Como será a nova terra

822 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
822
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
37
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Como será a nova terra

  1. 1. ;J 3/51/1155; 3 H f”
  2. 2. Todas as religiões, cristãs ou não, acreditam que haverá algum lugar de recompensa eterna. . .. . .33 Y . l ««««« ',
  3. 3. O QUE A BÍBLIA ENSINA SOBRE O CÉU? . - ~ _. ” s¡ , ' 5 »l 'a ' xa_ i : à f , Q0441 _ m_ _ a 'x . ,sf l "é V l a : 53:73: t A v" C4/ 'A . t1. s. . v! .
  4. 4. “Conheço um homem em Cristo que há quatorze anos a foi arrebatado até ao terceiro ' e céu. .. foi arrebatado ao gs paraíso, e ouviu palavras inefáveis" (II Coríntios 12:2-4)
  5. 5. 'z Seo térceirÍb: 'Cfe'í§tt: e; to lúgüãyrÍd(Ifñâlíãlsby'Oh e 1a, _ D”eusam”otñ'a'; ;__e›ii§t^e*: j iouti-. jos ítdofi s_: c éuis'i a à _ 4:* infer¡ore§: _Quaistsãov? “ " / rfj - . - ' z¡_' l Nr_ x
  6. 6. l eáu awxwseémee' "' °*-e ma¡ primeira tem 45;"Y;1.'. ;caeet›>* à “Chamou Deus ao firmamento céu" (Gên. 1:8). Refere-se a camada envolvente da Terra, onde estão as nuvens, onde voam as aves e os aviões.
  7. 7. i0 « aeeumm em É ? CÉU A @Num estam-a &ÉTRQS ”_ D . O 5 C _ ~ - . o 'K C r -u-. .u a ¡ O. o '¡I o . '~ ¡A Calcula-se que somente emnessa Galáxia, a “vila Láctea”, existam - eerca de @QQ btiihães dewastrps; pá , . céu astral é de gárandeza-, infintav °
  8. 8. O "Quando vejo os Teus c_éus, o oB'ra dos -Teus dedos, 'a lua e 'a”s' estrelas'que; preparastes; queÍé _' j o h'om_em mortal para que Tre . ' Iembres Hele? " . -., ea? ? ' (Salmo 8:3 e'4)'_›Í; .-; ' " " V . o . . v . I áç_ . ..l-: :VA o V Í. . . o _ ' o q O ' . y . 2 . _ _ _ . ^ . ç- 1 . 9 '. ~ . - " '. ' -' ~'
  9. 9. N» . Í f . q xv¡ ' ' x ; Q _T e raw* na: : t' ' ' 'u' ' v ' -v l"-= y 31» , -;: ."_"~: v ' _ n . 'alôa f' 4;: ;Éjiãetneêam ~ . e 55g; n L. , a . ~~ -- - r , _ v . '__. ! psaemos üjífl] anos, morando a g &f; " glio Nova Jerusalém, C9 i F_ É: a ÍÍn Í? ,4 raíso' e e e ç *f* ~ . v u¡ faz. *›¡ -- a 'l ! i 1 Y ›~ . . , x¡ . .a ¡ ' 1.* Tu. x n, O 1_ . ai I . yqç.
