Lançamento de livros enanparq

1.003 visualizações

Publicada em

ENAPARQ 2014, lançamento de livros.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.003
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Lançamento de livros enanparq

  1. 1. Lançamento de livros III ENANPARQ
  2. 2. Dia 20/10 Abertura do Evento
  3. 3. REDOBRA 13
  4. 4. REDOBRA 13 JACQUES, Paola Berenstein; BRITTO, Fabiana Dultra (coord. editorial).
  5. 5. REDOBRA 13 JACQUES, Paola Berenstein; BRITTO, Fabiana Dultra (coord. editorial). 2014 Editora: EDUFBA REDOBRA é uma publicação semestral do projeto de pesquisa "Laboratório Urbano: Experiências metodológicas para a compreensão da complexidade da cidade contemporânea" [PRONEM - Programa de Apoio a Núcleos Emergentes, FAPESB/CNPq ] desenvolvido pelo grupo de pesquisa Laboratório Urbano - PPG-AU/FAUFBA.
  6. 6. REDOBRA 13 JACQUES, Paola Berenstein; BRITTO, Fabiana Dultra (coord. editorial). 2014 Editora: EDUFBA REDOBRA é uma publicação semestral do projeto de pesquisa "Laboratório Urbano: Experiências metodológicas para a compreensão da complexidade da cidade contemporânea" [PRONEM - Programa de Apoio a Núcleos Emergentes, FAPESB/CNPq ] desenvolvido pelo grupo de pesquisa Laboratório Urbano - PPG-AU/FAUFBA.
  7. 7. REDOBRA 13 dia 20 Segunda JACQUES, Paola Berenstein; BRITTO, Fabiana Dultra (coord. editorial). 2014 Editora: EDUFBA REDOBRA é uma publicação semestral do projeto de pesquisa "Laboratório Urbano: Experiências metodológicas para a compreensão da complexidade da cidade contemporânea" [PRONEM - Programa de Apoio a Núcleos Emergentes, FAPESB/CNPq ] desenvolvido pelo grupo de pesquisa Laboratório Urbano - PPG-AU/FAUFBA.
  8. 8. Dia 21/10 das 16:30 as 17:30h
  9. 9. Dia 21/10 das 16:30 as 17:30h terça-feira
  10. 10. Fafe – História, Memória e Património
  11. 11. Fafe – História, Memória e Património BASTOS, Daniel; FERNANDES, José Pedro
  12. 12. Fafe – História, Memória e Património BASTOS, Daniel; FERNANDES, José Pedro 2013 Editora: Converso O livro “Fafe – História, Memória e Patrimônio”, uma obra de 300 páginas com chancela da Editora Converso, em edição trilingue (Português, Francês e Inglês), e prefácio do fotógrafo francês Gérald Bloncourt, é resultado da parceria profícua entre o historiador Daniel Bastos, o fotógrafo José Pedro Fernandes e o tradutor Paulo Teixeira.
  13. 13. Fafe – História, Memória e Património BASTOS, Daniel; FERNANDES, José Pedro 2013 Editora: Converso O livro “Fafe – História, Memória e Patrimônio”, uma obra de 300 páginas com chancela da Editora Converso, em edição trilingue (Português, Francês e Inglês), e prefácio do fotógrafo francês Gérald Bloncourt, é resultado da parceria profícua entre o historiador Daniel Bastos, o fotógrafo José Pedro Fernandes e o tradutor Paulo Teixeira.
  14. 14. Fafe – História, Memória e Património dia 21 Terça BASTOS, Daniel; FERNANDES, José Pedro 2013 Editora: Converso O livro “Fafe – História, Memória e Patrimônio”, uma obra de 300 páginas com chancela da Editora Converso, em edição trilingue (Português, Francês e Inglês), e prefácio do fotógrafo francês Gérald Bloncourt, é resultado da parceria profícua entre o historiador Daniel Bastos, o fotógrafo José Pedro Fernandes e o tradutor Paulo Teixeira.
  15. 15. A Pedra e o Tempo. Arquitetura como patrimônio cultural
  16. 16. A Pedra e o Tempo. Arquitetura como patrimônio cultural CARSALADE, Flavio de Lemos
  17. 17. A Pedra e o Tempo. Arquitetura como patrimônio cultural CARSALADE, Flavio de Lemos Editora: UFMG 2014 A obra trata da questão da inserção de novas arquiteturas em contextos pré-existentes que tenham notabilidade ou sejam reconhecidos como patrimônio cultural. O problema dessas inserções é investigado desde uma matriz fenomenológica, a partir de autores como Heidegger, Gadamer, Norberg-Schulz e Muñoz Viñas
  18. 18. A Pedra e o Tempo. Arquitetura como patrimônio cultural CARSALADE, Flavio de Lemos Editora: UFMG 2014 A obra trata da questão da inserção de novas arquiteturas em contextos pré-existentes que tenham notabilidade ou sejam reconhecidos como patrimônio cultural. O problema dessas inserções é investigado desde uma matriz fenomenológica, a partir de autores como Heidegger, Gadamer, Norberg-Schulz e Muñoz Viñas
  19. 19. A Pedra e o Tempo. Arquitetura como patrimônio cultural CARSALADE, Flavio de Lemos Editora: UFMG 2014 dia 21 Terça A obra trata da questão da inserção de novas arquiteturas em contextos pré-existentes que tenham notabilidade ou sejam reconhecidos como patrimônio cultural. O problema dessas inserções é investigado desde uma matriz fenomenológica, a partir de autores como Heidegger, Gadamer, Norberg-Schulz e Muñoz Viñas
  20. 20. A Preservação dos Edifícios da São Paulo Railway em Santos e Jundiaí
  21. 21. A Preservação dos Edifícios da São Paulo Railway em Santos e Jundiaí SOUKEF Jr., Antonio
  22. 22. A Preservação dos Edifícios da São Paulo Railway em Santos e Jundiaí SOUKEF Jr., Antonio Editora: Annablume 2013 Nesta obra são abordados dois sítios industriais pertencentes à São Paulo Railway, SPR, localizados em Santos e Jundiaí, os dois extremos dessa estrada de ferro de origem britânica, que atuou no Brasil entre 1856 e 1946. Ao considerá-los artefatos de significância cultural, o autor aponta para a necessidade de tratar seus elementos constituintes de maneira articulada, destacando a importância de sua valorização.
  23. 23. A Preservação dos Edifícios da São Paulo Railway em Santos e Jundiaí SOUKEF Jr., Antonio Editora: Annablume 2013 Nesta obra são abordados dois sítios industriais pertencentes à São Paulo Railway, SPR, localizados em Santos e Jundiaí, os dois extremos dessa estrada de ferro de origem britânica, que atuou no Brasil entre 1856 e 1946. Ao considerá-los artefatos de significância cultural, o autor aponta para a necessidade de tratar seus elementos constituintes de maneira articulada, destacando a importância de sua valorização.
