18 novo avenida brasil 2 livro completo

4.288 visualizações

Publicada em

Livro Novo Avenida Brasil 2

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.288
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
22
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
454
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

18 novo avenida brasil 2 livro completo

  1. 1. -tãeqggm-A a. : - 731 '> _» r _ r 'H 541 Aê*4aír%ü;9?ê@%ê s A %ÍÉàn9§%6 7i à : iii/ ro ãjyr 51:5; ananás-cities ' W523.
  2. 2. Cursa Bm . a . .J A J 15o : Ja IJqrÇíUgUÊ/ ,ST fgaqrsjlãgàfsqfJgTi/ ;J u. , Emma Eberlein O. F. lima 7 lutz nohrmnnn Tokíko Ishíhnm Samira nbírnd Iuneg Crístión González Bergwüâ? M. ; ÉDIITFÓRH É wímllY/ êRSallTfaâríâliíã
  3. 3. Sobre os autores: Emma Eberleiri O. E Lima, Mestre em Letras pela Universidade de São Paulo. Professora de Português para estrangeiros em São Paulo. Diretora de cursos da Polyglot. Autora de muitos livros didáticos de Português para estrangeiros. Lutz Rohrmann, Coordenador de projetos de livros didáticos. Co-autor de vários livros didá- ticos de Alemão e Português para estrangeiros. Tokíko Ishihara, Professora/ Doutora do Departamento de Letras Modemas da Universidade de São Paulo (USP). Foi professora de Português no Centro de Lingüística Aplicada de Besançon (França). Samira Abírad Iunes, Doutora em língua e literatura francesa pela Universidade de São Paulo. Professora do Departamento de Letras Modemas da Universidade de São Paulo. Autora de muitos livros didáticos de Português para estrangeiros. Cristián Gonzalez Bergweílet; professor de Português e Alemão para estrangeiros. Dados intemacionaís de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) Símbolos utilizados em irfovo avenida _ _ _ Brasil Novo Avenida Brasil, 2: curso básico de português para estrangei- ros l Emma Eberlein O. FÉ Lima. .. [et all). - São Paulo: EPU. , 2009; (A Texto gravado Outros autores: Lutz Rohrmann, Tolcilco lshihara, Samira Abírad b" Iunes, Cristian González Bergweíler. Bibliografia É Escreva rio cademo ISBN 978-85-12-54570-7 l. Português - Brasil 2. Portugués - Estudo c ensino - Estudantes estrangeiros 3. Portugués - livros-texto para estrangeiros l. Lima, Emma Eberlein O. É II. Rohrmann, Luiz. III. Ishihara, Tolcilco. IV. Iunes, Samira Abirad. V. González Bergweiler, Cristian. @B Exercício de leitura . Escreva sobre você mesmo 09-03739 CDD-469.824 _ Indice para catálogo sistemático: l. Português: Livros-texto para estrangeiros 469.824 2. Português para estarngeíros 469.824 Projeto: Departamento de Arte EPU, com colaboração de Lutz Rohrmann Desenhos e capa: Pergaminno Design ISBN 9713.85.12.541570-7 OElu-EdibmPedagógimcUnívmütáriaLbdgsãoPaulmmüaíbdososdímima reservadomArepi-odiiçiodesmcblmno bdoouempadmporqualquumcíqsemanmduáonpressaeporescñmdaEdíwm. sujeitaiioinñatoirnostermosdalei n* &BSSJIeU-IZ-liâômipenalidadeprevislanosarügos 1842 ISBJOCÓdÍgOPennLaS-Ibcrzreclusãodeumaquauoanos. Elu-kmloaqiñmñodmqn-üandar-mnjmmüõñ8-CEPMâêiXn-Sãohub-SP-Bmsil Tel: (11)3¡535077E2a1)m735&n-§¡B= hüpJ/ wwwxpnmmbr i Frniailzvendm@epueom. br Impmsonolirasíl PríntedinBraziI *LJ; L_JJ_Jl. . i1” ii Ii ii I
  4. 4. -cr -v - ur w# »uva -›n-_v-I. r--I¡V*.7 - J“"l IJ VJ' U 'LI _. _ . _.. ___. .,____ -w, -í-~T A presente edição é uma versão atualiza- da do método avenida Brasil - Curso básico de Português para estrangeiros. As grandes modificações que o mundo viveu ao longo dos anos desde a primeira publicação de avenida Brasil, bem como as alterações que o cenário dos estudos linguísti- cos sofreu obrigaram-nos a repensar e a reor- ganizar a obra. A grande modificação é a nova distribuição do material, levando o aluno do patamar inicial de conhecimento ao final do nível intermediário. Para colocar nosso material mais próximo das diretrizes do Quadro Europeu Comum de Referência (Common European Framework of Reference for Languages), decidimos reparti- lo em 3 níveis, correspondentes a Al (Volume I), A2 (Volume 2) e BI+ (Volume 3). Para facilitar a utilização do método, re- solvemos, além disso, integrar o antigo Livro de Exercícios ao livro-texto. Assim, a primeira parte de cada um dos três livros deve ser traba- lhada em aula. Na segunda parte do volume, o aluno terá exercícios numerosos e muito variados, correspondentes, cada um deles, a cada uma das lições da primeira parte. Outra alteração introduzida no método foi a racionalização da sequência verbal de modo a suavizar a passagem do Modo Indicati- vo para o Modo Subjuntivo. Com essa mesma intenção, também as atividades e os exercícios relativos a esses itens sofreram modificações. O método utilizado é essencialmente comunicativo, mas, em determinado passo da lição, as aquisições gramaticais são organizadas e explicitadas. Optamos por um método, digamos, comunicativo-estrutural. Assim, levamos o aluno, mediante atividades ligadas a suas ex- periências pessoais, a envolver-se e a participar diretamente do processo de aprendizagem, enquanto lhe asseguramos a compreensão e o domínio, tão necessários ao aluno adulto, da estrutura da língua. Sem dúvida, o objetivo maior do Novo avenida Brasil, agora em três volumes, é capacitar o aluno a compreender e falar. Entre- tanto, por meio da seção Exercício: (segunda parte de cada um dos 3 volumes), sua compe- tência escrita_ é igualmente desenvolvida. 0350110 ñvenído Brasil não' se concentra apenas no ensino de intenções de fala e de estruturas. Ele vai muito além. Informações e considerações sobre o Brasil, sua gente e seus costumes permeiam todo o material, estimulando a reflexão intercultural. Desse modo, ao mesmo tempo em que adquire ins- trumentos para a comunicação, em português, o aluno encontra, também, elementos que lhe pennitem conhecer e compreender o Brasil e os brasileiros. O Move Mérida Brasil destina-se a estrangeiros de qualquer nacionalidade, ado- lescentes. e adultos; que queiram aprender Português para poderem comunicar-se com os brasileiros e participar de sua vida cotidiana. Os autores
  5. 5. ;M1 a Livro- Livro de Texto Exercícios Temas Comunicação Gramática Liçao 1 i ata-im; - i - v 'M a' i Partes do corpo, saúde. espor- Descrever pessoas e poi_ , V rbos: ver, ter que; adjetivos; te. caracteristicas de pessoas, expressar gosto; _fztlar sob ea superlativo absoluto; plurais. arte brasileira. saúde', caracterizar pessoas' o ' ' Pátria an! ? "sã" . o _ _ . Trabalho: direitos, horários, -Dar ópimõegtomar panido, Verbos: pretérito imperfeito situação das mulheres. empre- iitradizer, _ _ fonna: -ar, -er. -ir, ser, ter; gos, profissões. ' ' uso: rotinas, descrição de duas ações Ano passado, contraste pretérito perfeito e imperfeito. Verbos : pôr, vir, ir + vir, ves- tir í-se); futuro do presente. Lição 3 . , Roupa, significado social da roupa, convites: diferenças interculturais. Lição 4 Familia, festas, imigração para o Brasil, ' Verbos: trazer, levar + trazer, saber. dizer; Pretérito mais- que-perfeito, composto e simples, Futuro do pretérito. Não 5 _ _ Turismo, turistas, poluição, ecologia, natureza. 7 Verbos: Pretérito Perfeito Cõmposto do Indicativo. Advérbios em -mente; outros advérbios. Pronomes indeñnidos; alguém_ algum, ' algo, ninguém, nenhum, nada. Dupla negação. uçãóo A* As. regiões do Brasil, estereótipos, inñuências na cultura brasileira, tradições. ' Verbos: voz passiva com ser; voz passiva com-se; Particípios duplos. Pronomes indeñnidos: todo/ a, todos Egg os/ todas as, tudo, cada r' 'r "r ? HV-w i . .I _L _w _a_
  6. 6. *IJ 'IJ W-i-"l IJ' U 'IJ' O Iitxrkphom Descrever pessoas e coisas; expressar gosto: falar sobre a saúde; caracterizar pessoas; expressar simpatia, antipatia. j uü-*tà- 'engolir-sim . Leia os diálogos e rel às ilustrações. camera: . , ›' ' Melhorou? l* ° Eu não. Estou com muita ~ dor de cabeça. ' ° Sinto muito. Espero que melhore. J' ' ai. aafsirfr” ' Você viu a moça? Como ela é? ' Ela é lindíssima Os olhos, o --i nariz, a boca, os cabelos L; 5 'Ei fazer regime. . ' Acho ótimo! ' ° O que você achaídeste quad ; g v' Acho esquisito. E estranho A ° E, acho muito feio.
  7. 7. .A1 Acho lindíssimo . - Este quadro e' muito esquisito. . Eu acho genial. muito interessante. o Eu não entendo nada de pintura, mas acho muito estranho. p Qmgque pernas e pés enormes! Você í 'Ii/ iii o braço e a mão como são grandes? E a cabeça é minúscula. . Mas é um quadro moderno. o Tudo bem, eu sei que é modemo. Mas não gosto. Acho feio. . Mas eu acho lindíssimo. Olhe direito. O corpo e' longo e liso. No rosto s_ó_ s_e veem os olhos e o nariz. 05 V», ,Á E tão interessante f' o Mas não tem boca Descreva um dos quadros ou escultura e dê sua opinião. @whom . ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... .. Morro Vermelho, 1926 [Amar Segall (1891-1957). Nau-cu mi Vibra. ccpiraldn Lituânia. modus dedicou dndccndo a pmhrra. Em 1923. Wlldñlhll para o Barril. mim-mando a pinto¡ dlñtdmlntc, agora usada uma bmrilamr. Abapum, l 92 8 Trlfrlfd do Amaral_ ! X90 1073. Quadra que Jeu nngem . m wmwmunla hrerrino chamada . ânlropnfriglxmo Pruwxnu grand: _ agitação cultural m7 Ílm do: amu 30. Monumento às Bandeiras, 195 3 Erwlhxru mi mármore - Obra mau famosa da Victor Brochura 11H94-l955), unil- . far. nascido na Itália, dnsenvotvzu no Brasil mrmsa atrvidad¡ minima. nñññnnnnnnl f l i
  8. 8. -awuw-mwvw~ú'ú^ú'ú"ú'ú ú“ú'ü à C Ú e a z 2 l 2 t I | . l; A53 1. Organize as partes do corpo de cima para baixo, da cabeça aos pés. a cabeça . o rosto os olhos a boca P°. '. °*. U'P'~“Nt" o pescoço o peito as costas . a cintura . a barriga . a perna Púíílíbí ¡nwN›-_O§D o nariz r _l_ as orelhas i_ JT_ -'t Í t” _Í_ o cabelo g** J @ 2. Fale sobre estas esculturas. Dê sua opinião sobre elas. D Agéncia Bruni! , Eu acho esra escultura toscarw muito inTeressanTe. › x zl-“Àleíjádinhó 4* Eu não gosto desra escultura! Acho muito linda! Que esfranhc! _ O Sdnla Eblin¡ O Agencia Braxil,
  9. 9. AME Será que vou ter um enfarte? rx 153,; sr. não tem nada grave por enquanto. '33' E só uma gripe. . Mas, doutor, ando com muita dor de cabeça, dor nas costas. Ando muito cansado ultimamente. . O sr. está muito nervoso e fuma demais. Isto não é bom. . Estou com febre, doutor. Estou preocupado com o coração. Será que vou ter um enfarte? - Muito bem, vou lhe explicar qual é a sua "doença": o sr. está pesando 86 quilos. Para l metro e 70 de altura, o sr. está gordo demais. O sr. tem que fazer 158111”- _ * parar defumar . E o coraçao? _ a Para¡ de beber o O sr. precisa parar de fumar. E tem mais, _l _ I _ tem que fazer ginástica. à( 1°11131'1°111ed1_° _ _ Mas _ a tomar comprimido o Vou lhe dar um remédio para a gripe e também uma 1 toma¡ 111le§ã° dieta. Nada dc sal, açúcar e gorduras em excesso. * fazer' regime' 1,; Senão vai piorar. ' * faze¡ dieta: f; ~ as 1. Complete com informações do texto. Problema: Recomendação": _ ç v, l. Estou comísono. não »múmia alas-João a6 ? Estou com dor muscular. " ' 1 com. a» « u . 734m4» um 3. Estou com dificuldade de respirar. 4. Estou muito gorda. @Estou gripado. 6. Não estou enxergando direito. 4 '$2.54 "s, 7. Estou com cólica. 8. Estou de ressaca. 9. Meu dente quebrou. ' ' o, 10. Ai! Queimei meu dedo neste ferro quente. 5 ¡ . , 1 , a _ - 2. Fale com seu/ sua colega. triste 7 preocupado, a_ líOmãl' ICmédlO. cansado, a_ ' flCal' CHI C333. parar de fumar. O 531111” tem que beber menos. A senhora t¡ l liill Estou com dor de cabeça. ' dor de estômago. _ ir ao médico. a ? musa ir ao dentista. dor de dente. ç você . dor nas costas. do¡ no Pé trabalhar menos. febre/ tosse/ gñpe_ g e tomar _uma injeção. A p_ , gyqigmyñ-gaçggiwamgwhgççpçgçe, ;hang-aus ~'uç0nüv'¡_y^v'~'t a» i »
  10. 10. >'I¡I'í'í'í íí à í í T í "'él ' "a7 . r D. ? w _J x não' 5:21_ b! ! 52.1 ¡b! hí-I n-LJ_ um-; na. ; us. : mu. ; »ur um. ; »na > Estou péssimo Então, Arlindo, melhorou da gripe. ” Que nada! Estou péssimo. É o regime. Este médico quer me matar de fome. Calma, no começo é sempre assim. Depois você se acostuma. . Isto é o que você pensa. Já faz uma semana e não emagreci nem um quilo. Você tem que ter paciência. Uma O . k2k. r o Ç J semana é muito pouco. u¡ r y _ U (gi . Mas eu nao aguento de fome. Estou x fraco, estou passando mal. lVOCÊ ITIClhOIOU? ¡llsitotíbení/ mejllgàl Vamos à 3 sarou? [rj ótimo l o Ah não! Sinto muito. M Ílls/ muox d? 4 está bem? mais ou menosl . Droga! »Camp está melhor? ? mal/ péssimo * i Ainda estou j . Coitado! Espero que fique bom logo. Pabscsxh Estima suas melhoras. ELE Verbo irregular ver 1. No pretérito perfeito, o verbo Ver é conjugado como partir, sair etc. Complete você mesmo a tabela. Presente Pretérito perfeito Espero que fique bom logo. l O pretérito perfeito de ver é todo em i. . na mia. l Pedro na praia. p o filme ogt_em. o jornal de hoje? minhas amigas todos os dias. VC 1* 3. Fale com seus/ suas colegas. _ Que programas você vê na televisão? “ Que filmes brasileiros você já viu? Vocês viram o show? a peça? o concerto? o_ quadro? Tânia viu Pedro Você viu o show do sanfonenro?
