Segundo reinado economia

18.132 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
2 comentários
12 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
18.132
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
2
Gostaram
12
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Segundo reinado economia

  1. 2. COLOCAR EFEITO: INSERIR A MÚSICA DO SUPERMAN- PARTE PRINCIPAL: http://www.youtube.com/watch?v=vaQU6Ubz1To
  2. 3. <ul><li>Na aula de hoje vamos aprender sobre: </li></ul><ul><li>O início do cultivo; </li></ul><ul><li>Importância da mão-de-obra; </li></ul><ul><li>M Mudanças econômicas e sociais; </li></ul>Como está o café hoje. COLOCAR EFEITO: RODAR O GRÃO DE CAFÉ CADA TÓPICO FALADO. Porque o café foi herói na história do país;
  3. 4. <ul><li>O Segundo Reinado começa com a missão de trazer paz e estabilidade para o país que enfrentava uma crise econômica e política . </li></ul><ul><li>O preço dos produtos para exportação estavam baixos e desproporcional as importações . Vamos entender melhor: </li></ul>A crise Compra venda COLOCAR EFEITO: DO SLIDE ANTERIOR PARA ESSE A BALANÇA PODE EQUILIBRAR, FICANDO FIXA.
  4. 5. <ul><li>O ideal para equilibrar essa balança era aumentar as exportações e os impostos dos produtos importados . </li></ul><ul><li>Porém com os produtos já comercializados era difícil , pois a competição com outros países era grande . </li></ul><ul><li>Diante disso, a solução foi investir em um produto ainda não explorado e com chance de venda . </li></ul>Compra venda
  5. 6. <ul><li>A partir do século XIX, o café percorreu a região sudeste, chegando ao norte do Paraná. </li></ul>VOU COLOCAR UM MAPA MELHOR
  6. 7. CURIOSIDADE: Você sabe como o café chegou ao Brasil?
  7. 8. As sementes foram trazidas por Francisco Melo Palheta e cultivadas perto de Belém- Pará.
  8. 9. <ul><li>A plantação de café seguia o modelo de plantation , existente no Brasil agrário exportador: </li></ul><ul><li>Portanto, com a economia voltada para a exportação , o principal destino desse produto eram os consumidores europeus e dos EUA . </li></ul>Grandes propriedades Escravos Monocultura Exportação
  9. 10. Segundo Reinado economia crise café monocultura exportação sudeste
  10. 11. <ul><li>Que tal um resumo?! </li></ul><ul><li>Segundo Reinado tinha a missão de trazer _______ao país em ________; as ____________estavam em baixa e a compra em __________. O ideal era aumentar as exportações e impostos de tudo que entrava no Brasil. </li></ul><ul><li>Com os produtos ___________ficava difícil, pois a ___________era grande, então a solução foi investir em algo novo: o _________! </li></ul><ul><li>O cultivo seguia o __________: grande propriedade+ escravos + monocultura e destinado a __________, para Europa e EUA. </li></ul><ul><li>A partir do século XIX, o café percorreu a região __________, chegando ao norte do Paraná. </li></ul>
  11. 12. <ul><li>Que tal um resumo?! </li></ul><ul><li>Segundo Reinado tinha a missão de trazer paz ao país em crise ; as exportação estavam em baixa e a compra em alta . O ideal era aumentar as exportações e impostos de tudo que entrava no Brasil. </li></ul><ul><li>Com os produtos existentes ficava difícil essa estratégia, pois a competição era grande, então a solução foi investir em algo novo: o café ! </li></ul><ul><li>O cultivo seguia o plantation : grande propriedade+ escravos + monocultura e destinado a exportação , para Europa e EUA. </li></ul><ul><li>A partir do século XIX, o café percorreu a região sudeste , chegando ao norte do Paraná. </li></ul>
  12. 13. <ul><li>As grandes plantações de café começam no Vale do Paraíba , entre o Rio de Janeiro e São Paulo. A região era perfeita para a cafeicultura , pois era abundante em terras e tinha um clima favorável . </li></ul><ul><li>A exploração intensiva ocasionou o desgaste do solo deixando as áreas cultivadas sem utilidade ou destinadas as pequenas plantações . </li></ul><ul><li>Os instrumentos utilizados eram rudimentares , como a enxada e foice , e a força de trabalhado vinham dos escravos que colhiam o café manualmente. </li></ul><ul><li>Somado a essa dificuldade , os cafeicultores enfrentavam a escassez de mão-de-obra ; a Lei Eusébio de Queiroz proibia a entrada de escravos no país. </li></ul>Produção
