Projecto posse de terra e uso sustentável dos recursos naturais

1.025 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.025
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Projecto posse de terra e uso sustentável dos recursos naturais

  1. 1. Maputo; Bairro da Sommershield, Rua Dom Carlos Nº 52; C.P. 419; Telefones +258 21487787/8; Fax: +258 21487785; Cell: +258 823136460, +258 823233490 Email:info.lupa@tvcabo.co.mz PROJECTO POSSE DE TERRA E USO SUSTENTÁVEL DOS RECURSOS NATURAIS, DISTRITO DE MABALANE, PROVÍNCIA DE GAZA RELATÓRIO FINAL Maputo, Julho de 2013
  2. 2. Abreviaturas AA - Associação Agrícola AAP -Associações Agro-Pecuárias ACGRN - Associações Comunitárias para Gestão de Recursos Naturais BR - Boletim da República CCG- Comunidades Criadoras de Gado CGRN - Comité de Gestão de Recursos Naturais CG20% - Comité de Gestão dos 20% da taxa de exploração florestal DUAT- Direito de uso e Aproveitamento de Terra FDD –Fundo de Desenvolvimento Distrital HIV – Virus de Imodeficiência Humana iTC- Iniciativas para Terras Comunitárias SDAE- Serviço Distrital de Actividades Económicas OCBs- Organizações Comunitárias de Base SIDA - Sindrome de Imonodificiência Adquirida SP -Sector Privado SPGC- Serviço Provincial de Geografia e Cadastro Lista de anexos Anexo 1: Fotos das actividades realizadas Anexo 2: Numeros dos processos no SPGC-Gaza
  3. 3. POSSE DE TERRA E USO SUSTENTÁVEL DOS RECURSOS NATURAIS, DISTRITO DE MABALANE, PROVÍNCIA DE GAZA Contratado Nome do Provedor de Serviço: LUPA – Associação para o Desenvolvimento Comunitário Bairro da Malhangalene, Rua Anguane n°175(Prolongamento da Milagre Mabote), Cidade Maputo, Moçambique Pessoa de contacto: Luís Dinis, Director Executivo da Lupa Victor Ivo Madeira: Gestor de projecto/ Oficial de campo Identificação do projecto: Nome do projecto: Posse de terra e uso sustentável dos recursos naturais, distrito de Mabalane, Província de Gaza Tipo do projecto: Legalização das associações agrícolas, demarcação de terra áreas para cultivo e delimitação de terras para pastagem. Localização do projecto: Provincia de Gaza, Distrito de Mabalane. Orçamento do projecto: 2.407.500 meticais Beneficiários: 7 associações de produtores agrícolas com um total de 138 membros dos quais 34 são homens e 104 são mulheres e 7 comunidades criadoras de gado com um total de 7588 pessoas. O sistema de produção dos beneficiários tem como base a agricultura de subsistencia e como culturas alimentares o milho, feijão boer e hortícolas. Em relação a pecuaria venda de animais tem em grande medida suportado a dinâmica sócio-económica. Inicio das actividades: 01 de Março, 2012 Data da conclusão: 31 de Maio de 2013
  4. 4. 1. INTRODUÇÃO O presente relatório, pretende apresentar as actividades realizadas do Projecto Posse de Terra e Uso Sustentável dos Recursos Naturais decorrido, entre o mês de Março de 2012 à Abril de 2013. Doravante, este relatório espelha de forma clara e detalhada as actividades desenvolvidas, seus resultados, lições aprendidas, culminando com as conclusões. O projecto Posse de terra e uso sustentável dos recursos naturais, distrito de Mabalane, Província de Gaza, com um orçamento total de de 2.407.500 meticais teve como objectivo geral contribuir para o aumento da renda ao nível das comunidades através da posse e segurança da terra e da exploração sustentável dos recursos naturais e especificos: Aumentar a capacidade organizacional e técnica das associações locais; fortalecer a capacidade económica das associações locais; Reduzir