Vamos até à p. 85, para escutarentrevista ao pintor Júlio Pomar.
a. (F) Júlio Pomar considera que jápintou tudoainda lhe falta pintar tudo
b. (F) Para ele, pintar todos os dias éuma obrigação.pintar não é uma obrigação, é umanecessidade
c. (V) O pintor afirma que não hátruques garantidos e que a vida é o seugrande mestre.
d. (V) Pomar é um artista movido peloprazer.
e. (F) Júlio Pomar nunca sentiudesprazer ao pintar.sentiu desprazer, quando as tintas nãoobedecem, quando escorregam, como...
f. (V) Julio Pomar não se considera umartista de maus humores.
g. (F) A metáfora da criação artísticacomo um parto não se aplica à suaforma de criação, num misto de prazer,angústia e um...
h. (F) Júlio Pomar gosta mais dos seusquadros depois de os pintar.gosta mais deles, quando os está apintar, no ato de o fa...
i. (V) O pintor não gosta de ver os seusquadros depois de os pintar porconsiderar que há sempre algumacoisa que poderia te...
j. (V) As histórias dos quadrosdesaparecidos referem-se a obrasdenominadas Camões e OsSaltimbancos.
k. (F) Sakanikas Camionagem é o nomede um pintor amigo de AlmadaNegreiros.Nikias Skapinakis
A ação de Wall-E decorre num futurolongínquo, em 2700. A Terra apresentaum aspeto desolador: não se avistamseres vivos (pe...
O derradeiro habitante do planetaparece ser um robô ferrugento, Wall.E.Estaria completamente sozinho, não foraacompanhá-lo...
Wall.E dedica o seu tempo a empilharos resíduos deixados pelos homenshavia centenas de anos, o que lhepermite ir-se depara...
Porém, Wall.E vai conhecer Eva, robôenviado à Terra para detetar sinais devida que permitissem ponderar oregresso dos sere...
TPC — Estudar (resolvendo partes,experimentando outras, relanceandocorreções) páginas sobre acentuação noCaderno de Ativid...
Apresentação para décimo ano de 2011 2, aula 50
Apresentação para décimo ano de 2011 2, aula 50
Apresentação para décimo ano de 2011 2, aula 50
Apresentação para décimo ano de 2011 2, aula 50
Apresentação para décimo ano de 2011 2, aula 50
Apresentação para décimo ano de 2011 2, aula 50
Apresentação para décimo ano de 2011 2, aula 50
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação para décimo ano de 2011 2, aula 50

1.367 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.367
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
972
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação para décimo ano de 2011 2, aula 50

  1. 1. Vamos até à p. 85, para escutarentrevista ao pintor Júlio Pomar.
  2. 2. a. (F) Júlio Pomar considera que jápintou tudoainda lhe falta pintar tudo
  3. 3. b. (F) Para ele, pintar todos os dias éuma obrigação.pintar não é uma obrigação, é umanecessidade
  4. 4. c. (V) O pintor afirma que não hátruques garantidos e que a vida é o seugrande mestre.
  5. 5. d. (V) Pomar é um artista movido peloprazer.
  6. 6. e. (F) Júlio Pomar nunca sentiudesprazer ao pintar.sentiu desprazer, quando as tintas nãoobedecem, quando escorregam, comoquando se dá o braço a uma senhoraque não quer e diz impropérios.
  7. 7. f. (V) Julio Pomar não se considera umartista de maus humores.
  8. 8. g. (F) A metáfora da criação artísticacomo um parto não se aplica à suaforma de criação, num misto de prazer,angústia e um conjunto vasto desensações.aplica-se-lhe
  9. 9. h. (F) Júlio Pomar gosta mais dos seusquadros depois de os pintar.gosta mais deles, quando os está apintar, no ato de o fazer.
  10. 10. i. (V) O pintor não gosta de ver os seusquadros depois de os pintar porconsiderar que há sempre algumacoisa que poderia ter feito de formadiferente.
  11. 11. j. (V) As histórias dos quadrosdesaparecidos referem-se a obrasdenominadas Camões e OsSaltimbancos.
  12. 12. k. (F) Sakanikas Camionagem é o nomede um pintor amigo de AlmadaNegreiros.Nikias Skapinakis
  13. 13. A ação de Wall-E decorre num futurolongínquo, em 2700. A Terra apresentaum aspeto desolador: não se avistamseres vivos (pessoas, animais ouplantas), a paisagem assemelha-se a umcontínuo depósito de lixo.
  14. 14. O derradeiro habitante do planetaparece ser um robô ferrugento, Wall.E.Estaria completamente sozinho, não foraacompanhá-lo uma barata. Os homens,dada a falta de água e de alimentos, hámuito tinham abandonado a Terra,refugiando-se numa estação espacial quese diria pensada apenas para o lazer.
  15. 15. Wall.E dedica o seu tempo a empilharos resíduos deixados pelos homenshavia centenas de anos, o que lhepermite ir-se deparando com os despojosde uma guerra afinal ganha peloconsumismo. Esses testemunhos de umacivilização vencida — uma lâmpada defilamentos, um cubo de Rubik, umacassete com filme romântico antigo —dão colorido aos dias da diligentemáquina solitária.
  16. 16. Porém, Wall.E vai conhecer Eva, robôenviado à Terra para detetar sinais devida que permitissem ponderar oregresso dos seres humanos, que,confinados a uma espécie de estaçãoespacial turística, se tinham tornadosedentários obesos. Eva vem em buscado mínimo ser vivo — por exemplo, umaplanta por ínfima que seja. Wall.E vaiapaixonar-se por Eva.
  17. 17. TPC — Estudar (resolvendo partes,experimentando outras, relanceandocorreções) páginas sobre acentuação noCaderno de Atividades (pp. 7-11). Lançar correções que tenha eu feitoaos verbetes hoje entregues e enviar-mos.

×