Advertencia para o povo de deus

545 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
545
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Advertencia para o povo de deus

  1. 1. "Ao nos aproximarmos do juízo, todos manifestarão o seu verdadeiro caráter, e será tornado claro a que grupo pertencem". Testimonies, vol. 1, p. 100.2. "A verdade presente deve ser a nossa carga. A mensagem do terceiro anjo deve realizar sua obra de separar das igrejas um povo que tomará sua posição sobre a plataforma da verdade eterna". Testimonies, vol. 6, p. 61.6. "Jesus está convidando todos quantos se disponham a cooperar com Ele. Uma grande obra deve ser feita, e Deus chama os que estão dispostos a saírem de entre os que não queiram tomar sua posição ao lado de Cris- to". Review and Herald, vol. 4, p. 214.1. "Mesmo que não vos sintais capazes de falar uma palavra àqueles que estão operando segundo princípios errados, deixai-os. Vossa retirada e silêncio podem fazer mais do que as palavras. Neemias recusou associar-se com aqueles que eram infiéis ao princípio, e ele não permitia que os seus obreiros se associassem com eles". Review and Herald, vol. 4, p. 42.3. "Saí dentre eles, e separai-vos,.. Esta é a mensagem que devemos proclamar. As falsas religiões devem ser expostas, a fim de que a verdade triunfe. ". Review and Herald, vol. 4, p. 315.6. "Devemos nos unir, mas não sobre uma plataforma de erro".Special Testimonies, Série B, # 2, p. 47.2. "Foi-me mostrada a necessidade daqueles que crêem que temos a última mensagem de misericórdia separarem-se dos que estão diariamente assimilando novos erros. Vi que nem jovem nem velho deviam assistir a suas reuniões pois é errado encorajá-los assim enquanto ensinam o erro que vem a ser um veneno mortal para a alma. . . . Se Deus nos livrou de tais trevas e erro, deveríamos permanecer firmes na liberdade com que nos libertou e regozijar-nos na verdade. Deus se desagrada de nós quando vamos ouvir o erro, sem sermos obrigados a fazê-lo; pois a menos que Ele nos envie para essas reuniões onde o erro é imposto sobre as pessoas pelo poder da vontade, Ele não nos guardará. Os anjos cessam de exercer seu dedicado cuidado sobre nós, e somos deixados sob os golpes do inimigo, para sermos entenebrecidos e enfraquecidos por ele e pelo poder de seus anjos maus; e a luz ao nosso redor se torna contaminada com as trevas. "Enquanto falsas doutrinas e erros perigosos são forçados sobre a mente, esta não pode demorar-se sobre a verdade que deve adequar e preparar a casa de Israel para permanecer em pé no dia do Senhor". Primeiros Escritos, p. 124-125.
  2. 2. "Temos uma mensagem probante para dar, e sou instruída a dizer ao nosso povo: 'Uni-vos, uni-vos'. Todavia, não nos devemos unir com aqueles que estão desviando da fé, dando ouvidos a espíritos sedutores e doutrinas de demônios". Mensagens Escolhidas, Livro 3, p. 412.5. "É impossível que vos unais com aqueles que são corruptos, e ainda permaneçais puros. . . . Deus e Cristo e a hoste celestial queriam que os homens soubessem que se unirem-se aos corruptos, haverão de se cor- romper. Review and Herald, vol. 4, p. 137.6. "Antes da visitação final dos juízos de Deus sobre a Terra haverá entre o povo do Senhor tal reavivamento da primitiva santidade como não tem sido testemunhado desde os tempos apostólicos. O Espírito e poder de Deus serão derramados sobre Seus filhos. Nesse tempo, muitos se separarão daquelas igrejas em que o amor deste mundo suplantou o amor por Deus e Sua palavra". O Conflito dos Séculos, p. 464.3. "Aqui estão claramente representados dois grupos distintos,formados a partir de um grupo que outrora foi unido. Os membros de um desses grupos estão resistindo à vontade de Deus. Eles deixaram o lado dos fiéis e verdadeiros, e agora estão resistindo às advertências do Espírito de Deus". Review and Herald, vol. 5, p. 341.6.
  3. 3. "Nas igrejas deverá haver admirável manifestação do poder de Deus...Na manifestação desse poder que ilumina a Terra com a glória de Deus, eles só verão alguma coisa que, em sua cegueira, consideram perigosa, alguma coisa que despertará os seus receios, e se disporão a resistir-lhe. Visto que o Senhor não age de acordo com suas idéias e expectativas, eles combaterão a obra. "Por que - dizem eles - não reconheceríamos o Espírito de Deus, se temos estado na obra por tantos anos? A mensagem do terceiro anjo não será compreendida, e a luz que iluminará a Terra com sua glória será chamada de falsa luz pelos que recusam andar em sua glória progressiva." Eventos Finais, pagina 180 Aproximam-se rapidamente os dias em que haverá grande perplexidade e confusão. Satanás, vestido em trajes angélicos, enganará, se possível, os próprios eleitos. Haverá muitos deuses e muitos senhores. Estará soprando todo vento de doutrina. ... O sinal da besta, ser-nos-á apresentado com insistência. Os que passo a passo se têm rendido às exigências mundanas e se conformado a mundanos costumes não acharão difícil submeter-se aos poderes existentes em vez de se sujeitarem à zombaria, ao insulto, às ameaças de prisão e morte. A disputa é entre os mandamentos de Deus e os mandamentos dos homens. Nesse tempo o ouro será separado da escória, na igreja. A verdadeira piedade será claramente distinguida da piedade aparente e fictícia. Muitas estrelas que temos admirado por seu brilho tornar-se-ão trevas. A palha, como nuvem, será arrebatada pelo vento, até mesmo de lugares onde só vemos montões de precioso trigo. Todos os que têm cingido os ornamentos do santuário, mas não estão vestidos com a justiça de Cristo, aparecerão na vergonha de sua própria nudez. Testemunhos para a Igreja, vol. 1, págs. 80 e 81. Perguntei qual o sentido da sacudidura que eu acabava de presenciar e foi-me mostrado que fora causada pelo positivo testemunho motivado pelo conselho da Testemunha fiel, aos laodiceanos. Esse testemunho terá o seu efeito sobre o coração do que o recebe, levando-a a exaltar a norma e declarar a positiva verdade. Alguns não suportarão esse claro testemunho. Opor-se-lhe-ão e isto causará uma sacudidura entre os filhos de Deus. Testemunhos Seletos, vol. 1, pág. 60.
  4. 4. Enfrentaremos falsas doutrinas de toda espécie, e a menos que estejamos familiarizados com o que Cristo disse, e seguindo Sua instrução, seremos desencaminhados. Manuscrito 27, 1886. – ESTE DIA COM DEUS, pag. 213. "Satanás estabeleceu seus planos para solapar a nossa fé na história da causa e obra de Deus. Estou profundamente ansiosa ao escrever isto. Satanás está agindo com homens em posições de destaque para eliminar os fundamentos de nossa fé. Permitiremos que isso seja feito, irmãos? Review and Herald, vol. 19 de novembro de 1903. "Ministros não santificados estão se unindo contra Deus. Muitos se levantarão em nossos púlpitos com a tocha da falsa profecia nas mãos, acesa a partir da tocha infernal de Satanás." Carta a J. E. White, 6 de fevereiro de 1894. Também em Testemunhos Para Ministros , p. 409-410. "A maior necessidade do mundo é a de homens - homens que se não comprem nem se vendam; homens que no íntimo da alma sejam verdadeiros e honestos; homens que não temam chamar o pecado pelo seu nome exato; homens, cuja consciência seja tão fiel ao dever como a bússola o é ao pólo; homens que permaneçam firmes pelo que é reto, ainda que caiam os céus." Ellen White, Educação, pág. 57. “Como um povo, devemos estar firmes sobre a plataforma da verdade eterna, que resistiu a todas as provas. Devemos ater-nos aos seguros pilares de nossa fé. Os princípios da verdade que Deus nos revelou, são nossos únicos, fiéis alicerces. Eles é que fizeram de nós o que somos. O correr do tempo não lhes diminuiu o valor. É constante esforço do inimigo remover essas verdades de seu engaste, colocando em seu lugar teorias espúrias. Ele introduzirá tudo que lhe seja possível, para levar a cabo seus desígnios enganadores. O Senhor, porém, suscitará homens de aguda percepção, que darão a essas verdades seu devido lugar no plano de Deus.” Mensagens Escolhidas. Vol. 1, Pág. 201. (1904)
  5. 5. "Diz o grande enganador...'O sábado é a grande questão que decidirá o destino das almas. Devemos exaltar o sábado de nossa criação. Temos feito com que seja aceito tanto pelos mundanos como pelos membros da igreja; agora a igreja precisa ser levada a unir-se ao mundo em seu apoio, deixar de lado a razão e o temor a Deus, e seguir o costume e a tradição".Spirit of Prophecy, vol. 4, pp. 337-338 (O Grande Conflito original de 1884). "Há necessidade de uma reforma do sábado entre nós, que professamos observar o santo dia de repouso de Deus. . . . O Senhor tem uma controvérsia com o Seu professo povo nestes últimos dias. Nessa controvérsia os homens em posições de responsabilidade seguirão um rumo diretamente oposto àquele seguido por Neemias. Eles não somente ignorarão e desprezarão o sábado, mas tentarão impedir outros de observá- lo sepultando-o sob o refugo do costume e tradição. Em igrejas e em grandes reuniões ao ar livre, ministros insistirão com o povo quanto à necessidade de observar o primeiro dia da semana". Review and Herald, vol. 1, p. 405.8. 18 de março de 1884. "Homens em posições de responsabilidade não somente ignorarão e desprezarão o sábado, mas do púlpito sagrado insistirão com as pessoas quanto à observância do primeiro dia da semana, apelando à tradição e ao costume em benefício dessa instituição de feitura humana". Southern Watchman, 28 de junho de 1904. "Foi-me então mostrada uma companhia que gemia em agonia. Sobre suas vestes estava escrito em grandes caracteres: 'Pesado fostes na balança e achado em falta'. Perguntei que grupo era aquele. O anjo disse: 'Esses são os que outrora observaram o sábado e a ele renunciaram". Primeiros Escritos, p. 37.3