  24. 24. A Preservação dos Edifícios da São Paulo Railway em Santos e Jundiaí SOUKEF Jr., Antonio Editora: Annablume 2013 dia 21 Terça Nesta obra são abordados dois sítios industriais pertencentes à São Paulo Railway, SPR, localizados em Santos e Jundiaí, os dois extremos dessa estrada de ferro de origem britânica, que atuou no Brasil entre 1856 e 1946. Ao considerá-los artefatos de significância cultural, o autor aponta para a necessidade de tratar seus elementos constituintes de maneira articulada, destacando a importância de sua valorização.
  25. 25. Arquitetura, Estética e Cidade: questões da modernidade
  26. 26. Arquitetura, Estética e Cidade: questões da modernidade DERNTL, Maria Fernanda; PEIXOTO, Elane Ribeiro (orgs.)
  27. 27. Arquitetura, Estética e Cidade: questões da modernidade DERNTL, Maria Fernanda; PEIXOTO, Elane Ribeiro (orgs.) Editora: FAU-UnB 2014 Nesse conjunto de textos didáticos escritos por professores do Departamento de Teoria e História da FAU-UnB, temas imprescindíveis à formação do arquiteto são analisados em perspectivas derivadas das pesquisas originais de seus autores. Os textos permitem perceber a postura do professor que não vê seu curso como um conjunto fechado de conteúdos, mas o mantém aberto para explorar novos caminhos da produção de conhecimentos.
  28. 28. Arquitetura, Estética e Cidade: questões da modernidade DERNTL, Maria Fernanda; PEIXOTO, Elane Ribeiro (orgs.) Editora: FAU-UnB 2014 Nesse conjunto de textos didáticos escritos por professores do Departamento de Teoria e História da FAU-UnB, temas imprescindíveis à formação do arquiteto são analisados em perspectivas derivadas das pesquisas originais de seus autores. Os textos permitem perceber a postura do professor que não vê seu curso como um conjunto fechado de conteúdos, mas o mantém aberto para explorar novos caminhos da produção de conhecimentos.
  29. 29. Arquitetura, Estética e Cidade: questões da modernidade DERNTL, Maria Fernanda; PEIXOTO, Elane Ribeiro (orgs.) Editora: FAU-UnB 2014 dia 21 Terça Nesse conjunto de textos didáticos escritos por professores do Departamento de Teoria e História da FAU-UnB, temas imprescindíveis à formação do arquiteto são analisados em perspectivas derivadas das pesquisas originais de seus autores. Os textos permitem perceber a postura do professor que não vê seu curso como um conjunto fechado de conteúdos, mas o mantém aberto para explorar novos caminhos da produção de conhecimentos.
  30. 30. Memória Arquitetônica da Cidade de São João del-Rei – 300 anos
  31. 31. Memória Arquitetônica da Cidade de São João del-Rei – 300 anos DANGELO, Andre G.D.; BRASILEIRO, Vanessa B.; DANGELO, Jota
  32. 32. Memória Arquitetônica da Cidade de São João del-Rei – 300 anos DANGELO, Andre G.D.; BRASILEIRO, Vanessa B.; DANGELO, Jota Editora: Estúdio 43 2014 O Livro aqui apresentado, é o resultado de uma pesquisa sistemática do ponto de vista da formação arquitetônica e urbanística da cidade histórica de São João del-Rei, estruturada na sua última fase na pesquisa, “Subsídios para estudo da arquitetura e formação urbana de São João del- Rei”, apoiada pela Fapemig através do Edital Universal de 2010.
  33. 33. Memória Arquitetônica da Cidade de São João del-Rei – 300 anos DANGELO, Andre G.D.; BRASILEIRO, Vanessa B.; DANGELO, Jota Editora: Estúdio 43 2014 O Livro aqui apresentado, é o resultado de uma pesquisa sistemática do ponto de vista da formação arquitetônica e urbanística da cidade histórica de São João del-Rei, estruturada na sua última fase na pesquisa, “Subsídios para estudo da arquitetura e formação urbana de São João del- Rei”, apoiada pela Fapemig através do Edital Universal de 2010.
  34. 34. Memória Arquitetônica da Cidade de São João del-Rei – 300 anos DANGELO, Andre G.D.; BRASILEIRO, Vanessa B.; DANGELO, Jota Editora: Estúdio 43 2014 dia 21 Terça O Livro aqui apresentado, é o resultado de uma pesquisa sistemática do ponto de vista da formação arquitetônica e urbanística da cidade histórica de São João del-Rei, estruturada na sua última fase na pesquisa, “Subsídios para estudo da arquitetura e formação urbana de São João del- Rei”, apoiada pela Fapemig através do Edital Universal de 2010.
  35. 35. Paranapiacaba: um patrimônio para a humanidade
  36. 36. Paranapiacaba: um patrimônio para a humanidade FIGUEIREDO, Vanessa G.B; SILVA, Ronaldo André Rodrigues da (orgs.)
  37. 37. Paranapiacaba: um patrimônio para a humanidade FIGUEIREDO, Vanessa G.B; SILVA, Ronaldo André Rodrigues da (orgs.) Editora: Marquise 2014 Esta publicação reúne de forma inédita e detalhada, num único volume, informações, relatos, pesquisas e análises constituídas a partir da contribuição de 13 autores especialistas de diversas áreas e depoimentos de 36 moradores da Vila Ferroviária de Paranapiacaba. A obra, organizada em três partes, com 14 capítulos.
  38. 38. Paranapiacaba: um patrimônio para a humanidade FIGUEIREDO, Vanessa G.B; SILVA, Ronaldo André Rodrigues da (orgs.) Editora: Marquise 2014 Esta publicação reúne de forma inédita e detalhada, num único volume, informações, relatos, pesquisas e análises constituídas a partir da contribuição de 13 autores especialistas de diversas áreas e depoimentos de 36 moradores da Vila Ferroviária de Paranapiacaba. A obra, organizada em três partes, com 14 capítulos.
  39. 39. Paranapiacaba: um patrimônio para a humanidade FIGUEIREDO, Vanessa G.B; SILVA, Ronaldo André Rodrigues da (orgs.) Editora: Marquise 2014 dia 21 Terça Esta publicação reúne de forma inédita e detalhada, num único volume, informações, relatos, pesquisas e análises constituídas a partir da contribuição de 13 autores especialistas de diversas áreas e depoimentos de 36 moradores da Vila Ferroviária de Paranapiacaba. A obra, organizada em três partes, com 14 capítulos.
  40. 40. Intervenções temporárias, marcas permanentes. Apropriações, arte e festa na cidade contemporânea
  41. 41. Intervenções temporárias, marcas permanentes. Apropriações, arte e festa na cidade contemporânea FONTES, Adriana Sansão
  42. 42. Intervenções temporárias, marcas permanentes. Apropriações, arte e festa na cidade contemporânea FONTES, Adriana Sansão Editora: Casa da Palavra 2013 O livro trata do espaço público contemporâneo articulando quatro abordagens: as intervenções temporárias e seu potencial transformador, o valor da condição efêmera da sociedade contemporânea, o conceito ampliado de espaço coletivo, e o conceito de amabilidade urbana, qualidade do espaço-tempo da intervenção temporária. Apresentando essas intervenções a partir de três tipologias, as apropriações espontâneas, as intervenções de arte pública e as festas locais, o livro sustenta o argumento de que as intervenções temporárias podem deixar marcas permanentes, sejam materiais ou imateriais, potencializando os espaços urbanos enquanto locus social.
