Gestão de resíduos sólidos de alumínio e interelações    com o desenvolvimento sustentável nacional                       ...
Sociedade em Transformação
Desafio
Desafio
DesafioCrescimento    SustentabilidadeEconômico
Mecanismos   Redução de emissão de gás carbônico no    meio ambiente;   Atingimento de maior grau de eficiência    no us...
Resíduos Sólidos – Definições   Bens consumidos e descartados após o uso (ou vida    útil), sendo classificados como:    ...
Resíduos Sólidos – Gestão O objetivo da atividade consiste em:                                         Fonte: World Bank ...
Panorama Geral – Mundo   Grande parte dos países em desenvolvimento carecem de programas    estabelecidos de coleta selet...
Panorama Geral – Brasil                       54,37 milhões ton            Volume de resíduos sólidos                     ...
Destinação dos Resíduos – Brasil    60%          59,03%    50%    40%    30%           16,78%    20%             12,58%   ...
Impactos   Observa-se que os impactos não se restringem tão    somente a danos de ordem ambiental, mas envolve    também ...
Potencial de Geração de Riqueza(Valores em R$ milhões)                                      R$ 13,57                      ...
Resíduos Sólidos de Alumínio   Verifica-se que a participação dos resíduos sólidos de    alumínio no total de resíduos ge...
Modelo Teórico                                     Estado                                 Política Nacional               ...
Considerações Finais   O volume de resíduos sólidos de alumínio apresentou    significativo incremento ao longo de quase ...
Considerações Finais Por fim, a abordagem para combater os desafios e problemas associados à gestão de resíduos sólidos c...
Obrigado!                     LUIZ VALÉRIO DE PAULA TRINDADE    Mestre em Administração de Empresas – Uninove-SP
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Gestão de resíduos sólidos de alumínio

710 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
710
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Gestão de resíduos sólidos de alumínio

  1. 1. Gestão de resíduos sólidos de alumínio e interelações com o desenvolvimento sustentável nacional Luiz Valério de Paula Trindade 19 de maio de 2010
  2. 2. Sociedade em Transformação
  3. 3. Desafio
  4. 4. Desafio
  5. 5. DesafioCrescimento SustentabilidadeEconômico
  6. 6. Mecanismos Redução de emissão de gás carbônico no meio ambiente; Atingimento de maior grau de eficiência no uso de fontes de energia; Desenvolvimento de novas técnicas produtivas; Substituição de fontes energéticas.
  7. 7. Resíduos Sólidos – Definições Bens consumidos e descartados após o uso (ou vida útil), sendo classificados como:  Materiais de pós-consumo, sucata ou resíduos. Destinações:  Disposições finais seguras (aterros sanitários e incineração);  Disposições inseguras (lixões). Reciclagem:  Re-introdução no ciclo produtivo de novos produtos.
  8. 8. Resíduos Sólidos – Gestão O objetivo da atividade consiste em: Fonte: World Bank (2009)
  9. 9. Panorama Geral – Mundo Grande parte dos países em desenvolvimento carecem de programas estabelecidos de coleta seletiva de resíduos sólidos; Países em desenvolvimento geralmente apresentam índices de reciclagem de resíduos em torno de 3% a 5%; No Brasil apenas 2,82% dos resíduos sólidos são objeto de algum tipo de reciclagem; Em contrapartida, em países economicamente desenvolvidos, este índice atinge 33,2% como nos EUA, por exemplo. Fonte: Araújo (2005); McBean; Gondim; Rovers (2007); EPA (2009)
  10. 10. Panorama Geral – Brasil 54,37 milhões ton Volume de resíduos sólidos gerados 1,53 milhão ton Volume de resíduos sólidos recicladosFonte: Araújo (2005)
  11. 11. Destinação dos Resíduos – Brasil 60% 59,03% 50% 40% 30% 16,78% 20% 12,58% 10% 3,86% 2,82% 2,62% 1,76% 0,55% 0% Fonte: Ministério das Cidades (PNSB)
  12. 12. Impactos Observa-se que os impactos não se restringem tão somente a danos de ordem ambiental, mas envolve também impactos de ordem econômica; Atividades que orbitam em torno do produtos environment friendly representam um potencial inexplorado de geração de riqueza para a sociedade da ordem de R$ 135,00/ton, ou o equivalente a R$ 4,3 bilhões. Fonte: Lemos; Nascimento (1999), Calderoni (2003)
  13. 13. Potencial de Geração de Riqueza(Valores em R$ milhões) R$ 13,57 R$ 117,45 R$ 427,84 Papel Ondulado Latas de Alumínio R$ 584,54 Garrafas PET Caixas Longa-Vida Fonte: Abralatas (2008), Cempre (2009), Vicária (2009)
  14. 14. Resíduos Sólidos de Alumínio Verifica-se que a participação dos resíduos sólidos de alumínio no total de resíduos gerados no país avançou de 0,04% em 1991 para 0,23% em 2008; Contudo, no mesmo período, o índice de reciclagem deste metal partiu de cerca de 38% e atingiu 96%; Estima-se que o contingente de pessoas envolvidas na cadeia reversa dos resíduos sólidos de alumínio compreende entre 150.000 e 160.000 pessoas.
  15. 15. Modelo Teórico Estado Política Nacional Empresas produtoras de Gerenciamento de alumínio de Resíduos Sólidos Canais de Distribuição Reversos Programa de Modelo de Produção incentivo à prática da Mais Limpa Sociedade reciclagem 1 – Minimização de Resíduos e emissões2 – Reutilização de resíduos Catadores e emissões (independentes ou cooperados) Resíduos sólidos após consumo ou vida útil Reciclagem
  16. 16. Considerações Finais O volume de resíduos sólidos de alumínio apresentou significativo incremento ao longo de quase duas décadas, contudo, este fator foi minimizado pelo expressivo aumento em seu índice de reciclagem; O potencial de geração de riqueza em torno da reciclagem deste metal é bastante expressiva e supera R$ 584 milhões; O modelo teórico apresentado compreende uma contribuição no sentido de ilustrar a dinâmica desta cadeia reversa e como ela pode ser replicada para outros resíduos sólidos;
  17. 17. Considerações Finais Por fim, a abordagem para combater os desafios e problemas associados à gestão de resíduos sólidos consiste na adoção de estratégias integradas de gerenciamento, tendo como premissas a redução, reutilização e reciclagem.
  18. 18. Obrigado! LUIZ VALÉRIO DE PAULA TRINDADE Mestre em Administração de Empresas – Uninove-SP

×