  13. 14. <ul><li>As principais cidades são: RJ- Barra Mansa, Barra do Piraí, Cantagalo, Vassouras e Valença. SP- Taubaté, Jacareí, Pindamonhangaba, Lorena. </li></ul><ul><li>Volta Redonda- RJ São José dos Campos-SP </li></ul>
  14. 15. <ul><li>O declínio do Vale do Paraíba não prejudicou a produção e lucratividade do café , outra região assumi a liderança : Oeste Paulista. </li></ul>
  15. 16. <ul><li>As principais cidades são: São Carlos, Catanduva. Alcançava, também, a região de Campinas para Piraçununga, Casa Branca. </li></ul><ul><li>Araraquara- SP Ribeirão Preto- SP </li></ul>
  16. 17. <ul><li>Entre os fatores que proporcionaram o desenvolvimento do café no Oeste Paulistas estão: </li></ul><ul><li>1- Clima temperado favorável e terra roxa , solo de ótima qualidade. </li></ul><ul><li>2- Transferência de capital da produção de açúcar e algodão , que estava em baixa. </li></ul><ul><li>3- Uso de máquinas e melhores técnicas no cultivo. </li></ul><ul><li>4- Substituição da mão-de-obra escrava por livre. </li></ul>
  17. 19. <ul><li>A Lei de Terras-1850 determinada a regularização de todas as terras ilegais , caso contrário estas pertenceriam ao Estado ; sua aquisição era somente através de compra . </li></ul><ul><li>Para legalizar suas terras os proprietários tinham gastos com demarcação e registro, muitas vezes esse capital era escassos . Os objetivos eram a regulamentação , fiscalização e valorização da terra, privilegiando a elite fundiária. </li></ul><ul><li>As consequências foram: </li></ul><ul><li>1- Restrição ao acesso às terras . </li></ul><ul><li>2- Concentração de terras . </li></ul><ul><li>3- Reafirmação do modelo agroexportador . </li></ul><ul><li>4- Falta de gêneros alimentícios básicos . </li></ul>
  18. 20. Segundo Reinado economia crise café sudeste exportação produção Vale do Paraíba Oeste Paulista Lei de Terras monocultura
  19. 21. <ul><li>Sobre o desenvolvimento da economia cafeeira no Segundo Reinado, é INCORRETO afirmar que: </li></ul><ul><li>a) do ponto de vista sócio-econômico, o complexo cafeeiro deslocou definitivamente o polo dinâmico do país para o centro-sul. </li></ul><ul><li>b) em função do café, aparelharam-se portos, revolucionaram-se os transportes, sendo a ferrovia sua maior expressão. </li></ul><ul><li>c) após a extinção do tráfico negreiro, em 1850, a solução para a mão-de-obra veio da imigração. </li></ul><ul><li>d) a produção de café foi inovadora, com técnicas agrícolas avançadas, uso de pequenas propriedades, trabalho exclusivamente livre e grande preocupação com a preservação do solo. </li></ul>
  20. 22. <ul><li>Sobre o desenvolvimento da economia cafeeira no Segundo Reinado, é INCORRETO afirmar que: </li></ul><ul><li>a) do ponto de vista sócio-econômico, o complexo cafeeiro deslocou definitivamente o polo dinâmico do país para o centro-sul. </li></ul><ul><li>b) em função do café, aparelharam-se portos, revolucionaram-se os transportes, sendo a ferrovia sua maior expressão. </li></ul><ul><li>c) após a extinção do tráfico negreiro, em 1850, a solução para a mão-de-obra veio da imigração. </li></ul><ul><li>d) a produção de café foi inovadora, com técnicas agrícolas avançadas, uso de pequenas propriedades, trabalho exclusivamente livre e grande preocupação com a preservação do solo. </li></ul>
  21. 23. <ul><li>Complete o quadro abaixo. </li></ul>Vale do Paraíba Oeste Paulista
  22. 24. <ul><li>Complete o quadro abaixo. </li></ul>Vale do Paraíba Oeste Paulista Escravos Técnica rudimentar Desgaste do solo RJ e SP Imigrantes Máquinas Terra roxa SP
  23. 25. <ul><li>Quais circunstâncias e fatores favoreceram a rápida expansão da cafeicultura na região sudeste, na primeira metade do século XIX? </li></ul><ul><li>No século XIX o Brasil era um grande produtor de café. E atualmente? Existem outros gêneros alimentícios que o país é líder? </li></ul>
  24. 26. <ul><li>Quais circunstâncias e fatores favoreceram a rápida expansão da cafeicultura na região sudeste, na primeira metade do século XIX? </li></ul><ul><li>No século XIX o Brasil era um grande produtor de café. E atualmente? Existem outros gêneros alimentícios que o país é líder? </li></ul>Mercado consumidor disponível e recursos internos: proximidade do porto, mão-de-obra, terras e transporte. Laranja, soja...