os conflitos de terra existentes;Promover parcerias entre associações locais e o sector privado. Designado pelos beneficiários como projecto iTC implementado pela LUPA, para a sua implementação teve como parceiro directo o SDAE-Mabalane, tanto mais que as actividades foram realizadas juntamente com os técnicos deste serviço distrital. Como principais actividades do projecto destacam-se: Preparação social as comunidades; Elaboração/discusão de estatutos nas AAP e publicação dos estatutos no BR; Capacitação em leis agrarias, HIV SIDA e Género, associativismo e liderança; Demarcação e legalizaçao de terras (areas) de cultivo; Delimitaçao de áreas comunitárias para pastagem e Treinamento as comunidades no maneio e assistência pecuária. Inicialmente o Projecto Posse de Terra e Uso Sustentável dos Recursos Naturais com a duração de 14 meses, teve como beneficiários 4 Associações agrícolas ( Khensane, Ndangue, Zona 8, Combumune Rio), 7 comunidades criadoras de gado bovino ( Cognomine1, Hoyo-Hoyo, Mabomo, Nhone, Macarale, Combomune Estação e Mavumbuque) e 3 grupos de olaria dos postos administrativos de Mabalane-Sede, Ntlhavene e Combomune. No ambito da sua implementação respondendo aos ânseios do plano do desenvolvimento distrital o mesmo foi tendo mudanças adaptativas / alternativas do projecto onde definiram-se:  Substituíção a Associação Khensane pela Associação Hoyo-Hoyo;  Substituíção dos 3 grupos de olaria inicialmente previstos por mais 3 Associações agrícolas nomeadamente: Mata Fome de Nhone, Futuro Melhor de Pfukwé e Lhuvukane de Chinhequete;  1 Substituíção a comunidade de Cognomine pela comunidade de Pfukwé. Esta comunidade não existe no cadastro distrital
  5. 5. Contudo, nesta conjuntura de situações juntamente com os membros do Governo distrital e a equipe de iTC-Gaza, foram também introduzidas novas actividades como: construção de celeiros/silos melhorados, construção de mangas de tratamento, e a demarcação das áreas de pastagem em substituição de algumas inicialmente planificadas e estabelecidas no contracto: delimitação de áreas de pastagem, realização de estudo de mercado, capacitação em empreendedorismo, marketing e comunicacão e seminários de negociação. No âmbito da execução das actividade do projecto, a equipe implementadora enfrentou problemas/constragimentos concernente as as distâncias entre as comunidades em relação aos dias definidos por actividades; a cobertura de rede móvel nas comunidades para realizar a comunicação e avisos prévios; a falta de instituições bancárias para fazerem-se as transações monetárias; falta de bombas de combustível no distrito e o estado das vias de acesso as comunidades. Constituem como principais lições aprendidas do projecto: que a comunicação regular entre o implementador do projecto e as estruturas do Governo é fundamental para o sucesso do mesmo; devese delimitar a área da comunidade toda e não parcelas de terras para fins de uso de terra especifíco ( áreas de pastagem, área agricola, área de conservação etc); analisar o progresso do trabalho periodicamente com o Governo Distrital sobretudo a nivel da localidade e divulgar o projecto ao Conselho Consultivo do Distrito. As principais recomendações são: A equipe da iTC deve intensificar a coordenação com os governos distritais, a fim de apoiarem os provedores na implementação do projecto; A equipe da iTC deve intensificar a coordenação com os SPGC de modo que os processo tramitados tenham um tratamento especial, dada a morosidade que os serviços apresentam.