  6. 6. "Filho do homem, profetiza contra os pastores de Israel. Profetiza, e dize aos pastores: Assim diz o Senhor Jeová: Ai dos pastores de Israel. . . Acaso não vos basta pastar o bom pasto, senão que pisais o resto de vossos pastos a vossos pés? e beber as profundas águas, senão que enlameais o resto com os vossos pés? Ezequiel 34: 1, 18. "Perguntei que grupo era aquele. O anjo disse: 'Esses são os que outrora observaram o sábado e a ele renunciaram'. Vi que eles haviam bebido de profundas águas, e enlameado o resto com os seus pés-- espezinhando o sábado. . ." Primeiros Escritos, p. 37.3 "Vi que Deus tinha filhos que não vêem e guardam o sábado. Eles não rejeitaram a luz sobre si. E no início do (pequeno) tempo de angústia, estávamos cheios com o Espírito Santo ao irmos adiante e proclamávamos o sábado mais completamente. Isso irava a igreja e os adventistas nominais, e eles não podiam refutar a verdade do sábado. E nesse tempo, os escolhidos de Deus viam todos claramente que tínhamos a verdade, e saíram e resistiram à perseguição conosco". A Word to the Little Flock [Uma Palavra ao Pequeno Rebanho], p. 19.3 "Na batalha a ser desencadeada nos últimos dias estarão unidos, em oposição ao povo de Deus, todos os poderes corruptos que apostataram da aliança à lei de Jeová. Nessa guerra, o sábado do quarto mandamento será o grande ponto de controvérsia. . ." Manuscript 24 (1891). S.D.A. Bible Commentary, vol. 7, p. 983.8. "Quando Cristo vem para tomar vingança sobre aqueles que educaram e treinaram as pessoas para espezinharem o sábado de Deus, para derribarem o Seu memorial, e esmagarem com os pés as Suas verdes pastagens, lamentações serão em vão. Aqueles que confiaram nos falsos pastores para não pesquisarem por si mesmos a Palavra de Deus, e descobriram que Deus julgará cada homem que teve a verdade e volveram-se da luz porque esta envolvia a negação-própria e a cruz. Rochas e montanhas não podem escondê-los da indignação Daquele que que Se assenta no trono e da ira do Cordeiro". Letter 86, (1900), pp. 10-11. Manuscript Release # 476, p. 9.3.
  7. 7. "Homens de posição e reputação unir-se-ão com os iníquos e os vis para tomarem conselho contra o povo de Deus. Riqueza, gênio, educação se combinarão para cobri-los de desprezo. Governantes perseguidores, minis- tros, e membros da igreja conspirarão contra eles. Pela voz e pela pena, por lisonja, ameaças e ridicularia eles buscarão vencer sua fé. Por falsas representações e irados apelos despertarão as paixões do povo". Testimonies, vol. 5, p. 450.7. "Mas, ó que triste quadro! aqueles que não se submetem à influência do Espírito Santo em breve perderão as bênçãos recebidas quando reconhecem o erro como sendo do Céu. . . . Ele removerá o Seu Espírito Santo da igreja, e o dará a outros que O apreciarão". Review and Herald, vol. 3, p. 273.3. 16 de julho de 1895. "O Senhor suscitará homens para darem a mensagem da verdade ao mundo e a Seu povo. Se aqueles em posições de responsabilidade não avançarem nas providências de Deus que se abrem, trazendo uma mensagem apropriada para este tempo, as palavras de advertência serão dadas a outros que serão fiéis a seu depósito". Testimonies on Sabbath School Work, p. 56.3. "Ao aproximar-se a tempestade, uma vasta multidão que professa fé na mensagem do terceiro anjo, mas que não se tem santificado mediante obediência à verdade, abandona sua posição e une-se às fileiras da oposição. Unindo-se com o mundo e participando de seu espírito, eles chegaram a ver as questões quase sob a mesma luz; e quando a prova lhes sobreveio, estão preparados para escolher o lado fácil, popular. Homens de talento e agradável discurso, que outrora se regozijaram na verdade, empregarão sua capacidade para enganar e desviar almas. Tornam-se os mais implacáveis inimigos de seus antigos irmãos". O Conflito dos Séculos, p. 608.5. "Todos serão requeridos a prestarem obediência a decretos humanos em violação da lei divina. Aqueles que quiserem ser verazes a Deus e ao dever serão ameaçados, denunciados, e proscritos. Eles serão 'traídos tanto por pais, irmãos, parentes, e amigos'". Testimonies, vol. 5, p. 473.3.
  8. 8. Na última visão que me foi dada, foi-me revelado o fato chocante de que apenas uma pequena porção daqueles que agora professam a verdade serão santificados por ela e salvos. Muitos irão além da simplicidade da obra. Eles se conformarão com o mundo, acariciarão ídolos, e se tornarão espiritualmente mortos. Os seguidores de Jesus humildes e dominados por renúncia própria avançarão para a perfeição, deixando atrás de si os indiferentes e amantes do mundo. "Foi-me apontado o antigo Israel. Somente dois dos adultos no vasto grupo que deixou o Egito entrou na terra de Canaã. Seus corpos mortos foram espalhados pelo deserto devido a suas transgressões. O moderno Israel corre maior perigo de se esquecer de Deus e ser levado à idolatria do que o Seu antigo povo. Muitos ídolos são adorados, mesmo por professos observadores do sábado. Deus especialmente instou o Seu antigo povo a guardar-se contra a idolatria, pois se se desviassem para longe de servirem o Deus vivente, Sua maldição lhes sobreviria, enquanto eles O amariam com todo o coração, com toda sua alma, e com todo o seu poder, Ele os abençoaria abundantemente na colheita e nas provisões, e removeria a doença de seu meio. "Uma bênção ou uma maldição estão agora perante o povo de Deus-uma bênção se saírem do mundo e se separarem, e caminharem pela vereda da humilde obediência; e uma maldição se se unirem aos idólatras, se espezinharem os elevados reclamos do Céu. Os pecados e iniquidades do Israel rebelde estão registrados e o quadro nos é apresentado como uma advertência de que se imitamos o seu exemplo de transgressão e nos desviamos de Deus, fracassaremos tão seguramente quanto eles o fizeram. 'Todas essas coisas lhes aconteceram como exemplos: e estão escritas para a nossa admoestação, àqueles cujo fim do mundo é chegado'". Testimonies, vol. 1, pp. 608-609.
  9. 9. “Aqueles que se estão unindo com o mundo estão recebendo o molde mundano e preparando-se para a MARCA DA BESTA" 22.Testimonies, vol. 5, p. 216.4. "A rebelião e a apostasia estão no próprio ar que respiramos. Seremos afetados por isso, a menos que pela fé coloquemos nossas almas desajudadas na dependência de Cristo. . . . Aqueles que apostatam estão ex- pressando as palavras do dragão. Deus tem permitido que apostasias tenham lugar a fim de mostrar quão pouca dependência pode ser colocada sobre o homem". Letter 1 (1897), p. 2. Manuscript Release # 454, p. 9.5. "Aqueles que recebem a pura marca da verdade, neles posta pelo poder do Espírito Santo, representada por uma marca feita pelo homem em roupas de linho, são os que 'suspiram e gemem por todas as abominações que se praticam' na igreja". Testimonies, vol. 3, p. 267.4. "Tal como os judeus se afastaram de Deus, e falharam em tornar a justiça de Cristo (a mensagem do terceiro anjo) sua própria, o sábado perdeu o seu significado para eles". O Desejado de Todas as Nações, p. 283.
  10. 10. Se vos alienastes e deixastes de ser cristãos bíblicos, convertei-vos; pois o caráter que apresentardes no tempo de graça será o caráter que tereis por ocasião da vinda de Cristo. Se desejais ser santos no Céu, deveis sê-lo primeiro na Terra. Os traços de caráter que nutrirdes na vida não se mudarão pela morte ou pela ressurreição. Saireis do sepulcro com a mesma disposição que manifestáveis no lar e na sociedade. Jesus não muda o caráter em Sua vinda. A obra de transformação precisa ser feita agora. Nossa vida diária está determinando nosso destino.Carta 18b, 1891. Lar Adventista pág; 16. É nesta vida que devemos afastar de nós o pecado, pela fé no sangue expiatório de Cristo. Nosso precioso Salvador nos convida a unir-nos a Ele, a ligar nossa fraqueza à Sua força, nossa ignorância à Sua sabedoria, aos Seus méritos nossa indignidade. A providência de Deus é a escola na qual devemos aprender a mansidão e humildade de Jesus. O Senhor está sempre a colocar diante de nós, não o caminho que preferiríamos, o qual nos parece mais fácil e agradável, mas os verdadeiros objetivos da vida. Toca a nós cooperar com os meios que o Céu emprega na obra de conformar nosso caráter ao modelo divino. Ninguém poderá negligenciar ou adiar esta obra sem grave perigo para a sua alma. Grande Conflito, 623." “Quando o caráter de Cristo se reproduzir perfeitamente em seu povo, então VIRÁ, para reclama-los como seus.” Parábolas de Jesus, 69. “Deus não aceitará coisa alguma, a não ser a pureza e a santidade; uma MANCHA, uma ruga, um DEFEITO de caráter, exclui-los-á para sempre do céu, com todas as suas glórias e riquezas.” Conselhos Sobre Saúde, 568. Cumpre-nos remediar os defeitos de caráter, purificar de toda a contaminação o templo da alma. Então a chuva serôdia cairá sobre nós, como caiu a temporã sobre os discípulos no dia de Pentecostes. Testemunhos Seletos, vol. 2, pág. 69.
