Seispassoscon tic sessão3_2mar2016

227 visualizações

Publicada em

Apresentação que serviu de base à sessão nº 3 da formação para professores: "Seis passos com TIC para @aprender", a decorrer no Agrupamento de Escolas Rainha Santa Isabel, Carreira, Leiria

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
227
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Seispassoscon tic sessão3_2mar2016

  1. 1. Seis passos com TIC para @prender AE Rainha Santa Isabel, Carreira 2 de março de 2016
  2. 2. OBJETIVOS • Analisar o Referencial Aprender com a Biblioteca Escolar • -Conhecer modelos de pesquisa e vantagens da sua utilização AE Rainha Santa Isabel, Carreira 2 de março de 2016
  3. 3. Retomando a sessão anterior… Ver apresentação AE Rainha Santa Isabel, Carreira 2 de março de 2016
  4. 4. Tarefa –Conclusão (Tarefa 2) • Com base no Referencial Aprender com a Biblioteca Escolar, reflita, em grupo, de acordo com as questões orientadoras: 1- a) Considera que no seu trabalho desenvolve os conhecimentos, as atitudes/valores que o referencial enuncia? b)- Registe a opinião do grupo no painel Padlet que encontra na comunidade G+ da formação.
  5. 5. Tarefa 2- a)Procure articular uma unidade/tema do currículo da sua disciplina, com o Referencial. Identifique o tema e os conhecimentos/capacidades e atitudes/valores que selecionaria para desenvolver o tema. b)-Registe na ficha facultada as opções tomadas preenchendo a parte relativa aos pontos 1 a 3. Cada grupo deve publicar o trabalho no doc. PowerPoint Conjunto, disponível na DRIVE.
  6. 6. Foco do projeto 6 passos com TIC para @prender é: - literacia da informação (interseção com a literacia dos media e da leitura) AE Rainha Santa Isabel, Carreira 2 de março de 2016
  7. 7. Objetivo principal • Desenvolver alunos que sabem localizar, selecionar e utilizar a informação de forma responsável e ética, para as suas vidas como alunos e como cidadãos num mundo em constante mudança. AE Rainha Santa Isabel, Carreira 2 de março de 2016
  8. 8. • competente em aprendizagem autónoma, conhece as suas necessidades de informação e está envolvido ativamente no mundo das ideias; • tem confiança nas suas capacidades para resolver problemas e sabe como localizar informação relevante e fidedigna; • saber gerir ferramentas tecnológicas para aceder à informação e comunicar o que aprendeu; IFLA- School Library Guidelines. Haia, 2015 Indivíduo com literacia da informação: AE Rainha Santa Isabel, Carreira 2 de março de 2016
  9. 9. • sabe atuar confortavelmente em situações em que há múltiplas respostas, bem como nas situações e que não há resposta; • mantém padrões elevados para o seu trabalho e cria produtos de qualidade; • é flexível, adapta-se à mudança e é capaz de funcionar quer individualmente quer colaborativamente (em equipa). IFLA- School Library Guidelines. Haia, 2015 Indivíduo com literacia da informação: AE Rainha Santa Isabel, Carreira 2 de março de 2016
  10. 10. “It’s not only what you know, but how you learn that will set you apart in tomorrows world. Because what you know today will be out of date sooner than you think.” Thomas Freidman- The world is flat, 2006 AE Rainha Santa Isabel, Carreira 2 de março de 2016
  11. 11. Como desenvolver nos alunos estas competências? AE Rainha Santa Isabel, Carreira 2 de março de 2016
  12. 12. Trabalho de Pesquisa Orientado AE Rainha Santa Isabel, Carreira 2 de março de 2016
  13. 13. Trabalho de pesquisa/investigação não é… - um professor com uma turma de “esponjas”; - mandar fazer um trabalho de pesquisa e deixar os alunos “por sua conta e risco”; - “pesquisa” e regurgitação num PowerPoint. AE Rainha Santa Isabel, Carreira 2 de março de 2016
  14. 14. Muitos países, bibliotecas e investigadores trabalharam/testaram modelos para desenvolver estas competências. Surgiram vários, baseando-se em “etapas” com vista a desenvolver um processo de aprendizagem transversal às várias áreas, bem como transferível do campo académico, para a vida real. MODELOS DE PESQUISA AE Rainha Santa Isabel, Carreira 2 de março de 2016
