A revolução inglesa

5.760 visualizações

Publicada em

0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.760
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
361
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
239
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A revolução inglesa

  1. 1. O FIM DO ABSOLUTISMOPELA PRIMEIRA VEZ NA HISTÓRIA
  2. 2.  Definição: movimento político, militar e religioso que destruiu o absolutismo na Inglaterra instalando naquele país a primeira monarquia parlamentar da história; Quando: século XVII; Antecedentes/causas:  Atritos entre os reis (dinastia STUART) e o parlamento.
  3. 3. Henrique VIII Através do Ato de supremaciatorna o Rei a autoridade maiorreligiosa na Inglaterraconcentrando assim o poderpolítico e religioso nas mãosdo Rei
  4. 4. Maria IFilha de Henrique VIII eCatarina de Aragão.Católica, promove umaperseguição aosanglicanos.
  5. 5.  A Revolução Inglesa do século XVII representou a primeira manifestação de crise do sistema da época moderna, identificado com o absolutismo. O poder monárquico, severamente limitado, cedeu a maior parte de suas prerrogativas ao Parlamento e instaurou-se o regime parlamentarista que permanece até hoje. O processo começou com a Revolução Puritana de 1640 e terminou com a Revolução Gloriosa de 1688. As duas fazem parte de um mesmo processo revolucionário, daí a denominação de Revolução Inglesa do século XVII e não Revoluções Inglesas.
  6. 6.  A GUERRA CIVIL. A DITADURA DE CROMWELL. RESTAURAÇÃO MONÁRQUICA. REVOLUÇÃO GLORIOSA.
  7. 7.  Jaime I (1603 – 1625):  Apoio ao rei: senhores feudais, igreja anglicana e alta burguesia.  Apoio ao parlamento: pequena e média burguesia, gentry (nobreza mercantil) e puritanos (calvinistas ingleses).  Perseguições a católicos e puritanos.  Aumento de impostos.  Dissolução do parlamento (1614 – 1622).
  8. 8.  Carlos I (1625 – 1649):  Apesar de jurar o “Bill of Rights” (Petição dos Direitos), o rei novamente aumenta os impostos e fecha o parlamento.  Tentativa de impor o anglicanismo na Escócia (revolta).  Guerra Civil (1642 – 1649): ANGLICANOS (monarquistas, chamados de “Cavaleiros”, apoiando o rei) X PURITANOS (forças contrárias ao rei, representadas pelo parlamento, chamados de “Cabeças Redondas”). Puritanos vencem e Carlos I é decapitado
  9. 9.  Na guerra civil, as forças se dividiam em dois partidos político-militares: ANGLICANOS (monarquistas, chamados de “Cavaleiros”, apoiando o rei) X PURITANOS (forças contrárias ao rei, representadas pelo parlamento, chamados de “Cabeças Redondas”). Os cabeças redondas sofreram reveses, mas após a liderança de Oliver Cromwell venceram as tropas da monarquia, prendendo o rei Carlos I que foi julgado e condenado à morte. Foi decapitado em 1649, ano em que Cromwell proclamou a república e assumiu a nação.
  10. 10.  O governo de Cromwell unificou a Inglaterra, a Escócia e a Irlanda, formando a Comunidade Britânica. Além disso, deu grande impulso ao capitalismo inglês com o Ato de Navegação, o qual determinava que o comércio com a Inglaterra seria feito apenas com navios ingleses ou do país exportador. Governo centralizador e autoritário.
  11. 11.  Após a morte de Cromwell, ocorreu a Restauração, isto é, a Inglaterra voltou a ser governada por reis absolutistas. Jaime II, irmão de Carlos II, subiu ao trono. Buscou restaurar o absolutismo e o catolicismo, punindo os revoltosos, aos quais negava o habeas-corpus. Em 1688, o Parlamento convocou Maria Stuart, filha de Jaime II e mulher de Guilherme de Orange, governador das Províncias Unidas, para ocupar o trono. Foi um movimento pacífico. Jaime II refugiou-se na França e um novo Parlamento proclamou Guilherme e Maria rei e rainha da Inglaterra.
  12. 12.  Os novos soberanos tiveram de aceitar a Declaração dos Direitos, baixada em 1689, que decretava: o rei não podia cancelar leis parlamentares e o Parlamento poderia dar o trono a quem lhe aprouvesse após a morte do rei; haveria reuniões parlamentares e eleições regulares. O Parlamento votaria o orçamento anual; inspetores controlariam as contas reais; a manutenção de um exército em tempo de paz foi considerada ilegal. Nascia a monarquia parlamentarista.
  13. 13.  O LIBERALISMO POLITICO: THOMAS HOBBES (1588-1679): O LEVIATÃ ( O HOMEM É O LOBO DO HOMEM). JOHN LOCKE (1632-1704): O PAI DO LIBERALISMO POLÍTICO (OS HOMENS TEM O DIREITO DE ESCOLHER OS SEUS GOVERNANTES).
  14. 14. A Revolução Inglesa (ou Revoluções)criou as condições indispensáveis para aRevolução Industrial do século XVIII,limpando o terreno para o avanço docapitalismo, deve ser considerado aprimeira revolução burguesa da históriana Europa, antecipando em cento ecinqüenta anos a Revolução Francesa. Prof. Luiz Antonio

×