  25. 27. <ul><li>Sobre a Lei de Terras, indique V erdadeiro ou F also. </li></ul><ul><li>( ) restringiu o direito de posse da terra. </li></ul><ul><li>( ) favoreceu a aquisição de terras por ex-escravos e imigrantes. </li></ul><ul><li>( ) propiciou a expansão da pequena propriedade. </li></ul><ul><li>( ) favoreceu a concentração de terras nas mãos dos latifundiários. </li></ul><ul><li>( ) a única maneira de adquirir terra era comprando do governo. </li></ul>
  26. 28. <ul><li>Sobre a Lei de Terras, indique V erdadeiro ou F also. </li></ul><ul><li>( V ) restringiu o direito de posse da terra. </li></ul><ul><li>( F ) favoreceu a aquisição de terras por ex-escravos e imigrantes. </li></ul><ul><li>( F ) propiciou a expansão da pequena propriedade. </li></ul><ul><li>( V ) favoreceu a concentração de terras nas mãos dos latifundiários. </li></ul><ul><li>( V ) a única maneira de adquirir terra era comprando do governo. </li></ul>
  27. 30. <ul><li>Como vimos, o escravo era integrante do modelo plantation , e por isso, muito importante para a cafeicultura . </li></ul><ul><li>Nesse momento o Brasil sofria pressão da Inglaterra para acabar com o tráfico negreiro e a Lei Euzébio de Queiroz foi decretada com esse objetivo. </li></ul><ul><li> </li></ul>Mão-de-obra Sem escravos para comprar, como ficou a produção de café?
  28. 31. <ul><li>Os cafeicultores tinham duas alternativas : </li></ul><ul><li>1- Comprar escravos de outras regiões , como o nordeste. </li></ul><ul><li>2- Atrair mão-de-obra externa . </li></ul><ul><li>A segunda opção foi mais interessante , pois não compensava pagar o preço do escravo . </li></ul><ul><li> </li></ul>
  29. 32. <ul><li>Os primeiros imigrantes vieram de Portugal , Alemanha e Suíça , para Campinas- Oeste Paulista, sob a condição de parceiros . </li></ul><ul><li>A parceria era um contrato entre o cafeicultor e o trabalhador , oferecendo a este um lote de terra para cultivo , e em troca, o pagamento com parte do produto . </li></ul><ul><li>Aos poucos a mão-de-obra foi substituída da escrava para livre. O fazendeiro teve vantagens , pois não tinha nenhuma obrigação com os colonos : alimentação, moradia, vestuário, viagem e outros. </li></ul><ul><li> </li></ul><ul><li> </li></ul>
  30. 33. Segundo Reinado economia crise café sudeste exportação produção Vale do Paraíba Oeste Paulista Lei de Terras mão- de- obra escravos imigrantes monocultura parceria
  31. 34. <ul><li>Na segunda metade do século XIX, a introdução, de forma crescente, de trabalhadores livres na economia brasileira está ligada à: </li></ul><ul><li>a) crise da escravidão, principalmente após o fim do tráfico negreiro. </li></ul><ul><li>b) restrição de diversos países europeus à imigração de seus excedentes nacionais. </li></ul><ul><li>c) forma pacífica como foi encaminhada a Abolição, permitindo a utilização do antigo escravo como trabalhador livre. </li></ul><ul><li>d) acelerada criação de indústrias de base que não utilizavam trabalho escravo. </li></ul><ul><li>e) política contrária à escravidão, adotada pelo governo imperial ao longo de toda a sua história. </li></ul>