  6. 6. 2. ACTIVIDADES REALIZADAS ORÇAMENTO APROVADO VALOR GASTO 196.000 ACTIVIDADE PERIODO TRIMESTRE SALDO COMENTÁRIOS E GRAU DE REALIZAÇÃO 200.639 N° 1 1.1 Preparação social / Estudo de base RESULTADOS (Aumentada a capacidade organizacional e instituicional das comunidades e AAP locais) 1 Comités de gestão a funcionar 3 Criados e legalizados 6 ACGRN 4 7 Associações com planos de trabalho 5 60% das 7588 pessoas conhecem os seus direitos no acesso a terras 6 89% dos membros das 7 comunidades conhecem os limites da suas terras comunitárias 7 Estabelecidos 8 focal points/facilitadores nas comunidades 8 3Comunidades (Pfukwé , Nhone e Mabomo) contactaram 2 criadores extensivos para acordo de assistência veterinária 9 Implantadas 7 placas de sinalização das áreas de pastagem As comunidades e associações foram capacitadas em matérias ligadas a leis relavantes (terras, florestas e fauna bravia) durante o periodo do projecto. Projecto divulgado em 7 comunidades, 7AAP 2 As comunidades viram a necessidade de se criar grupos de gestão dos recursos naturais para a fiscalização de actividades de produção de carvão e os exploradores sem licenças devido a pouca área com condições favoraveis para pastagem. O distrito de Mabalane nao tem CGRN em quase todas comunidades benneficiárias do projecto, MAS sim CG 20%. Estes CG foram constituidos com associações comunitárias para gestão de recursos naturais.
  7. 7. ACTIVIDADE N° 2 PERIODO TRIMESTRE 2.1 Realizaçao de assembleias gerais e elaboração de estatutos 2.2 Tramitação processual e publicação dos estatutos no BR RESULTADOS ORÇAMENTO APROVADO 77.400 165.000 VALOR GASTO SALDO COMENTÁRIOS E GRAU DE REALIZAÇÃO 110.203 142.919 22.080 ( Associações Agrícolas e ACBs legalizadas) 1 7 Associações Agrícolas legalizadas e seus estatutos publicados no BR 2 O projecto pretendia legalizar 7 AAP, mas com a nova abordagem da iTC que consistiu na troca da delimitação pela demarcação ds áreas de pastagem foram legalizadas mais 6 ACGRN como titulares das áreas de pastagem demarcardas 6 Associações Comunitárias de Gestão de Recursos naturais legalizados e seus estatutos publicados no BR ACTIVIDADE N° 3 3.1 Capacitação em legislação (terra, ambiente, 20%, floresta e fauna bravia) PERIODO TRIMESTRE ORÇAMENTO APROVADO 70.600 VALOR GASTO 66.085 SALDO COMENTÁRIOS E GRAU DE REALIZAÇÃO 4.515 As associações e as comunidades mostraram satisfação da necessidade em registarem as suas terras As associações e as comunidades mostraram satisfação da necessidade em registarem as suas terras A incorporação das mulheres no grupo de promotores de pecuária reflecte para as comunidades a necessidade de haver um equilibrio entre homens e mulheres na gestão
  8. 8. 3.2 Capacitação em associativismo e liderança 3.3 Capacitação em produção de culturas rendimento 3.4 Capacitação em maneio e sanidade animal de 3.5 Capacitação em negociação e estabelecimento de parcerias 3.6 Capacitação sobre elaboração de proposta de projecto, planos de negócio, estudo de viabilidade e acesso ao crédito RESULTADOS 75.900 273.450 63.750 224.009 12.150 49.441 69.000 71.123 81.400 75.931 5.469 103.900 96.000 7.900 2 3 Aumentada renda 72 familias dos produtores 4 6 2 negociações em curso para para construção de 1 tanque carracecida na comunidade de Macarale e reabilitação do tanque carracecida de Mavumbuque 4 planos de negócio elaborados para acesso ao FDD para as associações agrícolas de Hoyo-Hoyo, Ndangue, Djondzane