Tricomoníase

3.170 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.170
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
60
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tricomoníase

  1. 1. Tricomoníase Alunas : Andressa Macena & Talita Veríssimo . 2º CTE
  2. 2.  A Tricomoníase é uma doença sexualmente transmissível, causada pelo parasita protozoário unicelular Trichomonas vaginalis .
  3. 3. Sintomas Nas mulheres, a doença pode começar com uma secreção espumosa de cor verde - amarelada e odor desagradável , proveniente da vagina ; este corrimento típico , contudo , ocorre em apenas cerca de 20% das pacientes . Nas demais , a referida secreção é apenas ligeira ou ausente . A vulva (os órgãos genitais femininos externos) pode estar irritada e dolorida , e é possível que o coito também cause dor devido à vaginite . Nos casos graves , a vulva e a pele que a rodeia inflamam-se , bem como os grandes e pequenos lábios . Outros sintomas são dor ao urinar ou um aumento na frequência das micções . Nas infecções crônicas , os sintomas são discretos e o corrimento vaginal , pouco intenso .
  4. 4.  Os homens com tricomoníase não manifestam habitualmente sintomas , mas podem infectar as suas parceiras sexuais . Alguns apresentam uma secreção proveniente da uretra , espumosa e semelhante ao pus , sentem dor ao urinar e polaciúria . Os referidos sintomas costumam acontecer principalmente de manhã cedo . A uretra pode sofrer uma ligeira irritação e por vezes aparece umidade no orifício do pênis . Pode também se manifestar como doença sintomática leve .
  5. 5.  MULHERES HOMENS
  6. 6. Tratamento O tratamento , que é específico e eficiente , pode ser realizado com os quimioterápicos metronidazol ou tinidazol , administrados em dose oral única . Na gestação , até o primeiro trimestre , não é recomendado o uso dos quimioterápicos devido a seu potencial mutagênico e carcinogênico . Aconselha-se o uso de clotrimazol tópico , de eficácia moderada , por ser inócuo ao feto . Na nutriz , recomenda-se a suspensão da amamentação durante o tratamento . Efeitos colaterais podem incluir cefaléia , náusea , boca seca , e gosto metálico , muito raramente , efeitos no Sistema Nervoso podem ocorrer , incluindo encefalopatia , convulsões , perda de coordenação motora e ataxia . Efeitos alérgicos também são possíveis . O consumo de álcool deve ser evitado , pois sua associação pode resultar em efeitos colaterais importantes . Também devem ser evitados os anticoagulantes orais . Todos os parceiros sexuais devem ser simultaneamente tratados , de maneira a se evitar a re-infecção . Pelo menos até que se tenha a certeza de cura , os pacientes devem utilizar preservativos em todas as relações sexuais .  A doença não confere imunidade permanente , portanto a re-infecção é possível e deve ser diferenciada da falha terapêutica . A resistência aos quimioterápicos é possível , porém é usualmente dose – dependente , bastando o re-tratamento com uma dose maior e/ou mais prolongada .
  7. 7. Prevenção  Evita-se a transmissão do parasita causador da doença praticando o sexo seguro , ou seja , pela adequada higiene genital , diminuindo o número de parceiros sexuais e usando preservativos . Tanto o preservativo masculino quanto o feminino provaram-se eficazes em reduzir as chances de contaminação .

×