  32. 35. <ul><li>Na segunda metade do século XIX, a introdução, de forma crescente, de trabalhadores livres na economia brasileira está ligada à: </li></ul><ul><li>a) crise da escravidão, principalmente após o fim do tráfico negreiro. </li></ul><ul><li>b) restrição de diversos países europeus à imigração de seus excedentes nacionais. </li></ul><ul><li>c) forma pacífica como foi encaminhada a Abolição, permitindo a utilização do antigo escravo como trabalhador livre. </li></ul><ul><li>d) acelerada criação de indústrias de base que não utilizavam trabalho escravo. </li></ul><ul><li>e) política contrária à escravidão, adotada pelo governo imperial ao longo de toda a sua história. </li></ul>
  33. 36. <ul><li>Acabou com o Tráfico Negreiro para o Brasil: </li></ul><ul><li>a) Lei Eusébio de Queiróz; </li></ul><ul><li>b) Bill Aberdeen; </li></ul><ul><li>c) Tarifa Alves Branco; </li></ul><ul><li>d) Lei de Imigração; </li></ul><ul><li>e) Lei Áurea. </li></ul>
  34. 37. <ul><li>Acabou com o Tráfico Negreiro para o Brasil: </li></ul><ul><li>a) Lei Eusébio de Queiróz; </li></ul><ul><li>b) Bill Aberdeen; </li></ul><ul><li>c) Tarifa Alves Branco; </li></ul><ul><li>d) Lei de Imigração; </li></ul><ul><li>e) Lei Áurea. </li></ul>
  35. 38. <ul><li>I- Os cafeicultores do Oeste Paulista, introduziram a mão-de-obra imigrante em suas lavouras. </li></ul><ul><li>II- A Lei Euzébio de Queiroz proibia o uso de escravos nas plantações de café. </li></ul><ul><li>III – A princípio a mão-de-obra das lavouras era escrava. </li></ul><ul><li>IV- Na parceria os colonos dividiam os lucros da colheita com os fazendeiros. </li></ul><ul><li>São falsas as afirmativas: </li></ul><ul><li>a) I e IV; b) II e III; c) I e IV; d) III e IV; e) II e IV. </li></ul>
  36. 39. <ul><li>I- Os cafeicultores do Oeste Paulista, introduziram a mão-de-obra imigrante em suas lavouras. </li></ul><ul><li>II- A Lei Euzébio de Queiroz proibia o uso de escravos nas plantações de café. </li></ul><ul><li>III – A princípio a mão-de-obra das lavouras era escrava. </li></ul><ul><li>IV- Na parceria os colonos dividiam os lucros da colheita com os fazendeiros. </li></ul><ul><li>São falsas as afirmativas: </li></ul><ul><li>a) I e IV; b) II e III; c) I e IV; d) III e IV; e) II e IV. </li></ul>
  37. 40. <ul><li>O sucesso do novo produto provocou muitas mudanças na sociedade , economia e política . </li></ul><ul><li>1- desenvolvimento das ferrovias- o transporte do café ficava mais rápido e barato . </li></ul><ul><li>2- incentivo a indústria- parte de capital era investido na indústria . </li></ul><ul><li>3- imigrantes- para resolver a falta de mão-de-obra, incentivou-se a vinda de europeus para trabalhar nas lavouras . </li></ul><ul><li>4- Centro econômico- deslocamento do centro econômico, do nordeste- açúcar , para a região sudeste . </li></ul><ul><li>5- Surgimento de várias cidades . </li></ul><ul><li>6- Mão- de- obra assalariada . </li></ul>Mudanças
  38. 41. Segundo Reinado economia crise café sudeste exportação produção Vale do Paraíba Oeste Paulista Lei de Terras mão- de- obra escravos imigrantes mudanças social infraestrutura economia trabalho livre ferrovias indústrias monocultura parceria cidades Centro econômico
  39. 42. <ul><li>A expansão cafeeira trouxe transformações importantes para sociedade brasileira. Cite duas dessas transformações. </li></ul>
  40. 43. <ul><li>A expansão cafeeira trouxe transformações importantes para sociedade brasileira. Cite duas dessas transformações. </li></ul>Vinda de imigrantes e utilização de mão-de- obra assalariada.