  11. 11. O selo do Deus vivo só será colocado nos que se assemelham a Cristo no caráter. The Seventh-day Adventist Bible Commentary, vol. 7, pág. 970. Os que hão de receber o selo do Deus vivo, e ser protegidos, no tempo de angústia, devem refletir completamente a imagem de Jesus. Primeiros Escritos, pág. 71. O selo de Deus jamais será colocado à testa de um homem ou mulher impuros. Jamais será colocado à testa de um homem ou mulher cobiçosos ou amantes do mundo. Jamais será colocado à testa de homens ou mulheres de língua falsa ou coração enganoso. Todos os que recebem o selo devem ser imaculados diante de Deus - candidatos para o Céu. Testemunhos Seletos, vol. 2, pág. 71. Os que vencem o mundo, a carne e o diabo, serão os agraciados que receberão o selo do Deus vivo. Testemunhos Para Ministros, pág. 445. Com todas as faculdades que nos foram dadas por Deus, estamos procurando alcançar a medida da estatura de homens e mulheres em Cristo? Estamos buscando Sua plenitude, chegando cada vez mais alto, procurando atingir a perfeição de Seu caráter? Quando os servos de Deus chegarem a esse ponto, eles serão selados em suas frontes. O anjo relator declarará: "Feito está!" Eles estarão completos nAquele a quem pertencem pela criação e pela redenção. Mensagens Escolhidas, vol. 3, pág. 427. “Logo no início da vida cristã, deve ensinar-se aos crentes seus princípios fundamentais. Deve-se-lhes ensinar que NÃO SERÃO SALVOS SOMENTE PELO SACRIFÍCIO DE CRISTO, mas que também devem tornar a vida de Cristo a sua vida e o caráter de Cristo o seu Caráter.” Parábolas de Jesus, 58 e 59. Vi que ninguém poderia participar do "refrigério" a menos que obtivesse a vitória sobre toda tentação, orgulho, egoísmo, amor ao mundo, e sobre toda má palavra e ação. Deveríamos, portanto, estar-nos aproximando mais e mais do Senhor, e achar-nos fervorosamente à procura daquela preparação necessária para nos habilitar a estar em pé na batalha do dia do Senhor. Primeiros Escritos, pág. 71.
  12. 12. Dois grupos recebendo Espíritos diferentes. Vi um trono, e assentados nele estavam o Pai e o Filho. Contemplei o semblante de Jesus e admirei Sua adorável pessoa. Não pude contemplar a pessoa do Pai, pois uma nuvem de gloriosa luz O cobria. Perguntei a Jesus se Seu Pai tinha a mesma aparência que Ele. Jesus disse que sim, mas eu não poderia contemplá-Lo, pois disse: "Se uma vez contemplares a glória de Sua pessoa, deixarás de existir." Perante o trono vi o povo do advento - a igreja e o mundo. Vi dois grupos, um curvado perante o trono, profundamente interessado, enquanto outro permanecia indiferente e descuidado. Os que estavam dobrados perante o trono ofereciam suas orações e olhavam para Jesus; então Jesus olhava para Seu Pai, e parecia estar pleiteando com Ele. Uma luz ia do Pai para o Filho e do Filho para o grupo em oração. Vi então uma luz excessivamente brilhante que vinha do Pai para o Filho e do Filho ela se irradiava sobre o povo perante o trono. Mas poucos recebiam esta grande luz. Muitos saíam de sob ela e imediatamente resistiam-na; outros eram descuidados e não estimavam a luz, e esta se afastava deles. Alguns apreciavam- na, e iam e se curvavam com o pequeno grupo em oração. Todo este grupo recebia a luz e se regozijava com ela, e seu semblante brilhava com glória. Vi o Pai erguer- Se do trono e num flamejante carro entrar no santo dos santos para dentro do véu, e assentar-Se. Então Jesus Se levantou do trono e a maior parte dos que estavam curvados ergueram-se com Ele. Não vi um raio de luz sequer passar de Jesus para a multidão descuidada depois que Ele Se levantou, e eles foram deixados em completas trevas. Os que se levantaram quando Jesus o fez, conservavam os olhos fixos nEle ao deixar Ele o trono e levá-los para fora a uma pequena distância. Então Ele ergueu o Seu braço direito, e ouvimo-Lo dizer com Sua amorável voz: "Esperai aqui; vou a Meu Pai para receber o reino; guardai os vossos vestidos sem mancha, e em breve voltarei das bodas e vos receberei para Mim mesmo." Então um carro de nuvens, com rodas como flama de fogo, circundado por anjos, veio para onde estava Jesus. Ele entrou no carro e foi levado para o santíssimo, onde o Pai Se assentava. Então contemplei a Jesus, o grande Sumo Sacerdote, de pé perante o Pai. Na extremidade inferior de Suas vestes havia uma campainha e uma romã. Os que se levantaram com Jesus enviavam sua fé a Ele no santíssimo, e oravam: "Meu Pai, dá- nos o Teu Espírito." Então Jesus assoprava sobre eles o Espírito Santo. Neste sopro havia luz, poder e muito amor, alegria e paz. Voltei-me para ver o grupo que estava ainda curvado perante o trono; eles não sabiam que Jesus o havia deixado. Satanás parecia estar junto ao trono, procurando conduzir a obra de Deus. Vi-os erguer os olhos para o trono e orar: "Pai, dá-nos o Teu Espírito." Satanás inspirava-lhes uma influência má; nela havia luz e muito poder, mas não suave amor, alegria e paz. O objetivo de Satanás era mantê-los enganados e atrair de novo e enganar os filhos de Deus. Primeiros Escritos Pág. 54-56 Capitulo “Fim dos 2300 Dias”
  13. 13. Todos os que são colaboradores de Deus pelejarão fervorosamente pela fé uma vez entregue aos santos. Não serão afastados da mensagem presente, que já está iluminando a Terra com a sua glória. Não vale a pena lutar por nada que não seja a glória de Deus. A única rocha que permanecerá é a Rocha dos Séculos. A verdade como esta é em Jesus é o refúgio nestes dias de erro. Carta 32, 1896. Cristo Triunfante Pág.342 Muitos há que não compreendem as profecias referentes aos nossos dias, e precisam ser esclarecidos. É dever, tanto do vigia como do leigo, dar à trombeta sonido certo. Evangelismo, pág. 194. Ergam os vigias agora a voz e dêem a mensagem que é verdade presente para este tempo. Mostremos ao povo onde nos encontramos na história profética e procuremos despertar o espírito do verdadeiro protestantismo... Testemunhos Seletos, vol. 2, pág. 323. A mensagem da presente verdade deve preparar um povo para a vinda do Senhor. Compreendamos isto, e cheguem os que foram colocados em posições de responsabilidade a tal unidade que a obra avance firmemente. Não permitais que algum homem se insinue como dominador arbitrário e diga: Deveis ir ali, e não acolá; deveis fazer isto, e não aquilo. Temos uma grande e importante obra a realizar, e Deus quer que a empreendamos inteligentemente. Fundamentos da Educação cristã, Pág.530 A mensagem para estes dias precisa ser alimento a seu tempo para nutrir a igreja de Deus. Mas Satanás tem procurado gradualmente roubar o poder desta mensagem, para que o povo não esteja preparado para subsistir no dia do Senhor. Review and Herald, 22 de março de 1887. Pág. 125
  14. 14. A mensagem à igreja de Laodicéia é uma impressionante acusação, e é aplicável ao povo de Deus no tempo presente. "E ao anjo da igreja que está em Laodicéia escreve: Isto diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus: Eu sei as tuas obras, que nem és frio nem quente: oxalá foras frio ou quente! Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da Minha boca. Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu." Apoc. 3:14-17. O Senhor nos mostra aqui que a mensagem a ser apresentada a Seu povo pelos pastores a quem Ele chamou para adverti-lo, não é uma mensagem de paz e segurança. Não é meramente teórica, mas prática em todo particular. O povo de Deus é representado na mensagem aos laodiceanos como em uma posição de segurança carnal. Sentem- se bem, pois se imaginam em exaltada condição de realizações espirituais. "Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu." Apoc. 3:17. Que maior engano pode sobrevir à mente humana que a confiança de estar correto, quando se está totalmente errado! A mensagem da Testemunha Verdadeira encontra o povo de Deus em triste engano, todavia sincero nesse engano. Eles não sabem que sua condição é deplorável à vista de Deus. Enquanto aqueles que são abordados se lisonjeiam de achar-se em exaltada condição espiritual, a mensagem da Testemunha Verdadeira destrói sua segurança com a surpreendente denúncia de seu verdadeiro estado espiritual de cegueira, pobreza e miséria. Esse testemunho tão incisivo e severo não pode ser um engano, pois é a Testemunha Verdadeira quem fala, e Seu Testemunho tem de ser correto. Difícil é aos que se acham seguros em suas realizações, e que se acreditam ricos em conhecimento espiritual, receber a mensagem que declara acharem-se enganados e necessitados de todas as graças espirituais. O coração não santificado é "enganoso... mais do que todas as coisas, e perverso". Jer. 17:9. Vi que muitos se estão lisonjeando de ser bons cristãos, os quais não têm um raio de luz de Cristo. Não têm por si mesmos uma viva experiência na vida religiosa. Necessitam de profunda e completa obra de humilhação de si mesmos diante de Deus, antes de experimentarem sua verdadeira necessidade de diligente, perseverante esforço para obter as preciosas graças do Espírito. Deus guia Seu povo passo a passo avante. A vida cristã é uma contínua batalha, marcha contínua. Não há descanso dessa luta. É por meio de constante, incessante esforço, que mantemos a vitória sobre as tentações de Satanás. Estamos, como um povo, triunfando na clareza e força da verdade. Somos plenamente sustidos em nossos pontos de fé por avassaladora quantidade de claros testemunhos escriturísticos. Carecemos muito, porém, da humildade, paciência, fé, amor e abnegação, vigilância e espírito de sacrifício bíblicos. Testemunhos Seletos Vol.1 Pág.329