de Combomune Rio e Mata Fome de Nhone 2 mangas de tratamento em construção na comunidade de Nhone e Macarale 7 3 celeiros melhorados construidos 8 4 culturas de rendimento introduzidas numa área de 167 hectares ( alho, pepino, melancia e cebola) 10 49 Mulheres fazem parte dos orgãos de direcção das AAP e ACGRN 11 Transparência na gestão dos fundos do 20 % da taxa de exploração na comunidade de Macarale e Mavumbuque 12 Treinado 2 CG dos 20% de Macarale e Mavumbuque em gestão dos fundos dos 20 % 13 Criado 1fundo para compra de material veterinário de Mavumbuque 5 A incorporação das mulheres no grupo de promotores de pecuária reflecte para as comunidades a necessidade de haver um equilibrio entre homens e mulheres na gestão comunitária e a importância e papel das mulheres na vida da comunidade. ( Associações Agro-Pecuárias e comunidades criadoras de gado capacitadas ) Aumentada fundo de maneio nas Associações Agrícola de Nhone de 1350 mt para 8150 mt e 1500 mt para 5750 mt nas associação agrícola de Hoyo-Hoyo, 2500 mt para 4500mt na Associação Agrícola de Ndangue Criados grupo de 2 promotores de pecuária na comunidade de Mavumbuque; 1 comunitária e a importância e papel das mulheres na vida da comunidade Os planos de negócio da Associação Agrícola de Ndangue, Djondzane e Hoyo-Hoyo foram submitido ao Conselho Consultivo do Distrito para análise final As capacitações em maneio e sanidade animal foram dadas pelos técnicos do SDAE afectos a repartição de sanidade animal A comunidade de Mavumbuque não tinha promotores de pecuária para assistência ao gado local A construção das mangas de tratamanto e dos silos melhorados estão sobre a reponsanbilidade de SDAE-Mabalane A comunidade de Mavumbuque pediu a LUPA para dar assistência na gestão dos fundos
  9. 9. N° 4 ACTIVIDADE PERIODO TRIMESTRE 4.1 Demarção e legalização de terras (áreas) de cultivo e pastagem ORÇAMENTO APROVADO 371.550 VALOR GASTO SALDO 374.673 As ACGRN são uma entidade representantes das comunidade que serão titulares das áreas requeridas para fins de pastagem RESULTADOS ( Assegurada a posse de terras das AAP e das comunidades através do processo da demarcação) 1 2 3 4 N° 5 Os processos estão em tramitação no SPGCGaza Requeridos para aquisição de DUAT 642 hectares para fins agrícolas e 24.300 hectares para fins de pastagem As comunidades participam activamente na na gestão dos recursos naturais Redifinido os limites territoriais entre Macarale –Chaves, Mabomo-Tindzawene, Mavumbuque Mabuya Phasse. Nível de conflitos de terra reduzido entre Macarale –Chaves, Mabomo Hoyo-Hoyo, Mabomo Chipsanho, Mavumbuque – Hoshane, Pfukwé Tsocate. PERIODO ORÇAMENTO ACTIVIDADE TRIMESTRE APROVADO 5.1 Reuniões de coordenação entre SDAE, iTC, e outros intervenientes 97.900 RESULTADOS (Projecto implementado adequadamente) 1 Apresentado o projecto ao Conselho Consultivo do Distrito 2 Introduzidas duas actividades em substituição de 3 actividades prevista no projecto COMENTÁRIOS E GRAU DE REALIZAÇÃO As comunidades sentem a necessiades de criarem fóruns que discutam a necessidade de analisarem a situação dos recursos naturais VALOR GASTO 78.500 SALDO 19.400 COMENTÁRIOS E GRAU DE REALIZAÇÃO No âmbito da coordenação entre o provedor LUPA e a iTC foi analisado a questão da substituição da delimitação das áreas de pastagem para demarcação justificando que não se pode delimitar parcela da comunidade se não a área total da comunidade.