  11. 11. 3243 Pronomes pessoais lhe, lhes para você/ ele/ 'ela i0 professor lhe explica o exercicio. L O professor explica o exercicio a você/ ele/ 'ela l [Eu dou meu endereço para vocês/ eles/ elas O professor lhes explica o exercicio. l a vocês/ eles/ elas Complete. t 1. Onde estão o Zé e o Paulo? Eu quero . ... ... .. mostrar as fotos. 2. Paula, posso . ... . ... .. . . fazer um cafezinho? l 3. lVloças, posso pagar uma cai lirinha? l 4. O Juca e a Zélia estão em Belem. Eu . ... .. enviei um e-mail ontem. 5. A Mara está doente. Úm/ éflíco . ... . . ... .. deu um remédio para tomar. _ “l 6. João, eu . ... ... .. telefono amanhã. Esse restaurante L; Exemplo: Este restaurante é muito caro. é baratissímo? Este restaurante é caríssimo. ' B3 Superlativo absoluto à r* lindíssimo péssimo ' éssimo ' anunciando. transnacionais-anna 3. Não gosto do hotel. Ele é . ... . ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... .. 4. Você precisa conhecer Júlio. Ele é 7 ' i is* l 5.. Costo da Cadeira. Ela é . ..Cç-. s.2l. ¡i9¡. .l-. «¡. Ã!. -. . lz. .5.. =1.*. ›.1. . ".' . ... ... ... . . . 6. Você tem que ver este filme. Ele é . ..sê. '.'. ii. ã:. i.ti. fínfâi! Jfleí -n , - , ' . › , à 7. Vou me sentar nessa poltrona, bla e. ... .9.: '.z. é.? .Í. ..Íl. .°. .. ... ... . . . of:
  12. 12. *U É? Plural D Regra Terminacóes l ÍÃD É. ? 5 Ê* . D o . É - o jornal_ '- osiornais ° papel. -°. @s papéis - olençol ' E lslençóis ' ~ > * -s E a) - o lá ' o l' ' ¡ plS os apis 7 o o ônibus - os ônibus o simples - simples s- b) - o mês - os meses : l - inglês ' ingleses 5 2. Fale com sua/ seu colega. Descreva a sua casa. sala, quarto, banheiro, mesa prático, grande, bonito, claro A minha casa tem uma sala clara, dois banheiros bonitos ¡ M
  13. 13. _ -. É 3533 ter que O que você tem que fazer? Fale com seu colega. Você quer aprender português. Você quer mudar a decoração de sua casa. Você está sem dinheiro. Você quer organizar uma festa. Paulo está muito gordo. -: -› Ele tem que fazer regime. Sandra está doente. --› Ela tem que ficar na cama. CH Características j. ? . O que você acha do homem nesta foto? os . Espere. Deixe-me ver melhor. E um homem de 35 anos. Talvez um pouco mais. E meio gordo. O cabelo dele êeastanho, mas ele é careca. Os olhos são castanhos também. . Como você acha que ele é? Inteligente? e E. inteligente e alegre. Um homem aberto, muito comunicativo e risonha, mas não é esportivo. . Nervoso? . Não, de jeito nenhum. Ele parece calmo, otimista_ . Tímido? o Também não. . Esportivo? - e Não. Esportivo não. Eu acho que é do tipo que no clube, em vez de jogar futebol ou nadar, ele prefere ficar ; j sentado no restaurante, bebendo e conversando com os amigos. Gosto do jeito dele. E um homem simpático. s_e-r w 'v É_. , 1. E você? O que acha? O homem da foto é i antíático conservador infomial reuí oso comlicado obo triste _ fechado/ reservado nervoso L 'a ' à l s '. Í r- . ' V' _ _à ' _ _' - essímista comunicativo/ extrovertído intelectual _ _çewzmurmarsarrrfv V"? .. s. ¡Írlilr : :TEE 2. Escolha em casa algumas fotos de revistas e descreva as pessoas fotografadas. Mostre-as a seus/ suas colegas e conversam sobre elas. 3. Jogue com seus/ suas colegas. ? Escolha uma pessoa famosa, viva, mas não diga o nome dela. Apenas escreva o nome numa folha de papel. Seus colegas vão fazer per- guntas, tentando adivinhar quem é. Responda apenas sim ou não. Exemplo: É um homem? É famoso? É político?
  14. 14. DE 1. Leia o texto e escolha o titulo. a» / -_ F ; ã ; DE U As garotos de lponema. L¡ Ipanema: chorme e exercicios. u Tai-chi-chuan carioca. Nenhuma academia é perfeita. Mas ginástica. São dadas por professores imagine que uma seja bem frequentada todos os dias úteis e em dois turnos: ofereça uma grande variedade de das 7 às 8 e das 8 às 9 da manhã modalidades esporti~ _ g r Para entrar basta vas, tenha horários p; 'e preencher uma flexíveis e ambiente ficha e apresentar agradável e, além de um exame médico. tudo, seia completa- 'ã Além do volei e do mente gratuita. Essa _, ; ~ futebol, o grande academia existe e é g charme de Ipanema exclusiva dos cariocas: ' é o Tai-Chi-Chuan, Ipanema. " praticado na Praça A praia é um con- Nossa Senhora da vite à atividade física. Não é preciso - Paz. Nada melhor para quem busca nada mais do que iniciativa própria concentração e paz, antes eu depois para praticar surfe e natação no mar e da praia. frescobol na arga também há aulas de E você não paga nada! É 2. Que esportes s_ã_o mencionados no texto? VOCÊ pratica algum? DE loa? Ouça a gravação. Toque a parte do corpo mencionada. 06 . gÇflL9LgLE'LSLELDLDLJI. DLr~v_vevt. v». .iv›--v›= ««v»~v~v--v-v-v« v v* v v“v
  15. 15. Elie? ? Cabelo azul? Relacione. l. (Íbraço Z. a perna 3. as costas 4. a cabeça» f( 5. a mão 6. o pé 7. o nariz 8. o queixo 9. o cabelo 10. os olhos Jogo das diferenças 1. Só uma das pessoas é igual à primeira. Qual delas? l l. a boca [ 12,. a testa A; Í aecsíéãçáía, l f , _Lígia-orelhas [ I 15¡ os ombros [___] pequeno, a; curto, a _ hlõltbigode [___] grande h largo, a l sobrancelhas L___] azul A crespo, a , ç *ç [___] quadradppa? gordo, a : girl: ; a › l castanllbpiíã lí' lÊ®lYmagro¡-% ~ i¡ ¡ emo, “ 'l ' 1 2. Por que" as outras são diferentes?
  16. 16. málFàÍíÉÉ ' * VA "k Dar opiniões; tomar partido; : -_ confirmar; contradizer; definir. »Í ; Í 'o tee e ~ « A A. e ç 1. Organize as expressões de acord o. + _ l. Desculpe, mas não é bem assim. O (É 2. Eu acho que sim. .. ... ... ... ... ... ... ... ... .. O C) 3. E isso mesmo! .. ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... .. Q Q 4. Como não? ! . ... ... ... . ... ... ... ... .. . . O C) 5. Eu acho que não. .. ... ... ... ... ... ... .. . . C) O 6. Está errado. .. ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... . . . C) f G 7. Não concordo. .. ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... .. O O _ " 8. Claro! .. ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... .. . . O O 9. Está certo. .. ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... .. C) CJ iunsgacoi . ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... . . . C) C) i 2. Forme frases completas. l. Antigamente, a gente O estava chovendo. trabalhava 2. Ontem, quando eu O enquanto ela estava saí do escritório, Viajando_ 3. Ele estava_ D e as filas eram longas. i l trabalhando : 4. O aeroporto estava É] mais horas por dia. cheio . ..
  17. 17. Alê Você concorda ou não concorda? _ Leia as frasese responda utilizando as frases do comando 1 da página anterior. l. Vivemos para trabalhar. .. ... ... ... ... ... ... ... ... ... .. É] g lrab°lh°v 5m- l- ¡x-PIÍCUÇÚO das ÍÕTÇÚS e A faculdades humanas para czlcançar um Z. Trabalhamos para vlvcr. .. ... ... ... ... ... ... ... ... ... VV lj detenninado fim_ 2. Atividade coordenada . O t b 1h , l , . O de caráter ñsico e/ 'ou intelectual, necessária j' m a O e um ma neccssano' """""""" °' à realização de qualquer tarefa, serviço ou 4. E bom trabalhar, é melhor descansar. .. ... .. . . O emP'""d"'Ê““t°' 3' Trabalho (2) 'e'"“”emd° ou assalariado; SBTVIÇO, emprego. 4.- Local 5. Todo trabalho é digno. .. ... ... ... ... ... ... ... ... ... .. . . O onde se exerce essa atividade. 5. Qualquer 6. Trabalhar é dever do homem. .. ... ... ... ... ... ... .. O Ohm realizada' ó' Esforço incomum' Ma' 7. Trabalhar é um direito do homem. .. ... ... ... .. O ; _ É¡ 'Iudm m lulu¡ ; lulu página ; Ju da Aginc Bru Na minha opinião, . considerem as ilustrações, você e seu/ sua colega, e discutam. O que é trabalho? O que não é? No minha opinião, o número 2 por-que Para mim, o número 1 não é porque Desculpe, mos não é bem asssim.
  18. 18. .U i i If Os direitos dos trabalhadores_ : 1. Leia as passagens da Constituição Brasileira, _ 7 e resolva as questões IJ' CAPÍTULO n DOS DIREITOS SOCIAIS Art. 79 São direitos dos trabalhadores t: XVllI - licença à gestante. sem prejuízo do em- r à prego e do salário_ com a duração deiíento e ; t urbanos e rurais, além de outros oitenta dias; | V - Salário-mínimo. fixado em ÍGÍ. nacional- XIX - licença-paternidade. nos termos fixados , mente unificado, capaz de atender a suas em | e¡; j** necessidades VÍÍBÍS básicas e às de Sua XXlll - adicional de remuneração para ativida- família com moradia, alimentação. educa- ção. saúde, vestuário. higiene. transporte e previdência social vu¡ com base na remuneração integra ou no valor da apo- sentadoria; | X - remuneração do trabalho noturno supe- rior à do diumo; Xlll - duração do trabalho normal não su- des penosas, insalubres ou perigosas na fonna da lei; XXIV - aposentadoria; XXVII - proteção em face da automação na forma da lei; XXX - proibição de diferença de salários, de exercício de funções e de critério de admis- são pormotivo de sexo, idade, cor ou estado civil: 99H07 a OÍÍO '10' a5 diárias @Quarenta e XXXIII - proibição de trabalho noturno. perigoso . QUaÍTO Semanaígiu ou insalubre aos menores d dezoito anos e 5 XVII- gozo de férias anuais remuneradas de qualquer trabalho a menores d quatorze -› à. Campelo menosqtinierçciet mais do que anos salvo na condição de aprendiz; a, o salario normal; . a _i à » . .f l. Procure estes numeros no texto. @à Sublinhe-os: 180, 44, 18, 14, 8, 13°, IB . _ 180 se refere às e* q; _ mulheres que vão ter 2. Trabalhe com o dicionário. ç , g e ” f ç, “m 5"”- Eklã P°d°m . w â A que se referem os números? -' _ ç ”_ 55°' 180 'M5 sem Q - - i' trabalhar, ganhando ; à 3. Para você, quais destes direitos são ° mem") Sdarw' t í muito importantes? Quais não são? «É à; 4. Quais direitos fundamentais dos trabalhadores pj brasileirgs são muito diferentes dos direitos dos trabalhadores de seu país? 5. No Brasil, é grande a diferença entre o texto da Constituição e a realidade. E no seu país? 6. Trabalhe corn seus/ suas colegas. _Que outros direitos podem tomar o trabalho mais agradável? "ñ-Í 1%. ¡ não acho importante. »x , ÍWWL _Nm MAl3i: .° a. ; t: í ? W 4 , e eu. ; M.