  10. 10. - _ : , __ . 1 . »e a ai: : 4 ¡ 'w *T -- _ . “.1- , I '_ ç', , na' . ' . i a ~ i' TU . 3,¡ . ñaaí/ l _ i: - , Hsgfigã s¡ “"x N) . . __ -› 'VW- W "o 7-» v a J l Mummça me eaagíset premia, IERRÁ "v “vi também a Santa Cidade, a Nova' _f ' J' Jerusalém, que de Deus descia do Céu, ataviada como uma noiva para o seu noivo. E ouvi uma grande voz vinda do trono que dizia: Agora a morada de Deus está entre os seres humanos! Deus vai morar com eles, e eles senão o seu povo. ” (Apocalipse 2*-1'ai: *3r e 4 BLH)
  11. 11. A @wanessa mm a I A (xlltqcll . I AÍ u¡ m7,» 11|¡ . › . ¡Í! l_ . n *Â I l¡ l n¡ r. . o¡ › O lr . l . v AÍ & . Il. ÍIM¡ t . .v : r . ~' _ *Í K' . . " 1.". 'x -Ifh “V ; fJA-_o/ ÀJ' 3*? " ' _ ' , . u I 4 v_ . .g , _ ›' r_ 'i g _ n_ _4 ^, ,N*. l . i l - u l l ' n 'll -' I'- 1 '_ I Í. v “Ú
  12. 12. "E levou-me em espírito a um grande e alto monte, e mostrou-me a grande cidade, a santa Jerusalém, que de Deus descia do Céu. E tinha a glória de Deus; e a sua luz era semelhante a uma pedra preciosíssima, como a pedra de jaspe, como o cristal resplandecente". «- (Apocalipse 21:10,11) . O @Ã a e? 'jun 7': . . k 7 y/
  13. 13. ?jpg t* ã ' V ll j¡ g . V'. NHWIILL f¡ _ L . a l' A cidade tem a forma quadrangular, com muros gigantescos adornados de toda espécie de pedras preciosas. “Jaspe; safira; Caledônia; esmeralda; Sardônica; Sárdio; Crisólito; Berilo; Topázio; Crisópraso; Jacinto; Ametista". (Apocalipse 21:19,20)
  14. 14. Kra. ' Esse co njâàihtoí_ ¡d'ê: ;ped“rã°s“ . i* p re cio s a s fpfrbid Íuz ÍÉÉJEJÉÍÊ. 4, . . q* ¡vgn ': '-'. , - ; brilho 'mUlÊlÇDÍOrldO§-de_g'= _l-ãm 'ridesücritíveil Wu'. rtbíeueza r a I “. - 'L “a- . - 3:ç~, -¡'¡: _.Q1.¡-¡; g' -- ; a s mí , 5x* q¡
  15. 15. A a q_ e « 'a ° - 't ', _. , V'- , '~ , g_, .,___ ___ A _, , ___, ñ _.35 w __, ›._ _. _as_ e _ * « ' ' 1 : :H-r- ' A r(gap'~tfofrc*iaf= *iiiprs*fer í2›iç: *íi2*: ii; )“ ' Í . A J › - . l . ', ' n' ' f( c í Ã . A f . . ¡ ›_. ._ . - . _ « '. . _ r ›- . . . ' Í . l . _ __ , 1 7 . p . v' l 7'¡ _ j' x_ ~'. . 3'. -. 1
  16. 16. "A praça da cidade era de ouro puro, como vidro transparente". (Apc. 21:21) K --plv | I., '-| '.', * 7 . ~ -. I 'SLI . "-»'¡"Í'”, f;'. '». A o_ r ¡ u. , . j 1 ' f iii/ i* «o 355.. . c E: xr' agiu. . w( ) ^ 35g, “P” 74g. ; n = v' , r§. , 'í ; ii*í~ê' -I- TI _-_ IN_ , L [l l w . l o
  17. 17. _xÍif . Í 'f' l x' a a ; l t y V' '_ v7_ . Y. “A “themcíaümag resplandeçam, pois a em o I a 4 Í pocalipse I f? ” 4*? ' ' ' , â ! « v ' “urít/ ls 'J iffí' l '. _AA 'à I A¡ b' "l l W¡ p; , ' ~ *_' w j¡ v: : I 57 _ - É” ai? ” *v* ~ h i M ~ z. - - «ae-a» VM í 7.* @Cla atihmnüxaeeêa l'
  18. 18. “Nela estará o trono de Deus e do Cordeiro, elos seus servos 0 servirão, ?e verão ta¡ Sua face, e na suaJtÍeiista estará o Seu» l1ÍO'mÍe, Í"íj, -g? Apocalipse, 2321335, . . .w x _u z 'v1 . . of. - mim
  19. 19. Diz o apóstolo Paulo: "As coisas que o olho , não viu, e o ouvido . .. ... não ouviu, e não , Lj b; _ a subiram ao coração do ~ ” ' _ n! homem, são as que t" Deus fez para os que O amam! " (I Coríntios 2:9)
  20. 20. 1 . .W r. - : à 'Í Á -J T* a -I ° a l l '- 'd ' , . I ' . t. - ' 'sua c' l " ' -_ Â 4 v' 'í J x 4:17? - bx ã¡ 9. . l I _y _nt É q'. ,-9_f; ”'**u _a . 4 n_ . .ii as. : ›' ~ -_›_- _ : Mm/ z , A . .e ; u'LJÍÁÊHIÍK1523/' V r) í" f - 6;/ 4 y / k ~= ..; . . ,, A ' w. i y g. i k / L l/ _. ., z , , 7 , ív›. . h , z › '
  21. 21. n» R. 'f 1 › k" 3.. . _7 h '05 jardim do. Eden steriag iíiifmífmüdeiür. : das iares 616m “que efajs¡*dÊe*Êe_iaMa;5-_, poupar este WtEHÍÉG'. A ' / Ín/ z/ f' v . "N- x4 o - '22 A c ~- a V . Q l y ' g : g4 k_ _ À» _ ' . _ _r . .. o . , . “ ',5.. '.' 7* - * v a_ à 4' 'a ' k 7 v u¡ ' __ v: À_ . “n, . "l . H _If_ f , . z' a? ? 'A-íh x ' ¡ , ,«í
  22. 22. Pela tragédia do pecado, olhomem perdeu o Eden. No entanto, pelo imenso amor de Jesus, fomos redimidos por Sua graça, para voltarmos ao Paraíso feito novo.