  10. 10. 3. RESULTADOS ALCANÇADOS E IMPACTOS Objectivo 1: Projecto divulgado nas comunidades abrangidas e produzidas agendas comunitárias de desevolvimento com base nos recursos naturais -7 comunidades conhecem o projecto e 6 AAPs com agendas comunitárias de desenvolvimento. Cumprimento a 100%. Objectivo 2: Associações comunitárais legalizadas, registadas e seus estatutos publicados no BR - Foram legalizadas e registadas 13 Associações comunitárais e publicados os seus estatutos no BR., das quais 7 AAP e 6ACGRN. Cumprimento a 100% Objectivo 3: Associações comunitárais capacitadas em leis agrárias, HIV-SIDA, Género e diversisdade, associativismo e liderança, produção de culturas de rendimento , maneio e sanidade animal, construção de fornos, fábrico de blocos queimados estabilizados e artesanato, empreendedorismo, marketing e comunicação, negociação e estabelecimento de parcerias e em elaboração de propostas de projecto, planos de negócio e estudos de viabilidade - Foram submetidos 4 planos de negócio de 4 AAPs ao Conselho Consultivo Distrital para aquisição do FDD e capacitadas as CCG e as AAPs em leis agrárias, HIV-SIDA, Género e diversisdade, associativismo e liderança, produção de culturas de rendimento. Este objectivo foi cumprido a 70%, porque não existiam grupos de olaria para as capacitações ligadas a construção de fornos, fábrico de blocos queimados estabilizados e artesanato. As CCG e as AAPs não foram capacitadas em empreendedorismo, marketing e comunicação. Estas actividades foram substituidas pela actvidades Construção de mangas de tratamento na base da revisão do plano das actividades. Objectivo 4: Assegurada posse de terras atráves de processo da demarcação a favor das comunidades locais - Foram demarcados um total de 24.942 hectares dos quais 24.300 hectare pertecentes as áreas de pastagem e 642 hectare para agricultura. Os processos estão em tramitação no SPGC – Gaza. Cumprimento a 100% Objectivo 5:Realizado estudo de mercado agrícola e de olaria - Foi substituida pela construção de celeiros melhorados Objectivo 6: Realizada assistência técnica jurídica ás parcerias - Decorre a negociação entre os criadores das comunidades de Mabomo e Pfukwé com os criadores privados para melhoria da assistência do gado e acesso aos mercados. Cumprimento a 70% Objectivo 7: Projecto implementado adequadamente
  11. 11. - Foram realizados encontros de coordenação ( LUPA, iTC,Governo Distrital e Comunidades), - Envolvimento dos técnicos do SDAE, chefe das localidades, líderes comunitários e comunidades vizinhas. - Apresentado o projecto ao Conselho Consultivo do Distrito; - Projecto revisto segundo as mudanças de contexto - Projecto revisto pelos diferentes actores interessados; Beneficíos imediatos recebidos pelos beneficiários CCG e AAPs foram:  12 AAPs com terras registadas;  13 AAPs legalizadas com estatutos publicados no BR;  49 Mulheres como membros dos orgãos de direcção das AAP e ACGRN ;  Aumento do fundo de maneio das AAPs com a comercialização das culturas de rendimento;  Aumento da renda dos produtores agrícolas;  Submissão de 4 proposta para solicitação do crédito do FDD;  4 Conflitos de terras resolvidos (Macarale–Chaves, Mabomo- Chipsanho, Mavumbuque Mabuya Phasse, Mavumbuque-Hoshane e Pfukwé-Tsocate);  Incremento da produção de culturas de rendimento (batata, cebola, repoulho, pepino) na campanha agrícola de 2012/2013;  6 Comunidades organizados com CGRN representados por ACGRN legalizadas;  168 Jovens conhecem os limites das suas terras comunitárias;  