  19. 19. AE A vida da mulher: antigamente era melhor? u. ; . x' 07 v-. ..av- w». escríório, o efe: em r n . uma em 4., _›. ..~. .-. _ : ÍÍÇZÃ-ÉÍ A A * Meiànáráiàvtdzâlàimmwmàíamwmcíwmrnintt-u: , . » . , w i_ l i "í . a . 5!; Yu" "lili *p* T1471. = *É , i_ LJ: 14 'à
  20. 20. 'CJ' 'U Pretérito imperfeito: formas D l. “verbos regulares em -ar, -er, -ir fã viver assistir D vivia assistia à _ viviam - assistia - ttab§lli§iávarnos 'e _; assistiginioslv 3 trahaíhàiaài "' »iriam assisftiairiÍiiaiÍ: Í No pretérito imperfeito, só há quatro verbos de forma irregular. Agora, você já co- nhece dois deles; ser e ter. Os outros dois, vire pôr, você vai aprender na lição 3. vw 5 Rotinas no passado à 1. Relacione. á a) Quando eu era criança, O e íamos tomar cerveja. g b) Quando ele morava no Rio, O por isso chegavam atrasados. ? c) Toda 6'-feira, nós saíamos do trabalho passava as férias na fazenda. à¡ d) Eles sempre donniam tarde, O mas não as lia. 5. . . . . . . e . a; e) Antigamente, ela recebia minhas cartas, E] ia a praia todos os dias. .j a WW* 2. Fale sobre sua infância. i li morar em à¡ andar de bicicleta ler história em quadrinhos Quando era criança, eu ~ assistir televisão brincava de boneca. brincar de esconde-esconde brincar de médico brincar de casinha brincar de caubói e índio ' 15
  21. 21. BH Descrição no passado Observe o exemplo e trabalhe com seu/ sua colega: Seu vizinho desapareceu misteriosa- mente ontem à noite. Você estava em casa e não ouviu nada. Responda às perguntas do investigador da polícia. Exemplo: Ele entrou na sala. As janelas estavam fechadas e a sala estava escura. O silêncio era total. Ele abriu o cofre. Estava vazio. O dinheiro não estava mais lá. Ele chamou a polícia. Você viu alguém? Onde você estava? O que você estava fazendo? você ouviu algum barulho? Como era seu vizinho? você o viu ontem? você o conhecia bem? Fale sobre a rotina dele. Ele recebia muitas visitas? y, É Duas ações no passado, uma pontual e outra que dura Pretérito imperfeito ou perfeito? Observe o exemplo e complete as frases. Quançíg CU Che sei É Exemplo: Quando cheguei, ela estava telefonando. Clã ÉÊSÊÀVQ ÍHNCÕÍIIÉÍHÍIQ: a) As salas . ... ... ... ... ... ... . . . (estar) vazias quando nós . ... ... ... ... ... ... .. . . (chegar) b) Quando você me . ... ... ... ... ... ... ... . . . (chamar), eu . ... ... ... ... ... ... ... .. . . (estar) ouvindo rádio. c) Ela não . ... ... ... ... ... ... ... .. . . (receber) a resposta que . ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... .. . . (esperar). d) Quando eu . ... ... ... ... ... .. (abrir) a porta do quarto, eles ainda . ... ... ... ... .. . . (estar) dormindo. Duas ações longas n_o passado á Observe o exemílo e faça frases. '-' Exemplo: Enquanto ela cuidava das crianças, ele lavava os pratos. Ela cuidava das crianças enquanto ele lavava os pratos. a) (trabalhar + assistir televisão) b) (viajar + ficar em casa) i ' c) (buscar as crianças fazer almoço) d) (falar + ler 'o ijomal) 7 e) _ (dirigir o carro + música) f) (trabalhârftfâãâtât diñheíml g) (ela falar + ele outras coisas) . ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... .. p h) (tomar banho de chuveiro + cantar) . ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... .. 16 X
  22. 22. 'CJ Fale sobre suas últimas férias Exempio: Nas últimas férias, eu fui para . . fazia muito calor. A e Preíérit9eenerfeíf° _, PÉÊÉé'_¡É9,¡WPÉTÍÊÍÍ? e , eee, _í: .p_arã. e, 7 e_ Fazsrçàior o _, e_ e_ , o _ "ÍJPYJÍJVu" ter muita/ pouca gente _ fieis. ; . dieser (hotei/ casa/ A A A hotel bom/ ruim casa grsnde/ pequena/ gonfortável/ _ _ _ i conhecer muita gente pessoas simpáticas/ antipáticas/ interessantes/ chatas (não) fazer muita coisa sair todas as noites/ ficar em casal ouvir música/ ler/ jogar cartas conhecer a região í me : no fazer passeios' interessantes/ lindos 1'. . Números ordinais B_ E 9¡ 14/14 primeiro, a 69/64 sexto, a 11°décimo primeiro 209/ 20° vigésimo, a 29/2¡ segundo. a 7°/7° sétimo, a 114 décima primeira 21° vigésimo primeiro à 39/3¡ terceiro. a 89/83 oitavo. a 129 décimo segundo 21° vigésima primeira 49/4¡ quarto, a 99/9** nono, a 12° décima segunda 30° trigésimo 59/5¡ quinto. a 109/10** décimo, a , a Como chegar ao nosso escritório? Leia texto e complete com números ordinais. :à Entrando na Avenida Tiradentes, tome a (2) . ... ... ... ... ... ... ... .. . . _ rua à esquerda. Siga reto até a (7) . ... ... ... ... ... ... ... . . . quadra. De- Vâggmàcggfzic É pois entre na (3) . ... ... ... ... ... ... ... . . . travessa. Há só um prédio É nessa rua. Nossa firma, está no (26) . ... ... ... ... ... ... ... ... .. andar. v; l Admissão A empresa recebeu as seguintes fichas. Ajude a selecionar um candidato. «5›Í! nn3sr! zkvÍS$batÊ; ;ʧw1;Êí-9 i _Rã . 1,¡ is Acho que é muito importante É íãklxmmhfgàe; 'XY E#
  23. 23. 02% Seu trabalho Entrevista Seu/ Sua Colega. Depois, transmita aos outros colegas o que ele disse. - Onde você trabalha? ' ' 105? - - Qual é a sua profissão? Carreira " ? alem ÍBlBÇÕQS-l Segurança -7 _ Quanto tempo faz que você trabalha? ocafujxçôü llS Core y _ Quantas horas por dia você trabalha? ¡Omgçãül 955 . h f _J - Quais são as atividades típicas do dia a dia? l) Sôláfl0 bom? C e e' - Costa de seu trabalho? têñag hmàfrg? _WW_ local de trabalho M~N~ Epgg§^g~MwwM 3 dona de casa, técnico em eletrônica, motoqueiro, operário, engenheiro, ven- dedor, comerciante escritórío, indústria, loja, escola, casa, hospital, banco _ N horário de trabalho w NMMWMWWMMMMMW, _x meio período, horário fleidvel/ móvel, trabalho na área de vendas/ 'p A período integral, horário ñxo informática/ confecções/ *fia › A mulher no mercado de trabalho 1. Leia os textos. I: *d* ' b v dA-té algumas décadas atrás, não cabia à mulher ganhar o sustento da casa. O marido era o grande , __ provedor. As viúvas ou as mulheres da elite empobrecida, para sustentar-se e a seus filhos, faziam . , doces e roupas por encomenda, arranjos de flores, bordados, davam aulas de piano _ Essas atividades, no entanto, não eram muito valorizadas e, geralmente, eram malvistas pela sociedade. Mas, a partir dos anos 70, as mulheres foram conquistando, com muita determinação, um espaço maior no mercado de trabadho. Atualmente, no Brasil, as mulheres são 44% da força de trabalho. Deixaram de ser apenas parte da família para, em muitos casos, tornar-se o comandante dela: 50% das mulheres que trabalham são responsáveis , _ únicas por seu lar e sua família. Essa evolução deve-se, em grande parte, à redução da família brasileira: ii' «há-ÁO anos eram 6,3 filhos por mulher; agora são 1,8. Esse faco posáibuiioúà mulher estudar mais tempo, e dedicar-se a outros papéis, além do papel de mãe e dona de casaÂ) que _fai muito 'bem a- sua autoestínra. z Apesar “disso, ainda 90% , dasmulheres que trabalham têm uma segunda jornada. - , n' . -- . , . l A er › . Na area do trabílho ferrunmo, ha dOIS pontos ? aos seus concorrentes homens. Percebe-se msso = extremamente negativos. O primeiro é que preconceito que dificulta seu progresso na carreira. _Ig Vai levar aíndràlgum tempo para que ela seja, finalmente, aceita, sem restrições no merêadode trabalho e possa desenvolver-se ombro a ombro -' com os homens. “Lugar de mulher é na beira do fogão" é frase 1 a y i4 a yr_ *gw ' 3 fa a mulher que trabalha tem rendimentos menores , -. que o homem, os dois trabalhando na mesma 'r função - 30% menos do'salário masculino, no- ¡ tadamente em atividadesvmenos qualificadas. O . .;; segundo é que difícil para a mulher conquistar altos postos. Para alcança-los ela precisa provar lia que' sua competência é maior do que a de todos *mzracréwpw . n conhecida, mas completamente desatualizada. Êq Ridícula até! m_ *vã-xau 2. Qualé a afirmaçao con-atado acordo comics textos? C] Mais, de 5Ó% das 'mulheres trabalham¡ O 50% das' mulheres que trabalham sustentam sozinhas sua família. O É impossível à mulher alcançar altos postos na empresa em que trabalha. Í 13 a
  24. 24. u; 3. Relacione as informações abaixa. . u. v_ a) Mulheres com menos filhos Clliâbülhãf ÍOFJ b) Faz bem à autoestíma da Inulher @têm mais chamce cle desenvolver sua carreira r5 , A _ F3- c) Muitas mulheres que trabalham fora ljtem dupla ¡ornada Eu comecei a trabalhar em 2002. No início, foi muito difícil porque . j, . mf iii 4. Fale com seus/ suas colegas. - Se você trabalha, lembra-se ainda de problemas no seu primeiro emprego? g f? .Àrrr-. Àlxwâha : :Àlcílw - Como é o trabalho da mulher no seu país? Ela é aceita em qualquer profissão? Ganha tanto quanto os homens? a DE' O nosso tema de hoje é: A greve. Bom-día ouvimes da Q 1. Ouça o texto. Tente entender o significado da palavra greve. Jovem Pan. 0' 2. Ouça o texto novamente e responda às perguntas: A greve é dos ' O trabalhadores nas fábricas. O motoristas e cobradores. _ O donos das empresas. A greve tem como causa principal O o trânsito terrível. O os ônibus velhos. O os salários baixos. 3. Quem são os culpados pela greve? Eu acho que os culpados são z -5 ' 'l 'l lüTxiaxuxbtasldntupdgrmsduduAgrru-mllrail 'a 19
  25. 25. _aamz-ut-, xvrauáz--la ' ' ' v¡ a Definições 1. Trabalhe com sua/ seu colega. Relacione. a) Você trabalha diariamente das 8 ao meio-dia. b) Depois de 30 anos de trabalho, você para de O aviso-prévio . jahlzlJalJLíÍl trabalhar e passa a receber uma pensão. O pedir demissão c) Você vai perder o emprego. A companhia avisa O A você um mês antes. me") Periodo 1._ d) Você não quer mais trabalhar para sua firma. Você anuncia que vai deixar o emprego. Ú aposentar-se 2. Trabalhe com sua/ seu colega. Usando o exercício 1 acima como modelo (e o dicionário se necessário), explique o que é: receber o 139 salário demitir um funcionário ter férias remuneradas receber adiantamento de salário trabalhar em período integral receber o Fundo de Garantia dar licença remunerada Siglas 1. Relacione. 1_ [R O O Instituto Nacional do Seguro_ Social é a autarquia competente no Brasil para o rece- bimento de contribuições para a manutenção do Regime Geral da Previdência Social, 2 INSS sendo responsável pelo pagamento da aposentadoria, pensão por morte, auxilio-doença, ' auxilio-acidente, entre outros benefícios previstos em lei. ' i 3- FGTS O O imposto de renda é um imposto cobrado por vários países, onde cada pessoa ou empresa é obrigada a deduzir uma dada percentagem de sua renda média anual para 4_ P[S-PASEP o governo. Esta percentagem pode variar de acordo com a renda média anual, ou pode ser fixa em uma dada percentagem. S' COFINS O O Programa de Integração Social é uma contribuição social de natureza tributária, devida pelas pessoas jurídicas, com obíetivo de financiar o pagamento do seguro-desemprego e-d-õ abono para os trabalhadores que ganham até dois salários-mínimos. O O Fundowde Cara-ntia do Tempo de Señço é um conjunto de recursos financeiros admi- nistrados pelo Estado brasileiro com a finalidade principal de amparar os trabalhadores em algumas hipóteses de encerramento da relação de emprego, sendo também destinado a investimentos em habitação, saneamento e infraestrutura. A principal -fonte de recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço são os depósitos mensais dos empregadores nas contas vinculadas dos trabalhadores, abertas na Caixa Econômica Federal. O Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social - O temia Seguridade Social é definido como um coniunto integrado de ações de iniciativa dos Poderes Públicos e . também com participação da sociedade, cuja destinação é, a princí io, assegurar os di- reitos relativos à SAUDE, ã ASSISTÊNCIA SOCIAL e à PREVID CIA ao cidadão. 2. sabe o que é? _ l. RC: .. ... ... ... ... ... ... ... ... . . ._. .. ... .; .. ... ... ... .. . ... ... ... ..
