Modulo 6 atividades insalubres parte 2

2.717 visualizações

Publicada em

NR 15 e seus anexos
Agentes físicos e biológicos

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.717
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
218
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Modulo 6 atividades insalubres parte 2

  1. 1. Higiene e Segurança do Trabalho – ENG 295Módulo VINR 15 - Atividades e Operações Insalubres
  2. 2. Anexo 7 – Radiações Não Ionizantes•Laboratórios físico-químicos, de medicina e de pesquisa•Eletricistas•Profissionais das Telecomunicações
  3. 3. Radiações Não Ionizantes
  4. 4. Radiações Não Ionizantes – Definições Ref: Higiene Ocupacional – Agentes Biológicos, Químicos e Físicos. BREVIGLIERO, E., POSSEBOM, J.; SPINELLI, R. Editora Senac, 6ª. Edição, 2011.São ondas eletromagnéticas que não possuem energia suficiente para ionizar amatéria.Exemplos: •Radiofrequência •Microondas •Radiação Infravermelha e UltravioletaEfeito da radiação eletromagnética não ionizante sobre a matéria: • Conversão da energia radiante incidente em energia rotacional e vibracional. • Dissipação sob a forma de calor.As ondas eletromagnéticas apresentam campo elétrico e campo magnéticoperpendiculares entre si. Esses campos têm o poder de induzir correntes elétricasnos seres vivos.
  5. 5. Aplicações das Radiações não-ionizantes e seus efeitos sobre o homem.Tipo de radiação Comprimento de onda Efeito Olhos Efeito PeleUV-C 100 a 280 nm Fotoqueratite (irritação Eritema (queimadura) (Germicida) nos olhos) Envelhecimento precoceUV-B 320-280 nm Catarata fotoquímica Aumento da pigmentação (Queimadura solar)UV-A 400-320 nm Catarata fotoquímica Escurecimento do pigmento (Próx a Luz Negra) e queimaduraVisível 380-760 nm Danos fotoquímicos e Reações fotossensitivas e térmicos na retina queimadurasIR-A 760-1400 nm Catarata e queimadura Escurecimento do pigmento da retina e queimaduraIR-B 1,4 m a 3 m Queimadura da córnea, Queimadura vermelhidão, catarataIR-C 3 ma1 m Queimadura da córnea Queimadura
  6. 6. Aplicações das Radiações não-ionizantes e seus efeitos sobre o homem.Fontes de radiação Ultravioleta:• Lâmpadas de luz negra – Teatros, exposições, boites• Bronzeamento artificial• Cura de resinas•Arco elétrico (corte & solda)•Arco ou tocha de plasma•Metais em fusão• Lâmpadas germicidas (hospitais, laboratórios, indústria de alimentos ede remédios)Efeitos Curto prazo:• Vermelhidão nos olhos; irritação, fadiga visual, dor de cabeça,enjôo.Efeitos longo prazo:•Catarata fotoquímica
  7. 7. Microondas – algumas aplicações práticashttp://www.higieneocupacional.com.br/download/radiacao-astete.pdf
  8. 8. Microondas – Efeitos à exposiçãohttp://www.inmetro.gov.br/consumidor/produtos/microondas.aspComo o corpo humano é constituído basicamente por água e gorduras,as microondas podem causar queimaduras profundas em nossoorganismo, assim como fazem com os alimentos, no caso da ocorrênciade vazamentos.De acordo com literatura norte-americana, ninguém sabe ao certo qualo nível de exposição considerado seguro.A norma internacional (IEC 335-2-25, de julho de 1996: Safety ofHousehold and Similar Electrical Appliances – Part 2: ParticularRequirements for Microwave Ovens), utilizada como base pararealização dos ensaios, estabelece nível máximo de exposição àsmicroondas de até 5 miliwatts por centímetro quadrado como seguropara os usuários.
  9. 9. Microondas – Efeitos à exposiçãohttp://www.inmetro.gov.br/consumidor/produtos/microondas.aspNo requisito ligado a fuga de microondas, que é o que apresenta maiorcriticidade, das nove marcas analisadas, a amostra de uma das marcasfoi considerada não conforme por apresentar valores de vazamento deradiação até duas vezes maiòr que o máximo permitido pela norma. Nasegunda amostra analisada, o nível de vazamento encontrado estavadentro dos limites permitidos em norma
  10. 10. Campo Eletromagnético – Aplicações e efeitos sobre a saúde O Celular e o Câncer Mito ou Verdade?
  11. 11. .
  12. 12. O que diz a OMS ?
  13. 13. Anexo 8 – Vibrações
  14. 14. Anexo 8 Vibrações
  15. 15. Anexo 8 Vibrações
  16. 16. Anexo 8 – VibraçõesFonte: Pianelli, C; Vendrame, A – 11º. Congresso de Atuação Responsável ABIQUIM
  17. 17. Anexo 8 – VibraçõesFonte: Pianelli, C; Vendrame, A – 11º. Congresso de Atuação Responsável ABIQUIM
  18. 18. Anexo 8 – Estudo de Caso
  19. 19. Anexo 8 – Estudo de Caso
  20. 20. Anexo 8 - Vibrações
  21. 21. Anexo 9 - Frio
  22. 22. Anexo 9 - FrioLimites ACGIH
  23. 23. Anexo 9 - FrioEfeitos
  24. 24. Anexo 9 - FrioEfeitos
  25. 25. Anexo 9 - FrioEfeitos
  26. 26. Anexo 10 - Umidade
  27. 27. Anexo 10 - Umidade Efeitos: http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/lista_doencas_relacionadas_ trabalho.pdf
  28. 28. Anexo 14 – Agentes Biológicos
  29. 29. Anexo 14 – Agentes Biológicos
  30. 30. Agentes Biológicos Outras exposições.... Forró.....Carnaval.....Calourada.....
  31. 31. Agentes Biológicos Outras exposições.... Pós-Forró.....Carnaval.....Calourada.....
  32. 32. Qual é a solução??? • PREVENÇÃO!!!
  33. 33. Próxima aulaNR 15 :Anexo n.º 11 - Agentes Químicos CujaInsalubridade é Caracterizada por Limite deTolerância e Inspeção no Local de Trabalho -Anexo n.º 13 - Agentes Químicos -Anexo n.º 12 - Limites de Tolerância para PoeirasMinerais -Anexo n.º 13 - Anexo Nº 13 A - Benzeno -

×