<ul><li>O poema de Fernando Pessoa toma o mito clássico já no final das peripécias, focando-se apenas na fase em que Eros ...
 
<ul><li>Resumo </li></ul><ul><li>Manter tipo de enunciação, ordem, proporção </li></ul><ul><li>Suprimir repetições, exempl...
 
<ul><li>ll. 1-4 </li></ul><ul><li>Publicados em 1888,  depois de uma gestação de dez anos,  Os Maias  fecham um ciclo de r...
<ul><li>ll. 5-23  A obra integra o nível narrativo da história familiar e o da crónica de costumes. A história da família ...
<ul><li>ll. 5-23  </li></ul><ul><li>A obra integra o nível narrativo da história familiar e o da crónica de costumes. A hi...
<ul><li>O plano da crónica de costumes é constituído por quadros destinados à crítica social, frequentemente cómicos, em q...
<ul><li>ll. 5-23  A obra integra o nível narrativo da história familiar e o da crónica de costumes. A história da família ...
<ul><li>ll. 24-34 </li></ul><ul><li>Paralela à dimensão cómica, na esfera familiar  decorre a tragédia.  Como é de regra n...
<ul><li>ll. 35-42 </li></ul><ul><li>A revelação que contraria a paixão do par amoroso  é multiplamente indiciada ao longo ...
<ul><li>ll. 43-48, 49-56, 57-59  </li></ul><ul><li>O  incesto , que  significará a  morte de um Afonso moralmente derrotad...
 
<ul><li>Síntese </li></ul><ul><li>Se não houver indicação, pode corresponder a  ¼ do texto-fonte. </li></ul><ul><li>Ordem ...
 
<ul><li>TPC </li></ul><ul><li>Faz o desafio 2 em  http:// www.nescolas.dn.pt / .  </li></ul>
<ul><li>Quem não tratou ainda do Egafilme deve ter em conta que não gostaria de dar muito mais tempo para esta tarefa, sen...
<ul><li>Os que já têm estes dois encargos cumpridos poderiam ir decidindo, ou até começando, tarefa grande (= ler um livro...
 
 
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação para décimo primeiro ano, aula 57

1.054 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.054
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
216
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
20
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação para décimo primeiro ano, aula 57

  1. 2. <ul><li>O poema de Fernando Pessoa toma o mito clássico já no final das peripécias, focando-se apenas na fase em que Eros vai em busca de Psique adormecida. No texto pessoano, Psique pouco relevo tem; e mesmo a relação entre as duas personagens surge-nos apagada. A última quintilha faz que Eros, quando deveria acordar a princesa, afinal se encontre a si próprio, o que pode significar que o motivo do poema é, na verdade, a reflexão do poeta sobre si mesmo (o que não é inusual em Pessoa). </li></ul>
  2. 4. <ul><li>Resumo </li></ul><ul><li>Manter tipo de enunciação, ordem, proporção </li></ul><ul><li>Suprimir repetições, exemplos, citações, peripécias </li></ul><ul><li>Generalizar (trocar séries pelos seus «hiperónimos») </li></ul><ul><li>Evitar reproduzir frases inteiras, mas também evitar trocas artificiais de palavras por sinónimos. </li></ul><ul><li>Averiguar bem (ao nível do parágrafo talvez) o essencial da informação. </li></ul>
  3. 6. <ul><li>ll. 1-4 </li></ul><ul><li>Publicados em 1888, depois de uma gestação de dez anos, Os Maias fecham um ciclo de romances, em moldes realistas, sobre a sociedade portuguesa. </li></ul><ul><li>(47 / 22) </li></ul>
  4. 7. <ul><li>ll. 5-23 A obra integra o nível narrativo da história familiar e o da crónica de costumes. A história da família Maia, em três gerações, tem como protagonista Carlos, o neto. O plano da crónica de costumes é constituído por quadros destinados à crítica social, frequentemente cómicos, em que se destacam diversas personagens-tipo, representativas da sociedade de então. Quanto a Carlos e Ega, movem-se entre estes dois níveis. </li></ul><ul><li>(200 / 70) </li></ul>
  5. 8. <ul><li>ll. 5-23 </li></ul><ul><li>A obra integra o nível narrativo da história familiar e o da crónica de costumes. A história da família Maia, em três gerações, tem como protagonista Carlos, o neto. </li></ul>
  6. 9. <ul><li>O plano da crónica de costumes é constituído por quadros destinados à crítica social, frequentemente cómicos, em que se destacam diversas personagens-tipo, representativas da sociedade de então. Quanto a Carlos e Ega, movem-se entre estes dois níveis. </li></ul><ul><li>(200 / 70) </li></ul>
  7. 10. <ul><li>ll. 5-23 A obra integra o nível narrativo da história familiar e o da crónica de costumes. A história da família Maia, em três gerações, tem como protagonista Carlos, o neto. O plano da crónica de costumes é constituído por quadros destinados à crítica social, frequentemente cómicos, em que se destacam diversas personagens-tipo, representativas da sociedade de então. Quanto a Carlos e Ega, movem-se entre estes dois níveis. </li></ul><ul><li>(200 / 70) </li></ul>
  8. 11. <ul><li>ll. 24-34 </li></ul><ul><li>Paralela à dimensão cómica, na esfera familiar decorre a tragédia. Como é de regra neste género, as personagens são de alta estirpe social , e as características e sentimentos dos heróis, Carlos e Maria Eduarda, distinguem-se pela sua elevação. </li></ul><ul><li>(120 / 40) </li></ul>
  9. 12. <ul><li>ll. 35-42 </li></ul><ul><li>A revelação que contraria a paixão do par amoroso é multiplamente indiciada ao longo do romance (em lembranças de Vilaça, em receios de Maria Eduarda , bem como nas suas observações acerca das parecenças entre Maria Monforte e Carlos ). </li></ul><ul><li>(86 / 35) </li></ul>
  10. 13. <ul><li>ll. 43-48, 49-56, 57-59 </li></ul><ul><li>O incesto , que significará a morte de um Afonso moralmente derrotado, é uma fatalidade que não é estranha à tragédia clássica . No entanto, no romance os seus efeitos serão relativamente leves, para Carlos ou mesmo para Maria Eduarda , como se Eça não quisesse levar às últimas consequências a dimensão trágica da intriga. </li></ul><ul><li>(166 / 51) </li></ul>
  11. 15. <ul><li>Síntese </li></ul><ul><li>Se não houver indicação, pode corresponder a ¼ do texto-fonte. </li></ul><ul><li>Ordem das ideias pode não ser a mesma do texto-fonte. </li></ul><ul><li>Pode ocupar-se de mais do que um texto. </li></ul><ul><li>Autor do texto-fonte pode ser mencionado. </li></ul><ul><li>Pode a nossa atitude ser de comentadores. </li></ul>
  12. 17. <ul><li>TPC </li></ul><ul><li>Faz o desafio 2 em http:// www.nescolas.dn.pt / . </li></ul>
  13. 18. <ul><li>Quem não tratou ainda do Egafilme deve ter em conta que não gostaria de dar muito mais tempo para esta tarefa, sendo aconselhável que a resolvam rapidamente. </li></ul><ul><li>Também a conclusão da leitura de Os Maias é aconselhável. </li></ul>
  14. 19. <ul><li>Os que já têm estes dois encargos cumpridos poderiam ir decidindo, ou até começando, tarefa grande (= ler um livro). Da minha parte, tentarei explicitar em GdN que tipo de obra é recomendável. </li></ul>

×