  26. 26. É our Agéncia Erarvl i W 7 Descrever algo; oferecer ajuda; I 14.1/ . .fm . U 4111.2) . H1 o expressar desejo, contentamento; expressar dúvida, preocupação; aconselhar. Virginia veste um elegante conjunto vermelho, camiseta prata e tênis. d: Felipe está _muito bem com seu bonito blazer preto, camisa amarela e gravata vennelha. Luís Afonso fará sucesso no domingo com este jeans de boa qualidade e camisa verde. . . - w 'r 'à'roupa“ àponÍe-ãaa nas ilustraçoes.
  27. 27. nd Alígiâ Liquidação de verão - D 8: B Modas Corasuitando a lista abaixo, identifique as roupas da . ilustração. t: É í E? "HÀH "H "n bh FH "fl "fl "Pl "ñ "fl “H "i1 I-i lvlasculing* i acçsàáñofsljí . i- os sapatos, _o tênis 'ámeííarr l A cotidiano o temrya calça¡ . a camisa, p_ etó, J a jaque' ' ' : :'15 esporte _, a camiseta, ofjea o; short, a_ sunga 71.3, _bermuda material _ _ç ° de seda ' ¡ ciouijo " ° de lã ° de fibra: ' de algodão sintética ° de linhõ” 'li' 'É " i '_
  28. 28. É** A273 Eu gostaria de ver . à q, Posso ajuda-la? _ c Eu gostaria de ver o conjunto do anúncio. . y à Pois não. Seu tamanho é 42? . Não, 44. Tem em verde? . Olha, verde não tenho mais, mas este azul-claro fica muito bem na senhora. . Não sei. Posso experimentar? . Claro. O provado¡ é alí à esquerda. Fique à vontade. O_ WÍN Agüiluu Bum¡ ir. .làl"fnxasr-. . . . v - . Gostei do conjunto. Vou leva-lo. você “er A ! da tem É: ' Mais alguma com? cal a cinza -- cal a marrom l . Não obrigada, só o conjunto. _Á- . ç' . l . Pois não. Vai pagar em dinheiro ou em gravata hstrada tavam 115a l ; É Cheque, blusa de manga camiseta estampada l ~ « l o Com cartão. comprida _ _ _ › «Í o Pode a ar ali no caixa. Muito obrí ada. __S3'-__g___a de a] Odao _íela de lmho l ; à P 8 ã _E3 »Ê Trabalhem em pares. Você quer comprar roupa, mas a loja não tem exatamente o que _ã você quer. Pergunte também sobre tamanho e preço. * O uevestir? . , É q Nunca fui num co uetel. O ue você vestirío? q q % - Sábado tem um churrasco na casa da ' ' ' *se m' a f"" Márcia. E a primeira vez que vou num, e l l não sei que roupa pôr. - Nonnalmente, churrascos são muito p _ A informais. Você poderia usar um jeans e e - i ; l »i . i uma czíiiseta ou uma camisa esporte. >_¡_ i . Você tem certeza? A Márcia anda sempre tão elegante o Não se preocupe. Em churrasco, a gente vai bem à vontadêÍ v W 1. Escolha uma das peças dapágina anterior e relacione com o tipo de ambiente onde você irá usá-la. O que você veste para: 1. ir trabalhar? .. ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... . . .. . ... ... ... ... ... ... .. . . 2. ir à praia? .. ... ... . . ; . ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ..
  29. 29. 2. Faça o mesmo que no exercicio anterior. O que você vestiria para ir a l. um casamento? .. ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... .. Z. um piquenique? .. ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... . . . 3. um coquetel? .. ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... .. a¡ Luiz Carlos Lima ! cmo Bender Emma Ebedein de o. r. Lima Adila Bender Num coquüe' e" ' vestiria sentem-se felizes em convidar para o casamento de seus ñlhos Ana Luisa e Alvaro, que se realizará às onze horas do dia vinte e oito de julho de dois mil e oito, na Igreja Matriz São Sebastião Mártir - Venâncio Aires. Após a cerimônia, os noivos terão satisfação em receber os convidados na Sociedade de Literaturas. Num piquenique eu vestíria Rua Ma¡ liusiimphilo de Naum, 338 Rua General Osório, 1069 Portal do Marumbi - Eri. Castanheira, i6 B Venâncio Aires, RS - 35° P°"'°-5*' Num casamento eu R. S.lI. P.(0+ +5ll3ló8 1338/31687548 Vestíría ôr B Verbo irregular p 1. Complete com as formas do presente do verbo pôr. Dê respostas afirmativas curtas. , . Você põe seu dinheiro no banco? o . E seu irmão também põe? . Quanto dinheiro vocês já puseram nas suas contas? . Pare com isso, pelo amor de Deus! ! 24
  30. 30. 2. Complete as formas do verbo e dê respostas afirmativas curtas. a) Pretérito perfeito do verbo pôr. _ Voce P05 as roupas na mala; e E as crianças. Elas tambem puseram a [L PM bagagem delas no carro? w , Í' . E a Nlariana pôs a mala no carro? ' . ..m4 e Então vamos. o Vocês puseram os livros na mala também? b) Pretérito imperfeito do verbo pôr. . Antigamente, você punha gravata para trabalhar? . . ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... .. o Verdade? Então os _. . Vocês punham gravata aos domingos homem* SEmPW também? punham gravata? . 6a' L. . x w-'õvofiãâçíiiirotw «, Í , . Í c) Trabalhe com seus/ suas colegas. Exemplo: o Vocês põem açúcar no café? o Pomos o Você pôs dinheiro no banco ontem? o Você sempre põe o Carro nagaragem? o __________________________________________________________ __ c . ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... .. . . o Eles puseram vinho na geladeira? . Antigamente, você punha paletó aos o . ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... .. . . domínggs? c Eles põem gelo na Coca? . sã! o Vocês puseram as cartas no correio? . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .. .-rn: ... ... ... ... ... ... ... . 3. Complete com Pôr ou Poder. - l. Estou com frio. Vou uma malha. _ _V - 2. Por favor, .. ... ... ... ... .. seuíndereço e telefoneatrás do chequel r- e 'v 3. Espere! Você . ... ... ... ... .. . . a chave na gaveta-errada. A 4. Ontem, eu . ... ... ... ... .. . . o livro nesta estante esgota, ele não está mais aqui. 5. Eu não . ... ... ... . . . falar com você ontem. 6. Você . ... ... ... . . . me ajudar? Você . ... ... ... ... .. pôr estes documentos no cofre? 7. Beatriz sempre . ... ... ... ... ... .. os papéis dela na minha gaveta. Ela não . ... ... ... ... .. fazer isso! 8_ No mês passado, eles não _________________ __ dinheiro norbánco e também não . ... ... ... ... ... .. a ar suas contas. Foi um roblemal. . P 9. Antigamente, eu não . ... ... ... . . . gravata porque . ... ... ... . . . trabalhar de roupa esporte. 10, Eu não . ... ... ... . . . pôr a mesa ontem, mas Mariana . .L . ... ... .. a mesa para mim. Ela é um amor!
  31. 31. BZÊÊ Verbo irregular vir vir Eu -- ~~~ «a» Você/ Ele/ Ela Nós a) Presente . Você vem de ônibus? . Sua esposa vem com você? . As crianças também vêm? . Vocês vêm de manhã? b) Pretérito perfeito. _ . Você veio trabalhar ontem? . Alguém mais veio? . O João e a Zélia vieram? . Vocês vieram cedo? c) Pretérito imperfeito . Antigamente, vocés__. ... . . ... ... ... ... ... ... .. sempre aqui ao . E seu pai também . ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... .. . . ' 2. Forme frases completas. Exemplo: Nós não viemos à aula na semana passada. Vocês/ Elcs/ Elas' a~«¡_»f. ~'g; ~7›-y' _ ¡ Presente venho vem virnôs rêxri. : -. vieram "ii à? ' 1» ' “t” E " : ; . Preterito Pretento ~ perfeito imperfeito _i _' vim vinha, ' "-7 ' veio vinha= V _¡ viemos vínliarnos r , il _sil_ : e t~ 'A d; ? - 'nr Eles Eu nunca Você Ninguém Vocês Nós A gente lr e vir o Cadê você? . Aqui na sala. o Vem cá! Preciso falar com você. (não) vir , (< ontem aqui. aqui aos sábados. comigo ontem. à aula na semana passada. muito aqui antigamente. - porque não tivemos tempo. aquLporque era longe sem carro. u,
  32. 32. q¡ l 1.4 -n ¡A! l . _ _mu 1.x* . ..vv-í . ..-lr , '- “"'_'j 734;' “Pññrñwm, r "Wf. l 1. Trabalhe com sua/ seu colega. Exemplo: Quando você vem aqui? Eu vou ai depois de amanhã. , a _ __. ___. _-_______. ..-. -_-. - p, .._-. .,_. .._. __. -.. .._. ____. .______, _, _MW_ j Quando você ' ' aqui/ cá l Eu aquí/ cá ' amanhã Lg vocês aí Nós ir _- ~ ai em julho f nós. ali I Eles *- '- vir ali depois de amanhã i a l seus amigos lá lá I *-' 113 SCTHHUQ que VCITI 2. Faça frases. No verão, eu sempre Eles sempre Ontem, nós Nosso chefe aqui me visitar. à praia do Lázaro, porque gosto de lá. mais cedo hoje, porque temos muito trabalho. à casa da Vanuza ara 'antan Verbo irregular vestír(-se) ' im 1. As formas do pretérito perfeito e do pretérito imperfeito são regulares. Complete você mesmo. il-Jretéríto perfeito i* imperfeito É? . url Exemplo: Eu visto terno e gravata para trabalhar. Eu me vistogdepressa de manhã. 2. Quando você era criança, o que você vestia? Entreviste seu/ sua colega. Onde você se veste de manhã? Você se veste antes ou depois do café? O que você vestiu ontem à noite? Você se veste depressa ou com calma? O que você veste no verão/ no inverno . ..? O que você não gosta de vestir? Futuro do presente Exem los: Aman ã eu voltarei para casa. No ano que vem, nós estaremos aqui novamente. No próximo domingo, eles não irão sozinhos à fazenda. Lúcia irá com eles. " 'eu andareis; = eu : seréi- ' ' 1. Volte à página 24 e examine o convite. Responda às perguntas¡ - Onde vai ser o casamento? _ + A queâhóras vai ser? - O que vai acontecer depois da cerimônia religiosa? '-27
  33. 33. i - ' 2. Leia os anúncios abaixo e responda. A_ -I - O que a Associação São Luís vai apresentar no desfile de modas? 1': - Onde vai ser realizado o curso de Pintura sobre seda? ; _ - Quando o Brechó Velhos tempos vai iniciar sua liquidação? r _ n j, ' . Co 'es _j ' i"? ' * é passadas j NOTÍÕÍÂS ' g : * Por Pfeços n incríveis r i , I- Desjife de Moda L - Brechó , l _ A Associação São Luís está V s Tempos - ' organizando um desfile de 0 Brechó Velhos Tem- ; Ç ' . - modas em que apresentará pos abrirá suas portas sua linha de artigos de grifes no sábado próximo com . '_ j l nacionais e estrangeiras. liquidação de seu esto- 7 A Serão vestidos de festa, m0- que. Peças seminovas, j ' delos longos, peças de mus- Pintura sobre sua¡ inclusive sapatos, vesti- ! _ salina. Moda jovem e moda A afasta plásüca Dora dos dos de coleções passa- ° l da praia. A renda do evento Anjos dará um curso de pin_ das por preços incríveis. . [ g beneficiará o Lar Escola San- tura sobre Seda à Rua Adono Não perca! v ' ta Rita' Neves, 589 - Sumaré - Infor- __ 45", ' mações _no local. ' i ' ¡ _ . v i BH Futuro do pretérito andar eu andaria ser eu seria - vender eu venderia abrir __ _ eu abriria _ _ pôr _ eu poria eu faríara. ; ~ ~: " ' Exemplos: Nós gostaríamos de viajar pelo mundo, mas não temos dinheiro. Com mais tempo, ele terminaria o trabalho. No seu lugar, eu não faria isso. O maior prêmio da loteria só parar/ ocê! O que você faria com tanto dinheiro? viajar não trabalhar _ ajudar . ter grandes problemas investir em fazer muitas festas pôr no banco ' 28
