Tabela matriz – EB 2,3 / de Penacova – Agrupamento de escolas António José de Almeida

             Conhecimento na área  ...
Conhecimento na área                                                                                Biblioteca escolar
   ...
Conhecimento na área                                                                            Biblioteca escolar
       ...
Conhecimento na área                                                                               Biblioteca escolar
    ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

BE_Tabela Matriz_2009

244 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
244
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

BE_Tabela Matriz_2009

  1. 1. Tabela matriz – EB 2,3 / de Penacova – Agrupamento de escolas António José de Almeida Conhecimento na área Biblioteca escolar Aspectos críticos que a Desafios. Acções a Domínio Pontos fortes Fraquezas Oportunidades Ameaças Literatura identifica implementar Desconhecimento do Programa da Mais formação em torno do RBE programa informático em uso na Falta de apoio do órgão de gestão Um número significativo BE para potenciar a sua utilização, da escola para o exercício das suas de professores que especialmente a nível das competências acredita na competência estatísticas de utilização. profissional do professor Falta de compreensão sobre a bibliotecário Conciliar actividade profissional natureza e dimensão do papel do Dificuldade de colocar a muito absorvente com a formação professor bibliotecário BE na agenda de Competências do O gosto e o A obrigatoriedade especializada que iniciei. trabalhos das diversas conhecimento das da aplicação do professor A falta de tempo para fazer tudo tecnologias de estruturas pedagógicas – modelo de auto- Melhorar o relacionamento bibliotecário aquilo que se espera que o PB faça parece que tudo é informação avaliação da BE profissional com a Direcção semppre mais Desenvolvimento profissional importante Um grande e antigo Angariar recursos necessários à Necessidade de actualização gosto pelos livros e pela concretização do programa permanente em domínios tão aprendizagem educativo da BE. dinâmicos como as tecnologias de informação; a criação literária, e a Mostrar a relevância da BE no promoção da leitura, serviço educativo prestado pela especialmente no campo da escola à comunidade. literatura infantil e juvenil; Organização e A burocracia excessiva Os alunos consideram a Apenas um dos docentes Os docentes da Ficar só com Concluir o catálogo informatizado Gestão da BE BE o espaço mais da equipa educativa têm equipa estão uma e disponibilizá-lo online A utilização irresponsável e não acolhedor da escola; formação em Bibliotecas interessados em funcionária ética que os alunos fazem das Escolares fazer formação Concluir o Manual de tecnologias de informação A BE possui uma área relacionada com a Procedimentos. existentes na BE nuclear bastante grande A cada professor foi BE e a ela foram também atribuído apenas um Política de desenvolvimento da Falta de financiamento para fazer afectados outros espaços bloco colecção da biblioteca aquilo que ela deve contíguos ou próximos: Construção de um ser uma sala de formação, As esolas do 1º CEB não Centro escolar um átrio de exposiçoes e possuem biblioteca com a um auditório. possibilidade de integrar uma BE
  2. 2. Conhecimento na área Biblioteca escolar Aspectos críticos que a Desafios. Acções a Domínio Pontos fortes Fraquezas Oportunidades Ameaças Literatura identifica implementar Conhecimento na área Biblioteca escolar Duas funcionárias fortemente motivadas e actualmente a terem formação. do 1º CEB na RBE A equipa é constituída por um professor de cada departamento que abraçou voluntariamente este projecto Conhecer as necessidade de informação de alunos e professores; Disponibilizar recursos de A existência de uma Concluir a Política de informação em diferentes Política de A afectação de verbas à desenvolvimento da colecção e ambientes e suportes, desenvolvimento da BE não é considerada Falta de apresentá-la para aprovação do Gestão da Colecção actualizados e quantativamente colecção, embora ainda uma obrigação, um financiamento Conselho Pedagógico, após um adequados às necessidades dos não aprovada pelo imperativo. período de disscusão pública. utilizadores; Conselho Pedagógico Desenvolvimento de colecções e serviços digitais A BE como espaço de [Efectiva] Integração institucional A equipa da BE e muitos A falta de flexibilidade A restruturação A falta de Elaboração do programa conhecimento e e programática da BE na acção professores têm nos horários dos alunos do Plano de tempo para educativo da BE em articulação educativa da escola. consciência da e dos docentes ocupação plena reunir e com os grupos disciplinares. aprendizagem. necessidade de modificar dos tempos planificar esta Trabalho Articulação com os práticas pedagógicas escolares (POPTE) articulação Realização de sessões sobre a colaborativo e departamentos, professores e para fazer face aos utilização dos recursos da BE, articulado com alunos na planificação e desafios colocados pela planeadas e agendadas em desenvolvimento de actividades sociedade da informação colaboração com os professores Departamentos e educativas e de aprendizagem. e pela economia baseada docentes. no conhecimento Necessidade de rever o conjunto de competências exigíveis : Os professores da equipa no uso da informação; da BE têm uma imagem à construção do conhecimento; positiva na comunidade Actividade 1 Formada(o) Maria de Lurdes Araújo Dias
