Dona laura-Miguel Araújo- ficha de trabalho

6.042 visualizações

Publicada em

Ficha de trabalho direcionada para turma de Percurso Curricular Alternativo, partindo da canção "dona Laura, de Miguel Araújo.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.042
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4.423
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
102
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dona laura-Miguel Araújo- ficha de trabalho

  1. 1. 1 FICHA DE TRABALHO- 8º ANO, TURMA D2- PERCURSO CURRICULAR ALTERNATIVO Compreensão do oral, leitura, categorias da narrativa Compreensão do oral 1. Ouve a canção com atenção e completa os espaços (20 pontos): “Dona Laura”, Miguel Araújo 1 5 10 15 20 25 30 35 Olha a Laurinha lá vai toda ___________________________ Diz que é ___________________________ e que prescinde dos ________________________ do pai Olha ela, lá vai toda destemida Dona da vida nem duvida que é por ali que vai Olha a Laurinha à cabeça da charanga Das raparigas do ____________________ do liceu onde ela anda E manda na dinâmica da escola Não vai à bola com a setôra de ____________________________ E não disfarça e faz a vida negra à criatura É a _______________________ de quem manda só porque sim Olha a Laurinha que já fuma às escondidas do pai Com a _________________________ de alguém Ainda namora às escondidas da mãe Enquanto diz que não tem ________________________ De nada nem ninguém Vai, ________________________ até ser dia Que a vida são dois dias E tu vais ser alguém ______________________ à tua mãe Um olho na novela E o outro na _____________________, Um dia vais ser tão Dona Laura como ela Olha a Laurinha toda cheia de ____________________________ Sem ter ____________________ para sequer votar na junta daqui Sempre que a chamam ao quadro desatina e nada diz Mas bem que opina sobre o _______________________ a que chegou o país Olha a Laurinha lá vai cheia de prestígio Nenhum __________________________ da miúda outrora santa e __________________________ E a mãe dela fica a vê-la da janela Ainda se lembra bem do tempo em que a Laurinha era ela A fumar às escondidas do pai com o ___________________________ que alguém Subtraiu da carteira da mãe Enquanto diz ao ________________________ que ainda há de vê-la ser alguém Vai, canta até ser dia Que a vida são dois dias E tu vais ser alguém Que é tal e qual a mãe Nome: _____________________________________________________________________________ nº: ________ Turma: _________________ A Professora: ______________________________________ Encarregado de Educação: _____________________________________________ Classificação: _____________________________________________________________________________ Data _________________________ Observações: ____________________________________________________________________________________________________________
  2. 2. 2 40 45 Um olho na novela O outro na panela Um dia vais ser tão Dona Laura como ela Aproveita agora Que há de chegar a hora Que não _______________________ ninguém Vais ser igual à tua mãe A filha pela ___________________________ Repete-se a novela, um dia vais Ser mais Dona Laura do que ela. In http://letras.mus.br/miguel-araujo/dona-laura/ (cons. dia 05/05/2015) Leitura 2. Agora, responde às questões com frases completas e bem estruturadas: 2.1. Faz a caracterização psicológica da Laurinha (12 pontos). _________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________ _____________________________________ 2.2. Explica o significado da expressão “Não vai à bola com” (v. 9) (4 pontos). _________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________ ____________________________________________ 2.3. Que artifícios usa a Laurinha para poder fumar (6 pontos)? _________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________ ____________________________________________ 2.3.1. Na tua opinião, o que é que isso nos mostra da sua personalidade (6 pontos)? _________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________ ____________________________________________ 2.4. Que conselhos lhe dá o narrador (6 pontos)? _________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________ ____________________________________________ 2.5. Podemos associar a esta canção um destes provérbios. Qual (4 pontos)? a) Quem muito fala pouco acerta. b) Tal pai, tal filho.  c) Cão que ladra não morde. 