  15. 15. Precisamos cultivar a santidade da Bíblia. O pecado domina entre o povo de Deus. A positiva mensagem de repreensão aos laodiceanos não é acatada. Muitos se apegam a suas dúvidas e a seus pecados acariciados, enquanto se encontram em tão grande engano que dizem e sentem que não necessitam de nada. Pensam que não é necessário o testemunho do Espírito de Deus em reprovação, ou que não se refere a eles. Esses estão na maior necessidade da graça de Deus e de discernimento espiritual, para que descubram sua deficiência no conhecimento das coisas do espírito. Faltam-lhes quase todos os requisitos necessários ao aperfeiçoamento do caráter cristão. Não têm um conhecimento prático da verdade bíblica, que leva à humildade de vida, e à conformidade de seu querer com a vontade de Cristo. Não estão vivendo em obediência a todos os reclamos divinos. Não basta meramente professar a verdade. Todos os soldados da cruz de Cristo obrigam-se virtualmente a entrar na cruzada contra o adversário das almas, para condenar o erro e sustentar a justiça. A mensagem da Testemunha Verdadeira, porém, revela que terrível engano pesa sobre nosso povo, o que torna necessário dirigir-lhe advertências, para o despertar da modorra espiritual, e o estimular para uma ação decidida. Em minha última visão, vi que mesmo esta decidida mensagem da Testemunha Verdadeira não cumpriu o desígnio de Deus. O povo continua a modorrar em seus pecados. Continuam a se dizer ricos, e que não necessitam de nada. Muitos indagam: Por que são feitas tantas reprovações? Por que nos acusam continuamente os Testemunhos de desvios da fé e de ofensivos pecados? Nós amamos a verdade; estamos prosperando; não temos necessidade desses testemunhos de advertência e reprovação. Examinem, porém, esses queixosos o próprio coração, e comparem sua vida com os ensinos práticos da Bíblia, humilhem a alma diante de Deus, deixem que a graça divina lhes ilumine as trevas, e as escamas lhes cairão dos olhos, e compreenderão sua verdadeira pobreza e miséria espiritual. Sentirão a necessidade de comprar ouro, que é a fé e o amor puros; vestidos brancos, que é um caráter imaculado, purificado pelo sangue de seu querido Redentor; e colírio, a graça de Deus, a qual lhes dará claro discernimento das coisas espirituais, e indicará o pecado. Essas realizações são mais preciosas que o ouro de Ofir. Testemunhos Seletos Vol.1 Pág.329
  16. 16. O Senhor dá ao povo uma verdade especial quando este se encontra em situação difícil. Quem ousa recusar-se a publicá-la? Ele ordena a Seus servos que apresentem o último convite de misericórdia ao mundo. Eles não podem permanecer silenciosos; a não ser com perigo de sua alma. Os embaixadores de Cristo nada têm que ver com as conseqüências. Devem cumprir seu dever e deixar os resultados com Deus. Assumindo a oposição caráter mais violento, os servos de Deus de novo ficam perplexos; pois lhes parece que eles motivaram a crise. Mas a consciência e a Palavra de Deus lhes asseguram que sua conduta é correta; e, conquanto continuem as provações, são fortalecidos para suportá-las. A luta se torna mais renhida e acirrada, mas a sua fé e coragem aumentam com o perigo. Seu testemunho é: "Não ousamos tentar alterações na Palavra de Deus, dividindo a Sua santa lei, dizendo ser essencial uma parte, e outra não, com o fito de alcançar o favor do mundo. O Senhor a quem servimos é capaz de nos livrar. Cristo venceu os poderes da Terra: arrecear-nos- emos de um mundo já vencido?" O Grande Conflito Pág.609-610
  17. 17. PROFECIA DE 1901 INDICA SURGIMENTO DE INFLUÊNCIAS ESTRANHAS NA ADORAÇÃO NO TEMPO DO FIM. "...Demonstrar-se-á tudo quanto é estranho. Haverá gritos com tambores, músicas e dança. Os sentidos dos seres racionais ficarão tão confundidos que não se poderá confiar neles quanto as suas decisões retas. E isto será chamado operação do Espirito Santo".... "O Senhor revelou-me que haviam de ter lugar imediatamente antes da terminação da graça". Mensagens Escolhidas, Vol. 2, pg.36 "O Espirito Santo nada tem que ver com tal confusão de ruído e da multidão de sons...Satanás opera entre a algazarra e a confusão de tal música, a qual, devidamente dirigida, seria um louvor e glória para Deus. Ele torna seu efeito qual venenoso aguilhão da serpente". Mensagens Escolhidas, Vol. 2, pág. 37. "Essas coisas que aconteceram no passado hão de ocorrer no futuro. Satanás fará da música um laço pela maneira por que é dirigida". "Isto é uma invenção de Satanás para encobrir seus engenhosos métodos para anular o efeito da pura, sincera, elevadora, enobrecedora e santificante verdade para este tempo." Mensagens Escolhidas, Vol. 2, pág.38. "A música é o ídolo adorado por muitos professos cristãos observadores do Sábado. Satanás não faz objeções à música, uma vez que a possa tornar um caminho de acesso à mente dos jovens. Testimonies vol. 1, pág. 506 "Foi-me mostrado que a juventude deve assumir um padrão elevado e fazer da Palavra de Deus seu conselheiro e sua guia. Solenes responsabilidades repousam sobre os jovens, às quais consideram levianamente. A apresentação de música em seus lares em vez de conduzir à santidade e espiritualidade tem sido um meio para afastar as mentes da verdade. Testimonies, vol. 1, págs. 496 e 497 A verdade para este tempo não necessita nada dessa espécie em sua obra de converter almas. Uma balbúrdia de barulho choca os sentidos e perverte aquilo que, se devidamente dirigido, seria uma bênção. Mensagens Escolhidas, Vol. 2, pág.36
  18. 18. A FÉ DE JESUS A BÍBLIA DECLARA QUE A ÚLTIMA GERAÇÃO DO POVO DE DEUS TERÁ A FÉ DE JESUS. (Apocalipse 14:12) - Aqui está a perseverança dos santos; aqui estão os que guardam os mandamentos de Deus e a fé de Jesus. ASSIM COMO O PAI ENVIOU A JESUS, NOS SOMOS ENVIADOS POR CRISTO. (João 20:21) - Assim como o Pai me enviou, também eu vos envio a vós. ASSIM COMO O PAI HABITAVA EM JESUS, SEMELHANTEMENTE JESUS HABITA EM NÓS. (João 17:23) - Eu neles, e tu em mim, para que eles sejam perfeitos em unidade, e para que o mundo conheça que tu me enviaste a mim, e que os tens amado a eles como me tens amado a mim. ASSIM COMO JESUS VIVEU PELO PAI, SEMELHANTEMENTE NÓS VIVEMOS POR JESUS. (João 6:57) - Assim como o Pai, que vive, me enviou, e eu vivo pelo Pai, assim, quem de mim se alimenta, também viverá por mim. SEM O PAI, JESUS NÃO PODIA FAZER NADA, E SEM JESUS NÃO PODEMOS FAZER NADA. (João 5:30) - Eu não posso de mim mesmo fazer coisa alguma. Como ouço, assim julgo; e o meu juízo é justo, porque não busco a minha vontade, mas a vontade do Pai que me enviou. (João 15:5) - Eu sou a videira, vós as varas; quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer. PRECISAMOS SER UM COM JESUS, ASSIM COMO JESUS FOI UM COM O PAI. (João 17:21) - Para que todos sejam um, como tu, ó Pai, o és em mim, e eu em ti; que também eles sejam um em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste. PRECISAMOS GUARDAR OS MANDAMENTOS DE JESUS, ASSIM COMO JESUS OBEDECEU OS MANDAMENTOS DO PAI. (João 15:10) - Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor; do mesmo modo que eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai, e permaneço no seu amor. JESUS GLORIFICOU O PAI, E NÓS DEVEMOS GLORIFICAR A JESUS. (João 17:3-4,10) - E a vida eterna é esta: que te conheçam, a ti só, por único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste. Eu glorifiquei-te na terra, tendo consumado a obra que me deste a fazer. E todas as minhas coisas são tuas, e as tuas coisas são minhas; e nisso sou glorificado. JESUS REVELOU O PAI, E NÓS PRECISAMOS REVELAR A JESUS. (João 14:9) - Quem me vê a mim vê o Pai. (Atos 4:13) - Então eles, vendo a ousadia de Pedro e João, e informados de que eram homens sem letras e indoutos, maravilharam-se e reconheceram que eles haviam estado com Jesus. JESUS NOS DEIXOU UM EXEMPLO, PROVANDO QUE É POSSÍVEL A HUMANIDADE CAÍDA VENCER O PECADO. (I Pedro 2:21-22) - Porque para isto sois chamados; pois também Cristo padeceu por nós, deixando-nos o exemplo, para que sigais as suas pisadas. O qual não cometeu pecado, nem na sua boca se achou engano.
