Evoluçao biologica pibid biologia-1º ano-luiz carlos da costa

470 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
470
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Evoluçao biologica pibid biologia-1º ano-luiz carlos da costa

  1. 1. Escola Estadual Dr. Raimundo Alves Torres,Viçosa-MG. PIBID BIOLOGIA Bolsista:Luiz Carlos da Costa 1º ano Ensino Médio
  2. 2. Evolução biológica Entre os seres vivos e o meio em que vivem há um ajuste, uma harmonia fundamental para a sobrevivência.  A adaptação dos seres vivos ao meio é um fato incontestável. A origem da adaptação, porém, sempre foi discutida. 
  3. 3. Adaptação a diferentes condições...
  4. 4.  Na Antigüidade, a idéia de que as espécies seriam fixas e imutáveis foi defendida pelos filósofos gregos. Os chamados, fixistas propunham que as espécies vivas já existiam desde a origem do planeta e a extinção de muitas delas deveu-se a eventos especiais como, por exemplo, catástrofes, que teriam exterminado grupos inteiros de seres vivos.
  5. 5.  O filósofo grego Aristóteles, grande estudioso da natureza, não admitia a ocorrência de transformação das espécies
  6. 6. Evolucionismo  Lentamente, a partir do século XIX, uma série de pensadores passou a admitir a idéia da substituição gradual das espécies por outras, por meio de adaptações a ambientes em contínuo processo de mudança.
  7. 7. Essa corrente de pensamento, transformista, explicava a adaptação como um processo dinâmico, ao contrário do que propunham os fixistas.  Para o transformismo, a adaptação é conseguida por meio de mudanças: à medida que muda o meio, muda a espécie. Os adaptados ao ambiente em mudança sobrevivem. 
  8. 8. Nem sempre a adaptação implica aperfeiçoamento. Muitas vezes, leva a uma simplificação.  É o caso, por exemplo, das tênias, vermes achatados parasitas: não tendo tubo digestório, estão perfeitamente adaptadas ao parasitismo no tubo digestório do homem e de outros vertebrados. 
  9. 9. Idéia do Evolucionismo
  10. 10. As evidências da evolução os fósseis;  a semelhança embriológica e anatômica existente entre os componentes de alguns grupos animais (notadamente os vertebrados),  a existência de estruturas vestigiais e  as evidências bioquímicas relacionadas a determinadas moléculas comuns a muitos seres vivos. 
  11. 11. Anatomia Comparada A asa de uma ave, a nadadeira anterior de um golfinho e o braço de um homem, ainda que muito diferentes, possuem estrutura óssea e muscular bastante parecidas. A semelhança pode ser explicada admitindo-se que esses seres tiveram ancestrais em comum, dos quais herdaram um plano básico de estrutura corporal.
  12. 12. Semelhanças embrionárias  As semelhanças entre os embriões de determinados grupos de animais são ainda maiores do que as semelhanças encontradas nas formas adultas. por exemplo, é difícil distinguir embriões jovens de peixes, sapos, tartarugas, pássaros e seres humanos, todos pertencentes ao grupo dos vertebrados. Essa semelhança pode ser explicada se levarmos em conta que durante o processo embrionário é esboçado o plano estrutural básico do corpo, que todos eles herdaram de um ancestral comum.
  13. 13. Órgãos ou estruturas homólogos  Certos órgãos ou estruturas se desenvolvem de modo muito semelhante nos embriões de todos os vertebrados. São os órgãos homólogos. Apesar de terem a mesma origem embrionária, os órgãos homólogos podem ter funções diferentes, como é o caso do braço humano e da asa de uma ave, por exemplo.
  14. 14. Órgãos ou estruturas análogos  estruturas desempenham a mesma função, mas têm origem embrionária diferente
  15. 15. Será que os Homens descendem dos macacos?
  16. 16. Evidências moleculares da evolução A comparação entre moléculas de DNA de diferentes espécies tem revelado o grau de semelhança de seus genes, o que mostra o parentesco evolutivo.  citocromo c 
  17. 17. As idéias de Lamarck  Em sua teoria, Lamarck sustentou que a progressão dos organismos era guiada pelo meio ambiente: se o ambiente sofre modificações, os organismos procuram adaptar-se a ele
  18. 18.  Lei do uso ou desuso: no processo de adaptação ao meio, o uso de determinadas partes do corpo do organismo faz com que elas se desenvolvam, e o desuso faz com que se atrofiem;
  19. 19.  Lei da transmissão dos caracteres adquiridos: alterações no corpo do organismo provocadas pelo uso ou desuso são transmitidas aos descendentes.
  20. 20. Lamarck X Darwin
  21. 21. Um pouco da História do Darwinismo  Nas ilhas Galápagos, um conjunto de A viagem de Darwin ao redor do ilhas pequenas e áridas, situadas no mundo Oceano Pacífico a cerca de 800 Km da costa do Equador, Darwin encontrou uma fauna e uma flora Durante a viagem do Beagle, altamente peculiares, que variavam Darwin de ilha para ilha. ligeiramente fez escavações na Patagônia, onde encontrou fósseis de mamíferos já extintos. Darwin descobriu o fóssil de um animal gigantesco, com a organização esquelética muito semelhante à dos tatus que hoje habitam o continente sul-americano.
  22. 22.  Darwin foi influenciado pelos trabalhos de cientistas famosos, como o astrônomo John Herschel (1792–1871) ,o naturalista e viajante Alexandr Humboldt (1767–1835); o geólogo Charles Lyell (1797 – 1875;
  23. 23. Seleção Natural A ação da seleção natural consiste em selecionar indivíduos mais adaptados a determinada condição ecológica, eliminando aqueles desvantajosos para essa mesma condição.  A expressão mais adaptado referese à maior probabilidade de determinado indivíduo sobreviver e deixar descendentes em determinado ambiente. 
  24. 24. Como a Seleção Natural atua..
  25. 25. Exemplos de seleção natural  A resistência de bactérias a antibióticos e de insetos a inseticidas têm aumentado muito nos últimos anos, havendo sempre a necessidade de se desenvolverem novos antibióticos e novos inseticidas.
  26. 26. Coloração de advertência E a falsa coral???? Mimetismo Adaptação!
  27. 27. A teoria sintética da evolução conciliação das idéias sobre seleção natural com os fatos da Genética  fatores que tendem a aumentar a variabilidade genética da população : mutação e permutação;  fatores que atuam sobre a variabilidade genética já estabelecida : migração, deriva genética e seleção natural. 
  28. 28. “Nada se faz em biologia a não ser à luz da evolução”.  duvidas????  Aula disponivel para visualização/download: esedratbio.blogspot.com 

×