Estimulando a aprendizagem colaborativa

645 visualizações

Publicada em

Autoria de Palloff & Pratt

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
645
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
16
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Obs: como não é possível modificar a cor da fonte neste campo, nas próximas lâminas optei por escrever em caixa alta, para destacar o meu texto. Objetivos do chat : 1) A partir da revisão dos principais conceitos abordados no módulo, convidar os alunos a participar de uma discussão, para troca de opiniões e conseqüente aprofundamento da temática em questão. 2) Situar o próprio chat como um dos instrumentos de avaliação do módulo, coerentemente com as idéias tematizadas no módulo. Obs: esse segundo objetivo justifica-se pelo fato da questão proposta convidar o aluno a uma metarreflexão: na reflexão sobre o seu processo de formação no módulo e sobre as contribuições deste módulo à sua formação profissional, o aluno vivencia os movimentos meterreflexivos de retrospecção e prospecção.
  • Estimulando a aprendizagem colaborativa

    1. 1. Estimulando a aprendizagem colaborativa. 0/22 PALLOF, Rena & PRATT, Keith. In: Construindo comunidades de aprendizagem no ciberespaço: estratégias eficientes para salas de aula online . Porto Alegre: ArtMed, 2002.
    2. 2. Negociando diretrizes <ul><li>Discussão: propicia envolvimento dos participantes (sentem-se co-responsáveis). </li></ul><ul><li>Apresentações pessoais: expectativas e negociação dos rumos do curso; expectativas convergentes – aprendizagem colaborativa. </li></ul><ul><li>Comentários sobre as apresentações pessoais: vínculos. </li></ul><ul><li>Formação de equipes e envio de diretrizes: importância da auto-avaliação do grupo. </li></ul>
    3. 3. Problemas, interesses e experiências <ul><li>Trabalho com exemplos da vida real. </li></ul><ul><li>Tarefas relacionadas a situações da vida real. </li></ul><ul><li>Cases, cenários e simulações. </li></ul>
    4. 4. O diálogo como questionamento <ul><li>Desenvolver a arte de fazer perguntas inteligentes. </li></ul><ul><li>Facilitar a discussão: estímulo, comentários... </li></ul><ul><li>O mundo exterior para a sala de aula. </li></ul><ul><li>Facilitação compartilhada (divisão de responsabilidades). </li></ul><ul><li>Estímulo à avaliação: ponto de contato entre os participantes; análise biunívoca de ambas as perspectivas. </li></ul>
    5. 5. O intergrupo e outras formas de colaboração <ul><li>Colaboração no intergrupo ampliada com outras comunidades (externas). </li></ul><ul><li>Recursos compartilhados: ampliar bibliografia; aumento de recursos e aumento da responsabilidade pela própria aprendizagem. </li></ul><ul><li>Escrita colaborativa: whiteboarding , wiki , importância do brainstorm para iniciá-la. </li></ul>
    6. 6. Considerações finais <ul><li>Importância da colaboração e do incentivo à interdependência para a formação de uma comunidade de aprendizagem na web e para o envolvimento com um processo de aprendizagem transformador. </li></ul>

    ×