  19. 19. A FÉ DE JESUS
  20. 20. ATENÇÃO! VEJA A POSIÇÃO OFICIAL DA ORGANIZAÇÃO REFERENTE AO ECUMENISMO, ANTES DE SER “CRIADO” O CHAMADO “BOM ECUMENISMO” “A pedra de toque do esforço ecumênico chegou com a criação do Conselho Mundial de Igrejas…“Com base nas profecias da Bíblia e nos escritos de Ellen G. White, os Adventistas do Sétimo Dia anteciparam o êxito do movimento ecumênico em eliminar as divisões do protestantismo e reunir a cristandade ao ressalvar o abismo de separação que afasta as comunidades católicas de Roma. O movimento ecumênico fará então um esforço concertado para unir o mundo e assegurar a paz e segurança universal, ao unir-se com o poder do governo numa cruzada universal político-religiosa para eliminar os dissidentes. Os Adventistas do Sétimo Dia têm visto esta cruzada como uma grande apostasia, à qual o profeta João se referiu como ‘Babilônia a Grande’. Eles também entendem que antes da segunda vinda de Cristo com poder e glória, a última mensagem de misericórdia de Deus para o mundo consistirá numa admoestação contra o grande movimento apóstata, e no apelo a aqueles que querem permanecer fiéis a Ele a que se separem das igrejas ligadas a este movimento.” ASD Encyclopedia, vol. 10 of the Bible Comentary Reference Series, pág. 410-411. BIBLICAMENTE EXISTE APENAS “UM ECUMENISMO” – O DE SATANÁS – PARA ENGANAR SE POSSÍVEL ATÉ MESMO OS ESCOLHIDOS! E da boca do dragão,(ESPIRITISMO) e da boca da besta,(CATOLICISMO) e da boca do falso profeta (PROTESTANTISMO APOSTATADO) vi sair três espíritos imundos, semelhantes a rãs. Porque são espíritos de demônios, que fazem prodígios; os quais vão ao encontro dos reis da terra e de todo o mundo, para os congregar para a batalha, naquele grande dia do Deus Todo- Poderoso. (Apocalipse 16:13-14) E DEPOIS destas coisas vi descer do céu outro anjo, que tinha grande poder, e a terra foi iluminada com a sua glória. E clamou fortemente com grande voz, dizendo: Caiu, caiu a grande Babilônia, (ECUMENISMO) e se tornou morada de demônios, e covil de todo espírito imundo, e esconderijo de toda ave imunda e odiável. Porque todas as nações (TODAS AS IGREJAS) beberam do vinho da ira da sua prostituição. Sai dela, povo meu, para que não sejas participante dos seus pecados, e para que não incorras nas suas pragas.(Apocalipse 18:1-4) E OLHEI, e eis que estava o Cordeiro sobre o monte Sião, e com ele cento e quarenta e quatro mil, que em suas testas tinham escrito o nome de seu Pai. Estes são os que não estão contaminados com mulheres; (IGREJAS) porque são virgens. Estes são os que seguem o Cordeiro para onde quer que vá. Estes são os que dentre os homens foram comprados como primícias para Deus e para o Cordeiro. (Apocalipse 14:1,4)
  21. 21. Os atalaias sobre os muros de Sião devem ser vigilantes e não dormir nem de dia nem de noite. Mas se não receberam a mensagem dos lábios de Cristo, suas trombetas darão sonido incerto. Irmãos e irmãs, Deus os chama, tanto a pastores quanto a leigos, a Lhe ouvirem a voz, que lhes fala por meio de Sua Palavra. Seja a Sua verdade recebida no coração, para que vocês se tornem espirituais por Seu poder vivo e santificador. Então se transmita a distinta mensagem para este tempo de atalaia para atalaia, sobre os muros de Sião. Manuscrito 152, 1897. Como fiéis atalaias, deveis dar o aviso ao ver que vem a espada, para que homens e mulheres, pela ignorância, não sigam um rumo que evitariam se conhecessem a verdade. Review and Herald Extra, 24 de dezembro de 1889. Mediante a graça de Deus, são capacitados a conservar seus princípios incontaminados. Santos anjos estão perto deles, e Cristo é revelado em sua firme adesão à verdade. São atalaias de Cristo, dando, como verdadeiras testemunhas, um decidido testemunho em favor de Sua verdade. Revelam que há um poder espiritual que pode capacitar os homens a não se desviarem um centímetro da verdade e justiça. Tais indivíduos, onde quer que estejam, serão honrados pelo Céu porque harmonizaram sua vida com a vontade de Deus, não se importando com o montante de sacrifícios que sejam chamados a fazer. Olhando para o Alto Pág.208
  22. 22. CONHECENDO A APOSTASIA ALFA E ÔMEGA “A verdade agora é tornada tão clara que todos a podem ver, e abraçar, se quiserem; mas foi necessário muito trabalho para trazê-la à luz como está, e tão árduo labor jamais terá de ser realizado outra vez para tornar a verdade clara.” Ellen G. White, MS 2, 26 de agosto de 1855 “Eu tenho sido instruída pelo mensageiro celeste que alguns dos raciocínios no livro ‘Templo Vivo’ são falaciosos, e que tal raciocínio desencaminhará as mentes daqueles que não estão profundamente firmados nos princípios fundamentais da verdade presente. Ele introduz aquilo que não passa de uma especulação acerca da Personalidade de Deus e onde Sua Presença está. Ninguém nesta Terra possui o direito de especular nesta questão.” Mensagens Escolhidas vol.1 pág. 201.“Teorias espiritualistas sobre a Personalidade de Deus, seguindo as lógicas conclusões deles, derrubam toda a eficiência cristã.” Mensagens Escolhidas vol.1 pág. 201.
  23. 23. CONHECENDO A APOSTASIA ALFA E ÔMEGA “No livro Living Temple acha-se apresentado o alfa de heresias mortais. Seguir-se-á o ômega, e será recebido por aqueles que não estiverem dispostos a atender a advertência dada por Deus... Living Temple encerra o alfa dessas teorias. Eu sabia que o ômega seguiria dentro de pouco tempo; e temi pelo nosso povo. Sabia eu que devia advertir nossos irmãos e irmãs a que não entrasse em controvérsia em relação a Presença e Personalidade de Deus.” As afirmações feitas em Living Temple acerca deste ponto são incorretas. São mal aplicadas as passagens usadas em apoio da doutrina ali exposta. Sou compelida a falar negando a pretensão de que os ensinamentos de Living Temple possam ser apoiados por declarações de meus escritos. Mens. Escolhidas, Vol. 1, págs. 200 e 203 “Não se enganem; muitos se afastarão da fé, dando ouvidos a espíritos sedutores e doutrinas de demônios. Agora temos diante de nós, o alfa deste perigo. O ÔMEGA SERÁ DE UMA NATUREZA MAIS IMPRESSIONANTE.” Mensagens Escolhidas vol.1 pág. 197.
  24. 24. Como nosso Salvador, estamos neste mundo para fazer um serviço para Deus. Estamos aqui para nos tornarmos como Deus no caráter, e para uma vida de serviço que revele-O ao mundo. E na missão de sermos cooperadores com Deus, na missão de nos tornarmos como Ele e revelar Seu caráter, nós devemos conhecê-Lo satisfatoriamente. Nós devemos conhecê-Lo como Ele se revela. Um conhecimento de Deus é a base de toda educação verdadeira e de todo serviço verdadeiro. Esta é a única verdadeira proteção contra a tentação. É somente isto que pode nos fazer como Deus no caráter. Este é o caminho necessário para todos que trabalham para reerguer outras pessoas. Transformação de caráter, pureza de vida, eficiência no serviço, adesão aos princípios corretos, tudo depende de um correto conhecimento de Deus. Este conhecimento é a preparação essencial tanto para esta vida como para a vida porvir. A Ciência do Bom Viver, 409 “Vi que os santos deverão ter uma compreensão completa da verdade presente, a qual serão obrigados a manter pelas escrituras” P.Escritos, 262.