Facilidade assistência ao gado bovino e caprino com a construção de 2 mangas de tratamento dos animais;  AAPs com planos de trabalho agrícola;  As áreas de pastagem comuntárias sinalizadas;  Criação e funcionamento do CG dos 20% da taxa de exploração em Mavumbuque e Macarale;  7 Comunidades com conhecimento sobre gestão e uso dos recursos naturais;  13 Comunidades com conhecimento sobre o direitos e acesso a terra;  2 celeiros melhorados difundidos nas comunidades Impactos / Beneficíos a longo prazo  Posse e segurança da terras ( áreas de pastagem e agrícola);  Associções legalizadas decidem o desenvolvimento económico local  Associações com facilidades de acesso ao crédito e programas de desenvolvimento distrital;  Comités de gestão legalizadas recebem e decidem a aplicação da receitas dos 20%  Mulheres participam activamente nos orgãos de tomada de decisão;  Melhorada a qualidade do gado bovino
  12. 12. NOVOS DESENVOLVIMENTOS E E DIFICULDADES INESPERADAS Problemas e constrangimentos Soluções Orçamento para consultas comunitárias Uso do fundo de outras actividades Não existência de grupos de olaria; Coordenado com governo distrital e tomou-se a medida de integrar outras 3 associações agrícolas As distâncias entre as comunidades em relação aos dias definidos por actividades Fazer a integração de actividades de forma rentabilizar os meios A cobertura de rede móvel nas comunidades para realizar Avisos feitos atempadamente. a comunicação e avisos prévios Nào faltar aos compromissos Falta de instituições bancárias para fazerem-se as Permanência com períodos de 20-25 dias no distrito transações monetárias Falta de bombas de combustível no distrito Deslocação com gasóleo em tambores. Há casos que recorremos as bombas do Chokwé para reforçar O estado das vias de acesso as comunidades Aumentar a verba para a manutenção/depreciação de viatura (depende da iTC) Paralisação dos trabalhos pelas Cheias Agrupar actividades para recuperar tempo Acidente de viação Ter atenção as verbas de manutenção de viaturas ANÁLISE DA EXECUÇÃO FINANCEIRA Orçamento total do projecto aprovado 2.407.500 meticais Valor recebido 1,926.000 (80%) Análise financeira Actividade Plano Despesas (até 30.04.13) 196.000 70.600 77.400 Despesa (31.03.2013) 200.639,66 66.085,01 110.203,34 Preparaçao social Capacitaçao em leis agrárias Elaboração estatutos Tramitação processual Capacitação em asssociativismo Capacitação em produçao de culturas de rendimento Construção de mangas de tratamento Construçao de silos melhorados Treinar comunidades no maneio 165.000 75.900 273.450 142.919,62 63.749,99 224.009 90.000 280.000 298.429,29 228.000 69.000 Foram elaborados mais 7 estatutos Associaçoes de gestão de áreas de pastagens 30.000 Custos de transporte elevados para levar os materiais 170.000 71.123,9 Justificação do desvio
  13. 13. e assistencia pecuária Capacitação em negociaçao e estabelecimento de parcerias Elaboração de propostas de projecto e estudos de viabilidades Consultas comunitarias 81.400 75.931 103.900 96.000 44.700 76.253,52 30.000 Realizaram-se 14 consultas. Cada processo de consulta tem o seu valor fixo proposto Georeferenciamento Reconhecimento de áreas comunitárias para pastagem Devolução parcial Elaboração de plano de maneio 184.000 58.100 22.825 57.500 50.000 Houve o reconhecimento da área das comunidades. 84.750 99.000 85.065 Reuniões de coordenação Assisitir as comunidades em habilidades para as parcerias Seminários técnicos e prestação de contas a ITC Despesas administrativas Total 73.500 64.400 27.000 24.400 51.500 15.000 154.000 2.407.500 123.735,67 1.926.000 60.000 481.500 Actividade cancelada pelo Governo Mabalane para priorizar a formaçao dos Comités 15.000 20.000 Em curso as parcerias Participação em seminários, monitoria contabilistica
