Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 25

2.699 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.699
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2.055
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 25

  1. 1. Sobre tipos de sujeito: manual, p. 328 Para a tabela da segunda página: núcleo do predicado = verbo
  2. 2. • Transitivo direto | tem complemento direto • Transitivo indireto | tem complemento indireto • Transitivo direto e indireto | tem complemento direto e complemento indireto • Intransitivo | não tem complemento direto nem indireto (tadinho!)
  3. 3. Dizem que o filme A Missão é fantástico. SLB Os alunos e os professores participaram numa visita de estudo a Tóquio. C Trovejou intensamente esta noite. SNE O Papa Francisco acabou de ler um livro excelente. S
  4. 4. Vamos de férias assim que o inverno começar! SNS Eles pensam que ganharão a eleição para a Associação de Estudantes facilmente. S Nunca telefonas a avisar que chegas tarde! SNS O Cristiano e quem tu sabes vêm à festa. C
  5. 5. Pensa-se que será um ano difícil... SLB Não nevava assim em Lisboa há semanas! SNE Parece que ele já não vem. SNE Vive-se bem na Sibéria. SLB
  6. 6.   a) Diz-se que este ano Rita Pereira vai ganhar o Óscar. Vou às compras. Conversa-se muito, mas acerta-se pouco. Comenta-se que foste de férias. Sujeito — nulo indeterminado
  7. 7. b) Choveu a semana inteira. Este ano nevou imenso no Algarve. Ouvi dizer que vai ficar mau tempo. Ontem trovejou. Há sandes de couratos. Sujeito — nulo expletivo
  8. 8. c) Ele foi passear. Vou ao centro comercial ver as novidades da nova estação. Comprei um livro de manga. Fazemos hoje um bolo? Sujeito — nulo subentendido
  9. 9. núcleo a) Os jogadores obedecem complemento indireto ao árbitro.
  10. 10. núcleo predicativo do sujeito b) O avião está atrasado.
  11. 11. núcleo complemento direto c) A Marisa ofereceu um livro à mãe. complemento indireto
  12. 12. núcleo complemento direto d) Eles tomaram o Carlos por parvo. predicativo do complemento direto
  13. 13. núcleo e) O médico pratica complemento direto natação.
  14. 14. núcleo predicativo do sujeito f) Os alunos parecem apreensivos...
  15. 15. núcleo g) O ilusionista fez complemento direto um truque fantástico!
  16. 16. núcleo complemento direto h) A juíza considerou o réu culpado. predicativo do complemento direto
  17. 17. núcleo complemento direto i) Acho que deves fugir. (subordinada completiva)
  18. 18. núcleo j) Começou
  19. 19. • Transitivo direto | tem complemento direto • Transitivo indireto | tem complemento indireto • Transitivo direto e indireto | tem complemento direto e complemento indireto • Intransitivo | não tem complemento direto nem indireto (tadinho!)
  20. 20. Cheguei! | I Telefonei à Laura. | TI O quadro caiu. | I Resolvi a questão. | TD Ele jantou. | I
  21. 21. A Alexandra vendeu a carrinha na semana passada. | TD Entreguei os apontamentos ao Paulo. | TDI Ele jantou peixe. | TD Nós obedecemos às regras! | TI
  22. 22. A empresa reabriu em agosto. | I Esta bicicleta pertence à Isilda. | TI O meu primo Rogério emprestou-te o carro? | TDI
  23. 23. Critérios para distinguir funções sintáticas:
  24. 24. O COMPLEMENTO DIRETO é substituível pelo pronome «o» («a», «os», «as»): •Dei um doce ao orangotango. = Dei-o ao orangotango.
  25. 25. O COMPLEMENTO INDIRETO, que é introduzido pela preposição «a», é substituível por «lhe»: •Dei um doce ao orangotango. = Dei-lhe um doce.
  26. 26. O COMPLEMENTO OBLÍQUO, e mesmo quando usa a preposição «a» (uma das várias que o podem acompanhar), nunca é substituível por «lhe»: •Assistiu ao julgamento do Coronel Jesuíno. → *Assistiu-lhe.
  27. 27. Para identificarmos um MODIFICADOR DO GRUPO VERBAL, podemos fazer a pergunta «O que fez [sujeito] + [modificador]?» e tudo soará gramatical: •A Florinda estudou gramática na segunda-feira. •Que fez a Florinda na segunda-feira? Estudou gramática.
  28. 28. Ao contrário, se se tratar de um COMPLEMENTO OBLÍQUO, o resultado será agramatical: •O Acácio foi à Cova da Moura. •* Que fez o Acácio à Cova da Moura? Foi.
  29. 29. Para se distinguir o MODIFICADOR DE FRASE (relativamente ao modificador do grupo verbal), note-se que a construção que ponho entre parênteses é possível com o modificador do grupo verbal mas não com o advérbio que incide sobre toda a frase. Modificador de grupo verbal: «Ele come alarvemente.» (É alarvemente que ele come.) Modificador de frase: «Evidentemente, o teste de gramática está próximo.» (*É evidentemente
  30. 30. Reconhece-se o COMPLEMENTO AGENTE DA PASSIVA com facilidade. Começa com a preposição «por» e podemos adotá-lo como sujeito da mesma frase na voz ativa: •Batatinha foi carregado por Miguel Lopes. → Miguel Lopes carregou Batatinha
  31. 31. O SUJEITO concorda com o verbo (se experimentarmos alterar o número do sujeito, isso refletir-se-á no verbo que é núcleo do predicado): •Caiu a cadeira. → Caíram as cadeiras (Para se confirmar que «a cadeira» não é complemento direto: *Caiu-a.)
  32. 32. A minha mãe ofereceu-lhe um perfume. — complemento indireto
  33. 33. O ator foi entrevistado pelo jornalista. — complemento agente da passiva
  34. 34. O Lauro gosta de futebol. — complemento oblíquo
  35. 35. complemento direto Nomearam-no capitão de equipa. — predicativo do complemento direto
  36. 36. Os amigos do capitão leram o diário de bordo. — complemento direto
  37. 37. Eles continuam zangados um com o outro. — predicativo do sujeito
  38. 38. Os meus pais viajaram ontem. — modificador do grupo verbal
  39. 39. A Eulália leu o livro que a amiga lhe deu. — modificador restritivo do nome (subordinada relativa restritiva)
  40. 40. complemento direto Os amigos achavam-na extremamente competente. — predicativo do complemento direto
  41. 41. O Quim foi ao Brasil. — complemento oblíquo
  42. 42. Já assinou os documentos, senhor diretor? — vocativo
  43. 43. Anda, Luzia, quero vê-la... Andaluzia, quero vê-la...
  44. 44. Vinde, táxi, depressa! * Vim de táxi, depressa... Mas quem é o doido que trata um táxi por vós?
  45. 45. Não é Regina! Não erre, Gina!
  46. 46. Glória, adeus! Glória a Deus!

×