HistoriaNome: Jonathan, ThiagoP.3°AProfessor: Marcelo Orates
CURIOSIDADES DA GUERRA DOS         FARRAPOS
●   A erva mate, também uma    herança indígena, chegou    a ser condenada pelos    padres Jesuítas, pois “o    demônio” p...
●   O rancho das tropas de Osório    não era um luxo, como algumas    pessoas pensam. Pelo contrário,    pela manhã ningué...
●   Quando Osório ingressou    no exército, ainda jovem,    basicamente se lutava com    cavalos, ainda com lanças,    por...
●   Osório talvez não tivesse    alcançado o posto de    General se não tivesse    participado da Revolução    Farroupilha...
●   Osório, na época coronel, vai    conhecer o Duque de Caxias    na Revolução Farroupilha.    Caxias vai se tronar uma  ...
●   Tchê é um vocativo usado    na Argentina, na Bolívia, no    Paraguai, no Uruguai e no    Brasil meridional como    "co...
A PRINCIPAL PARTICIPAÇÃO DO GENERAL   OSÓRIO NA GUERRA DOS FARRAPOS●   Em 1835, Osório servia no 2º Corpo de Cavalaria em ...
PRINCIPAIS PERSONAGENS DA GUERRA             DOS FARRAPOS - OS LIBERAIS●   Bento Manoel Ribeiro (1783-1855)●   David Canab...
PRINCIPAIS PERSONAGENS DA GUERRA DOS             FARRAPOS - OS IMPERIAIS●   Duque de Caxias●   General Osório
Herói de dois mundos
●   Giuseppe Garibaldi (Nice, 4 de julho de 1807 — Caprera, 2 de    junho de 1882) foi um general, guerrilheiro, Condottie...
●   Foi condenado à morte e fugiu para a    América do Sul, desembarcando no    Rio de Janeiro em 1835. Logo, porém,    se...
●   Em Laguna, Garibaldi    conheceu Ana Maria de Jesus    Ribeiro, com quem se casaria.    Ela se tornou sua companheira ...
●   Naquele país, em 1842, foi    nomeado capitão da frota    uruguaia na luta contra o    ditador argentino Juan Manoel  ...
●   Em 1848, Garibaldi voltou à Itália para combater os exércitos    austríacos na Lombardia (norte da Itália) e dar iníci...
●   Contudo, os franceses e os    napolitanos cercaram a cidade,    visando a restabelecer a autoridade    papal. A cidade...
●   Condenado ao exílio, Garibaldi morou    na África, em Nova York e no Peru.    Entretanto, voltou à Itália em 1854,    ...
“ Eu vi corpos de tropas mais numerosas, batalhas maisdisputadas, mas nunca vi, em nenhuma parte, homens maisvalentes, nem...
Referencias:●   http://bicentenariodeosorioticmpa.blogspot.com.br/2●   http://pt.wikipedia.org/wiki/Tch%C3%AA●   http://ma...
Revista de historia   farrapos
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Revista de historia farrapos

826 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
826
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
69
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revista de historia farrapos

