Universidade:/Faculdade: Universidade do Estado de Minas Gerais –
UEMG
Curso :Pedagogia
Poló : Ubá MG
Discentes : Kátia Ap...
A pedagogia liberal sustenta a ideia de que a escola tem por função
preparar os indivíduos para desempenho de papéis socia...
A atuação da escola consiste na preparação intelectual e moral dos alunos
para assumir sua posição na sociedade. O comprom...
A finalidade da escola é adequar as necessidades individuais ao meio
social e , para isso, ela deve se organizar de forma ...
Nessa tendência a escola está mais voltada para formação de atitudes,
preocupada com problemas psicológicos do que os peda...
Num sistema social harmônico, orgânico e funcional, a escola funciona
como modeladora do comportamento humano, através de ...
A escola é condicionada pelos aspectos sociais, políticos e culturais, em
contrapartida existe nela um espaço que direcion...
Libertadora (PEDAGOGIA DE PAULO FREIRE) – Conscientizar pra transformar a
realidade e os conteúdos. O método utilizado e a...
Libâneo, José Carlos, democratização da escola pública: a pedagogia
crítica social dos conteúdos, 8. Ed. São Paulo; Loyola...
Libâneo, José Carlos, democratização da escola pública: a pedagogia
crítica social dos conteúdos, 8. Ed. São Paulo; Loyola...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Tendencias pedagogicas katia e luciana

347 visualizações

Publicada em

Tendências Pedagógicas: Pedagogia liberal e Pedagogia Progressista.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
347
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tendencias pedagogicas katia e luciana

  1. 1. Universidade:/Faculdade: Universidade do Estado de Minas Gerais – UEMG Curso :Pedagogia Poló : Ubá MG Discentes : Kátia Aparecida Teixeira Coelho Luciana das Mercês Souza Boareto Link do Trabalho: Microsoft Power Point Endereço dos blogs: http:// katinha2.blogspot.com.br/ http: //lucianadasmercedes.blogspot.com.br/ Tutor: Marcelo de Mesquita
  2. 2. A pedagogia liberal sustenta a ideia de que a escola tem por função preparar os indivíduos para desempenho de papéis sociais, de acordo com as aptidões individuais. Para isso os indivíduos precisam aprender a adaptar-se aos valores a às normas vigentes na sociedade de classes, pois embora esta tendência difunda a ideia de igualdade de oportunidades, não leva em conta a desigualdade de condições.
  3. 3. A atuação da escola consiste na preparação intelectual e moral dos alunos para assumir sua posição na sociedade. O compromisso da escola é com a cultura, os problemas sociais pertencem à sociedade. O caminho cultural em direção ao saber é o mesmo para todos os alunos, desde que se esforcem.Assim , os menos capazes devem lutar para superar suas dificuldades e conquistar seu lugar junto aos mais capazes. A educação liberal iniciou-se com a pedagogia tradicional , evoluiu para a pedagogia renovada denominada escola nova ou ativa. A escola nova não se diferencia da Escola Tradicional. Os estudiosos crêem no poder da escola como elemento de harmonização e equilíbrio social. O importante aqui não seria mais o aprender, mas o aprender a aprender.
  4. 4. A finalidade da escola é adequar as necessidades individuais ao meio social e , para isso, ela deve se organizar de forma a retratar, o quanto possível, a vida. Todo ser dispõe dentro de si mesmo de mecanismo de adaptação progressiva ao meio de uma consequente integração dessas formas de adaptação no comportamento. A escola cabe suprir as exigências que permitam ao aluno educar-se, num processo ativo de construção e reconstrução do objeto, numa interaão entre estruturas cognitivas do indivíduo e estruturas do ambiente.
  5. 5. Nessa tendência a escola está mais voltada para formação de atitudes, preocupada com problemas psicológicos do que os pedagógicos ou sociais. Todo esforço está voltado em estabelecer um clima a uma mudança dentro do indivíduo, favorece a pessoa um clima de auto- desenvolvimento e realização pessoal, o que implica estar bem consigo próprio e com seus semelhantes. O resultado de uma boa educação é muito semelhante ao de uma boa terapia.
  6. 6. Num sistema social harmônico, orgânico e funcional, a escola funciona como modeladora do comportamento humano, através de técnicas específicas. A educação escolar compete organizar o processo de aquisição de habilidades, atitudes e conhecimentos específicos. Aprender é uma questão de modificação do desempenho: o bom ensino depende de organizar as condições estimuladoras, de modo que o aluno saia da situação de aprendizagem diferente de como entrou, ou seja o ensino é um processo de condicionamento das respostas que se quer obter.
  7. 7. A escola é condicionada pelos aspectos sociais, políticos e culturais, em contrapartida existe nela um espaço que direciona a possibilidade de transformação social. A educação possibilita a compreensão da realidade histórico-social, explica o papel do indivíduo construtor, transformador dessa realidade.
  8. 8. Libertadora (PEDAGOGIA DE PAULO FREIRE) – Conscientizar pra transformar a realidade e os conteúdos. O método utilizado e a problematização da experiência social em grupos de discussão. Aluno e professor atuam juntos, passam a fazer parte do ato de educar. O saber é mais importante. Libertária – Os conteúdos enfatizam as lutas sociais. Metodologia relacionada com a vivência grupal. Professor assume papel de conselheiro. Espera que a escola exerça uma transformação na personalidade dos alunos num sentido libertário e autogestionário, sendo assim o conteúdo e método utilizado. Crítico-social – Escola garante a apropriação crítica do conhecimento científico e universal, tornando-se uma arma de luta marcante. A classe dos trabalhadores deve se apossar-se do saber. Método de argumentação. Professor e aluno participantes, críticos.
  9. 9. Libâneo, José Carlos, democratização da escola pública: a pedagogia crítica social dos conteúdos, 8. Ed. São Paulo; Loyola, 1989.
  10. 10. Libâneo, José Carlos, democratização da escola pública: a pedagogia crítica social dos conteúdos, 8. Ed. São Paulo; Loyola, 1989.

×