  43. 43. Intervenções temporárias, marcas permanentes. Apropriações, arte e festa na cidade contemporânea FONTES, Adriana Sansão Editora: Casa da Palavra 2013 O livro trata do espaço público contemporâneo articulando quatro abordagens: as intervenções temporárias e seu potencial transformador, o valor da condição efêmera da sociedade contemporânea, o conceito ampliado de espaço coletivo, e o conceito de amabilidade urbana, qualidade do espaço-tempo da intervenção temporária. Apresentando essas intervenções a partir de três tipologias, as apropriações espontâneas, as intervenções de arte pública e as festas locais, o livro sustenta o argumento de que as intervenções temporárias podem deixar marcas permanentes, sejam materiais ou imateriais, potencializando os espaços urbanos enquanto locus social.
  44. 44. Intervenções temporárias, marcas permanentes. Apropriações, arte e festa na cidade contemporânea FONTES, Adriana Sansão Editora: Casa da Palavra 2013 O livro trata do espaço público contemporâneo articulando quatro abordagens: as intervenções temporárias e seu potencial transformador, o valor da condição efêmera da sociedade contemporânea, o conceito ampliado de espaço coletivo, e o conceito de amabilidade urbana, qualidade do espaço-tempo da intervenção temporária. Apresentando essas intervenções a partir de três tipologias, as apropriações espontâneas, as intervenções de arte pública e as festas locais, o livro sustenta o argumento de que as intervenções temporárias podem deixar marcas permanentes, sejam materiais ou imateriais, potencializando os espaços urbanos enquanto locus social. dia 21 Terça
  45. 45. Subsídios para uma história da construção luso-brasileira
  46. 46. Subsídios para uma história da construção luso-brasileira RIBEIRO, Nelson Pôrto (org.)
  47. 47. Subsídios para uma história da construção luso-brasileira RIBEIRO, Nelson Pôrto (org.) POD Editora 2013 Ultimamente observa-se que o estudo e o conhecimento das edificações do passado e das suas técnicas históricas de construir, cada vez mais vêm ganhando relevo nos estudos específicos da história da arquitetura. Negligenciado até muito recentemente - embora admiravelmente desenvolvido por arquitetos historiadores do século XIX como Viollet-le-Duc e Auguste Choisy - estes estudos haviam caído em desuso, substituídos por uma prática histórica que no campo da arquitetura estava mais preocupada em interpretar filiações estéticas, tipologias e articulações espaciais do que propriamente se debruçar sobre as dificuldades, métodos e práticas na execução de uma edificação.
  48. 48. Subsídios para uma história da construção luso-brasileira RIBEIRO, Nelson Pôrto (org.) POD Editora 2013 Ultimamente observa-se que o estudo e o conhecimento das edificações do passado e das suas técnicas históricas de construir, cada vez mais vêm ganhando relevo nos estudos específicos da história da arquitetura. Negligenciado até muito recentemente - embora admiravelmente desenvolvido por arquitetos historiadores do século XIX como Viollet-le-Duc e Auguste Choisy - estes estudos haviam caído em desuso, substituídos por uma prática histórica que no campo da arquitetura estava mais preocupada em interpretar filiações estéticas, tipologias e articulações espaciais do que propriamente se debruçar sobre as dificuldades, métodos e práticas na execução de uma edificação.
  49. 49. Subsídios para uma história da construção luso-brasileira RIBEIRO, Nelson Pôrto (org.) POD Editora 2013 Ultimamente observa-se que o estudo e o conhecimento das edificações do passado e das suas técnicas históricas de construir, cada vez mais vêm ganhando relevo nos estudos específicos da história da arquitetura. Negligenciado até muito recentemente - embora admiravelmente desenvolvido por arquitetos historiadores do século XIX como Viollet-le-Duc e Auguste Choisy - estes estudos haviam caído em desuso, substituídos por uma prática histórica que no campo da arquitetura estava mais preocupada em interpretar filiações estéticas, tipologias e articulações espaciais do que propriamente se debruçar sobre as dificuldades, métodos e práticas na execução de uma edificação. dia 21 Terça
  50. 50. Irmãos Roberto, Arquitetos
  51. 51. Irmãos Roberto, Arquitetos SOUZA, Luiz Felipe Machado Coelho de
  52. 52. Irmãos Roberto, Arquitetos SOUZA, Luiz Felipe Machado Coelho de Editora: Riobooks 2014 O percurso dos irmãos Roberto apresentado através de hábitos e pensamentos de Marcelo, Milton e Mauricio e pela produção das associações fraternas: MM, MMM e M Roberto Arquitetos. A contribuição de cada um dos irmãos arquitetos na extensa obra realizada ao longo de mais de seis décadas de existência do escritório, nos universos da arquitetura e do urbanismo.
  53. 53. Irmãos Roberto, Arquitetos SOUZA, Luiz Felipe Machado Coelho de Editora: Riobooks 2014 O percurso dos irmãos Roberto apresentado através de hábitos e pensamentos de Marcelo, Milton e Mauricio e pela produção das associações fraternas: MM, MMM e M Roberto Arquitetos. A contribuição de cada um dos irmãos arquitetos na extensa obra realizada ao longo de mais de seis décadas de existência do escritório, nos universos da arquitetura e do urbanismo.
  54. 54. Irmãos Roberto, Arquitetos SOUZA, Luiz Felipe Machado Coelho de Editora: Riobooks 2014 O percurso dos irmãos Roberto apresentado através de hábitos e pensamentos de Marcelo, Milton e Mauricio e pela produção das associações fraternas: MM, MMM e M Roberto Arquitetos. A contribuição de cada um dos irmãos arquitetos na extensa obra realizada ao longo de mais de seis décadas de existência do escritório, nos universos da arquitetura e do urbanismo. dia 21 Terça
  55. 55. Dia 22/10 das 16:30 as 17:30h
  56. 56. Dia 22/10 das 16:30 as 17:30h quarta-feira
  57. 57. 10 mandamentos da arquitetura
  58. 58. 10 mandamentos da arquitetura HOLANDA, Frederico de
  59. 59. 10 mandamentos da arquitetura HOLANDA, Frederico de Editora: FRBH 2013 Os mandamentos focam questões controversas da arquitetura: seu próprio conceito; diversos modos de sua produção e respectivas implicações sociais; relações entre arquitetura e comportamentos; interesses sociais conflitantes e suas relações com a configuração de edifícios e cidades; distinção entre o fato produzido e a intenção por trás dele; arquitetura e concepção de lugar; dois tipos de implicações da arquitetura – as sintáticas (implícitas à configuração) e as semânticas (convencionais, circunstanciais e históricas); uso da história; teorias do conhecimento.
  60. 60. 10 mandamentos da arquitetura HOLANDA, Frederico de Editora: FRBH 2013 Os mandamentos focam questões controversas da arquitetura: seu próprio conceito; diversos modos de sua produção e respectivas implicações sociais; relações entre arquitetura e comportamentos; interesses sociais conflitantes e suas relações com a configuração de edifícios e cidades; distinção entre o fato produzido e a intenção por trás dele; arquitetura e concepção de lugar; dois tipos de implicações da arquitetura – as sintáticas (implícitas à configuração) e as semânticas (convencionais, circunstanciais e históricas); uso da história; teorias do conhecimento.