  34. 34. "ruim-a". . u “' 'asnmmmusaümwu . _, . eiaavãmammàzmyurrxgwrehsmm' j Comportamento No Brasil é diferente ou será que não? No Brasil, costumamos chegar mais ou me- nos 30 minutos depois do horário do convi- te. Nunca chegamos antes da hora marcada. E no seu país? Em festas, reuniões, churrascos etc. (mas não em jantares) em geral ninguém se im- porta se você leva mais alguém (namorado/ a, amigo/ a . ..) 4355 g, Um atraso de 15 minutos é normal no Brasil. Quanto Êempo você espera? Muitas vezes, as visitas trazem pequenos presentes; flores para a dona de casa, vinho para o homem, chocolate para as crianças. Festas, jantares etcrnonnalmente começam e acabam tarde. Muitas vezes, o café ou o fim da música na festa sinalizam o final da visita. Como você sinaliza o fim da visita? Como você decide ahora de ir embora? t' Convites, sem especificação de tempo como: “Passalá em casa' "Aparece em casa" ou- “Vamos tomar um café lá em casa qualquer dia”, não são realmente convites. ' ÂSVÇZÍÇSLÃ. ) __ _Como mudam as regras de comportamento nas diferentes regiões de seu pais? E em diferentes grupos sociais, níveis de idade etc. ? 3.9
  35. 35. Diff; Minha tia vai para Brasília 1. Ouça o diálogo e identifique a tia. 2. Marque com Xiairesposta corretaÇ ' a) Como é o nome da pessoa b) A que horas o ônibus c) Para onde o amigo tem que vai chegar? chega à rodoviária? que leva-la? O Jandira O àsseis Cv para a sua casa Lucinda O às seis e meia e Q para a casa do tio O Valdir O às oito horas O para a rodoviária Lista de Lavanderia mai? ? Examine a lista de lavanderia e responda. l. O serviço de lavanderia do hotel funciona todos os dias da semana? Z. Os preços do serviço são sempre os mesmos durante toda a semana? 3. A responsabilidade do hotel em relação às roupas quevão para a lavanderia é total? Explique. 4. O hotel não oferece serviço de lavagem a seco. Como é_resolvido o problema? 5. Qual é a taxa de urgência que o hotel cobra para passar roupa? H* t** Lista de Lavanderia 5%; ' Nr. ; ' Disque m 6 para o serviço de Lavanderia "ÚSPQÚE N°55a Nome do hóspede . ... ... ... . . . “m” cm” emos - Sms cHorzz pa¡etós_| ¡ackejs ' ' Cakas - Slacks Gravams- Tes FAVOR PREENCHER ESTA LISTA __ Rage; _ Roms “me ms *e '-1 devolvida no mesmo dia depois das - Vestidos - Dresses - - ' Blusas - Blouses - Roupa recebida depois das 9 h. sera casam_ 603w _ °*°”°“'“3 “° °”°~s°9°¡“'°3°'“°*°*“°- Tí í Passar roupa dentro em uma hora: um adicional de 50% v_ : ga w (Aceita-se até às 20 h. ) e Süíts eenfeites que não podemseriavadosou Cal -Slacks “t” "°* '°*°°'“°°“"'*“"'°° *b* *m* É passados; mudança de cor. enoolhírrlento - ou gasto como resultado de lavagem. ou por = qualquer objeto deixado' nos ou junto à roupa. Excetuando o acima meiadonado. _ _ _ - nossa responsabilidade se limita a 10 vezes a taxa de serviço pancada itemAroupa irão será retida mais_ do que 30 dias. Serviçnsdelàvagemaseeonãoüx: AÀB e** M""°"°*- mas P" "me SERVlÇO AOS s Apos" E FER| ADOS 'Wçosaíi e 50% AP'Ç'.0.NA! -. 7 dosporestalákridéñíimm? '“ e Eeçhadojáos domingos _ _ . Ma, .irrita 11%# 30
  36. 36. O significado das cores 1. Associe 'as cores as palavras. r: ae. _.2zre2›4.. ,st; ' . '“'B: I~'í'.4'**. w - Haga: 2; z_ , ç su¡ . .~ . v p 2. Relacione. l. receber bilhete azul Cj te¡ total libenjade . v 2. ter um branco É estar em dificuldade 3. dar um sorriso amarelo financeim A_ a 4. ter carta branca O Perde¡ o empmgo à. É 5~ esta¡ DO VCUIICIÍIO O ter um lapso mental 4; V Ê O ficar constrangido É , 3. Como você pode descrever uma cor? Observe o exemplo. ( E' FT d' T Ex. : azul verde amarelo '- marrorr). 7 d _ . ~ 113215;- ""”§4Â'Í ÊüaÊÉáàãHÉÍ krlrxeísÍ7rmã-â't°= lírkeñr»ízxh ~
  37. 37. à j: : É . í E W' E213 Formas p . ç Magé¡ É as, ... J ¡dJGmn lwtgó n l n caracterize os itens à esquerda com um adjetivo. l. um homem . ... ... ... ... ... ... ... ... ... . . . a) longo k) curto Z. um queixo . ... ... ... ... ... ... ... ... ... .. . Z . ... ... ... .. b) comprido l) redondo 3. um pescoço . ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... .. . . c) alto m) baixo 4. pernas . ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... .. . . d) largo n) estreito 5. uma camisa de manga . ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... .. . . c) grande o) pequeno 6. um corredor . ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... .. . . f) grosso p) fino 7. uma estante . ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... .. . . g) liso 8. uma mesa . ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... .. . . h) estampado 9. um salário . ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... .. . . i) listrada _ lO. uma toalha . ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... .. . . j) xadrez ›- Qrkykrfts -«~«yv-. ugc-, ~_ . ye«, »+: v-1;-':4=»«¡. _ mwr/ --íLQ1*"-'°: KMA7*E: F7F: W »erro-ane m, .. - . g, . a , '-r: LSr*1F~*yK"7"-~u-¡»s: 1.). .. _. .., ., 1
  38. 38. Falar sobre, definir parentescos; desejar felicidade, sorte. Advinhe! ' Ofilho de meu irmão éimeu» »já sobrinho ° A inn? de meu pai é minha, «âàã fia . r filha ° rriãede; minha mãe émmha 'u 'É
  39. 39. E, v r É ' - AFE A família ' a 1. Leia o depoimento de Dona lsaura e numere as fotos de acordo com a sequencia. da - história. Escolha a aitemaiiva correta. _ impressionante como o tempo voa. No ano passado, completamos 50 anos de casados e ' - COÍÚCIÚOÍHÍHOS “Q5333 . : ~' - [_] Bodas de Prata [_] Bodas de Ouro. l ' . _ u Mal posso acreditar. Os anos passaram tao depressa : j Eu tinha 20 anos quando a Júlia nasceu. O Oscar tinha 27. Era um rapaz bonito, sempre Í V _ elegante, de terno e gravata. Só tirava 0 chapéu para almoçar. A gente sempre brincava com : " ele: Oscar e seu chapéu : . [ “- A Júlia cresceu depressa, casou cedo e a família logo aumentou: chegou Anderson, um ' , r I I í amor de nene. Na semana passada, ele fez 10 anos, com festa e tudo. Ele e um [_] sobrinho [_] filho neto tão bonzinho, um amor [ - Eu acho que, com mais uns 15 anos, ele logo vai ter seus filhos. I _ E uma estrada sem-fim. Sem-tim. Í l_ 2. Fale sobre as fotos. r i- f : í pa¡ + mãe = pais _ * irmão + irmãs = irmãos ¡' tio + tia = tios _ . filho + filha = filhos 1 i '“' avô + avó Il m < O m Nesta foto tem A foto em cima à direita mostra Í lili ' f' I. 34 3 “ A_ m. ) ea. : t' I
  40. 40. É? Parentes r* 'uz 's , sã. Ouça o áudio e desenhe a árvore genealógica da Farvãlia Sanz-rien , '24 Dêrnome aos seus membros. Pedro Becker, 37 anos, bancário: "Este é meu avô paterno. Ele chegou ao Brasil em 1930, de navio. Ele já era casado com minha avó, mas só tiveram filhos aqui. Eles foram morar no in- terior de São Paulo com o irmão dele, que já tinha vindo alguns anos antes. Lá no interior nasceram o meu pai e meus tios. Meu pai veio para a capital para estudar, eu não sei exatamente quando. Aqui, ele conheceu minha mãe “imm” mgmkm' e casaram em 1955. Somos quatro irmãos, todos já casados e com filhos. " 2. Ouça o áudio e faça uma lista das pessoas que moravam na casa da Leda. '3 Leda Pereira Duarte, 35 anos, arquiteta Quando nasci, meus pais tinham acabado de chegar ao Rio. Morávamos em Santa Teresa. Sou filha única; mas nossa casa vivia cheia: meus avós maternos sempre moraram conosco, e também um tio do meu pai e a mulher dele. Além disso, sempre havia primos passando as férias conosco ou tias do interior nos visitando. Meu pai sempre dizia que éramos o hotel da família no Rio. Minha família sempre foi muito tradicional. Quando acabei a faculdade e quis sair de casa, foi um escândalo; "Filha minha só sai de casa casada", disse meu pai, e foi assim que aconteceu. 3. Quem faz parte de sua família? 4. Como era a família no seu país anti- Àé Desenhe um esquema e fale sobre as gamente? Como é hoje? Se mudou, por pessoas. Traga também fotos delas. quê? A divorciado, a casado, a trabalhar fora _ liberdade sexual : :à solteiro, a desquitado, a custo de vida (irúdcpendência separado, a viúvo, a vida moderna econômica . Ééérlvãáf " ' morar juntos r H _a o rw; 5535mb Brazil. fã E . E É r s*
  41. 41. r . í _ í mí ; v1.- BJÉ Verbo irregular trazer « «. - tmze¡ Presente Pretérito _Pretérito Futuro do Futuro do perfeito imperfeito presente pretérito rióiixe ' “ l trazia: l j rêr_ " _tra - "" L 'í r"""" 'j " lí z- 1. Levar e trazer ' ' : é: Ao telefone __ . Você vem a minha festa? l* '- o Vou, sim. . Você pode trazer cerveja? x j ll'- . Posso. Vou levar uma caixa. _li i 5), ; gr; A “ _ 2. Faça frases. j Eu i í o livro de português sempre. j' a: O jornal pão e leite ' ontem. j , ._ Você trazer l cerveja para a festa no ano passado. à' i1 *"" Nós notícias interessantes todo dia. jar. - Pedro livros da Alemanha › amanhã. Maira e Mariana sua nova namorada l sexta-feira. 3. Levar ou trazer? Complete. l. Fábio, meu carro quebrou. Você pode . ... ... ... ... ... ... . . . as crianças à escola? 2. Vou para a Holanda em julho. Vou . ... ... ... ... ... ... . . . algumas garrafas de cachaça. 3. Cláudia vem hoje à noite. .. ... ... ... ... ... ... .. as crianças. 4. A mudança não está pronta. Ainda preciso . ... ... ... ... ... ... . . . o sofá para a nova casa. 5. Na próxima aula, vocês vão . ... ... ... ... ... ... . . . fotos da família. 4. Fale com seu/ sua colega. e o 'O que você sempre leva quando viaja? o O que vocértraria para seus parentes e amigos de uma viagem? Não conte nada para ele. Ele é o maior levae *traz _ _da Amazônia.