  3. 3. 3 d) Grão a grão enche a galinha o papo.  2.5.1. Explica esse provérbio, não esquecendo o contexto em que surge na canção (7 pontos). _________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________ __________________________________________________________________ Categorias da Narrativa 3. Responde às questões que se seguem, tendo em conta as categorias da narrativa: 3.1. Classifica o narrador (3 pontos): a) Participante, autodiegético.  b) Participante, homodiegético.  c) Ausente, heterodiegético.  3.1.1. Retira um exemplo do texto que comprove a tua resposta (5 pontos). _________________________________________________________________________ ______________________ 3.2. Qual é a personagem principal deste texto (6 pontos)? _________________________________________________________________________ ______________________ 3.3. Faz um breve resumo da Ação do texto, isto é, de que fala a canção? Qual é o assunto? (7 pontos) _________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________ _______________ 3.4. Identifica os espaços presentes no texto (7 pontos). _________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________ __________________________________________________________________ 3.5. Retira do texto expressões temporais. (7 pontos). _________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________ __________________________________________________________________ Narrador, Personagens, Ação, Tempo, Espaço
  4. 4. 4 A professora: Lucinda Cunha PROPOSTA DE CORREÇÃO 1. “Dona Laura” Olha a Laurinha lá vai toda decidida Diz que é crescida e que prescinde dos conselhos do pai Olha ela, lá vai toda destemida Dona da vida nem duvida que é por ali que vai Olha a Laurinha à cabeça da charanga Das raparigas do recreio do liceu onde ela anda E manda na dinâmica da escola Não vai à bola com a setôra de história E não disfarça e faz a vida negra à criatura É a ditadura de quem manda só porque sim Olha a Laurinha que já fuma às escondidas do pai Com a mesada de alguém Ainda namora às escondidas da mãe Enquanto diz que não tem medo De nada nem ninguém Vai, dança até ser dia Que a vida são dois dias E tu vais ser alguém Igual à tua mãe Um olho na novela E o outro na panela, Um dia vais ser tão Dona Laura como ela Olha a Laurinha toda cheia de cidade Sem ter idade para sequer votar na junta daqui Sempre que a chamam ao quadro desatina e nada diz Mas bem que opina sobre o estado a que chegou o país Olha a Laurinha lá vai cheia de prestígio Nenhum vestígio da miúda outrora santa e singela E a mãe dela fica a vê-la da janela Ainda se lembra bem do tempo em que a Laurinha era ela A fumar às escondidas do pai com o dinheiro que alguém Subtraiu da carteira da mãe Enquanto diz ao mundo que ainda há-de vê-la ser alguém Vai, canta até ser dia Que a vida são dois dias E tu vais ser alguém Que é tal e qual a mãe Um olho na novela O outro na panela Um dia vais ser tão Dona Laura como ela Aproveita agora Que há-de chegar a hora Que não poupa ninguém
  5. 5. 5 Vais ser igual à tua mãe A filha pela trela Repete-se a novela, um dia vais Ser mais Dona Laura do que ela. Miguel Araújo (In http://letras.mus.br/miguel-araujo/dona-laura/- consultado dia 06/01/2015) 2.1. A Laurinha é uma adolescente “decidida” (v. 1) -apesar de ser menor de idade, pois não tem “idade para votar” (l. 26)-, que fuma e namora contra a vontade dos pais. Logo é rebelde e destemida e não gosta de seguir ordens nem em casa, nem na escola, onde não é grande aluna. Gosta de sair e de se divertir com os amigos, a quem pede dinheiro para comprar cigarros, mostrando-se oportunista e aproveitadora, mas com grandes aspirações para o seu futuro, já que diz que vai ser “alguém” (v. 36), provavelmente no mundo da música. É sonhadora, alegre e despreocupada. 2.2. Esta expressão usa-se para dizer que não se gosta de alguém, do seu feitio e personalidade. 2.3. Para poder fumar, a Laurinha esconde-se do pai e usa o dinheiro da mesada dos amigos para comprar cigarros. 2.3.1. Mostra-nos, indiretamente, que ela é oportunista, isto é, que mostra não ter valores éticos quando quer tirar proveito de alguém. 2.4. O narrador aconselha-a a aproveitar a vida, a cantar e dançar, enquanto ainda é jovem, visto que “a vida são dois dias” (v. 35), isto é, passa muito rápido. 2.5. b) 2.5.1. Este provérbio quer dizer que os filhos são muito parecidos ou mesmo iguais aos pais e na canção diz-se que a Laurinha, apesar de todos os sonhos e desejos para o futuro, no fundo será igual à mãe. 3.1. c) 3.1.1. “Olha a Laurinha lá vai toda destemida” (v. 1). 3.2. A personagem central é a Laurinha. 3.3. A Laurinha é uma rapariga alegre e destemida, que desobedece aos pais e aos professores e que adora divertir- se. 3.4. No texto encontramos os seguintes espaços: “liceu” (v. 6); “escola” (v. 7); e, indiretamente, surgem referências à sua casa, nomeadamente à cozinha (onde a mãe está a cozinhar e vai à janela). 3.5. “até ser dia”; “dois dias”; “outrora”; “do tempo em que”;

×