  61. 61. 10 mandamentos da arquitetura HOLANDA, Frederico de Editora: FRBH 2013 dia 22 Quarta Os mandamentos focam questões controversas da arquitetura: seu próprio conceito; diversos modos de sua produção e respectivas implicações sociais; relações entre arquitetura e comportamentos; interesses sociais conflitantes e suas relações com a configuração de edifícios e cidades; distinção entre o fato produzido e a intenção por trás dele; arquitetura e concepção de lugar; dois tipos de implicações da arquitetura – as sintáticas (implícitas à configuração) e as semânticas (convencionais, circunstanciais e históricas); uso da história; teorias do conhecimento.
  62. 62. Visões Urbanas e Habitação no Século XX
  63. 63. Visões Urbanas e Habitação no Século XX ZAPATEL, Juan Antonio
  64. 64. Visões Urbanas e Habitação no Século XX ZAPATEL, Juan Antonio Editora: UFSC 2013 Visões Urbanas e Habitação no Século XX trata do estudo das formas do habitar na cidade moderna. No estudo de projetos referenciais em distintos tempos e contextos, examina-se como distintas práticas de intervenção habitacional vêm constituir uma Cultura de Projeto.
  65. 65. Visões Urbanas e Habitação no Século XX ZAPATEL, Juan Antonio Editora: UFSC 2013 Visões Urbanas e Habitação no Século XX trata do estudo das formas do habitar na cidade moderna. No estudo de projetos referenciais em distintos tempos e contextos, examina-se como distintas práticas de intervenção habitacional vêm constituir uma Cultura de Projeto.
  66. 66. Visões Urbanas e Habitação no Século XX ZAPATEL, Juan Antonio Editora: UFSC 2013 dia 22 Quarta Visões Urbanas e Habitação no Século XX trata do estudo das formas do habitar na cidade moderna. No estudo de projetos referenciais em distintos tempos e contextos, examina-se como distintas práticas de intervenção habitacional vêm constituir uma Cultura de Projeto.
  67. 67. A natureza no processo de design e no desenvolvimento do projeto
  68. 68. A natureza no processo de design e no desenvolvimento do projeto DIAS, Eduardo
  69. 69. A natureza no processo de design e no desenvolvimento do projeto DIAS, Eduardo Editora: SENAI-SP 2014 A relação entre o homem e a natureza existe desde os primórdios da existência humana quando a maravilha do meio ambiente despertou a necessidade e a vontade de decifrá-lo, se apropriar dele e passar a utilizá-lo em proveito próprio. Esta obra oferece uma visão dessa relação apropriada pela arte e pela técnica a partir de muita observação e análise de suas características essenciais.
  70. 70. A natureza no processo de design e no desenvolvimento do projeto DIAS, Eduardo Editora: SENAI-SP 2014 A relação entre o homem e a natureza existe desde os primórdios da existência humana quando a maravilha do meio ambiente despertou a necessidade e a vontade de decifrá-lo, se apropriar dele e passar a utilizá-lo em proveito próprio. Esta obra oferece uma visão dessa relação apropriada pela arte e pela técnica a partir de muita observação e análise de suas características essenciais.
  71. 71. A natureza no processo de design e no desenvolvimento do projeto DIAS, Eduardo Editora: SENAI-SP 2014 dia 22 Quarta A relação entre o homem e a natureza existe desde os primórdios da existência humana quando a maravilha do meio ambiente despertou a necessidade e a vontade de decifrá-lo, se apropriar dele e passar a utilizá-lo em proveito próprio. Esta obra oferece uma visão dessa relação apropriada pela arte e pela técnica a partir de muita observação e análise de suas características essenciais.
  72. 72. Brutalist Connections: what it stands for
  73. 73. Brutalist Connections: what it stands for ZEIN, Ruth Verde
  74. 74. Brutalist Connections: what it stands for ZEIN, Ruth Verde Editora: ALTAMIRA EDITORIAL 2014 Nas últimas décadas, o Brutalismo deixou de ser tema tabu e mal conhecido e passou a figurar, em debates e publicações. Iniciadas há mais de uma década, as extensas pesquisas de Ruth Verde Zein sobre as “Conexões Brutalistas” dos anos 1950-70 são apresentadas neste livro de maneira sintética e lúdica. Embora considerando as contribuições canônicas, seus estudos desestabilizam estereótipos convencionais e abrem novas possibilidades interpretativas, contribuindo para a revisão e renovação contemporânea dos debates sobre o tema.
  75. 75. Brutalist Connections: what it stands for ZEIN, Ruth Verde Editora: ALTAMIRA EDITORIAL 2014 Nas últimas décadas, o Brutalismo deixou de ser tema tabu e mal conhecido e passou a figurar, em debates e publicações. Iniciadas há mais de uma década, as extensas pesquisas de Ruth Verde Zein sobre as “Conexões Brutalistas” dos anos 1950-70 são apresentadas neste livro de maneira sintética e lúdica. Embora considerando as contribuições canônicas, seus estudos desestabilizam estereótipos convencionais e abrem novas possibilidades interpretativas, contribuindo para a revisão e renovação contemporânea dos debates sobre o tema.
  76. 76. Brutalist Connections: what it stands for ZEIN, Ruth Verde Editora: ALTAMIRA EDITORIAL 2014 Nas últimas décadas, o Brutalismo deixou de ser tema tabu e mal conhecido e passou a figurar, em debates e publicações. Iniciadas há mais de uma década, as extensas pesquisas de Ruth Verde Zein sobre as “Conexões Brutalistas” dos anos 1950-70 são apresentadas neste livro de maneira sintética e lúdica. Embora considerando as contribuições canônicas, seus estudos desestabilizam estereótipos convencionais e abrem novas possibilidades interpretativas, contribuindo para a revisão e renovação contemporânea dos debates sobre o tema. dia 22 Quarta
  77. 77. Arquitetura e Mercado Imobiliário
  78. 78. Arquitetura e Mercado Imobiliário VARGAS, Heliana Comin; ARAUJO, Cristina Pereira de (orgs.)
  79. 79. Arquitetura e Mercado Imobiliário VARGAS, Heliana Comin; ARAUJO, Cristina Pereira de (orgs.) Editora: Manole 2014 Este livro analisa a relação entre mercado imobiliário e arquitetura, abordando os principais aspectos que permeiam tal ligação, como os interesses envolvidos e seus principais protagonistas; as ideologias norteadoras da produção e da crítica arquitetônica; o surgimento das novas tipologias arquitetônicas, sua motivação, absorção e reprodução; e o contexto socioeconômico e cultural que construiu cada momento.
  80. 80. Arquitetura e Mercado Imobiliário VARGAS, Heliana Comin; ARAUJO, Cristina Pereira de (orgs.) Editora: Manole 2014 Este livro analisa a relação entre mercado imobiliário e arquitetura, abordando os principais aspectos que permeiam tal ligação, como os interesses envolvidos e seus principais protagonistas; as ideologias norteadoras da produção e da crítica arquitetônica; o surgimento das novas tipologias arquitetônicas, sua motivação, absorção e reprodução; e o contexto socioeconômico e cultural que construiu cada momento.
