Oficina variacoes

5.511 visualizações

Publicada em

0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.511
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.219
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
313
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Oficina variacoes

  1. 1. Faculdade Sete de Setembro - FASETE Eliene SantosEliene Santos Quitéria MacenaQuitéria Macena Rodolfo LimaRodolfo Lima Paulo Afonso – BA Junho/2013
  2. 2. É o uso da língua como forma de expressão e comunicação entre as pessoas. Agora, a linguagem não é somente um conjunto de palavras faladas ou escritas, mas também de gestos e imagens. Afinal, não nos comunicamos apenas pela fala ou escrita, não é verdade?
  3. 3. O que é variação linguística?O que é variação linguística? -> Variações linguísticas são diferenças que uma mesma língua apresenta quando é utilizada, de acordo com as condições sociais, culturais, regionais e históricas. Variedade Linguística do nosso Português geográficas; sócio –culturais; situacionais/ estilísticas. Empréstimos linguísticos
  4. 4. No Brasil, cada região possui diferençasNo Brasil, cada região possui diferenças linguísticas, tanto na fala como no vocabulário.linguísticas, tanto na fala como no vocabulário. NORDESTINÊS TAMBÉM É CULTURA: Abestado = Bobo, leso, tolo. Abirobado = Maluco. Abufelar - Irritar, ficar brabo. Amancebado = Amigado, aquele que vive maritalmente com outra. Amarrado = mesquinho; avarento. Arretado = tudo que é bom; bacana; legal. Avalie = Imagine. Avariado das idéias = meio amalucado. Avexado = Apressado. Bater a caçuleta = Morrer. Bizonho = triste, calado. Brenha = Lugar longe de difícil acesso; escuro. Briba = Pequena lagartixa. Bruguelo = Criança pequena
  5. 5. Variedades Sócio - culturaisVariedades Sócio - culturais Variedades devidas ao falante/grupos culturais: O Jargão Linguagem técnica utilizada por profissionais de uma especialidade em comum. Logo, é empregada por um grupo restrito e, muitas vezes, inacessível a outros falantes da língua . EX. Sutura, traqueostomia, cefaleia, prescrição, profilaxia = jargão dos médicos. A gíria Linguagem utilizada, predominantemente, por jovens.
  6. 6. Variedades SituacionaisVariedades Situacionais A linguagem varia de acordo com a situação que é empregada: Em situações formais: Uma palestra para plateia sobre matéria científica; Uma solenidade de formatura; Uma carta endereçada a uma autoridade. Em situações informais: Uma reunião familiar; Uma conversa entre amigos; Uma festa.
  7. 7. Empréstimos linguísticosEmpréstimos linguísticos As palavras de origem estrangeira normalmente passam por um processo de aportuguesamento fonológico e gráfico. Essas palavras são tão frequentes em nosso cotidiano que, muitas vezes nem percebemos que estamos usando um estrangeirismo, pois já as sentimos como portuguesas. Eis, abaixo, uma pequena lista de palavras que o Português tomou de empréstimo às línguas de outros povos: Do Grego: Batizar, apostolo, Bíblia; Do Hebraico: Pascoa, aleluia, Jesus, sabado; Do Alemão: Norte, Sul, guerra; Do Arabe: arroz, algodão, azeite; Do Francês: abajur, buquê; Do Inglês: show, notebook, cook, handebol, voleibol,
  8. 8. Do Italiano: cassino, cicerone, confete, espaguete lasanha, nhoque, madona, maestro, mortadela; Do Espanhol: castanhola, cavaleiro, caudilho, ninharia, ojeriza, etc. Do Russo: esputinique, rublo, soviete, vodca, etc. Do Chinês: chá, chávena, nanquim, pequinês, etc. Do Japonês: biombo, judô, gueixa, haraquiri, haicai, nissei, quimono, samurai, etc. Do Turco: algoz, horda, lacaio, quiosque, etc. Do Tupi: araponga, araçá, arara, carijó, Araxá, Avaré, biboca, caboclo, canoa, capenga, carioca, Goitacá, Guarani, Guaratinguetá, Iguaçu, Ipanema, Ipiranga, Itajubá, Iracema, Itu, Iguaçu, jiboia, jururu, mandioca, pajé, Paraíba, Paraná, pereba, Pernambuco, Piauí, pitanga, pindaíba, saci, Sergipe, tatu, Tocantins, xará, Xavante, etc.
  9. 9. De Línguas Africanas: acarajé, agogô, angu, axé, banguela, bunda, batuque, berimbau, búzio, cacunda, cachaça, cachimbo, chuchu, cacimba, cafundó, cafuné, canjerê, canjica, calombo, calundu, candomblé, camundongo, carimbo, capenga, caruru, caxambu, caxumba, dendê, dengo, Exu, farofa, fubá, gongá (ou congá), inhame, Iemanjá, jiló, macumba, mandinga, maracatu, marimba, marimbondo, maxixe, miçanga, milonga, molambo, moleque, muamba, mungunzá, Orixá, Oxalá, Ogum, pomba-gira, quenga, quiabo, quibebe, quilombo, quindim, quitute, samba, senzala, tutu, vatapá, xangô, zumbi, entre outros.
  10. 10. Obrigado(a) pela atenção!

×