O meu corpo é meu

2.457 visualizações

Publicada em

(mais em https://janelasobreoamor.wordpress.com/)

Pensa nisto: O teu corpo é só teu. É algo de muito especial.

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.457
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
995
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
38
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O meu corpo é meu

  1. 1. O MEU CORPO É MEU
  2. 2. Eu sou a Clara e tenho algo de muito especial: o meu corpo. Pertence-me só a mim.
  3. 3. Quando era bebé, claro que o meu corpo era muito diferente
  4. 4. Eu não paro de crescer. O meu corpo e eu mudamos.
  5. 5. Tenho orgulho em mim e no meu corpo.
  6. 6. Às vezes gosto de estar junto de alguém. Então os nossos corpos tocam-se.
  7. 7. É bom quando o papá pegaem mim ao colo. Gosto de me aconchegar a ele.
  8. 8. Sinto-me confortável no colo da minha avó! Ficamos muito juntinhas.
  9. 9. Não é nada fácil segurar um bebé! Quando lhe seguro nas mãos, ficamos muito próximos.
  10. 10. Quando faço cócegas ao meu amigo, tocamo-nos e rimo-nos muito.
  11. 11. Tocar-se é algo de muito especial. Só eu é que decido se quero que me toquem e por quem.
  12. 12. Porque às vezes não quero que me toquem.
  13. 13. Não acho nada engraçado quando alguém me faz cócegas com muita força. Eu não quero.
  14. 14. Acho desagradável quando alguém me lambuza com beijos. Também não quero.
  15. 15. Também não gosto que um cão me lamba com a sua língua molhada.
  16. 16. Sinto-me presa quando alguém me agarra com muita força. Não quero.
  17. 17. Sempre que alguém me toca e eu não gosto…
  18. 18. … digo: “Deixa-me. Não me toques. Não quero.”
  19. 19. Quando me dizem que devo tocar em alguém e eu não quero, digo que não:
  20. 20. “Não me apetece tocar-te! Não quero!”
  21. 21. Ora tenta lá TU dizer em voz alta: “Não quero que me agarres!” e “Não, não quero agarrar-te!”
  22. 22. É bom tocar-se quando os dois querem. Contigo também é assim?
  23. 23. Mas, se não me sinto bem com isso, não deixo que me toquem. E digo: “Não!” Só eu é que decido quem toca em mim e quando. E tu também.
  24. 24. Por vezes há pessoas que não param quando dizes “Não” e continuam. Tens mesmo de te defender contra elas! Se sozinha não consegues, então conta a alguém em quem confies e deixa que te ajudem.
  25. 25. Pensa nisto: O teu corpo é só teu. É algo de muito especial. Pro Familia Mein Körper gehört mir! Binlach,Loewe Verlad, 2008

×