  81. 81. Arquitetura e Mercado Imobiliário VARGAS, Heliana Comin; ARAUJO, Cristina Pereira de (orgs.) Editora: Manole 2014 Este livro analisa a relação entre mercado imobiliário e arquitetura, abordando os principais aspectos que permeiam tal ligação, como os interesses envolvidos e seus principais protagonistas; as ideologias norteadoras da produção e da crítica arquitetônica; o surgimento das novas tipologias arquitetônicas, sua motivação, absorção e reprodução; e o contexto socioeconômico e cultural que construiu cada momento. dia 22 Quarta
  82. 82. Vilanova Artigas. Habitação e cidade na modernização brasileira
  83. 83. Vilanova Artigas. Habitação e cidade na modernização brasileira MEDRANO, Leandro; RECAMAN, Luiz
  84. 84. Vilanova Artigas. Habitação e cidade na modernização brasileira MEDRANO, Leandro; RECAMAN, Luiz Editoras: Unicamp e FAPESP 2013 A obra de Vilanova Artigas permite com nitidez única, pelo seu ousado enfrentamento, fotografar as antinomias originárias da relação entre a arquitetura contemporânea e as cidades no Brasil. Nela vê-se, sem dissimulações estilísticas que se tornarão frequentes com o decorrer dos acontecimentos, o conflito entre as necessidades internas da forma arquitetônica e as necessidades extra-arquitetônicas, assim consideradas, tais como a urbanidade, a sociedade e a construtibilidade (todas entendidas a partir de construções ideológicas específicas).
  85. 85. Vilanova Artigas. Habitação e cidade na modernização brasileira MEDRANO, Leandro; RECAMAN, Luiz Editoras: Unicamp e FAPESP 2013 A obra de Vilanova Artigas permite com nitidez única, pelo seu ousado enfrentamento, fotografar as antinomias originárias da relação entre a arquitetura contemporânea e as cidades no Brasil. Nela vê-se, sem dissimulações estilísticas que se tornarão frequentes com o decorrer dos acontecimentos, o conflito entre as necessidades internas da forma arquitetônica e as necessidades extra-arquitetônicas, assim consideradas, tais como a urbanidade, a sociedade e a construtibilidade (todas entendidas a partir de construções ideológicas específicas).
  86. 86. Vilanova Artigas. Habitação e cidade na modernização brasileira MEDRANO, Leandro; RECAMAN, Luiz Editoras: Unicamp e FAPESP 2013 A obra de Vilanova Artigas permite com nitidez única, pelo seu ousado enfrentamento, fotografar as antinomias originárias da relação entre a arquitetura contemporânea e as cidades no Brasil. Nela vê-se, sem dissimulações estilísticas que se tornarão frequentes com o decorrer dos acontecimentos, o conflito entre as necessidades internas da forma arquitetônica e as necessidades extra-arquitetônicas, assim consideradas, tais como a urbanidade, a sociedade e a construtibilidade (todas entendidas a partir de construções ideológicas específicas). dia 22 Quarta
  87. 87. Na Urdidura da Modernidade Arquitetura Moderna na Paraíba I
  88. 88. Na Urdidura da Modernidade Arquitetura Moderna na Paraíba I TINEM, Nelci; COTRIM, Marcio (orgs.)
  89. 89. Na Urdidura da Modernidade Arquitetura Moderna na Paraíba I TINEM, Nelci; COTRIM, Marcio (orgs.) Editoras: F&A Editora/PPGAU-UFPB 2014 O volume inaugural da coleção Arquitetura: Historiografia e Projeto, do PPGAU/UFPB, tem o objetivo reunir uma série de ensaios elaborados por diversos autores, envolvidos no grupo de pesquisa, que há 25 anos tem estudado especificamente a arquitetura moderna na Paraíba. Esse primeiro volume, com o título "Na Urdidura da Modernidade", constitui uma construção reflexiva e problematizante de uma versão da história dessa arquitetura, organizando de maneira precisa em três partes (pesquisa, avaliação e registros), que destaca alguns exemplares dessa produção nas maiores cidades da Paraíba (João Pessoa e Campina Grande).
  90. 90. Na Urdidura da Modernidade Arquitetura Moderna na Paraíba I TINEM, Nelci; COTRIM, Marcio (orgs.) Editoras: F&A Editora/PPGAU-UFPB 2014 O volume inaugural da coleção Arquitetura: Historiografia e Projeto, do PPGAU/UFPB, tem o objetivo reunir uma série de ensaios elaborados por diversos autores, envolvidos no grupo de pesquisa, que há 25 anos tem estudado especificamente a arquitetura moderna na Paraíba. Esse primeiro volume, com o título "Na Urdidura da Modernidade", constitui uma construção reflexiva e problematizante de uma versão da história dessa arquitetura, organizando de maneira precisa em três partes (pesquisa, avaliação e registros), que destaca alguns exemplares dessa produção nas maiores cidades da Paraíba (João Pessoa e Campina Grande).
  91. 91. Na Urdidura da Modernidade Arquitetura Moderna na Paraíba I TINEM, Nelci; COTRIM, Marcio (orgs.) Editoras: F&A Editora/PPGAU-UFPB 2014 O volume inaugural da coleção Arquitetura: Historiografia e Projeto, do PPGAU/UFPB, tem o objetivo reunir uma série de ensaios elaborados por diversos autores, envolvidos no grupo de pesquisa, que há 25 anos tem estudado especificamente a arquitetura moderna na Paraíba. Esse primeiro volume, com o título "Na Urdidura da Modernidade", constitui uma construção reflexiva e problematizante de uma versão da história dessa arquitetura, organizando de maneira precisa em três partes (pesquisa, avaliação e registros), que destaca alguns exemplares dessa produção nas maiores cidades da Paraíba (João Pessoa e Campina Grande). dia 22 Quarta
  92. 92. Fundamentos de Projeto: Arquitetura e Urbanismo
  93. 93. Fundamentos de Projeto: Arquitetura e Urbanismo PERRONE, Rafael Antonio Cunha; VARGAS, Heliana Comin
  94. 94. Fundamentos de Projeto: Arquitetura e Urbanismo PERRONE, Rafael Antonio Cunha; VARGAS, Heliana Comin Editora: EDUSP 2014 Este livro destina-se a todos aqueles que se interessam tanto pelo aprendizado como pelo ensino na área de projeto de arquitetura e urbanismo. Não deve ser tido como um guia, mas como ponto de partida para a constituição dos diversos e múltiplos conhecimentos, capacitações e visões requeridos para a geração das formas de edifícios e espaços urbanos.
  95. 95. Fundamentos de Projeto: Arquitetura e Urbanismo PERRONE, Rafael Antonio Cunha; VARGAS, Heliana Comin Editora: EDUSP 2014 Este livro destina-se a todos aqueles que se interessam tanto pelo aprendizado como pelo ensino na área de projeto de arquitetura e urbanismo. Não deve ser tido como um guia, mas como ponto de partida para a constituição dos diversos e múltiplos conhecimentos, capacitações e visões requeridos para a geração das formas de edifícios e espaços urbanos.