  25. 25. O Grande Criador reuniu os seres celestiais para poder, na presença de todos os anjos, conferir honra especial a Seu Filho. Este estava sentado no trono com o Pai, com a multidão celestial de santos anjos reunida à volta. Então o Pai fez saber que Ele próprio ordenara que Cristo, Seu Filho, fosse igual a Ele, de modo que, onde o Filho estivesse, estaria a Sua própria presença. A palavra do Filho deveria ser obedecida tão prontamente quanto a do Pai. O filho fora investido de autoridade para comandar o exército celestial. Deveria Ele agir especialmente em união com o Pai no projeto de criação da Terra. ... Cristo era reconhecido como Soberano do Céu com poder e autoridade iguais aos do próprio Deus.” A Verdade sobre os Anjos, P.32 “Antes da entrada do pecado entre os anjos: Cristo a Palavra, o unigênito de Deus era um com o eterno Pai, - um na natureza, no caráter e em propósito, - o único Ser no universo que podia participar dos conselhos e propósitos de Deus. Por Cristo, o Pai efetuou a criação de todos o seres celestiais.” (O Grande Conflito pág. 493). "Cristo era o Filho de Deus; tinha sido um com Ele antes que os anjos fossem chamados à existência”. (Patriarcas e Profetas, pág. 38). "A Ele Deus exaltou com a sua destra para ser Príncipe e Salvador, para dar arrependimento a Israel, e perdão para os pecados. Uma oferta completa tinha sido feita; por que" Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito... Não um Filho pela criação, como eram os anjos, nem um Filho por adoção, como o pecador perdoado, mas um Filho nascido à imagem e expressão da pessoa do Pai, e em todo o brilho de sua majestade e glória, um igual a Deus em autoridade, dignidade, e divina perfeição. NEle habitava toda a completa Divindade fisicamente". (The Signs of the Times, 30 de maio de 1895). "O Filho de Deus partilhava do trono do Pai, e a glória de Ser eterno, existente por Si mesmo, rodeava a ambos.” (Patriarcas e Profetas, pág. 36). "Os ditosos pássaros esvoaçavam ao seu redor, sem temor; e, ao ascenderem seus alegres cantos em louvor ao Criador, Adão e Eva uniam-se a eles em ações de graças ao Pai e ao Filho." (Patriarcas e Profetas, pág. 50)
  26. 26. "O Pai consultou Seu Filho com respeito à imediata execução de Seu propósito de fazer o homem para habitar a Terra. Colocaria o homem sob prova a fim de testar sua lealdade, antes que ele pudesse ser posto eternamente fora de perigo. H.R, p.19 "O Pai operou por Seu Filho na criação de todos os seres celestiais.” (P.P. pág. 34) "A hora dos alegres e felizes cânticos de louvor a Deus e Seu amado Filho chegara. Satanás tinha dirigido o coro celestial. Tinha ferido a primeira nota; então todo o exército angelical havia-se unido a ele, e gloriosos acordes musicais haviam ressoado através do Céu em honra a Deus e Seu amado Filho."H.R. pág. 25). “Por Cristo, o Pai efetuou a criação de todos os seres celestiais. 'Nele foram criadas todas as coisas que há nos céus... sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades' (Colossenses 1:16); e tanto para com Cristo, como para com o Pai, todo o Céu mantinha lealdade.” (O Grande Conflito, pág. 493). "Deus, em deliberação com seu Filho, formou o plano de criar o homem à própria imagem deles." (Review and Herald, 24 de fevereiro de 1874). "Satanás foi outrora um honrado anjo no Céu, o primeiro depois de Cristo. Seu semblante, como o dos outros anjos, era suave e exprimia felicidade. Sua testa era alta e larga, demonstrando grande inteligência. Sua forma era perfeita, seu porte nobre e majestoso. Mas quando Deus disse a Seu Filho: “Façamos o homem à nossa imagem” Satanás teve ciúmes de Jesus. Ele desejava ser consultado sobre a formação do homem, e porque não o foi, encheu-se de inveja, ciúmes e ódio. Ele desejou receber no Céu a mais alta honra depois de Deus " (P. Escritos, pág. 145). "Cristo, unicamente, era capaz de representar a Divindade. Aquele que esteve na presença do Pai desde o princípio, Aquele que era a expressa imagem do Deus invisível, era o único suficiente para realizar essa obra." (M E vol.1, pág. 264). O eterno Pai, Aquele que é imutável, deu seu único Filho, nascido dEle, retirado do seu seio, aquele que foi a expressa imagem de sua pessoa e enviado a terra para revelar o quanto Ele amou a raça humana.” (Advent Review and Sabbath Herald, 07 de setembro de 1895).
  27. 27. "O Pai não podia abolir ou mesmo modificar um único preceito de Sua lei para socorrer o homem em sua condição decaída. Mas o Filho de Deus, que em união com o Pai criara o homem, poderia efetuar uma expiação aceitável a Deus. (A Verdade Sobre os Anjos, pág. 61). "Houve um tempo em que Satanás andou em comunhão com Deus, Jesus Cristo e os santos anjos. Era grandemente exaltado no Céu, e radiante na luz e glória que lhe vinham do Pai e do Filho." (Manuscrito 39 - Cristo Triunfante – MM 2002, pág. 10). Cristo é "o Cordeiro morto desde a fundação do mundo" (Apoc. 13:8); foi, contudo, uma luta, mesmo para o Rei do Universo, entregar Seu Filho para morrer pela raça culposa." (Patriarcas e Profetas, pág. 63} "A princípio, os anjos não puderam regozijar-se, pois seu Comandante nada escondeu deles, mas desvendou-lhes o plano da salvação. Jesus lhes disse que ficaria entre a ira de Seu Pai e o homem culpado, que Ele enfrentaria a iniqüidade e o escárnio, e que poucos, apenas, O receberiam como o Filho de Deus." (Primeiros Escritos, pág. 149). "Sem a expiação do Filho de Deus não poderia haver comunicação de bênçãos ou salvação de Deus ao homem. Deus tinha zelo pela honra de Sua lei. A transgressão desta lei causou uma terrível separação entre Deus e o homem. A Adão em sua inocência fora assegurada comunhão, direta, livre e feliz, com seu Criador. Depois de sua transgressão, Deus Se comunicaria com o homem mediante Cristo e os anjos." (História da Redenção, pág. 50)
  28. 28. "Todos os seres não caídos estão agora unidos em referência à lei de Deus como invariável. Eles apóiam o governo dEle, aquele que, para resgatar o transgressor, não poupou Seu próprio Filho. Sua lei foi provada sem defeito. Seu governo está seguro para sempre. O Pai, o Filho, e Lúcifer foram revelados em suas verdadeiras relações um para com o outro. Deus deu evidência inconfundível de Sua justiça e Seu amor." (The Signs of the Times, 27 de agosto de 1902). “A glória de Deus e do Cordeiro inunda a santa cidade, com luz imperecível. Os remidos andam na glória de um dia perpétuo, independente do Sol. "Nela não vi templo, porque o seu templo é o Senhor." Apoc. 21:22. O povo de Deus tem o privilégio de entreter franca comunhão com o Pai e o Filho.... ali, mentes imortais contemplarão, com deleite que jamais se fatigará, as maravilhas do poder criador, os mistérios do amor que redime... Todas as faculdades se desenvolverão, ampliar- se-ão todas as capacidades... E ao transcorrerem os anos da eternidade, trarão mais e mais abundantes e gloriosas revelações de Deus e de Cristo. Assim como o conhecimento é progressivo, também o amor, a reverência e a felicidade aumentarão... "E ouvi a toda a criatura que está no Céu, e na Terra, e debaixo da terra, e que está no mar, e a todas as coisas que neles há, dizer: Ao que está assentado sobre o trono, e ao Cordeiro, sejam dadas ações de graças, e honra, e glória, e poder para todo o sempre." Apoc. 5:13. ( História da Redenção - A Nova Terra - Pág. 432/433 ) “Todas as questões sobre a verdade e o erro no prolongado conflito são agora esclarecidas. A justiça de Deus acha-se plenamente justificada. Perante o Universo foi apresentado claramente o grande sacrifício feito pelo Pai e o Filho em prol do homem.” História da Redenção, pág. 427 "'Nela não vi templo, porque o seu templo é o Senhor Deus todo-poderoso, e o Cordeiro.' Apoc. 21:22. O povo de Deus tem o privilégio de entreter franca comunhão com o Pai e o Filho. 'Agora vemos por espelho em enigma.' I Cor. 13:12." (O Grande Conflito pág. 676).