  1. 1. HistoriaNome: Jonathan, ThiagoP.3°AProfessor: Marcelo Orates
  2. 2. CURIOSIDADES DA GUERRA DOS FARRAPOS
  3. 3. ● A erva mate, também uma herança indígena, chegou a ser condenada pelos padres Jesuítas, pois “o demônio” por meio de um feiticeiro, a tinha inventado. A cuia era muito parecida com a de hoje, porém a bomba era feita de bambu.
  4. 4. ● O rancho das tropas de Osório não era um luxo, como algumas pessoas pensam. Pelo contrário, pela manhã ninguém tomava café, apenas tomavam chimarrões, ou como diziam, matavam. Para o almoço, os soldados ganhavam carne fresca para o churrasco todos os dias, um pouco de farinha, erva-mate nova e cachaça. Às vezes ganhavam feijão e charque.
  5. 5. ● Quando Osório ingressou no exército, ainda jovem, basicamente se lutava com cavalos, ainda com lanças, porque as armas de fogo eram pouco confiáveis e não permitiam mira de longa distância.
  6. 6. ● Osório talvez não tivesse alcançado o posto de General se não tivesse participado da Revolução Farroupilha, porque depois que a guerra dividiu o que existia de exércitos e tropas no Rio Grande do Sul, aqueles que ficaram no lado legalista, fizeram carreira e ganharam conceito junto ao poder Central.
  7. 7. ● Osório, na época coronel, vai conhecer o Duque de Caxias na Revolução Farroupilha. Caxias vai se tronar uma espécie de protetor de Osório no plano militar. Em troca, Osório vai apoiar politicamente os aliados de Caxias no Estado.
  8. 8. ● Tchê é um vocativo usado na Argentina, na Bolívia, no Paraguai, no Uruguai e no Brasil meridional como "companheiro", "amigo", "colega" e outros sinônimos.
  9. 9. A PRINCIPAL PARTICIPAÇÃO DO GENERAL OSÓRIO NA GUERRA DOS FARRAPOS● Em 1835, Osório servia no 2º Corpo de Cavalaria em Bagé (RS). Nessa oportunidade, eclodiu a Guerra dos Farrapos. Ligado aos liberais, Osório de início, ficou do lado dos rebelados, que lutavam por maior autonomia para a província, mas sua posição se modificou e passou a prestar serviços para as forças do Governo Central. Participaram de combates contra os rebeldes em Porto Alegre, Bagé e Caçapava e distinguiu-se no combate de Herval em 1838. Promovido a Tenente Coronel, teve participação destacada nas conversações que encerraram o conflito e que pacificaram a província.
  10. 10. PRINCIPAIS PERSONAGENS DA GUERRA DOS FARRAPOS - OS LIBERAIS● Bento Manoel Ribeiro (1783-1855)● David Canabarro (1793-1867)● Giuseppe Garibaldi (1807-1882)● Bento Gonçalves da Silva (1788-1847)● Domingos José de Almeida (1801-1866)● João Manoel de Lima e Silva (1805-1837)● João Antônio da Silveira (1795-1872)
  11. 11. PRINCIPAIS PERSONAGENS DA GUERRA DOS FARRAPOS - OS IMPERIAIS● Duque de Caxias● General Osório
  12. 12. Herói de dois mundos
  13. 13. ● Giuseppe Garibaldi (Nice, 4 de julho de 1807 — Caprera, 2 de junho de 1882) foi um general, guerrilheiro, Condottiero e patriota italiano.● Foi alcunhado de "herói de dois mundos", devido à sua participação em conflitos na Europa e na América do Sul. Uma das mais notáveis figuras da unificação italiana, ao lado de Giuseppe Mazzini e do Conde de Cavour, Garibaldi dedicou sua vida à luta contra a tirania. Nasceu em Nizza (hoje Nice, na França), então ocupada pelo Primeiro Império Francês e que retornaria ao reino de Sardenha Piemonte, com a queda de Napoleão Bonaparte, para ser depois cedida à França por Cavour, pelo tratado de Turim (24 de março de 1860)
  14. 14. ● Foi condenado à morte e fugiu para a América do Sul, desembarcando no Rio de Janeiro em 1835. Logo, porém, segue para o Rio Grande do Sul e se junta aos republicanos da Revolução Farroupilha, ou Guerra dos Farrapos, destacando-se nos combates às forças imperiais. Juntamente com o general Davi Canabarro, tomou o porto de Laguna, em Santa Catarina, onde proclamaram a República Juliana.
  15. 15. ● Em Laguna, Garibaldi conheceu Ana Maria de Jesus Ribeiro, com quem se casaria. Ela se tornou sua companheira de lutas na América do Sul e na Europa e entrou para a história com o nome de Anita Garibaldi. Pouco antes do fim da Guerra de Farrapos, foi dispensado por Bento Gonçalves de suas missões e mudou-se para o Uruguai.
  16. 16. ● Naquele país, em 1842, foi nomeado capitão da frota uruguaia na luta contra o ditador argentino Juan Manoel Rosas. No ano seguinte, exerceu papel fundamental na defesa de Montevidéu, impedindo que a cidade fosse tomada pelos argentinos.
  17. 17. ● Em 1848, Garibaldi voltou à Itália para combater os exércitos austríacos na Lombardia (norte da Itália) e dar início à luta pela unificação italiana. Fracassou na tentativa de expulsar os austríacos e foi forçado a refugiar-se primeiro na Suíça e depois em Nizza (hoje Nice, na França). Visando conquistar Roma ao papado, os liberais italianos marcharam contra aquela cidade e a tomaram. Garibaldi participou da campanha com um corpo de voluntários e foi eleito deputado na assembleia constituinte da República Romana.
  18. 18. ● Contudo, os franceses e os napolitanos cercaram a cidade, visando a restabelecer a autoridade papal. A cidade caiu em 1º. de julho de 1849. Garibaldi recusou um salvo-conduto do embaixador americano e empreendeu uma retirada com 4 mil soldados, sendo perseguido por três exércitos (franceses, espanhóis e napolitanos), que somavam dez vezes o seu número de homens. Ao norte da Itália, o exército austríaco, com 15 mil soldados, também aguardava Garibaldi. Durante os combates, Anita foi morta, em 4 de agosto de 1849.
  19. 19. ● Condenado ao exílio, Garibaldi morou na África, em Nova York e no Peru. Entretanto, voltou à Itália em 1854, participando da Segunda Guerra de Independência contra os austríacos. O Conde de Cavour, primeiro ministro do Piemonte (norte da Itália), nomeou-o comandante das forças piemontesas e sob seu comando a Lombardia foi tomada à Áustria. Com isso, a Itália do norte estava unificada.
  20. 20. “ Eu vi corpos de tropas mais numerosas, batalhas maisdisputadas, mas nunca vi, em nenhuma parte, homens maisvalentes, nem cavaleiros mais brilhantes que os da belacavalaria rio-grandense, em cujas fileiras aprendi a desprezar operigo e combater dignamente pela causa sagrada das nações.Quantas vezes fui tentado a patentear ao mundo os feitosassombrosos que vi realizar por essa viril e destemida gente,que sustentou, por mais de nove anos contra um poderosoimpério, a mais encarniçada e gloriosa luta! ”Garibaldi
  21. 21. Referencias:● http://bicentenariodeosorioticmpa.blogspot.com.br/2● http://pt.wikipedia.org/wiki/Tch%C3%AA● http://maragatoassessoramento.blogspot.co m.br

×