O Ensino On Line2

234 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
234
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Ensino On Line2

  1. 1. O papel do professor no contexto do ensino on line
  2. 2. O ensino on line <ul><li>Existe uma relação </li></ul><ul><li>profunda entre a </li></ul><ul><li>tecnologia </li></ul><ul><li>e a pedagogia </li></ul>O potencial do ensino on line é a interacção e a Aprendizagem colaborativa
  3. 3. O ensino on line <ul><li>A chave do sucesso do </li></ul><ul><li>ensino on line é centrada </li></ul><ul><li>na actuação do </li></ul><ul><li>professor </li></ul><ul><li>As competências do professor no ensino on line tem sido bem sucedidas em experiencias com justificação pedagógica fundamentada </li></ul>
  4. 4. O ensino on line <ul><li>Podemos enunciar os seguintes aspectos onde pode ser visível a intervenção do professor: </li></ul><ul><li>1. aspectos pedagógicos </li></ul><ul><li>2.aspectos de gestão </li></ul><ul><li>3.aspectos sociais </li></ul><ul><li>4. aspectos técnicos </li></ul>
  5. 5. O ensino on line <ul><li>1. aspectos pedagógicos </li></ul><ul><li>2.aspectos de gestão </li></ul><ul><li>3.aspectos sociais </li></ul><ul><li>4. aspectos técnicos </li></ul><ul><li>( Englobam todas as técnicas de ensino e aprendizagem) </li></ul><ul><li>( Engloba todas as tarefas de organização e planificação) </li></ul><ul><li>( Engloba as relações interpessoais, manutenção e coesão de grupo ) </li></ul><ul><li>( È a contribuição do professor para tornar a tecnologia transparente) </li></ul>
  6. 6. 0 ENSINO ON LINE <ul><li>O PROFESSOR ENCORAJA O UTILIZADOR A USAR REGULARMENTE A PLATAFORMA OFERECENDO O SEU APOIO (motivando ) </li></ul><ul><li>O professor cria uma cultura de grupo e modos sistemáticos de trabalhar online, desenvolvendo o conhecimento e empatia (SOCIALIZAÇÃO)) </li></ul>
  7. 7. O ENSINO ON LINE <ul><li>O PROFESSOR </li></ul><ul><li>Partilha a informação encorajando todos os participantes a contribuir para a discussão dos conteúdos. </li></ul><ul><li>O professor é sensível para apoiar e orientar os estudantes nas suas estratégias e gestão para o relacionamento com o volume de informação. </li></ul>
  8. 8. O ensino on line <ul><li>O PROFESSOR </li></ul><ul><li>Encoraja a interacção, ajuda a fazer ligações com a aprendizagem em curso, ajuda a gerir conflitos, Ajuda na construção do conhecimento </li></ul>
  9. 9. O ensino on line <ul><li>o professor apresenta apenas a estrutura inicial do trabalho do aluno, encorajando o auto-estudo crescente; </li></ul><ul><li>o professor apresenta múltiplas perspectivas sobre cada tópico, enfatizando aspectos salientes; </li></ul><ul><li>O professor deixa de ter um papel solitário e passa a ser um membro de uma equipa de  aprendizagem;  </li></ul>
  10. 10. O ENSINO ONLINE <ul><li>4 . o professor deixa de ser um orador e expositor de ideias para ser um consultor,  orientador e provedor de recursos; </li></ul><ul><li>5. o professor deixa de ser provedor de respostas torna um questionador eficiente ; </li></ul><ul><li>6.O professor propõe experiências de aprendizagem em vez de apenas  apresentar conteúdos ; </li></ul>
  11. 11. O ensino on line <ul><li>7. o professor deixa de ter total autonomia para utilizar actividades que podem ser amplamente avaliadas ; em vez de ter total controle do ambiente de ensino, ele passa a compartilhá-lo com o aluno como um co-aprendiz; </li></ul><ul><li>8. o professor é mais sensível aos estilos de aprendizagem dos diversos alunos; </li></ul>
  12. 12. O ensino on line <ul><li>A bibliografia utilizada foi baseada nos textos </li></ul><ul><li>De LINA MORGADO </li></ul><ul><li>In Discursos III serie, nº especial, pp 125-138, UNIV.ABERTA </li></ul><ul><li>Outras notas: </li></ul><ul><li>salmon 2000; Berge 1995, harasim 1995, rowntree 1995;Bischoff, 2000 </li></ul>

×