  96. 96. Fundamentos de Projeto: Arquitetura e Urbanismo PERRONE, Rafael Antonio Cunha; VARGAS, Heliana Comin Editora: EDUSP 2014 Este livro destina-se a todos aqueles que se interessam tanto pelo aprendizado como pelo ensino na área de projeto de arquitetura e urbanismo. Não deve ser tido como um guia, mas como ponto de partida para a constituição dos diversos e múltiplos conhecimentos, capacitações e visões requeridos para a geração das formas de edifícios e espaços urbanos. dia 22 Quarta
  97. 97. A aventura das palavras da cidade, através dos tempos, das línguas e das sociedades
  98. 98. A aventura das palavras da cidade, através dos tempos, das línguas e das sociedades TOPALOV, Christian; BRESCIANI, Stella; LILLE, Laurent Coudroy de; D´ARC, Hélène Rivière (orgs.)
  99. 99. A aventura das palavras da cidade, através dos tempos, das línguas e das sociedades TOPALOV, Christian; BRESCIANI, Stella; LILLE, Laurent Coudroy de; D´ARC, Hélène Rivière (orgs.) Editora: Romano Guerra 2014 Origens e usos de palavras relacionadas à cidade. Trata-se de um convite para os múltiplos e possíveis percursos pelas cidades e pelas palavras ou de um convite para trajetos no tempo, nas línguas, nas sociedades urbanas.)
  100. 100. A aventura das palavras da cidade, através dos tempos, das línguas e das sociedades TOPALOV, Christian; BRESCIANI, Stella; LILLE, Laurent Coudroy de; D´ARC, Hélène Rivière (orgs.) Editora: Romano Guerra 2014 Origens e usos de palavras relacionadas à cidade. Trata-se de um convite para os múltiplos e possíveis percursos pelas cidades e pelas palavras ou de um convite para trajetos no tempo, nas línguas, nas sociedades urbanas.)
  101. 101. A aventura das palavras da cidade, através dos tempos, das línguas e das sociedades dia 22 Quarta TOPALOV, Christian; BRESCIANI, Stella; LILLE, Laurent Coudroy de; D´ARC, Hélène Rivière (orgs.) Editora: Romano Guerra 2014 Origens e usos de palavras relacionadas à cidade. Trata-se de um convite para os múltiplos e possíveis percursos pelas cidades e pelas palavras ou de um convite para trajetos no tempo, nas línguas, nas sociedades urbanas.)
  102. 102. Dia 23/10 das 16:30 as 17:30h
  103. 103. Dia 23/10 das 16:30 as 17:30h quinta-feira
  104. 104. Urbanismo de Colina: uma tradição luso-brasileira
  105. 105. Urbanismo de Colina: uma tradição luso-brasileira SIMÕES Jr., José Geraldo; LOBO, Manuel Leal da Costa (orgs.)
  106. 106. Urbanismo de Colina: uma tradição luso-brasileira SIMÕES Jr., José Geraldo; LOBO, Manuel Leal da Costa (orgs.) Editoras: IST Press (Portugal) / Editora Mackenzie (Brasil) 2012 (em Portugal) (2014 no Brasil) Este livro apresenta estudos a respeito dos processos tradicionais de ocupação das áreas de colina nas cidades brasileiras e portuguesas, associados à tradição da urbanística lusitana de se ocupar sítios em locais elevados para a fundação de cidades. Nesse sentido, objetiva observar as características atuais destas áreas de colina e de suas encostas, identificando potenciais para a sua valorização, uma vez que se constituem espaços privilegiados para o resgate de uma tradição fortemente associada à nossa cultura urbanística.
  107. 107. Urbanismo de Colina: uma tradição luso-brasileira SIMÕES Jr., José Geraldo; LOBO, Manuel Leal da Costa (orgs.) Editoras: IST Press (Portugal) / Editora Mackenzie (Brasil) 2012 (em Portugal) (2014 no Brasil) Este livro apresenta estudos a respeito dos processos tradicionais de ocupação das áreas de colina nas cidades brasileiras e portuguesas, associados à tradição da urbanística lusitana de se ocupar sítios em locais elevados para a fundação de cidades. Nesse sentido, objetiva observar as características atuais destas áreas de colina e de suas encostas, identificando potenciais para a sua valorização, uma vez que se constituem espaços privilegiados para o resgate de uma tradição fortemente associada à nossa cultura urbanística.
  108. 108. Urbanismo de Colina: uma tradição luso-brasileira SIMÕES Jr., José Geraldo; LOBO, Manuel Leal da Costa (orgs.) dia 23 Quinta Editoras: IST Press (Portugal) / Editora Mackenzie (Brasil) 2012 (em Portugal) (2014 no Brasil) Este livro apresenta estudos a respeito dos processos tradicionais de ocupação das áreas de colina nas cidades brasileiras e portuguesas, associados à tradição da urbanística lusitana de se ocupar sítios em locais elevados para a fundação de cidades. Nesse sentido, objetiva observar as características atuais destas áreas de colina e de suas encostas, identificando potenciais para a sua valorização, uma vez que se constituem espaços privilegiados para o resgate de uma tradição fortemente associada à nossa cultura urbanística.
  109. 109. Percepção Ambiental e Comportamento: visão holística na arquitetura e na comunicação
  110. 110. Percepção Ambiental e Comportamento: visão holística na arquitetura e na comunicação OKAMOTO, Jun
  111. 111. Percepção Ambiental e Comportamento: visão holística na arquitetura e na comunicação OKAMOTO, Jun Editora: Mackenzie 2014 Percepção ambiental e comportamento humano são os principais temas deste livro, que analisa a difícil tarefa de ver a realidade, a forma como ela incita nosso comportamento e a procura do desenvolvimento das relações afetivas e conscientes com o meio ambiente físico, familiar e social.
  112. 112. Percepção Ambiental e Comportamento: visão holística na arquitetura e na comunicação OKAMOTO, Jun Editora: Mackenzie 2014 Percepção ambiental e comportamento humano são os principais temas deste livro, que analisa a difícil tarefa de ver a realidade, a forma como ela incita nosso comportamento e a procura do desenvolvimento das relações afetivas e conscientes com o meio ambiente físico, familiar e social.
  113. 113. Percepção Ambiental e Comportamento: visão holística na arquitetura e na comunicação OKAMOTO, Jun Editora: Mackenzie 2014 dia 23 Quinta Percepção ambiental e comportamento humano são os principais temas deste livro, que analisa a difícil tarefa de ver a realidade, a forma como ela incita nosso comportamento e a procura do desenvolvimento das relações afetivas e conscientes com o meio ambiente físico, familiar e social.
  114. 114. A construção do turismo: megaeventos e outras estratégias de venda das cidades
  115. 115. A construção do turismo: megaeventos e outras estratégias de venda das cidades BESSA, Altamiro Sergio Mol; ÁLVARES, Lúcia Capanema
  116. 116. A construção do turismo: megaeventos e outras estratégias de venda das cidades BESSA, Altamiro Sergio Mol; ÁLVARES, Lúcia Capanema Editora: Com Arte 2014 O livro discute como os governos têm preparado as localidades, por meio de intervenções urbanas e atração de megaeventos, para inseri-las no competitivo circuito turístico internacional e as consequências destas ações para as cidades e as sociedades locais. Nele, buscou-se desnudar as estratégias utilizadas para a venda das cidades por meio da indústria do turismo em consonância com o sistema capitalista pós-industrial.