  42. 42. O senhor 'sabe onde i nós estamos? i Verbo irregular saber r A saber . . Presente Pretérito , - j perfeito : Í Eu _ _ : sei soube Você/ Elé/ _Elar _sabe ' soube s Nós¡ A¡ 3 isabertios' soubemos A ocêis/ Eles/ Ellas _ísabem A souberam 1. 0 verbo saber tem vários sentidos. Traduza estas frases para a sua língua. a) Eu conheço o Dario e sei onde ele mora. b) Podemos ir à piscina, mas eu não sei nadar muito b _ j , , ñ a, awmvlvuaawaêfnáwrxtaraauammsgz. essa-az¡u. :a 2. Faça frases. 7 l Paulo e Renata faz muitos anos. l -› j Sei falar português. , Conheço i nadar muito bem. l Posso l que Marisa casou na semana passada. l l Soube seu endereço novo. l, ¡ telefonar para você hoje à noite? j : s 'à Verbo irregular dizer e; s, _ o Presente Pretérito ' * perfeito #Ê v: ._«'___¡f3,_: jÍ7 f» Complete o diálogo. a Ontem, encontrei a AmáliaAcho que ela está ~ ' cega. Ela nem me . ... ... ... . . . bom-diaLSirbe, eu lhe . ... ... ... ... ... .. . .uma coisarela está uma clEta ultimamente. Eu não . ... ... ... ... ... ... ... .. isso. A Ágata me . ... ... ... ... ... . . . anteontem que ela está cheia de problemas. r Mesmo assim. Na próxima vez, eu vou . ... ... .. . . Você não . ... ... . ... ... ... ... . . . mais "bom-dia"? _Ou você trata bem suas amigas ou elas vão . ... ... ... ... ... ... ... . . . "até logo” para sempre. Ora, deixa ela em paz, coitadinha! 'É 'à 'iíieiéiitói imperfeit CITl. c) Encontrei o Fábio no bar. Por ele, eu soube que aiMárcia tinha casado. . ... ... . Futuro do _ presente ' pretérito fiuture 7 i
  43. 43. 843 Mais-que-perfeito composto f Liso e formação Não comprei o jornal porque ela já o tinha comprado. Partíõípíos irregulares passado passado anterior faze¡ . ,., ,,. ,., ,,, fçitq tinha + verbo principal no particípio = (sair) Ele tinha saído. P383' a P389 _ , ,, , _ ~ escrev' *escrito Ele não acertou o sanduiche porque ja tinha jantado_ 'astàgfcr _g I Ela vendeu a casa que o marido tinha comprado. g' e l i t: 1 Ele leu a carta que eu tinha escrito. Ver _ _ , a , Sp ganhar: ê l ' _iEgaUhO r Particípios regulares Pôr_ ÍPOKSÊP' › “r 'J-fala? '~s›; araiaçio; _¡ abra- a. . abrirão. *Trkfzüclyliáldól* 9:12, lsfíítíêf_, ;m§_¡Sàíd'O-”¡_" vira V~«~› 'vindo _ 2. Faça frases 4 i che ar em casa l lvoltar. , (lã) escrever o cartão. Ontem, quando Cora ter fazer o jantar. __ (ainda não) j Sah_ __ _j_ j ir embora. i Í Niais-que-perfeito simples 1. Uso e formação O mais-que-perfeito simples é usado apenas em textos escritos. Na linguagem oral, usa-se o mais-que-perfeito composto. Exemplos: Ele tivera (tinha tido) problemas no escritório, por isso estava irritado. Ela estava contente porque fizera (tinha feito) um bom trabalho. Esse tempo é derivado do Pretérito Perfeito do Indicativo, 3a pessoa do plural. _ (ter) eles tiveram -~»› eu tivera, ele tivera, nós tivéramos, eles tiveram 2. Leia o texto e sublinhe as formas do mais-que-perfeito simples. No romance “Gabriela Cravo e Canela" de Iorgc Amado, ao saber do namoro entre sua mulher e o doutor Osmundo, o coronel Iesuíno matou os dois- 3. Reesereva' o texto, substituindo oÍ 'maisque-perfelto simples pelo mais-gue-perfeito composto. ” ' ,38 3'- " Ltilsjílsttittyflçií, ». .. m. .. . ..*a i. .., ,. ..
  44. 44. Festas ao longo da vida no Brasil 1. Leia os convites e os textos a~d, Quais textos correspondem aos convites? A quais eventos correspondem os out-ros textos? 2. Compare com os costumes de seu país. Especialmente para você nos seus 15 anos , Está naquela idade “w h* um Mai” inquieta e duvidosa, qu¡ Que não é dia claro e é A d¡ um” já o alvorecer'. ¡gmzçmuzdl Entre aberto o botão entre fechada a rosa, Um pouco de menina e __ g'. um pouco de mulher. 'Eivá . . .ímã O dia' a6' casa- Tg mento é um grande a 0:d¡P'0m3j« fg diaJodos participam: univçrvsitárío é 4* g açamma, »psbamigog recebido numaí festa os vizinhos. Em geral, solene. Depois há e , todos são cqnvida- um grande baile. #fg dos. V' ' " m: 2'? ? ai» " Parabéns @x Em datas importantes, é assim que a gente cumprimenta os amigos no Brasil. ;í Identifique a ocasião. P* h
  45. 45. D A imigração japonesa no Brasil _. __ 1. Leia o texto. A que correspondem os números? 1908 249.000 1.300.000 'i _ A imigração japonesa começou em 1908. Os pri- " ' " ~ meiros imigrantes se estabeleceram, de início, em São Paulo e Amazonas. Até 1973, cerca de 249 mil japoneses haviam entrado no Brasil. Atualmente, a população ja- onesa e dos seus descendentes é de aproximadamente 1”*'l_l_l"'§l.300.000 (07% da população brasileira). Cem anos ; deçâoig ânsia parte 'muito pÃquena desta poãulaição ain ase e icaàagncu tura. outra parte está wi r a - em diversas áreaszprofíssões liberais, setor tecnologico, _ r _ l __ a _ bancário, comércio. . Um dado CUTIOSO: com a CHSC no _ 24 de Abra' ' “meras” setor agrícola, no Brasil, os netos e bisnetos de japo- lalmnçsa Con-Eça" neses preferiram fazer o caminho inverso de seus avós e, bisavós e emígram ara o-lapão como trabalhadores. Atualmente, são mil ares espalhados pelo país. 2. Notícia do jornal " Correio Paulistano" de junho de 1908, sobre a chegada dos primeiros japoneses em São Paulo. Dê títulos aos parágrafos. Os japoneses em São Paulo 1 Está São Paulo com os primeiros imigrantes japoneses. Chegaram no dia 18 pelo vapor Kasato Maru, depois de 52 dias de viagem do Japão a Santos. (.. .) . ..".22. Estes 781 japoneses introduzidos agora agrupam-se em 164 famílias, sendo cada famí- lia constituída em média de 4,5 indivíduos. São poucos os indivíduos que vieram avulsos (37), isto é, não fazendo partede famílias. O número de crianças é insignificante e o dc velhos, nulo (. ..) Estavam todos, homense mulheres, vestidos à europeia: eles de chapéu ou boné; e elas de saía e camiseta pe ada à saía, apertada na cintura por _um cinto, e de chapéu de senhora. Um chapéu simpçes, o mais simples que se pode conceber, preso na cabeça por umeláçstico e armado corn um grampo Todos íísÍíaponeses fvindosjsãpo geralmente baixos: cabeça grande, troncos randes e refçorçl dos, mas pernasvcurtasij. Umviaponês de 14 anos não é mais alto que uma as nossas criançasifdeiôito anos deiifgladç, Í j . l a 1 »m-*zkestatura média japonesa _éíinferfor à nossa média (. ..) . ri_as"suas mulheres "ãniaiortonfiança, a ponto para_ não interromperem uma ' 'a . r dventícia_~dç "ortüguêse Fãs confiarem. a troca jdõjseujlínhíêirõ japonêsem moeda 'i i to osfíítralizçe e' o; dez yens, 20,' AãORlO, 50 ou maisyens, maslodos *gm~^“ era-r; -A ordem Preconceitos EA mulher e o dinheiro A roupa As famílias 7;( 'É 3 . _máiàláfàrésziz-: zmei-miwwrmmcmcaamauw: xr-naus Í a¡ rn u' ri rain ii t¡ Í¡ ri f¡ H H
  46. 46. 3. Em que parágrafo se encontra este texto? Corrija «se ne-cessario. a) . = maioria dos imigrantes japoneses eram solteiros. _ . agua. . " Onde? Correção: .. .. . íreràxâetñearr. .êtreãiaà . ... ... ... ... . . , b) A roupa dos japoneses era europeia. Onde? .. ... ... .. . . Correção: .. ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... .. c) Todos os imigrantes japoneses traziam dinheiro. a › Onde? .. ... ... .. . . Correção: .. ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... .. d) Os japoneses são mais altos clo que os brasileiros. É Onde? .. ... ... .. . . Correção: .. ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... .. 4. No seu país, também há muitos imigrantes? Como foram tratados quando chegaram? Qual é a situação hoje? 1 Entrevista com Dona Yoshiko Ishihara, 89 anos 1. Ouça a entrevista. Quais destas ilustrações se '5 relacionam com a entrevista? Resposta: . ... uniu-. ... -nnnu . ... uma. .. . ... .. ... .naun . ... ... . . .. . . . i . . . . . .. 2. o que diz o. Yoshiko? ç ' i “ Q a) Era difícil conversar com as outras pessoas na fazenda. © b) Meu par' tinha uma fazenda de café. j © c) Os imigrantes não podiam ir à escola. a C) d) Não havia nada de comida japonesa. © e) Meu pai nunca tinha trabalhado na lavoura. ©'f)' Não tinha comida suficiente na fazenda. C) g) As pessoas na fazenda não falavam com os japoneses. . © h) Eu não fui à escola da fazenda. Í s, . . .
  47. 47. E13 Vida em família Trabalhe com seu/ sua colega. Aqui estão muitas palavras. Quem consegue, em menos tempo, separar estas palavras em quatro campos temáticos, de acordo com seu sentido? careca a sogra a gravata os netos os olhos . baixinha o chapéu a garganta a manga a profissão o coração as férias a febre xadrez solteiro a aposentadoria o uniforme a lã meias a tia o cinto a sobrinha o meio periodo vestir 0 viúvo o ane! _gordo_ A a saia o_ salário estampado a cueca a gripe o paletó o pe' a seda demitir a greve o emprego" Osdeñtgs emagrecer Campos de palavras __ __ , ,__á_, __í_í / .__, ,,____. _. . .._-. .._. -. _.. __. ,V. ,W , e e . mmnr_ V_ '__. _.4.. _. ... __. ... _.. ... . ii i 'É i Parentesco 1. Quem não é meu parente consanguíneo? Õ l. meu cunhado Õ 5. meu sogro - a Õ 8. minhas filhas ' a' Õ 2. minha prima Õ 6. meu neto C) 9. minha esposa Õ 3. minha tia Õ 7. minha avó ' Õ 10. minhas sobrinhas a Õ 4. meus innãos 2. Relacione. Quem é o quê? l. mãe-coruja O figura folclórica, espécie de sereia de lagos e rios. p ~ 2. filhinho-dc-papai O não casar-se, ficar solteira. l u 3. filho daki-lãs ® achar seus filhos lindos, lindos. ? 4. mãe-d'água é filho de pai out influente. 5. ficar para tia «Q a ê urna ofensa pesada. 42
  48. 48. 'm_____: ,,, ,«. L-; .~›; .r . Expressa: gostos, preferências, rotinas. experiências; expressar certeza, incerteza, possibilidade, esperança, preocupação, necessidade; aconselhar. Humberto explica: “Eu estava muito cansado quando tirei férias. Precisava. Na praia, o tempo estava perfeito. Enquanto eu pescava, fazia grandes planos . .., mas quando voltei, adeus planos! ... Tudo ', voltou ao normal: a mesma poluição, os mes- ; mos problemas no trabalho . .-. Tenho pensado seriamente em mudar devida. " ' *12. Lei glexto e responda. Humberto está , g . ãwmmwemmaescsmwcmçsssemiwuatstzeràwmàeueeeewgaáàg- V O entusiasmado_ kelluazgifêies nas ferias o (j rem-gundo_ _- l' nadar Õ tem planos definidos. ' 2. ir a concertos O tem dúvidas. O aceita a situação. O em pânico. 3. fazer alpinismo 4. fazcr _ AS de Íbram _ _ e O boas. - i 5- esqui” _ › - i i O um desastre total. ' ' f O muito curtas.