  3. 3. Conhecimento na área Biblioteca escolar Aspectos críticos que a Desafios. Acções a Domínio Pontos fortes Fraquezas Oportunidades Ameaças Literatura identifica implementar Conhecimento na área Biblioteca escolar escolar Já houve algumas experiências que foram consideradas positivas à construção da cidadania. por alunos e professores, ao ponto de outros terem manifestado interesse em integrar actividades semelhantes. A consciência do Criação de guias sobre as várias contributo da leitura no literacias desempenho escolar dos A diminuição alunos. Organização de sessões de do número de Um conhecimento formação dirigidas a grupos O alunos das Desenvolvimento da competência razoável da literatura específicos: alunos e professores Formação para a de leitura. para crianças e jovens desenvolvimento turmas de das áreas curriculares não leitura e para as Existência de grupos de das acções do currículo disciplinares, outras situações em alunos completamente PNL no ensino regular. literacias Desenvolvimento de um programa Uma consciência muito alheados da leitura e da Pré-escolar, e nos que se considere necessário, por de literacia da informação clara da necessidade proposta da BE, em função da biblioteca 1º e 2º Ciclos Os vícios integrado no desenvolvimento imperiosa de observação do comportamento O registo do 3º adquiridos curricular. desenvolver dos alunos quando a ela se CEB no PNL pelos alunos competências de dirigem, ou por solicitação do na utilização pesquisa e tratamento professor. das TIC da informação. Alguma experiência neste Actividades de promoção da campo. leitura receativa. Aproveitar a Bom relacionamento reforma das redes pessoal e profissional e equipamentos A Organizar sessões de formação Falta de apoio técnico para a com o coordenador TIC O arrastamento que se BE/ PTE e os novos informáticos para indisponibilida sobre competências de manutenção dos equipamentos e verifica nas accões do ambientes digitais. recursos digitais Professores de PTE na escola sensibilizar e de dos informação para professores, em formar alunos e professores colaboração com a equipa TIC informática disponíveis professores sobre para colaborar com a BE o bom uso das TIC Actividade 1 Formada(o) Maria de Lurdes Araújo Dias
  4. 4. Conhecimento na área Biblioteca escolar Aspectos críticos que a Desafios. Acções a Domínio Pontos fortes Fraquezas Oportunidades Ameaças Literatura identifica implementar Conhecimento na área Biblioteca escolar Necessidade de realizar uma avaliação constante da acção educativa da BE, no sentido de Adiamento da avaliação verificar se essas acções estão a externa do agrupamento Falta de Gestão de produzir o efeito desejado junto A obrigatoriedade envolvimento Começar por recolher evidências e dos alunos. Recolha de dados de aplicação do e participação transmitir feedback junto dos evidências/ Realizar uma auto-avaliação quantitativos já rotinada Existência de uma modelo de auto- dos alunos e respectivos encarregados avaliação. constante e deliberada e atitude negativa face à avaliação da BE professores e de educação abandonar as más práticas. avaliação dos processos dos pais em que estão implicados Gestão da mudança Factores de sucesso Obstáculos a vencer Acções prioritárias SÍNTESE Importa fazer com que as É necessário apagar da mente de todos, mas Formação de utilizadores comunidades escolar e principalmente dos professores, o velho educativa reconheçam, conceito de biblioteca escolar. Divulgação/Promoção do novo*conceito de BE junto respeitem e colaborem com a Uma forte convicção de que é dos professores BE na consecução dos seus neste conceito de BE que está o Importa mostrar aos docentes de que, objectivos, da sua missão que é, futuro da educação. colaborando com a equipa da BE, não estão a A BE online afinal, a mesma de toda a perder, mas sim a ganhar tempo para execução escola: contribuir para o sucesso das suas funções. Criação e divulgação de Catálogos de recursos digitais educativo dos alunos • Novo, porque a biblioteca organizada segundo as orientações da RBE existe há menos de um ano no agrupamento Actividade 1 Formada(o) Maria de Lurdes Araújo Dias

×