Os valores                    – Análise e compreensãoda experiência valorativa            Escola Secundária Bocage        ...
ValorQuando é que podemos afirmar                                   isto tem valor?                              isto não ...
O conceito de ValorOs valores não são, mas valem. Uma coisa é valor e outra coisa é ser.Quando dizemos que algo vale, não ...
O conceito de Valor                                   O valor de uma mercadoria,                                   muito u...
Valor       o que é?O valor é ( ) a ruptura com a indiferença pela qualcolocamos todas as coisas no mesmo plano e consider...
Valor            não é      1)    uma coisa.         2)   uma propriedade dos                               objectos em si...
Os valores Pessoais, René Magritte
Perante os mesmo objectosa relação que cada umestabelece com os objectosé diferente   Porquê?A atitude valorativa ou compo...
Preferências valorativas
Ler   para reflectir         O cidadão romano não considerava imorais jogos dos gladiadores naarena e dava serenamente ord...
Um filme para ajudar a reflectir sobre experiênciavalorativa    http://www.youtube.com/watch?v=CT3HVDMQu3M&feature=related
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Microsoftpowerpoint osvalores-an-110106083104-phpapp02

239 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
239
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Microsoftpowerpoint osvalores-an-110106083104-phpapp02

  1. 1. Os valores – Análise e compreensãoda experiência valorativa Escola Secundária Bocage 2010| 2011 Profª Júlia Martins
  2. 2. ValorQuando é que podemos afirmar isto tem valor? isto não tem valor? isto tem mais valor do que aquilo?
  3. 3. O conceito de ValorOs valores não são, mas valem. Uma coisa é valor e outra coisa é ser.Quando dizemos que algo vale, não dizemos nada do seu ser, dizemossomente que não é indiferente. M. Garcia Morente, Fundamentos da Filosofia Chamamos valor ou valores a um conjunto de não muito especificado de termos que significam entidades abstractas, isto é, não são objectos. Por exemplo: paz, justiça, beleza, felicidade, bem, liberdade, igualdade, solidariedade, ( ). Existem muitos mais, sem dúvida. Esses termos podem ser abstractos ou mais concretos. O bem ou a beleza são muito abstractos; a fidelidade ou a coragem parecem mais concretos. Amelia Valcárcel, “Valor” in 10 Palavras-chave em Ética
  4. 4. O conceito de Valor O valor de uma mercadoria, muito usado no âmbito Significado técnico da economia; O valor de uma incógnita, na Linguagem matemática. pode ter Que valor atribuímos à amizade várias Significado afectivoacepções Um objecto sem valor económico, Mas com valor sentimental enorme Está presente nas atitudes, é o Significado moral Caso da coragem face ao perigo, da solidariedade, da beleza de um gesto, do altruísmo, do egoísmo
  5. 5. Valor o que é?O valor é ( ) a ruptura com a indiferença pela qualcolocamos todas as coisas no mesmo plano e consideramostodas as acções como equivalentes. Talvez a indiferença,enquanto tal, seja impossível. Mas o valor surge, quandoessa indiferença desaparece, quando o mundo deixa de serpara nós um espectáculo e a acção deixa de ser umaacontecimento puro, quando nos envolvemos nesseespectáculo e participamos desse acontecimento. Dessemodo, introduzir valor no mundo é introduzir-lhediferenças que estão sempre em relação com aspreferências.
  6. 6. Valor não é 1) uma coisa. 2) uma propriedade dos objectos em si, mas uma propriedade adquirida por esses objectos graças à sua relação com o Homem como ser social Os valores são uma espécie de bússola que nos indica aO valor é sempre valor para decisão a tomar numa alguém, por isso não há determinada situação, por issounanimidade na apreciação do O valor implica, por parte dovalor das coisas. ser humano, reconhecimento, adesão e acção.
  7. 7. Os valores Pessoais, René Magritte
  8. 8. Perante os mesmo objectosa relação que cada umestabelece com os objectosé diferente Porquê?A atitude valorativa ou comportamento preferencial éaquela que encara o real, não do ponto de vista do ser,mas do ponto de vista do deve ser, isto é do valor istosignifica que deixamos de olhar para as coisas comosimples factos para passarmos a vê-las como bens,como objectos portadores de valor.
  9. 9. Preferências valorativas
  10. 10. Ler para reflectir O cidadão romano não considerava imorais jogos dos gladiadores naarena e dava serenamente ordem de matar o vencido. O homem medieval, sob influência do Cristianismo, já não conseguia fazê-lo, mas assistia com satisfação às fogueiras das feiticeiras e dos heréticos. Hoje, jánão admitimos sequer as execuções públicas, e começamos a discutir as licençasdos combates de pugilato e as corridas. Mas diferenças igualmente grandes passaram a acontecer no círculo daprópria vida individual. As mulheres nascidas no campo há cinquenta anos ousessenta anos eram habituadas, desde raparigas, a considerarem a virgindade umvalor pré-matrimonial, um pecado a contracepção e a obedecer ao marido como aopai. Depois, mudou a sua concepção, mudaram-se os seus direitos, os seusvalores, o seu erotismo, aquilo que está mal. Os homens daquela mesma épocaacreditavam na Pátria, na luta contra o estrangeiro, ou então contra o inimigoideológico. Onde quer que estivesse presente a Igreja com a confissão, ossacramentos, a direcção espiritual, as suas normas morais estendiam-se aos maispequenos recantos da vida quotidiana. Todas estas crenças, todos estes valores, todas estas regras forammudadas, Hoje, a televisão, o cinema e a imprensa já não propõem um únicomodelo de comportamento, mas um repertório de alternativas. Há muitas maneirasautorizadas de viver. F. Alberoni Os Valores
  11. 11. Um filme para ajudar a reflectir sobre experiênciavalorativa http://www.youtube.com/watch?v=CT3HVDMQu3M&feature=related

×