A lei da gravitação universal foi formulada pelo físico Isaac Newton. Conforme diz a lenda, uma maçã caiu sobre sua cabeça...
Em matemática, binómio de Newton ou binômio de Newton ( permite
escrever na forma canônica o polinómio correspondente à po...
.A Teoria das Cores afirma que a cor é um fenómeno físico relacionado a existência da luz, ou seja,

se a luz não existiss...
Issac newton 2º plano
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Issac newton 2º plano

199 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
199
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Issac newton 2º plano

  1. 1. A lei da gravitação universal foi formulada pelo físico Isaac Newton. Conforme diz a lenda, uma maçã caiu sobre sua cabeça e, portanto observou que a maçã caiu por algum motivo, e este motivo seria que alguém estaria “puxando” ela, este alguém seria a Terra. Mas ele foi mais além desse pensamento, e sugeriu que os corpos se atraem, ou seja, não somente a Terra atrai a maçã, mas atrai todos os corpos do universo. E não é somente a Terra que atrai todos os corpos do universo, mas todos os corpos do universo que possui massa atraem outros corpos que também possuem massa. Portanto Newton concluiu: “Duas partículas se atraem com forças cuja intensidade é diretamente proporcional ao produto de suas massas e inversamente proporcional ao quadrado da distância que as separa”. Vamos analisar o que Newton disse: Considere duas massas, m1 e m2 a uma distância r uma da outra, conforme a figura abaixo: Note que as forças de atração gravitacional entre os corpos são de mesma intensidade, mesma direção, mas de sentidos opostos. Sendo r a distância entre elas, a expressão do modulo da força de atração gravitacional é: Onde G é a constante da gravitação universal, cujo valor determinado experimentalmente é: G = 6,67 . 10-11 N.m2/kg2 Essa constante não tem relação com a aceleração da gravidade da Terra. Em cada planeta a aceleração da gravidade é diferente, e, varia no próprio planeta com a latitude e altitude do local do planeta.
  2. 2. Em matemática, binómio de Newton ou binômio de Newton ( permite escrever na forma canônica o polinómio correspondente à potência de um binómio. O nome é dado em homenagem ao físico e matemático Isaac Newton. Entretanto deve-se salientar que o Binómio de Newton não foi o objecto de estudos de Isaac Newton. Na verdade o que Newton estudou foram regras que valem para quando o expoente n é fraccionário ou inteiro negativo, o que leva ao estudo de séries infinitas.
  3. 3. .A Teoria das Cores afirma que a cor é um fenómeno físico relacionado a existência da luz, ou seja, se a luz não existisse, não existiriam cores. O preto é percebido quando algo absorve praticamente toda a luz que o atinge. Já o branco é percebido em algo que reflecte praticamente todas as faixas de luz. Pode-se dizer que o branco e o preto não são cores propriamente, e sim a presença ou ausência da luz. Isaac Newton foi o primeiro a associar que a luz do Sol tinha forte relação com a existência das cores, quando dissociou a luz solar nas cores do arco-íris através de um prisma. Surgia ali o primeiro esboço do que posteriormente viria a ser chamada de Teoria das Cores. Vários estudiosos do passado se dedicaram a entender o fenómeno das cores. Os primeiros sistemas decores foram os de Newton e de Goethe. Estes sistemas se concentravam mais em saber como se formavam as cores. O Sistema de Cheireis, mais recente, também utiliza de um eixo vertical que indica o brilho e a saturação da cor. O sistema esférico de Otto Runge pretende descrever e encontrar harmonias cromáticas. Aqui, as cores puras e suas misturas situam-se no equador da esfera, e enquanto se aproximam do centro, pendem para a cor cinzento médio. Assim, as cores tornam-se escuras em direcção ao pólo inferior até atingirem o preto, e tornam-se claras, até ao pólo superior, atingindo o branco. Estes são sistemas de cores que visam organizar e racionalizar o estudo das cores no intuito de se constituir uma teoria das cores, no entanto a harmonia entre as cores não é assim tão objectiva. Hoje sabe-se bem que a cor é um fenómeno subjectivo, pois ela é constituída de ondas electromagnéticos de uma faixa de frequência tal que as colocam dentro do que denomina-se espectro visível, ou seja, a faixa de frequência daquelas ondas que são captadas pela sensibilidade dos olhos humanos. Animais vêem tudo de forma diferente.

×