  15. 15. Têm alguns conceitos em comum: -os alunos constroem significados a partir da informação; - os alunos criam produtos de qualidade através da abordagem centrada no processo; - os alunos aprendem como trabalhar de forma independente e como membros de um grupo; - os alunos utilizam as tecnologias da informação e comunicação de forma responsável e ética. MODELOS DE PESQUISA AE Rainha Santa Isabel, Carreira 2 de março de 2016
  16. 16. Baseados na investigação, incorporam competências essenciais de pesquisa e de aprendizagem ao longo da vida: -localizar e reunir informação; -selecionar e organizar informação; -processar informação; -apresentar e partilhar informação e - avaliar o processo. MODELOS DE PESQUISA AE Rainha Santa Isabel, Carreira 2 de março de 2016
  17. 17. Focam-se na aprendizagem centrada no aluno/autoaprendizagem (self-directed learning), na metacognição e em competências de colaboração. Estas competências são melhor desenvolvidas progressivamente, em contextos de aprendizagem, com temas e problemas desenhados a partir do currículo. Apelam a uma tomada de consciência da complexidade da aprendizagem com base em informação: não é uma rotina ou uma tarefa estandardizada, envolve domínios cognitivos e domínios afetivos. MODELOS DE PESQUISA AE Rainha Santa Isabel, Carreira 2 de março de 2016
  18. 18. Avançar por este caminho é assumir um compromisso: influenciar, orientar e motivar o percurso de aprendizagem. utilizando um processo de descoberta que encoraja a curiosidade e o gosto por aprender. Os modelos de pesquisa suportam uma visão da aprendizagem pela pesquisa/investigação como uma oportunidade para os alunos experienciarem a descoberta e o crescimento pessoal. MODELOS DE PESQUISA AE Rainha Santa Isabel, Carreira 2 de março de 2016
  19. 19. Quando implementados efetivamente, a aprendizagem dos alunos é caracterizada pela exploração e pelo assumir riscos, pela curiosidade e pela motivação, pelo desenvolvimento do espírito crítico e criativo e por conexões com situações da vida real e apresentações com verdadeiras audiências. MODELOS DE PESQUISA AE Rainha Santa Isabel, Carreira 2 de março de 2016
  20. 20. Assentam em teorias da área da educação e da área das bibliotecas e da informação. Educação -teorias da aprendizagem (Piaget, Vigostsky, Bruner, Dewey, Gardner). Noção de que os conhecimentos dos alunos variam conforme o seu nível da abstração, dependendo do seu desenvolvimento cognitivo e do seu conhecimento prévio e experiência; - os alunos constroem ativamente o seu conhecimento (construtivismo) e experienciam mudanças tanto no que sentem, como no que pensam enquanto/durante a utilização da informação. MODELOS DE PESQUISA AE Rainha Santa Isabel, Carreira 2 de março de 2016
  21. 21. Bibliotecas e Informação - teorias do comportamento dos utilizadores na pesquisa de informação : o conhecimento que os utilizadores da informação progridem através de níveis de especificação das questões/perguntas - de noções vagas de necessidade de informação até noções ou questões/perguntas claramente definidas; - os utilizadores têm mais sucesso no processo de pesquisa se tiverem uma compreensão realista do sistema de informação e do problema de informação. MODELOS DE PESQUISA AE Rainha Santa Isabel, Carreira 2 de março de 2016
  22. 22. Tarefa 3: analisar alguns modelos de pesquisa em trabalho de grupo. Apresentar o produto na ferramenta Popplet. [Identificar os autores e ano de criação; caracterizar] GRUPO 1- Big 6 e GRUPO 2 – 8 W GRUPO 3 – PLUS GRUPO 4- FLIP IT GRUPO 5 – Stripling e Pitts AE Rainha Santa Isabel, Carreira 2 de março de 2016
  23. 23. Tarefa 3: Cada grupo apresenta o seu trabalho. AE Rainha Santa Isabel, Carreira 2 de março de 2016

×