• Curtir
A sociedade medieval
Próximos SlideShare
Carregando em...5
×

A sociedade medieval

  • 1,978 visualizações
Carregado em

Trabalho de grupo realizado pela turma 7º8 da Escola EB 2,3 Pdre Alberto Neto

Trabalho de grupo realizado pela turma 7º8 da Escola EB 2,3 Pdre Alberto Neto

Mais em: Educação
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Tem certeza que quer?
    Sua mensagem vai aqui
    Seja o primeiro a comentar
    Be the first to like this
Sem downloads

Visualizações

Visualizações totais
1,978
No Slideshare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1

Ações

Compartilhamentos
Downloads
7
Comentários
0
Curtidas
0

Incorporar 0

No embeds

Conteúdo do relatório

Sinalizado como impróprio Sinalizar como impróprio
Sinalizar como impróprio

Selecione a razão para sinalizar essa apresentação como imprópria.

Cancelar
    No notes for slide

Transcript

  • 1. A Sociedade Mediaval
  • 2. A Sociedade Mediaval• A sociedade medieval é constituída por três classes, bemdefinidas: clero, nobreza e povo. Originariamente essasclasses distinguiam-se pelas suas diversas e respectivasfunções: a função religiosa, a função guerreira e a funçãotrabalhadora. O clero preocupava-se com o bem-estarespiritual e pela salvação dos homens; os nobresdefendiam a comunidade das agressões; o povo sustentava,com o seu trabalho, toda a sociedade. Ao longo dos séculosa nobreza foi sendo renovada pela inclusão de indivíduosde origem popular na Nobreza; não se exclui a ideia de quealgumas famílias nobres, por empobrecimento progressivo,tenham perdido a sua ligação à classe de origem,integrando-se no povo.
  • 3. O Clero••• O clero constituía uma classe aberta, na medida em que os seus membros eramrecrutados entre o povo e a nobreza. Não era uma classe homogénea e há quedistinguir entre o alto clero (bispos, abades entre outros) e o baixo clero. Pelariqueza, pelo poder, pela consideração social e até pela origem, os altos dignitáriosda Igreja estão muito perto da nobreza, onde quase sempre são recrutados. Por suavez muitos curas de aldeia mal se distinguem dos seus paroquianos, partilhando comeles a pobreza e a ignorância. Por esse motivo, as relações entre a hierarquia e obaixo clero nem sempre eram pacíficas. No entanto, os seus membros tinham emcomum a função religiosa. Constituía uma classe privilegiada: possuía isenção deimpostos; regia-se por um direito próprio e tinha tribunais específicos; possuíamdireitos sobre certos estratos populares na área sob seu domínio. Pela natureza dassuas funções constituíam a classe mais culta, a única sistematicamente alfabetizada,o que explica que a cultura literária da Idade Média seja marcadamente religiosa.
  • 4. A Nobreza•• Ao contrário do clero, era uma classe fechada, visto que a condição de nobreherdava-se com o nascimento era nobre o filho de nobre. No entanto, o rei podianobilitar membros destacados da burguesia, como forma de recompensar os seusserviços. Também não era uma classe homogénea. Era também uma classeprivilegiada: possuía isenção de impostos e direito próprio. O seu poder económicovinha-lhe da posse da terra e do domínio que exerciam sobre os servos, que deviamao seu senhor trabalho não remunerado e o pagamento de taxas diversas. Odesenvolvimento da economia mercantil, com maior circulação da moeda, e atransformação dos servos em homens livres, a par da progressiva divisão dapropriedade pelos descendentes, foi debilitando o poder económico da nobreza,que procurava reagir, lutando pela manutenção e aumento dos seus privilégios, pelocasamento com membros da burguesia, ou pelo envolvimento em atividadesmercantis, em princípio vedadas aos membros da nobreza.•
  • 5. O Povo• Também não era uma classe homogénea. Os vilãos eram homens livres, masentre eles havia os mais abastados, que tendiam pela riqueza e pelocomportamento a aproximar-se da nobreza, a que alguns chegaram aascender, e outros que viviam pobremente. Uns e outros, encontramo-los,tanto no campo como na cidade. Os servos não tinham o mesmo grau deliberdade dos vilãos. Estavam na dependência de um senhor, nobre oureligioso, para o qual tinham de trabalhar. À medida que os séculospassaram os servos foram ascendendo à condição de homens livres,engrossando as fileiras dos vilãos. Na sociedade medieval, os escravos foramsempre em número reduzido. Basicamente este grupo era constituído porcativos de guerra (mouros).••
  • 6. Conclusão• O que podemos concluir com este trabalho da sociedade medieval é queexistiram três grupos socais muito diferentes, principalmente pelo o estatuto eas funções que desempenhavam.Cada grupo tinha o seu papel social bem definido. O grupo social maisprivilegiado era aquele que tinham função de defender e conquistarterritórios, ou seja a nobreza, mas também tinha mais riquezas.O segundogrupo mais privilegiado, o clero, responsável pela religião... E o grupo socialdesprivilegiado, o povo, era o grupo social mais trabalhador e tinha comofunção servir as outras duas classes,nobreza e clero. Naquela altura haviamuita injustiça e não havia misturas de classes. Eram classes muito rígidas,cada classe tinha o seu papel e a sua função assim como as hierarquias bemdefinidas.
  • 7. Trabalho realizado por:• Ana Rita Santos nº1• Dilvana nº5• Filipa nº9• Turma: 7º8ª• Profª: Luisa Jesus• Data: 8.5.2013