  29. 29. Enquanto Jesus ministra no santuário em cima, Ele ainda É, por seu Espírito, o ministro da igreja na terra. Ele está afastado dos olhos do sentido, mas sua promessa de despedida é cumprida, veja, Eu estarei com vocês para sempre, até o fim do mundo (Mateus 28:20). (O Desejado de Todas as Nações pag.166) Cristo declarou que após sua subida, enviaria a sua igreja, como seu glorioso presente, o Confortador, que tomaria seu lugar. Este confortador é o Espírito Santo, a alma de sua vida, a eficácia de sua igreja, a luz e a vida do mundo. Com seu Espírito Cristo envia uma influência reconciliadora, e um poder que arranca o pecado. (Review and Herald, 19 de Maio de 1904) O Espírito Santo é o confortador, como a presença de Cristo para alma. (O Missionário do Lar, 01 de Novembro de 1893) O Senhor sabe tudo sobre seus servos fiéis, que por sua causa estão dormindo na prisão, ou foram banidos para ilhas solitárias. Ele os conforta com sua própria presença. (O Desejado de Todas as Nações pag. 669) Não há Consolador como Cristo, tão terno e tão verdadeiro.(Review and Herald, 26 de Outubro de 1897) O Salvador é nosso consolador. Isto eu tenho provado que Ele É. ( Manuscript Releases vl.8 pg.49) Através da fé olhamos para Jesus, nossa fé rompe as sombras, e adoramos a Deus por seu maravilhoso amor ao dar Jesus, o Consolador. ( Manuscript Releases, vol.19 pag.296,297)
  30. 30. Impedido pela humanidade, Cristo não poderia estar em todos os lugares pessoalmente, então foi para vantagem deles (os discípulos) que Ele deveria deixá- los, ir para o Pai, e enviar o Espírito Santo para ser o Seu sucessor na terra. O Espírito Santo é Ele mesmo, despido da personalidade da humanidade e independente dela. Ele Se representaria como estando presente em todos os lugares pelo Seu Espírito, como o Onipresente. “Mas o Consolador, o Espírito Santo, a quem o Pai enviará em meu nome (embora não seja visto por vós), esse vos ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo o que vos tenho dito” [João 14:26]. “Mas eu vos digo a verdade; convém-vos que eu vá, porque, se eu não for, o Consolador não virá para vós outros; se, porém, eu for, eu vo-lo enviarei” [João 16:7]. Manuscript Releases Volume Fourteen, Page 23 and 24. Ao dar-nos seu Espírito, Deus nos dá Ele mesmo tornando Ele mesmo uma fonte de Divinas influências para dar saúde e vida ao mundo. (Testemunhos, vol.7 pag.273) É o Espírito que vitaliza, a carne não se aproveita para nada. As palavras que Eu digo a vocês, elas são Espírito , e elas são vida (João 6:63), Cristo aqui não está se referindo a sua doutrina, mas a sua pessoa, a Divindade de seu caráter. (Review and Herald, 25 abril 1906) Que Cristo devia se manifestar a eles, e ainda estar invisível ao mundo, era um mistério para os discípulos (João 14:17), eles não podiam entender as palavras de Cristo em seu sentido espiritual. Eles estavam pensando no externo, na manifestação do visível. Eles não podiam se dar conta do fato qe que podiam ter a presença de Cristo com eles, e ainda Ele ficar despercebido pelo mundo. Eles não entenderam o significado de uma manifestação espiritual. ( The Southern Work, 13 de Setembro, 1898) “O Espírito Santo, que procede do unigênito Filho de Deus, une o instrumento humano - corpo, alma e espírito - à perfeita natureza divino-humana de Cristo.” Mensagens Escolhidas Vol. 1 Pág. 251.
  31. 31. A razão porque as igrejas estão débeis, fracas e prontas para a morte, é que o inimigo trouxe influências de uma natureza desencorajadora para repousar sobre as almas temerosas. Ele procurou tapar Jesus da visão deles como consolador, como o Único que reprova, que adverte, que os admoesta, dizendo: Este é o caminho andai por ele. ( Review and Herald, 04 de Janeiro de 1881) Por Sua obediência a todos os mandamentos de Deus, Cristo operou a redenção do homem. Não fez isso transferindo-Se para outro, mas tomando em Si a humanidade. Assim Cristo deu à humanidade uma existência provinda dEle mesmo. Levar a humanidade a Cristo, levar a raça caída à unidade com a divindade, tal é a obra da redenção. Cristo tomou a natureza humana a fim de que pudessem os homens ser um com Ele, como Ele é um com o Pai, a fim de que Deus possa amar ao homem como ama Seu Filho unigênito, e os homens possam ser participantes da natureza divina, e ser completos nEle. O Espírito Santo, que procede do unigênito Filho de Deus, une o instrumento humano - corpo, alma e espírito - à perfeita natureza divino-humana de Cristo. Esta união é representada pela união da videira e seus ramos. O homem finito une-se à varonilidade de Cristo. Por meio da fé a natureza humana assimila a natureza de Cristo. Somos feitos um com Deus em Cristo. Mensagens escolhidas vol.1 pg.252 Desde a eternidade havia completa unidade entre o pai e o filho. Eles eram dois pouco menos que idênticos , dois em individualidade, mas um em espírito, em coração e em caráter. Quando nosso redentor consentiu em beber do cálice do sofrimento, a fim de salvar os pecadores, sua capacidade para sofrer foi a única limitação a seu sofrimento. Mas sua humilhação como homem não reduziu em nada sua honrada posição com o Pai, entre a caminhada na terra na forma de servo, Ele todavia podia afirmar: “Eu e o Pai Somos Um”. (The youth’s instructor 16 de dezembro, 1897).
  32. 32. CONHECENDO A APOSTASIA ALFA E ÔMEGA “Até onde eu entendo sobre a dificuldade encontrada no ‘Templo Vivo’, é que a coisa toda pode ser resumida nesta questão: É o Espírito Santo uma pessoa? Você diz que não. Eu tinha achado que a Bíblia dizia isto pelo fato de que o pronome pessoal ‘ele’ é usado em referência ao Espírito Santo. A irmã White usa o pronome ‘ele’ e mencionou em diversos textos que o Espírito Santo é a terceira pessoa da Divindade. Como o Espírito Santo pode ser a terceira pessoa e não ser pessoa nenhuma, é difícil para eu enxergar.” J.H.Kellogg para G.I.Butler em 28 de outubro de 1903. Ele (Kellogg) disse que que por um certo momento que ele creu na trindade, conseguiu ver bem claramente onde estava toda a dificuldade, e achou que agora podia resolver a questão satisfatoriamente. Ele me disse que agora crê em: Deus o Pai, Deus o Filho e Deus o Espírito Santo. E agora entende que é o Espírito Santo e não o Pai, que preenche todo o espaço e todas as coisas vivas.” A.G.Daniels para William C.White em 29 de outubro de 1903. Ellen White escreveu para o Dr.Kellogg repreendendo-o por suas idéias: “Você não está totalmente esclarecido sobre a personalidade de Deus, que é tudo para nós como um povo. Você praticamente destruiu o próprio Senhor Deus.” E.G.White – Carta 300. Carta de G.I.Butler respondendo a carta do Dr.Kellogg: “Até onde a Irmã White e você estão em perfeito acordo é preocupante, eu devo deixar isso totalmente entre você e ela. A Irmã White diz que não há perfeito acordo. Você declara que há. Eu conheço algumas das observações dela que lhe dão forte base para você declarar que ela está de acordo. Sou honesto e franco suficiente para dizer isso, mas eu devo dar a ela o crédito, até que ela abandone isso de dizer que há uma diferença também, e eu não creio que você possa dizer plenamente o que ela quer dizer.” “Deus habita em nós pelo Seu Santo Espírito, como um Confortador, como um Reprovador, mais como um formador. Quando nós vamos a Ele, nós participamos dEle nesse sentido, porque o Espírito Santo vem a partir dEle; vem do Pai e do Filho.” G.I.Butler para J.H.Kellogg em 5 de abril de 1904.
  33. 33. “Os que tentam introduzir teorias que removeriam os pilares de nossa fé quanto ao santuário ou quanto à Personalidade de Deus ou de Cristo, estão agindo como cegos. Estão procurando introduzir incertezas e deixar o povo de Deus à mercê das ondas, sem uma âncora.” (Manuscript Release 760, págs. 9 e 10 - Meditações Matinais 1999, pág. 235). JAMES WHITE, The Review and Herald, 07 de fevereiro de 1856 “A grande falta da Reforma foi que os reformadores pararam de reformar. Se tivesse levado avante, não teriam deixado nenhum vestígio do papado atrás, tal como a natural imortalidade, batismo por aspersão, a trindade, a guarda do domingo, e a igreja agora estaria livre de erros escriturísticos.” JAMES WHITE – 06 de julho de 1869 “Que uma pessoa seja três pessoas, e que três pessoas sejam uma só pessoa, é uma doutrina que nós podemos proclamar ser uma doutrina contrária à razão e ao senso comum.” R. F. COTTRELL, Advent Review, 6 de julho de 1869 “Sustentar a doutrina da Trindade, não é mais que uma evidência da intoxicação pelo vinho que todas as nações beberam.” J.N. ANDREWS – 06 de março de 1855 A doutrina da Trindade foi estabelecida na igreja pelo concílio de Nicéia 325 AD. Essa doutrina destrói a personalidade de Deus e seu Filho Jesus Cristo, nosso Senhor. A forma infame como foi imposta à igreja, aparece nas páginas da história eclesiástica, que causa aos que acreditam na doutrina corar de vergonha. J.N. LOUGBOROUGH – 05 de novembro de 1861 “Esta doutrina da Trindade foi trazida para a igreja no mesmo tempo em que a adoração de imagens, e a guarda do domingo e não é mais do que a doutrina dos persas remodelada.” URIAS SMITH: “Mas com respeito ao Espírito, a Bíblia usa expressões que não podem se harmonizar com a idéia que é uma pessoa igual ao Pai e ao Filho. Ao contrário mostra que é uma divina influência de ambos; o meio pelo qual se fazem representar e pelo qual se manifesta o poder através de todo o universo, quando não estão pessoalmente presentes.”Urias Smith, “In the Question Chair”, Review and Herald, LXVII (28/10/1890), 664.