  117. 117. A construção do turismo: megaeventos e outras estratégias de venda das cidades BESSA, Altamiro Sergio Mol; ÁLVARES, Lúcia Capanema Editora: Com Arte 2014 O livro discute como os governos têm preparado as localidades, por meio de intervenções urbanas e atração de megaeventos, para inseri-las no competitivo circuito turístico internacional e as consequências destas ações para as cidades e as sociedades locais. Nele, buscou-se desnudar as estratégias utilizadas para a venda das cidades por meio da indústria do turismo em consonância com o sistema capitalista pós-industrial.
  118. 118. A construção do turismo: megaeventos e outras estratégias de venda das cidades BESSA, Altamiro Sergio Mol; ÁLVARES, Lúcia Capanema Editora: Com Arte 2014 O livro discute como os governos têm preparado as localidades, por meio de intervenções urbanas e atração de megaeventos, para inseri-las no competitivo circuito turístico internacional e as consequências destas ações para as cidades e as sociedades locais. Nele, buscou-se desnudar as estratégias utilizadas para a venda das cidades por meio da indústria do turismo em consonância com o sistema capitalista pós-industrial. dia 23 Quinta
  119. 119. Metrópoles na Atualidade Brasileira: transformações, tensões e desafios na Região Metropolitana de Salvador
  120. 120. Metrópoles na Atualidade Brasileira: transformações, tensões e desafios na Região Metropolitana de Salvador CARVALHO, Inaiá Maria Moreira de; MELLO E SILVA, Sylvio Bandeira de; SOUZA, Angela Gordilho; PEREIRA, Gilberto Corso (orgs.)
  121. 121. Metrópoles na Atualidade Brasileira: transformações, tensões e desafios na Região Metropolitana de Salvador CARVALHO, Inaiá Maria Moreira de; MELLO E SILVA, Sylvio Bandeira de; SOUZA, Angela Gordilho; PEREIRA, Gilberto Corso (orgs.) Editora: UFBA 2014 Uma das características da urbanização brasileira é a concentração da população, da produção e da riqueza em grandes áreas metropolitanas. O reconhecimento da relevância desses espaços tem levado à formação de redes de pesquisadores para avaliar suas características e transformações. Como fruto dessas redes, este livro se propõe a discutir as condições e transformações desses territórios, a partir da trajetória recente da Região Metropolitana de Salvador.
  122. 122. Metrópoles na Atualidade Brasileira: transformações, tensões e desafios na Região Metropolitana de Salvador CARVALHO, Inaiá Maria Moreira de; MELLO E SILVA, Sylvio Bandeira de; SOUZA, Angela Gordilho; PEREIRA, Gilberto Corso (orgs.) Editora: UFBA 2014 Uma das características da urbanização brasileira é a concentração da população, da produção e da riqueza em grandes áreas metropolitanas. O reconhecimento da relevância desses espaços tem levado à formação de redes de pesquisadores para avaliar suas características e transformações. Como fruto dessas redes, este livro se propõe a discutir as condições e transformações desses territórios, a partir da trajetória recente da Região Metropolitana de Salvador.
  123. 123. Metrópoles na Atualidade Brasileira: transformações, tensões e desafios na Região Metropolitana de Salvador dia 23 Quinta CARVALHO, Inaiá Maria Moreira de; MELLO E SILVA, Sylvio Bandeira de; SOUZA, Angela Gordilho; PEREIRA, Gilberto Corso (orgs.) Editora: UFBA 2014 Uma das características da urbanização brasileira é a concentração da população, da produção e da riqueza em grandes áreas metropolitanas. O reconhecimento da relevância desses espaços tem levado à formação de redes de pesquisadores para avaliar suas características e transformações. Como fruto dessas redes, este livro se propõe a discutir as condições e transformações desses territórios, a partir da trajetória recente da Região Metropolitana de Salvador.
  124. 124. Brasília 50+50: cidade, história e projeto
  125. 125. Brasília 50+50: cidade, história e projeto SABOIA, Luciana; DERNTL, Maria Fernanda (orgs.)
  126. 126. Brasília 50+50: cidade, história e projeto SABOIA, Luciana; DERNTL, Maria Fernanda (orgs.) Editora: Universidade de Brasília 2014 O livro, em edição bilíngue português-inglês, tem origem no workshop Brasília 50+50, realizado em 2011 por meio de parceria entre a Universidade de Brasília e o Politécnico de Milão. Naquela ocasião, professores e alunos das duas instituições reuniram-se na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo durante dez dias de intensas reflexões.
  127. 127. Brasília 50+50: cidade, história e projeto SABOIA, Luciana; DERNTL, Maria Fernanda (orgs.) Editora: Universidade de Brasília 2014 O livro, em edição bilíngue português-inglês, tem origem no workshop Brasília 50+50, realizado em 2011 por meio de parceria entre a Universidade de Brasília e o Politécnico de Milão. Naquela ocasião, professores e alunos das duas instituições reuniram-se na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo durante dez dias de intensas reflexões.
  128. 128. Brasília 50+50: cidade, história e projeto SABOIA, Luciana; DERNTL, Maria Fernanda (orgs.) Editora: Universidade de Brasília 2014 dia 23 Quinta O livro, em edição bilíngue português-inglês, tem origem no workshop Brasília 50+50, realizado em 2011 por meio de parceria entre a Universidade de Brasília e o Politécnico de Milão. Naquela ocasião, professores e alunos das duas instituições reuniram-se na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo durante dez dias de intensas reflexões.
  129. 129. Cidade & Sociedade: as tramas da prática e seus espaços
  130. 130. Cidade & Sociedade: as tramas da prática e seus espaços NETTO, Vinicius M.
  131. 131. Cidade & Sociedade: as tramas da prática e seus espaços NETTO, Vinicius M. Editora: Sulina 2014 “Cidade & Sociedade: As tramas da prática e seus espaços” explora as relações entre Sociedade e Espaço em três níveis: (i) Sociedades como sistemas de encontro: a segregação sobre o corpo; (ii) Sociedades como sistemas de comunicação: espaço significado e prática social; (iii) Sociedades como sistemas de interação material: forma e dinâmica urbana.
  132. 132. Cidade & Sociedade: as tramas da prática e seus espaços NETTO, Vinicius M. Editora: Sulina 2014 “Cidade & Sociedade: As tramas da prática e seus espaços” explora as relações entre Sociedade e Espaço em três níveis: (i) Sociedades como sistemas de encontro: a segregação sobre o corpo; (ii) Sociedades como sistemas de comunicação: espaço significado e prática social; (iii) Sociedades como sistemas de interação material: forma e dinâmica urbana.
