garantido – mas que mesmo assim fez muita gente se dar mal.
  16. 16. Métodos de tortura utilizados no período de repressão AFOGAMENTO Depois de vedar as narinas da vítima, os torturadores enfiavam mangueiras em suas bocas, obrigando a ingestão de água e causando sufocamento. Outras variações incluem o uso de um pano molhado no rosto e até o arcaico método de enfiar a cabeça de alguém em um recipiente com água, como um balde ou piscina
  17. 17. Métodos de tortura utilizados no período de repressão GELADEIRA Numa cela minúscula, os interrogados eram colocados pelados, impossibilitados de levantar. Enquanto isso, sistemas de refrigeração e aquecimento alternavam entre calor e frio excessivos, ao mesmo tempo que caixas de som reproduziam interminavelmente sons irritantes. A tortura podia durar dias, e é um dos motivos pelos quais, como você bem sabe, muita gente ficou doida depois de torturada.
  18. 18. Referências • http://sociocidadao.blogspot.com.br/2013/06/cidadani a-ativa-e-cidadania-passiva.html • http://professorniltonfabio.blogspot.com.br/2011/05/co ntinuacao-do-caderno-de-sociologia_18.html • http://www.enap.gov.br/downloads/ec43ea4fglossario_ Maria_Lucia_Werneck.pdf • http://www.fatosdesconhecidos.com.br/os- angustiantes-metodos-de-tortura-utilizados-durante- ditadura-brasileira/

×