  34. 34. TIAGO WHITE – 12 DE SETEMBRO DE 1854 “Como erros fundamentais nós poderíamos classificar como este falso sábado [o domingo], outros erros que os protestantes trouxeram da Igreja Católica, como o batismo por aspersão, A TRINDADE, a consciência dos mortos, o tormento eterno. O grupo que abraçou estes erros fundamentais fez isso ignorantemente, mas poderia a Igreja de Cristo levar junto de si estes erros até as cenas do julgamento que há de vir sobre o mundo? Nós acreditamos que não.” Review and Herald, 12 de setembro de 1854. GUILHERME C. WHITE 30 de abril de 1935 “As declarações e os argumentos de alguns dos nossos ministros em seu esforço para provar que o Espírito Santo era um indivíduo como é Deus, o Pai e Cristo, o eterno Filho, têm me deixado perplexo e algumas vezes eles me tem entristecidos.” Guilherme C. White (filho de Ellen G. White), trecho da carta escrita pelo pastor Guilherme em 30 de abril de 1935, ao pastor H. W. Carr. A CONFISSÃO DE LEROY E. FROOM “Aqui posso fazer uma confissão pessoal e franca. Quando em 1926 e 1928 me foi pedido pelos líderes para dar uma série de estudos sobre o Espírito Santo ... nos institutos ministeriais da União Norte Americana de 1928, fora uns vestígios inestimáveis no Espírito de Profecia, eu não encontrei praticamente nada desse fantástico ramo de estudo da Bíblia. Não existiam prévias pegadas em nossos livros e literatura. Permita-me declarar que meu livro "A vinda do Consolador" foi o resultado de uma série de estudos que eu dei em 1927 e 1928 nos institutos ministeriais através da América do Norte. Eu fui obrigado a pesquisar em livros fora da nossa fé. ...alguns desses homens tinham pontos de vista mais profundos das coisas espirituais de Deus, que muitos dos nossos próprios homens tinham então sobre o Espírito Santo e a vida triunfante.Alguns homens negaram isto, continuam negando, mas o livro foi gradualmente sendo aceito como padrão.” Você não imagina como eu fui atacado por alguns mais antigos, porque eu insisti na personalidade do Espírito Santo como uma terceira pessoa da divindade.” LeRoy E. Froom, Movement of Destiny, pág. 322
  35. 35. O professor de história da Andrews University, George R. Night, conta em seu livro “Em Busca de Identidade”, pág. 16 (CPB), as mudanças que ocorreram no adventismo. “Muitos dentre os fundadores do adventismo não se uniriam à igreja hoje, se eles tivessem que subscrever as crenças fundamentais da denominação. Mais especialmente, muitos deles não concordariam com a crença nº 2, a qual trata da doutrina da Trindade. Semelhantemente, os pioneiros adventistas ficariam perturbados com a crença nº 4, que fala da eternidade e divindade de Cristo. Tampouco poderiam, alguns dos primeiros dirigentes adventistas concordar com a crença nº 5, relacionada com a personalidade do Espírito Santo.” Conferir no mesmo livro, nas páginas, 157 à 160, a “limpeza” nos livros da IASD para incluir a doutrina da Trindade. livro “A Trindade” (CPB), na pág. 221: “Os pontos de vista da igreja finalmente mudaram porque os adventistas chegaram a uma compreensão diferente da evidência bíblica.”
  36. 36. NO LIVRO DO APOCALIPSE, JESUS É O ESPÍRITO QUE FALA ÀS SETE IGREJAS : (Apocalipse 2:1) - ESCREVE ao anjo da igreja que está em Éfeso: Isto diz aquele que tem na sua destra as sete estrelas, que anda no meio dos sete castiçais de ouro: (Apocalipse 2:7) - Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao que vencer, dar-lhe-ei a comer da árvore da vida, que está no meio do paraíso de Deus. (Apocalipse 2:8) - E ao anjo da igreja que está em Esmirna, escreve: Isto diz o primeiro e o último, que foi morto, e reviveu: (Apocalipse 2:11) - Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: O que vencer não receberá o dano da segunda morte. (Apocalipse 2:12) - E ao anjo da igreja que está em Pérgamo escreve: Isto diz aquele que tem a espada aguda de dois fios: (Apocalipse 2:17) - Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao que vencer darei a comer do maná escondido, e dar-lhe-ei uma pedra branca, e na pedra um novo nome escrito, o qual ninguém conhece senão aquele que o recebe. (Apocalipse 2:18) - E ao anjo da igreja de Tiatira escreve: Isto diz o Filho de Deus, que tem seus olhos como chama de fogo, e os pés semelhantes ao latão reluzente: (Apocalipse 2:29) - Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. (Apocalipse 3:1) - E ao anjo da igreja que está em Sardes escreve: Isto diz o que tem os sete espíritos de Deus, e as sete estrelas: Conheço as tuas obras, que tens nome de que vives, e estás morto. (Apocalipse 3:6) - Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. (Apocalipse 3:7) - E ao anjo da igreja que está em Filadélfia escreve: Isto diz o que é santo, o que é verdadeiro, o que tem a chave de Davi; o que abre, e ninguém fecha; e fecha, e ninguém abre: (Apocalipse 3:13) - Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. (Apocalipse 3:14) - E ao anjo da igreja que está em Laodicéia escreve: Isto diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus: (Apocalipse 3:22) - Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. (Apocalipse 22:16) - Eu, Jesus, enviei o meu anjo, para vos testificar estas coisas nas igrejas. Eu sou a raiz e a geração de Davi, a resplandecente estrela da manhã. (Apocalipse 22:17) - O Espírito e a esposa dizem: Vem. E quem ouve, diga: Vem. E quem tem sede, venha; e quem quiser, tome de graça da água da vida.
  37. 37. O QUE DIZ O CATOLICISMO : “Qualquer pessoa para ser salva, antes de todas as coisas é necessário que ela celebre a fé católica: A menos que cada um mantenha esta fé no seu todo, completa e sem mancha, sem dúvida perecerá eternamente. Mas esta é a fé católica; Que nós adoramos um Deus em uma Trindade, e a Trindade em uma unidade, não devemos confundir as pessoas; nem dividir suas substâncias. ...Assim, o Pai é Deus: o Filho é Deus: e o Espírito Santo é Deus. De forma que em todas as coisas, como supracitado, a unidade da Trindade, e a trindade em sua unidade devem ser adorados. Aquele que será salvo, tem que pensar desta maneira sobre a trindade. “Nossos oponentes (Protestantes) às vezes reivindicam que nenhuma crença deveria ser dogmatizada que não é explicitamente declarada na Bíblia (ignorando que é somente na autoridade da Igreja que nós conhecemos a certeza dos evangelhos, e não outros como verdadeiros). Mas as igrejas protestantes por elas mesmas têm aceitado tais dogmas como a TRINDADE pela qual não há nenhuma autoridade precisa nos evangelhos.” Revista Católica Vida, 30 de outubro de 1950. “O MISTÉRIO DA TRINDADE é a doutrina central da fé católica. Sobre essa doutrina estão baseados todos os outros ensinos da Igreja.” Manual para o Católico de Hoje, pág. 16.
  38. 38. QUAIS AS DOUTRINAS EM COMUM EXIGIDAS HOJE PELO ECUMENISMO? (Crer em Cristo e crer na Trindade) “O Decreto sobre o Ecumenismo: Professem todos os cristãos, diante do mundo inteiro, a sua fé em Deus uno e trino, no filho de Deus encarnado, nosso Redentor e Senhor... todos os homens sem exceção são chamados a esta obra comum....” Diretório Para a Aplicação dos princípios e normas sobre o Ecumenismo – pág.128 - A Voz do Papa Este movimento de unidade é chamado ecumênico. Participam dele os que invocam o Deus Trino e confessam a Cristo como Senhor e Salvador, não só individualmente, mas também reunidos em assembléias. Carta Encíclica UT UNUM SINT – Pág. 13 - A Voz do Papa A contemplação da Trindade poderá impulsionar nossas divisões aparentemente irreconciliáveis, afirmou o pregador da Casa Pontifícia comentando o mistério central e mais elevado da vida cristã... “Contemplar a Trindade, vencer a odiosa divisão no mundo...” A contemplação da Trindade, que é diversidade no amor e unidade na diversidade, deveriam impulsionar- nos a superar nossas aparências irreconciliáveis, diferenças de raça, de sexo, de cultura, porque a Trindade é perfeita unidade na diversidade. CIDADE DO VATICANO, 17 JUNHO DE 2003 – (ZENIT.org – Noticiário Oficial católico)
  39. 39. LIVRO ESTUDOS BÍBLICOS IASD : A QUEDA DA MODERNA BABILÔNIA. “No credo do Papa Pio IV, uma autorizada declaração da fé Católica Romana é encontrada no seguinte asserto: ‘Reconheço a Santa Igreja Católica Apostólica como mãe e soberana de todas as igrejas.’ – Artigo 10. Quando as professas igrejas protestantes repudiam o princípio fundamental do protestantismo, pondo de parte a autoridade da Palavra de Deus, aceitando em seu lugar a tradição e especulação humanas, adotaram o princípio fundamental da moderna Babilônia e exige uma proclamação da queda da moderna Babilônia... “Ainda que muitos líderes do moderno protestantismo, conhecido como altos críticos, não tenham formalmente adotado o credo da Igreja de Roma, e não se tenham tornado parte orgânica desta corporação, mesmo assim pertencem à mesma classe ao rejeitar a autoridade da palavra de Deus, aceitando em seu lugar o produto de suas próprias argumentações. Há tanta apostasia num caso como no outro, e ambos devem ser incluídos, portanto, em Babilônia, e ambos se acharão envolvidos, afinal em sua queda”. Estudos Bíblicos, Casa Publicadora Brasileira, Tatuí- SP, págs. 213 e 214, artigo A QUEDA DA MODERNA BABILÔNIA.

×