I pv6

286 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
286
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

I pv6

  1. 1. IPv6Luciano Rodrigues da Silva
  2. 2. Introdução• Com o advento da Internet, muitas empresase pessoas passaram a utilizar serviços quenecessitam de geram um grande trafego narede e que não são suportadas da melhorforma possível dentro do atual protocolo.
  3. 3. Introdução• Um dos maiores problemas é a quantidadepequena de endereços IPs comparada com ademanda exigida nos dias atuais, sendo que aalocação em classes foi feita de formaineficiente, gerando desperdício• Além disso, esses protocolos não foramdesenvolvidos pensando em segurança.
  4. 4. Introdução• Sendo assim, em 1990 o Internet EngineeringTask Force (IETF) começou a trabalhar nodesenvolvimento do IPv6.
  5. 5. Principais objetivos• Suporte a grande quantidade de hosts, mesmo comalocação ineficiente• Redução do tamanho das tabelas de roteamento;• Simplificação do protocolo, permitindo processamentomais rápido dos pacotes por parte dos roteadores;• Prover segurança (autentificação e privacidade);• Permitir a especificação do tipo de serviço;• Possuir facilidade de multicasting;• Permitir a coexistência de ambas as versões doprotocolo durante a fase de transição.
  6. 6. O IPv6 ficou pronto em 1995 e as principaismodificações foram:• Aumento no número de bits deendereçamento, permitindo uma quantidadeenorme de endereços.• Simplificação do cabeçalho• Suporte nativo a multicasting• Criação do Anycast• Suporte para segurança• Tratamento diferenciado para diferentes tipos deserviço e fluxos de dados.
  7. 7. Cabeçalho• O IPv6 tem um formato de cabeçalhodiferente do IPv4. Todos os campos temtamanhos fixos totalizando 64 bytes. Camposde tamanho fixo agilizam o processamentonos roteadores.
  8. 8. CabeçalhoAlguns campos do IPv4 foram retirados:• checksum: como os mecanismos de detecção deerros na camada de enlace são maiseficientes, decidiu-se eliminar esse campo.• fragmentação: No IPv4, Quando roteadoresprecisam transmitir e o pacote é maior que opermitido, este é fragmentado em pedaçosmenores. No IPv6 o pacote é descartado e o hostque o enviou é alertado para reenviar emtamanho menor.
  9. 9. • Version (4 bits) - Versão do IP utilizada. No caso no IPv6, este campovale 0110.• Priority (4 bits) - Indica a prioridade com a qual o pacote deve sertratado.• Flow label (24 bits) - Identifica, juntamente com os campos SourceAddress e Destination Address, o fluxo ao qual o pacote pertence.• Payload Length (16 bits) - Tamanho, em octetos, do restante dopacote, após o cabeçalho.• Next Header (8 bits) - Indica o tipo do possível cabeçalho deextensão que segue o cabeçalho IPv6. Caso não esteja se utilizandocabeçalho de extensão, este campo indica a qual protocolo detransporte o pacote deve ser repassado.• Hop Limit (8 bits) - Número máximo de roteamentos que o pacotepode sofrer. O valor deste campo é decrementado a cadaroteamento. Quando seu valor chega a zero o pacote é descartado.Similar ao campo Time to live do IPv4.• Source Address (128 bits) - Endereço do remetente.• Destination Address (128 bits) - Endereço de destino.
  10. 10. Cabeçalho• Com o IPv6, eventuais "opções" que devamacompanhar o pacote são especificadas emcabeçalhos independentes (ExtensionHeaders), que se agrupam após o cabeçalhoIPv6.
  11. 11. Endereçamento• Utiliza 128 bits para endereçamento, istopermite 2^128 hosts• 2^128 =340.282.366.920.938.463.463.374.607.431.768.211.456
  12. 12. Notação de endereço• A notação escolhida para representar umendereço IPv6 consiste de agrupar os 128 bitsem oito grupos de 16 bits. Cada grupo érepresentado por números hexadecimais dequatro algarismos, sendo os grupos separadosentre sí pelo símbolo de dois pontos (":").FEDC:0034:0000:0000:0000:0012:0ABC:00FF
  13. 13. Notação de endereço• Zeros à esquerda dentro de um mesmo grupopodem eliminados, tornando o endereçomenor.FEDC:0034:0000:0000:0000:0012:0ABC:00FFFEDC:34:0:0:0:12:ABC:FF
  14. 14. Notação de endereço• Grupos de zeros seguidos podem serabreviados apenas por ::FEDC:34:0:0:0:12:ABC:FFFEDC:34::12:ABC:FF
  15. 15. Notação de endereço• Endereços IPv4 são mantidos porcompatibilidade. Todos os endereços IPv4 temos 96 bits a esquerda preenchidos com zeros.Mantemos também a notação decimal porfacilidade para esses endereços.146.164.69.20:0:0:0:0:0:146.164.69.2 ou ::146.164.69.2
  16. 16. Tipos de endereços• Unicast é o novo nome que se deu aoendereçamento ponto-a-ponto tradicional.• Um pacote destinado a um endereçomulticast é entregue a todas as interfaces quefazem parte daquele grupo de endereços.• Anycast é um novo formato deendereçamento onde o pacote é mandandopara os potenciais destinatarios maisproximos.

×