  14. 14. INDICADORES DE SUSTENTABILIDADE DO PROJECTO - Comunidades/ associações com áreas asseguradas, defendem os seus interesses. Criadores de gado bovino melhoram a qualidade dos animais e vendem a melhores preços Agricultores melhoram a produção e obtêm mais receitas. Comunidades organizadas usam recebem e usam os fundos das receitas dos 20% COMENTÁRIOS / LIÇÕES APREENDIDAS  A comunicação regular entre o implementador do projecto e as estruturas do Governo é fundamental para o sucesso do mesmo;  É preciso dialogar constantemente com os produtores e membros das comunidades para aumentar a confiança entre ambas partes;  No acto da implementação das actividades a divulgação da legislação é pertinente em todos os níveis;  Criar secções de coordenaçao entre o implementador e o SDAE-locaal para aumentar a eficiência do projeto  O processo do DRP deve ser feito desde o nivel governamental até ao nível da comunidades;  Deve- se delimitar a área da comunidades e não parcelas de terras para fins de uso de terra especifíco( áreas de pastagem, área agricola, área de conservação etc);  Promover momentos de divulgação dos resultados ao longo do curso do projecto;  Analisar o progresso do trabalho periodicamente com o Governo Distrital sobretudo a nivel da localidade;  Divulgar o projecto ao Conselho Consultivo do Distrito;  Deve haver um equilibrio entre as acções visiveis (construção de infraestruturas, insumos, alfaias agricolas) e invisiveis (capacitações ou treinamentos) no desenho do projecto  Deve ter um focal point a nível da comunidade;  Envolver as escolas comunitárias para constituirem grupos inovadores para dessiminarem mensagens;   Implantar placas de sinalização como meio de divulgação e defesa da terra comunitária É importante criar capacidade de forma que cada comunidade tenha um paralegal local estabelicido  Realizar uma forte sensibilização para a participacao das mulheres, anciãos na tomada de decisão dos assuntos das comunidades
  15. 15. ANEXOS
  16. 16. ANEXO 1 Fig 1, 2 Apresentação do projecto as comunidades de Mabomo e Macarale Fi Confrontação de limites nas comunidades Mabomo-Hoyo- e nas comunidades Macarale-Chaves e Jasse Sinalização das áreas de pastagem Assistência técnica das Associaões de Ndangue
  17. 17. Fig5 e 6Mapeamento participativo dos recursos naturais nas comunidades de Nhone e Pfukwé Fig Facilitador comuntário capacitando a comunidade Entrega de insumos agrícolas a AAP Djondzane Fig 8,9 Consulta comunitária Mabomo e construção e uso da manga de tratamento
  18. 18. ANEXO 2 Nome da associação Localização Localidade /Aldeia Demarcação Área/ha Data de Entrada no SPGC Número do Processo Assoc. Agrícola de Ndangue Zona 8 7.5 10/01/2013 5770 Assoc. Agrícola Mata-Fome Nhone 24 07/01/2013 5753 Combumune Rio 7.5 10/01/2013 5771 Assoc. Agrícola de Hoyo-Hoyo Hoyo-Hoyo 500 10/01/2013 5762 Assoc. Agrícola Lhuvukane Chinhequete 4 10/01/2013 5765 Associação. Futuro Melhor Pfukwe 100 07/01/2013 5754 ACGRN Lhuvukane Hoyo-Hoyo 4000 08/07/2013 6100 ACGRN de Mabomo Mabomo 4000 08/07/2013 6099 Nhone 3000 08/07/2013 6101 Mavumbuque 3000 05/07/2013 6097 Macarale 4000 08/07/2013 6098 Pfukwe 4000 05/07/2013 6096 Associação Djondzane ACGRN de Nhone ACGRN de Mavumbuque ACGRN de Macarale ACGRN de Pfukwe

×