  133. 133. Cidade & Sociedade: as tramas da prática e seus espaços NETTO, Vinicius M. Editora: Sulina 2014 dia 23 Quinta “Cidade & Sociedade: As tramas da prática e seus espaços” explora as relações entre Sociedade e Espaço em três níveis: (i) Sociedades como sistemas de encontro: a segregação sobre o corpo; (ii) Sociedades como sistemas de comunicação: espaço significado e prática social; (iii) Sociedades como sistemas de interação material: forma e dinâmica urbana.
  134. 134. Lugares e suas interfaces intraurbanas: a cidades vista por meio de suas diferentes escalas
  135. 135. Lugares e suas interfaces intraurbanas: a cidades vista por meio de suas diferentes escalas SILVEIRA, José Augusto Ribeiro da; COTRIM, Marcio (orgs.)
  136. 136. Lugares e suas interfaces intraurbanas: a cidades vista por meio de suas diferentes escalas SILVEIRA, José Augusto Ribeiro da; COTRIM, Marcio (orgs.) Editoras: F&A Editora/PPGAU-UFPB 2014 O livro “lugares e suas interfaces intraurbanas” inaugura a coleção “Diálogos entre arquitetura e cidade”, do PPGAU/UFPB. A coleção visa divulgar de forma sistemática parte da produção do programa, enquanto o livro, por sua vez, é resultado da união de esforços de dois laboratórios/Grupos de pesquisa: o LAURBE – Laboratório do Ambiente Urbano e Edificado – e o LPPM – Laboratório de Pesquisa Projeto e Memória
  137. 137. Lugares e suas interfaces intraurbanas: a cidades vista por meio de suas diferentes escalas SILVEIRA, José Augusto Ribeiro da; COTRIM, Marcio (orgs.) Editoras: F&A Editora/PPGAU-UFPB 2014 O livro “lugares e suas interfaces intraurbanas” inaugura a coleção “Diálogos entre arquitetura e cidade”, do PPGAU/UFPB. A coleção visa divulgar de forma sistemática parte da produção do programa, enquanto o livro, por sua vez, é resultado da união de esforços de dois laboratórios/Grupos de pesquisa: o LAURBE – Laboratório do Ambiente Urbano e Edificado – e o LPPM – Laboratório de Pesquisa Projeto e Memória
  138. 138. Lugares e suas interfaces intraurbanas: a cidades vista por meio de suas diferentes escalas SILVEIRA, José Augusto Ribeiro da; COTRIM, Marcio (orgs.) Editoras: F&A Editora/PPGAU-UFPB 2014 dia 23 Quinta O livro “lugares e suas interfaces intraurbanas” inaugura a coleção “Diálogos entre arquitetura e cidade”, do PPGAU/UFPB. A coleção visa divulgar de forma sistemática parte da produção do programa, enquanto o livro, por sua vez, é resultado da união de esforços de dois laboratórios/Grupos de pesquisa: o LAURBE – Laboratório do Ambiente Urbano e Edificado – e o LPPM – Laboratório de Pesquisa Projeto e Memória
  139. 139. Urban planning architecture and heritage in Cape Verde
  140. 140. Urban planning architecture and heritage in Cape Verde TRUSIANI, Elio; MOASSAB, Andrea
  141. 141. Urban planning architecture and heritage in Cape Verde TRUSIANI, Elio; MOASSAB, Andrea Editora: Orienta, Itália 2013 O livro registra, elabora e demonstra, por meio de textos diversos, as transformações urbanas e arquitetônicas em curso nos últimos anos em algumas ilhas de Cabo Verde, África. Cinco ensaios tratam das configurações geopolíticas e o papel do país no que concerne a temas urbanos, patrimônio histórico e arquitetônico, e do turismo como um dispositivo de transformações urbanas e territoriais. O conjunto de temáticas nos dá uma perspectiva crítica sobre a realidade do arquipélago hoje em dia que somado a entrevistas a distintos atores locais (de técnicos municipais a ONGs) completam um panorama geral, pouco conhecido no Brasil: as cidades e as arquiteturas africanas, em especial, no caso, caboverdianas.
  142. 142. Urban planning architecture and heritage in Cape Verde TRUSIANI, Elio; MOASSAB, Andrea Editora: Orienta, Itália 2013 O livro registra, elabora e demonstra, por meio de textos diversos, as transformações urbanas e arquitetônicas em curso nos últimos anos em algumas ilhas de Cabo Verde, África. Cinco ensaios tratam das configurações geopolíticas e o papel do país no que concerne a temas urbanos, patrimônio histórico e arquitetônico, e do turismo como um dispositivo de transformações urbanas e territoriais. O conjunto de temáticas nos dá uma perspectiva crítica sobre a realidade do arquipélago hoje em dia que somado a entrevistas a distintos atores locais (de técnicos municipais a ONGs) completam um panorama geral, pouco conhecido no Brasil: as cidades e as arquiteturas africanas, em especial, no caso, caboverdianas.
  143. 143. Urban planning architecture and heritage in Cape Verde TRUSIANI, Elio; MOASSAB, Andrea Editora: Orienta, Itália 2013 dia 23 Quinta O livro registra, elabora e demonstra, por meio de textos diversos, as transformações urbanas e arquitetônicas em curso nos últimos anos em algumas ilhas de Cabo Verde, África. Cinco ensaios tratam das configurações geopolíticas e o papel do país no que concerne a temas urbanos, patrimônio histórico e arquitetônico, e do turismo como um dispositivo de transformações urbanas e territoriais. O conjunto de temáticas nos dá uma perspectiva crítica sobre a realidade do arquipélago hoje em dia que somado a entrevistas a distintos atores locais (de técnicos municipais a ONGs) completam um panorama geral, pouco conhecido no Brasil: as cidades e as arquiteturas africanas, em especial, no caso, caboverdianas.
  144. 144. Coleção Pioneiros da Habitação Social
  145. 145. Coleção Pioneiros da Habitação Social BONDUKI, Nabil; KOURY, Ana Paula
  146. 146. Coleção Pioneiros da Habitação Social BONDUKI, Nabil; KOURY, Ana Paula Editora: Edunesp e Sesc 2014 Esta obra, composta por três volumes, é resultado de 17 anos de pesquisas e estudos, coordenados pelo arquiteto e urbanista Nabil Bonduki, realizados na Universidade de São Paulo. Reunindo documentação inédita e uma análise original, constitui a mais ampla e completa publicação sobre habitação social já realizada no país.
  147. 147. Coleção Pioneiros da Habitação Social BONDUKI, Nabil; KOURY, Ana Paula Editora: Edunesp e Sesc 2014 Esta obra, composta por três volumes, é resultado de 17 anos de pesquisas e estudos, coordenados pelo arquiteto e urbanista Nabil Bonduki, realizados na Universidade de São Paulo. Reunindo documentação inédita e uma análise original, constitui a mais ampla e completa publicação sobre habitação social já realizada no país.
  148. 148. Coleção Pioneiros da Habitação Social BONDUKI, Nabil; KOURY, Ana Paula Editora: Edunesp e Sesc 2014 dia 23 Quinta Esta obra, composta por três volumes, é resultado de 17 anos de pesquisas e estudos, coordenados pelo arquiteto e urbanista Nabil Bonduki, realizados na Universidade de São Paulo. Reunindo documentação inédita e uma análise original, constitui a mais ampla e completa publicação sobre habitação social já realizada no país.

×