  49. 49. X5 Atividades nas férias Cidade, praia, montanha: O que se faz onde? A A geme pode fazer' windsurf na praia. Voce pode ler nu praia, nas montanhas e na cidade. ? Ã visam- visitar museus galerias de arte fazer caminhadas descansar fazer alpinismo concerto ir ao cinema ¡¡- ao team) Q Preciso de umas férias _ à l Q 1. Leia o diálogo e faça outras variações. 2. Pergunte ao seu/ à sua colega. - 17 - Ultimamente, só tenho tido dores de a) O que você faz quando está de férias? _ cabeça no trabalho. É encrenca atrás b) Você gosta de passar as férias no seu país (E de encrenca. Todo dia, a mesma coisa. ou prefere conhecer outros? v A l Preciso de umas férias. Estou pensando c) Você costuma viajar com sua família, com f m seriamente em ir para o Pantanal. Ficar amigos ou sozinho(a)? u pescando, vendo jacarés, passarinhos d) Iá fez excursões, viagens organizadas? Í "' . Você vai acampar lá? o Ainda não decidi. Acho que vou ficar num hotel fazenda. Só que é muito caro. Por acaso você conhece alguém por lá para me orientar? . Não, não conheço ninguém. Mas sei que _ há muitas pousadas. Pousada deve ser mais em conta que hotel fazenda. m '4 O C É D 3 O. 0 "Q "Ín fã 1 | ~ l I i Para onde voce vai nas férias? *W I E lá, onde você ~. .Il o Tomara! m¡ 5°"? a à Í I- 44 F
  50. 50. 3. Escolha um lugar para suas férias. VÊÀÉÉFÂ â 2"” _ SONHE COM O MUNDO, A GENTE LEVA VOCÊ a Promoção de Férias dos Sonhos Viagens Aéreas - Pacotes voando Tam. Saída aos sábados e domingos. Incluídos nos roteiros: passagem aérea, traslados. 7 noites de hospedagem, passeios, café da manhã e assistência especializada. 5m. . _ jfmkgi Rorstoseguro À a pardais! ? do turismo Amélhore' maiâbem estruturada empresa de 'turismo da cidade ”hoté's exclusivos, loja de atendimento, ;parcos próprios e mais dea30O funcionários . bara recebê-iós-“Passieio pela *icidadeftransporte gratuito diurno e notur- sno~bara . a praiaetycentro da cidade, [festa . o. " nazibãírragalTôaiTôa, .aametlhofde Port' Seguro 'Hotel Martim: A
  51. 51. Aííã Eu acho que ele é capaz de | evar comida de casa 1, Guias turisticos conhecem bem alguns tipos devia , _._. ... _.. ._. ... -.. ... . . ____. .--. .-. ... ... . g O azarado i perde as malas, não encontra o seu dinheiro, esquece o . O chato l. ' sabe tudo melhor, corrige o guia sobre datas e lugares, passaporte em casa etc. fica irritado com Cl comida, não aceita que as pessoas não falem sua línígua etc. à iantes. O boa-vida chega sempre atrasado_ Herta com todas as mulheres que vê, sempre alegre, todos _ gostam dele. 2. Imagine que você vai viajar com seus/ suas colegas. Como você acha que eles se comportam como turistas? Acho que ele viaja com muitas malas. Acho que ela gosta de visitar museus. Tenho certeza que ele não viaja sem guarda-chuva. [E Plano de viagem ao Brasil 1. Vocês têm 20 dias de férias e vão para o Brasil. Procurem fo- lhetos turisticos, informações na internet e façam seu plano de viagem. 1. Quando vocês vão para lá. 2. Quanto vocês pretendem gastar (hotel, alimentação, compras, .. .). 3. O que vocês querem fazer no Bra- sil (cidades, regiões, praia, Ama- zônia, Nordeste, Pantanal, .. .). 4. Como vocês pretendem viajar pelo país (avião, ônibus, carro alu- gado). 2. Vejam a sugestão do site na imagem ao lado e discutam. 46 Ele é capaa-de Tenho certeza que . Manicuras-w» -vmseyuasannhss-àaiasiuasages ”'” r-- rumou: nn-unueamnauurpuuom' _nana-anunciam minimum/ bianca: 'lvnlohúvhpawll À| . Í_ Tlililíli' = , ll
  52. 52. W_ - , l' . *'- . Ícmfwingzntr -' 'a : wi: ° . , , . _ *Rkíeüíçêííwh : xz-aãresa t i iii »É ; i t5 9, . 34:34' 3. Escolha um hotel e programe-se preenchendo a tabela. ,xx- v. 'ií. ií” vi . . TXNV nl 'i 530% ; ijiitiís Hotel de praia médio conforto Em frente à praia de Mucuri Apartamento Standard: índi- vidual, duplo, triplo. Diária . Í refeições. 'FORO RAD. . Pousada Urbana simples . Localizado a 300 metros da praia V de Mucugê. Apartamento Standard: duplo, , triplo. Diária com café da manhã. Localizado a 100 metros da praia Ponta Apaga Fogo Apartamento Standard: individual e duplo. Diária com café da manhã, mi 'Shin i Do x-'io Pi_vi. ._. ,_, Libiiíiíi siiriijwf: Localizado a 300 metros da praia do Mucugé Apartamento Standard: duplo e triplo. Diária com Z refeições. HOTEL 6'. " l. Rl: '. Pousu-. .lir tic Praia. simple; Localizado a 50 metros praia Ponta do Apaga Fogo. . Apartamento Standard: duplo. Diária com café da manhã. Voos Previstos i Origem I Embarque T Destino Chegada __i GUARULHOS 23/11/2005 - 05:25 | PORTO seqgno 23111/2003 - 07:25 IPORTO SEGURO _saiu/ zona A 03:10 jcouooui-ms 13011112003 - 1o;1o j ' Voos sujeitos à alteração. , .. ›. .. _c j, Diahóra : ZÉ/ ix _' 0 Perfeito composto do indicativo. c 1. Uso e formação. Leia os exemplos e complete a conjugação. Ela está emagrecendo porque tem comido pouco ultimamente. Estamos no verão. Tem feito muito calor ultimamente. O pretérito perfeito composto do indicativo indica ação não terminada. A ação iniciou-sc no passado e continua no presente. E# teiíhptrabâlhêrie : iii-Fte lIltimeiiiente A ação não terminou. 'Eu ainda traballio. a 2. O que você (não) tem feito ultimamente? Por quê? Escreva. meus amigos jamais Ultimamente, de casa porque fora aqui 3. Complete com o perfeito simples ou o perfeito composto douíndçícavtivó. a) Ela está muito brava porque ontem . ... ... ... ... . . ;. uma péssima surpresa'. (ter) b) Márcia está muito ansiosa, porque ele não the . ... ... ... ... ... ... ... . . : 111511131116016. (telefonar) c) Ivo está muito nervoso, porque desde o início do dia, tudo . .v. '.. .j. .j. .-. ç.. v.. 61151110 para ele. (dar) d) Ronaldo está decepcionado porque . ... ... ... ... ... .. . . a maior chance de $113 Vida! (Perder) »r
  53. 53. BZ? Advérbíos 1. Formas em -mente Leia e Faça frases Exemplo: Ele compra livros frequentemente. “f” adjetivo _l advérbio 2 iler ilivros ltranquilo/ a- i e l trabalhar l inglês perfeito/ a t¡ °f4lT_“°(3) Callmmente i andar cartas claro/ a a faca I facllment? falar rápido/ a _. l. escrever _ freguente 2. Advérbios com duas formas. Leia. e escreva outros exemplos. Elas chegaram rapidamente/ rápido. Elas falaram claramente/ claro. Ela bateu fortemente/ forte. Ela veio diretamente/ direto para cá. Ela falou seriamente/ sério comigo. Com função advér- bio, claro', rápido etc; ' são, invariáveis. Outros advérbios l bem 4-4 mal _ Ela *ala bÍÊÍÊg” l l l muito +-›_pouco Fale com seu/ sua colega. Como você . fala chinês? Mm” mal' Pronomes indefínidos: 'É alguém, algum, algo, ninguém, nenhum, nada Bi' '41' Ela fala holandês bem mal. o Você conhece alguém em Recife? ém 4-› ninguém . Não, ninguém. [a gu o Você tem alguma foto de sua família? 319mm) *_› ncnhumla) o Não nenhuma. alguns' algumas algo 4-4 nada o Você sabe algo sobre Cabo Verde? o Não, nada. Faça perguntas e escolha as respostas. nã Bahia? em Porto Alegre sobre o Nordeste? sobre z. . exercício 48
  54. 54. .. 'F 5533 Dupla negação Você conhece alguém '- p Leia os exemplos e pergunte ao seu/ a sua colega em Campo Grande? Eu nao conheço ninguem aqui. , j você Sabe cjgo sobre Ele nao sabe nada sobre informatica. x¡que xmue' no gama? f. : em Nós não temos nenhum interesse. Q T R u R ¡ - A y uan os o s oyces Eles ? a0 tim ãadid você tem em sua garagem? u nao en en o na a. Jacaré 2 X Polícia 0 1. Você conhece as palavras fracassar, tentativa, sobreviver? Se não, procure-as no u» dicionário. 2. Agora. leia o artigo , ateh A Polícia Florestal e o Corpo de Bombeiros fracassaram ontem i na segunda tentativa de capturar o jacaré que apareceu no poluído c fétido rio Tietê (zona Norte de São Paulo). O jacaré, que quase foi pego anteontem, sumiu. Centenas de pessoas, desde executivos engravatados a caminhoneiros cantina, - quinas fotográficas, tentaram ver o “fantástico” jacaré que sobrevive no esgoto. W O sargento Nestor Costa, 30, afirmou que nunca tinha encontrado . f um animal vivo nesse trecho do rio Tietê, ,onde o nível de oxigênio_ T” na água é zero. Sobrevivem ali apenas bactérias anaeróbicas. m** o OXIGÊNIO NA ÁGUA Ao LONGO no RIO TIETÊ xt r j. .. ' í '-. I , '<Í': Í*ÍV-. “ÍQV'QÚ . V. . . . . . ' J ' r . _ V( . 5.' "no De 2 a 8 mg/ l: sobrevivem peixes, plantas e outros animais aquáticos -. Abaixo de 2 mg/ l: so- brevivem apenas bactérias anaeróbicas . vs rx. ¡t! _íi~§-5_' . .n-v . riu. - w- V. _U'«Iv7 ~x Quantidade de esgoto larupda no rio S? , - l _ _ísõpotls - (nascentedo rio) 7 a " _, r 8'mgll-95 km a leste de SP “ 13.5¡ 1,», "ln natura' l8 mil litros/ segunda / V 'Dotada 6 "Ill Html/ segunda - Observe as informações e responda às perguntas. l. Qual a quantidade de oxigênio que os peixes precisam para sobreviver? 2. Em que lugares do rio Tietê podem viver peixes? E plantas? 3. Quais são os lugares mais poluídos do rio?