  41. 44. <ul><li>Adivinhação </li></ul><ul><li>1- Responsável pelo transporte do café até o porto. </li></ul><ul><li>___ ___ ___ ___ ___ ___ ___ ___ ___ </li></ul><ul><li>2- Capital investido </li></ul><ul><li>___ ___ ___ ___ ___ ___ ___ ___ ___ </li></ul><ul><li>3- Solução para falta de mão-de-obra interna. </li></ul><ul><li>___ ___ ___ ___ ___ ___ ___ ___ ___ </li></ul><ul><li>4- Passou a ser o centro econômico. </li></ul><ul><li>___ ___ ___ ___ ___ ___ ___ </li></ul>
  42. 45. <ul><li>Adivinhação </li></ul><ul><li>1- Responsável pelo transporte do café até o porto. </li></ul><ul><li>F E R R O V I A S </li></ul><ul><li>2- Capital investido </li></ul><ul><li>I N D Ú S T R I A </li></ul><ul><li>3- Solução para falta de mão-de-obra interna. </li></ul><ul><li>I M I G R A N T E </li></ul><ul><li>4- Passou a ser o centro econômico. </li></ul><ul><li>S U D E S T E </li></ul>
  43. 46. <ul><li>Relacione a expansão ferroviária ao cultivo de café. </li></ul><ul><li>A expansão cafeeira trouxe transformações importantes para sociedade brasileira. Cite duas dessas transformações. </li></ul>
  44. 47. <ul><li>Relacione a expansão ferroviária ao cultivo de café. </li></ul><ul><li>A expansão cafeeira trouxe transformações importantes para sociedade brasileira. Cite duas dessas transformações. </li></ul>As ferrovias possibilitaram o transporte mais rápido e barato do café até o porto onde era enviado para os EUA e Europa. Desenvolvimento de ferrovias e surto industrial
  45. 48. CURIOSIDADE: Você sabe como o café é consumido pelo mundo?
  46. 49. Na Áustria , uma opção é tomar café com figos secos . Os Belgas colocam pedacinhos de chocolate no fundo da xícara . Na Grécia é servido com um copo de água bem gelada . COLOCAR ALGUM EFEITO: BANDEIRA TREMENDO
  47. 50. <ul><li>Tenho certeza que você não imaginava que seu cafezinho com leite, puro, cappuccino, forte ou carioca, fosse tão importante para a história do Brasil. </li></ul><ul><li>Ainda hoje, o café continua na lista dos principais produtos nacionais agrícolas. </li></ul><ul><li>Com o objetivo de divulgar, manter a qualidade, ampliar o mercado consumidor, entre outros, existem associações e museu dedicadas ao café. </li></ul>Atualidade
  48. 51. http://www.abic.com.br/publique/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?tpl=home http://www.museudocafe.com.br/museu/museuAssociacao.asp
  49. 52. CURIOSIDADE: Você sabe o que faz um barista?
  50. 53. Esse profissional é especializados na preparação de café. Através de cursos, aprende a história e os preparos dessa bebida.
  51. 54. Ranking do café
  52. 55. Produção Mundial - Principais Países Produtores volume em mil sacas de 60 Kg
  53. 56. RANKING POR VALORES DE 2010 Volume em toneladas/ Receita em mil US$
  54. 57. Segundo Reinado economia crise café monocultura sudeste produção Vale do Paraíba Oeste Paulista Lei de Terras mão- de- obra escravos imigrantes mudanças social infraestrutura economia ferrovias Atualidade Associações ranking monocultura parceria trabalho livre cidades indústrias Centro econômico
  55. 58. <ul><li>1- Existência de mercado consumidor; </li></ul><ul><li>2- Terras para cultivo; </li></ul><ul><li>3- Mão-de- obra disponível; </li></ul><ul><li>4- Meios de transporte ; </li></ul><ul><li>5- Proximidade do porto ; </li></ul><ul><li>6- Plantio barato ; </li></ul><ul><li>7- Incentivo do governo; </li></ul>Por que o café deu certo?
  56. 59. CURIOSIDADE: Você sabe qual o dia nacional do café?
  57. 60. No dia 24 de maio é Comemorado o dia Nacional do café!
  58. 61. <ul><li>Será que agora podemos entender porque o café foi o herói do Segundo Reinado ? </li></ul>
  59. 62. <ul><li>Ele não lutou , sem armas , força física, poder sobrenatural ou qualquer traço com os super-heróis que conhecemos, mas consegui uma vitória que ninguém imaginava: trazer a paz a conturbada transição entre a regência e o segundo reinado . </li></ul>
  60. 63. <ul><li>O café tão pequeno e simples de cultivar, mudou as relações de trabalho , proporcionou um surto industrial e fez a elite ganhar dinheiro e ficar satisfeita por um bom tempo. </li></ul><ul><li>Todas as vezes que </li></ul><ul><li>tomarmos um cafezinho, vamos lembrar que esse produto tem história!!! </li></ul>
  61. 64. <ul><li>www.historianet.com.br </li></ul><ul><li>http://www.abic.com.br/publique/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?tpl=home </li></ul><ul><li>http://www.museudocafe.com.br/museu/museuAssociacao.asp </li></ul><ul><li>http://www.revistacafeicultura.com.br/ </li></ul>Referências:

×