  23. 23. . Tmmblla descreve a Nova Terra como um um. . v. u ' u* ' u I u t rejaggdim verdejante, florido e belissimo, onde °; Haverá¡perfeitàpaz-'e eterna'féli_cidade. _ . l_ . . '- ' . e . ._. ^ _ V -c . " -v . ' 'à' '. - ' '. 'r"- z - , _ u. . . v, . . _ ~ _ _. : _é _. ' _ . .. _ _', n _ . Í - * p ¡- . - . _ -- í u _, r ' . x v h Í . _ , ' n
  24. 24. O que faremos na Nova Terra? "Vocês construirão casas e morarão nelas, farão plantações i r de uvas Íç' s. V e beberão *v* a_ do seu vinho". (Isaias 65:21) * v
  25. 25. Diz a escritora cristã Ellen G. White: “Mi, grandieses esmptreentdimerites poderás ser levadas atuante, alleariçadas as mais eievadas aspirações, e ainda surgirão nuevas aituras a atingir, neves objetivos a aguçar , 4 as facuidades a. .." (GC 674")
  26. 26. Lá, não haverá limites para °. aprender coisas novas e _d_ a' ' desenvolver . novas i ~ habilidades. a_ t. . s.
  27. 27. ,ff t' “Negra @Êâmã a camara as was V cabeças, e deles _ fugirá a ârisâeza e a gemideí (Isaias 352m)
  28. 28. Os remidos morarão na extensão de toda terra, e uma vez por semana virão a Mova Jerusalém para uma adoração especial a Deus e a Jesus. Também virão uma vez por mês para comer do fruto de Arvore da Vida, que está no “Paraíso".
  29. 29. Relata o profeta Isaías: "Como os céus novos e a o , wap terra nova, que hei de ' . ç fazer, estarão diante da S minha face, diz o Senhor ; jíí g w 'ã M_ assim há de estar a nossa 3,5. posteridade e o vosso _ nome. De uma lua nova : :e 'i , sg > à outra, e de um Sábado *ÉÁLN ao outro, virá toda a ' “É , f ' humanidade a adorar , ÀE É¡ na minha presença, 'yíÍm TÊ-JXEJJÊ . _4 ' 5 diz o Senhor". Isaías 66:22, 23.
  30. 30. "De uzmnàa Ííllifê mzoçwrza oe: u!rí-¡7a"'i, atua sezjêa cãze ¡ñ7s2ê: s iTiíllêÍSx, ÍÚÍÍTEÉÀO axo “Patatnajííszoft”, C~íOImíeÉi' 021o? 'ñrulrüo “ , É , -*. ~=rv'o: ¡=ve XíÚiíC-AÊÊÉÉÉ, Gjlwie: EQIFÓtGÊLILIF-"Ííiíâ uazmn mzoxzro 'ñruacêo eacêía. imnâís_
  31. 31. à. ? - '-;41›l. :-~ _, você_ não . que fa'2"e"ri*”_'u*“rnif? i plano para quando Jesus . voltar ejélíhioase levar para o Céu, nos , enicolfn“tr”a*nínñifoisi* debaixo b' daArvõlãêzffiàãi-i-iíiüããlf? ,h “ i , . . wav 'Á ' a '. . - . .Ç 5.31- 45,"

×