  55. 55. C33 Problemas ecológicos e soluções É 1. Quais são os problemas ecológicos e ambientais mais importaníes na sua area? De nota de 1 (não existe) a 5 (muito serio) na tabela âbâiXü e compare as notas com as de suas/ seus colegas: 4,7. . _ , . , . , q5 mund° ~_; ,>Polu1çao da agua por mdustnas. g To e uz os k_l Poluição da água por esgotos domésticos. “b ao “(7550 . _ ('05 5 o. l l' Poluição do ar or indústrias CMA f°blam “x '“ ; áí _ P - mmol' p ^ , (f) Polunção do at¡ por carros. o ' ' LÍÍ Poluição sonora_ por indústrias. Poluição sonora por canos/ caminhóes/ etc. l' Í: J Poluição visual (propaganda, outdoors). Desmatamento das florestas. l _Â Lixo índustñal. Lixo doméstico: 9 “É , à 1 A. _ k__il' Usina nuclear. Õ lllili'illll| l|| '| iii¡ Tenho cerfeza que a energia nuclear tem cau- sado muifo lação de óírros particulares "na cidade. ústriasma área. * _ e_m ceilgos díafõu hprários. - . CD Dimínmr Õllãzlreduça (É) Não utiliza¡ (3.131 íbir_ o «D ' mcmmmml V' Í Todos nós Temos que . Í. A única solução para o pço- ; blema da poluição do at' e É . i
  56. 56. DE 1. Leia a reportagem e decida quais destas fotos se relacionam com o ' contéúdo do texto. (Lga o. r ' Como vivem os _ morgdoresido Combugjmiílhóno** 2. Explique o título: De bm com o verde. 3. 0 que o texto diz sobre - a localização da ilha? ~ o numero de habitantes? - as atividades econômicas dos moradores? - os horários de trabalho? - a técnica da colheita do açaí? - as atividades de lazer? - o nível de conforto da família? (casa, transporte,
  57. 57. I I 'ñ nas O Barquinho , 'fhüherlo Nlcuv». m' R/ inulrfrv Him-nu¡ e¡ “no n n 'n eu n . i n 1. Ohservggas fotos. Depois, feche os olhos e ouça a canção. 2, Quais das fotos você associa à canção? 3. Ouça novamente a canção. Quais das palavras abaixo você associa a ela? 4. Desenhe a paisagem que a canção descreve. Día de luz, festa de sol e o barquinho a deslizar no macio azul do mar. Tudo é verão, o amor se faz num barquinho pelo mar que desliza sem parar. z Sem intenção nossa cançõo vai saindo deste mar a e o sol beíia o barco e luz dias são azuis. Volta do mar, desmaia o sol e o barquinhoa deslizar e a vontade de cantar l Céufõo azul, ilhas do sul _eo barquinho e um coração "3 * _ deslizando na canção, Tudo isso é paz, _tudo isso traz iurnarçíalmg deÍvlerõoe_ então _o barquinho vai, a tardinha cai. : felicidade _ a ; . -a 5171:#
  58. 58. Em Aumentativos Um livro grande, é um lívráu, 1. Diga depressa. Um apartamento grande é um Uma cadeira grande é uma Um problema grande Um grande amigo Uma grande amiga Um programa bom Um barulho forte Uma mesa grande é uma 2. Adivinha o que é. Confira depois com o dicionário. l. palavrão O uma palavra importante __ _ O uma porta larga 2' Casar” O uma metrópole 3_ portão (Q papel grosso e resistente a# uma palavra vulgar, agressiva 4_ Cidadão O um enomre pedaço de papel o uma porta do jardim para a rua 5. a elão O essoa com direitos civis e olíticos P P P P O uma casa muito grande Diminutivos Uma casa bem cheia está cheinha. Um sanduíche bem gostoso está gostosinho. Casa pequena é casinha. Avião pequeno é avíãozinho. 1. Agora pergunte ao seu/ sua colega: O que é, o que é? . .ea _2. Trabalhem em pares. Escrevam frases com estas palavras: pouquinho a* 600W* “M . ... . ... . ... . ... ... ... ... ... ... . . ... ... . certinho . ... ... ... ... .. . ... ... ... ... .. pertinho ' . ... ... ... ... . ... ... ... . . ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... . direitinho . ... . . ._ . ... ... . ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... .. . ... ... ... ... . límpínho ' . ... .. baixinho U . ... . ... ... ... ... ... ... . ... ... ... .. - . ... ... ... ... ... ... ... ... ... .. baratinho . ... ... ... .. . ... ... ... . . ... ... ... ... ... ... .. . ... ... ... ... ... . . ... . ... .. 53
  59. 59. 13% Jogo de respostas Trabalhe com seus colegas. Cada um responde a uma pergunta da maneira mais completa possivel. Na resposta, o participante usa, necessariamente, um diminutivo ou um aumentàilivo. Resposta longa, ben] organizada, completa Resposta curta, incompleta A 0,5 POÍIÍO . O grupo de participantes avalia cada resposta. Respondam. 1. Como você comemora seu aniversário? 2. Do que você não gosta em seu dia a dia? 3. Você gosta de sair à noite? Por quê? 4. O dinheiro é muito importante para você? Por quê? 5. Que parte de seu trabalho você mais gosta de fazer? 6. Que parte de seu trabalho você não gosta de fazer? 7. Para você é fácil dizer “não"? Por quê? 8. Em casa, à noite, você acha difícil ficar sem televisão? Por quê? 9. Você gosta de trabalhar em equipe ou prefere trabalhar sozinho? Por quê? 10. Você tem hobbies? Explique como é seu lazer. É Profissões Leia os exemplos, procure mais profissões no dicionário. Quem entrega carros é o carteiro. : :erraram * entregar _í ¡ II vender - ' consertar C II _ __ limpar - a l- porteiro ¡! . cabeleireiro Ç_ sapateiro ¡- cozinheira l hoteleiro ¡ . .. faxineira I_ banqueiro ¡- barbeiro í " . E ; Í. __54 3
  60. 60. »Líwrcwuwuwamiar- Caracterizar, descrever algo; comparar; expressar simpatia, #antipatizr
  61. 61. A 3 As regiões do Brasil 1.o S? a rima. . “M” dido em 5 regiões: Norte, Nordeste. , Centro-Oeste, Sudeste e Sul. ' Roraima ' O que você sabe sobre elas? Amazonas Rnlidümí) Região Norte 3,7 han/ Km? - PIB 5,0% Atividades económicas Extrativismo vegetal: látex, madeira. castanha, açaí Extrativismo mineral: ouro, diamantes, ferro, manganês, estanho. cassiterita. Indústria: parque industrial de montagem de produtos eletrônicos Regiã Çentróbeãte 7,9“háb Km¡*-. PlB.7.4% e Atividades econômicas o ' Pef “ V_ ' m grandes ÍQÍÍÍÚUÓÍOS. " Agricultura extensiva ein escala comercial- rativi ruiaraniião Prrmn Tocantins Mato Grosso Distrito Cuinhl Federal rf ' mania, Goiás _ r Goiânia i i mma; a' do Sul Mato Grosso K/ ..Ê ' “n35 6935 Í cana: : 5mm/ Região Nordeste 32,4 habJKmZ - PIB 13,5% Atividades económicas Fanart-u ~ - v ? Nuvi-J Ceara r do - _, - Natal r Egrnarnbuco Rule ~ Ta das i *Q'. q¡Í2JL9 Sergmío mania x i"'Í Agroindústria do açúcar e do cacau. Exploração de petróleo. Turismo interno nas belas praias da região. Região Sul 46.2 hab. /Km° - PlB17,8"/ n Atividades económicas indústria: ¡iarquo industrial muito ativo. Agropecuária: agricultura rriodczrna de trigo. soja. arroz. milho, feijao e tabaco. Rebanhos bovinos e suínos. Extrativismo: ivizidcira de pinho e carvão mineral. Õáraiba ist-im: 1_ li l - r--u
  62. 62. 2. A partir das iziiorrrra-çóes da página 56, responda. . l. Qual ri a região lurasileira mais rpopulosa? 3. Em qual das 3 regiões brasileiras o turis- : DIAYQJT-: :J . ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... . . . m0 é 'atividade económica especialmente S! ? E a menos populosa? importante? .. ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... .. A diferença entre elas se mantém tam- 4. Observe as ilustrações abaixo e identifi- bém em relação à produção? que-as, usando palavras cla lista à direita. í. i9 4 Em seguida, quando possível, coloque o símbolo nas regiões adequadas. * : ur Wo. ” 3. Escolha uma das cinco regiões e descreva-a em detalhes, a partir das informações da página 56. Região Nordeste Rondomar* Região Norte "anta Catarina lodulópoiis aki Grande do Sul Í _, __¡_ Região Sul A? 'í Há muitacoisa para seW/ emo Brasil 1. Ouça e leia o diálo-go. o Onde se produz mais vinho? c ' O turismo está sendo desenvolvido em . Na Região Sul, sem dúvida. todo o país. Cada região tem seus en- o E onde é encontrado o maior parque in- cantos: praias, montanhas, grandes rios, dustrial brasileiro? - extensas chapadas, selva, cidades históri- . Na Região Sudeste, principalmente no cas Há muita coisa para se ver. Férias Estado de São Paulo. inesquecíveis podem ser programadas o E o turismo? O que você me diz do turismo? pelo Brasil afora. Questão-de gosto. 2. Converse com seu colega. O que há para se ver no país dele? Faça-lhe perguntas, como no diálogo acima. Fale de seu país. Í a 57
  63. 63. A33 Estereótipos " Não gosto de * , ---x L papagaios. São cheios Ode” esiereóñp°í 1 de preconceitos. mas acho jacarés horríveis, O carioca é boa-vida. Vive na praia. Conta piadas. Oppàülistgi' _sói itirabálha, só , Onxíneito fala pouco, ra- O gaúehopémaehão, esquen- rquvei_ gaghar dinheiyo; Não" repente_ diz o que pensa. tado. Não ív/ Aiye "seemuchurràísco sgh-e àpçov_ ta : aevidar _ 'E pão-duro. nem* se'ijichimà“rrãoi“” V ' ' 1. Ouça a gravação e depois Classifique estas expressões que aparecem nos diálogos. 20-24 ® a) Não suporto ê d) Não aguento g) Taí gente boa V b) Acho simpático O e) Deus me livre O h) Detesto c) Adoro D f) Odeio O i) Não gosto muito 2. Ouça a gravação novamente. Qual das alternativas contém a ideia do diálogo? Diálogo l Diálogo 4 4 _ C) a) Adoro os cariocas. O a) ótimo conversar com mineiros. O b) Acho 05 03110033 SÍmPáÚCOS- É b) Os mineiros não são simpáticos. A *_ _ O C) Detesto OS cariocas. D c) Adoro os mineiros_ 'i Diálogo] ~ . h , 5 ' E O a) E ótimo morar no Rio CrandeÊQíxS Adoro os gaúchos_ , , -_§W__ O b) Não aguento os gaúchos. “Z 32)' . t_ É *Odeio o chuzrrascobdg O c)*Acho os gaúchos simpáticos¡ * ' ' “ Dlálogo 3 g_ 7_. _, O a) Não aguento os paulistaãâf: . ,,5- _ ›> C) b) Adoro São Paulo; mas odeio os paulistas. O c) Odeio ogpaulistas, mas é ótimo morar lá. Mas eu não vejo assim Ao contrário ' V ^ t ” . . . Mas por_ Como voce pode dizer uma coisa dessas? outro lado
  64. 64. BÂÊ Voz passiva com ser l. Observe os exemplos e relacione. _rj ser + particípio O livro foi escrito há muito tempo. t Alguns verbos têm dois particí~ píos (regulares e irregulares). Os regulares são usados na voz “ ' x > __ _ A _ o ativa. Os irregulares, na voz a) O Português O foi descoberto em 1500. passiva. B. ? . ._ - , . i render _- rendido, reso b) Antigamente, as casas D serão anunciados amanhã. :Ceimr _ gceítado, azeite c) O Brasil é falado; por milhões de entregar - entregado, entregue pessoas_ limpar - limpado, limpo d) Os resultados D eram construídas com mais mala? - matad0a mimo cuidado. Pega-r " Pegadch Pego e) Com mais tempo, O já tinham sido presos antes. acender * acendjdQ 33950 _ _ _ _ soltar - soltado, solto f) Os ladroes E trabalho teria SlClO mais EX: A polícia já tinha prendido en e¡ o. o ladrão quando seu chefe foi preso. 5 2. Ordene as frases. O Quantas pessoas para a festa? E] estão sendo esperadas . DA língua que O é falada O por Pedro Álvares Cabral e' o chinês. [j foi descoberto D por mais pessoas no mundo , . O O Brasil , . #ea . T 3. Fale com sua/ seu colega. ' ; hier e O avião foi inventado por Santos Dumont.
  65. 65. BE Voz passiva com -se 1. übserve os exemplos e rieraoãs complete os anúncios com os verbos. Alugam-s. . casas com vista para o mar. - Casas com vista para o mar são alugadas. Fala-ac português em vários países. ~ Portugués é falado em vários países. Perderam-se documentos importantes. - Documentos importantes for «o perder vender alugar gratificar procurar contratar dois chalés ~ - em Monte Verde para carnaval. . lnforrr-raçõesid. Emma. (011)) 3800 33 _àfnoite_ e' . - rapaz c/ referências para caseiro em sítio no regido Recados com Pedro, o noite (92) 322372323 2. Como se troca um pneu? Complete. (soltar parafusos) g-(levantar o carro) (retirar parafusos) (tirar o pneu) Agora, .. ... ... ... ... . . . e . ... ... ... ... ... ... ... .. . . Agora, só falta . ... ... ... ... ... ... ... ... .. . . gualdarclPneu- 60 am perdidos. de Jundiaí. (colocarvo estepe) IillIlillllvlyllill' l
  66. 66. aãã Pronomes indefinidos 1. todo/ a _todos os - todas as - tudo Exemplo: Tudo está em ordem no escritório. j v-__ Tododia ' j í j $°ã°s°sdms j E13 trabalha 1a j odia todo. i O “emana 1 asemana toda. | j Todas as semanas ela vai ao escritório. a) Traduza as frases acima para sua | íngua. b) Faça frases. j Ela trabalha j no supennercado j Nós fazemos ginástica ' todo dia(s) i Eu faço mergulho j toda 53133405) j j Eles viajam para o Brasil I todos Os j 5225,65) : Elas sabem todas as anojs) j j j Ele Coml? ” a tudo i sobre astrofisica A professora come feijoada j férias j j Meu vizinho toca piano j j semana j c) Escreva de outra maneira. Ele leu o livro do começo ao fim. Ela dormiu das 8 às 20 horas. .. ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... .. No sábado, não saí de casa_ . ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... . . . Eles ficam em Porto Alegre de 2! a domingo. .. ... ... ... ... ... ... .. . .; . ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... .. Ele vendeu todas as coisas que tinha. .. ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... .. 2. cada Todas as crianças gostam de chocolate. Faça frases. Cada aluno(s) vão participar do projeto. vai receber uma tarefa diferente. são lindos. custa uma fortuna. para' 'oshow foram vendidas. custou um absurdo: Todos os entrada(s) Todas [as quadro(s) Tudo
  67. 67. Influências na cultura brasileira com idos. l. Relacione as rzsxlavie* l j Q) língua ® culinária C3D religião @ dia a dia (FD música Influências indígenas - : %1'b§ãi4 . .. instrumentosdfeizos de bambu e peças feitas e fbras , i1 il . . -= ~.›, a« ceramica, cestas ' ' mandioca e outras raízes fla tatu Iguaçu Iracema 'g *mwv-gauáthsçsàgx'
  68. 68. czã Culinária , ?E No regime alimentar brasileiro, a contribui- aüicana: a farofa, o quibebe, o vatapá. Das " ção africana se añrmou principalmente pela comidas preparadas pela mulher indígena, B. ; introdução do azeite de dendê e da pimenta- as principais eram as que se faziam com a l l j j malagueta, tão característico da cozinha baia- massa ou a farinha de mandioca. Do milho, v_ _ na; pela introdução do quiabo; pelo maior uso da banana; pela grande variedade na maneira de preparar a galinha e o peixe. Várias comidas portuguesas ou indígenas foram, no Brasil, modificadas pela condimentação ou pela técni- ca culinária do negro. Alguns dos pratos mais caracteristicamente brasileiros são de técnica azeite de d preparavam, além da farinha, a canjica e a pamonlia. Do peixe ou da carne picada e misturada com farinha, faziam a paçoca. Moqueca é peixe assado no rescaldo e vem todo embru- lhado em folha de bananeira. baseado em "Casa Grande e Senzala" de Gilberto Freyre. tm ia. . v amendoim 1. Procure no texto: Ingredientes e pratos da cozinha africana. 2. Fale com suas/ seus colegas. Que pratos estrangeiros são comuns em seu país? Qual é o prato mais exótico que você já experimentou? Que prato brasileiro você conhece? 3. De que fipo de comida você gosta ou não gosta? Não suporto Não se¡ dizer e Depende 63

×