A Busca da Unidade      MOD.II              1
O Relacionamento e aComunicação nas Áreas     de Trabalho                    2
1º As Necessidades Básicas             do Homem Necessidades  primárias de sobrevivência: são aquelas nas quais o corpo n...
IDÉIA GERAL  Necessidade primária de sobrevivência;  Necessidade secundária de segurança,   reconhecimento,auto-realizaç...
Hierarquia das Necessidades do            Homem              Auto            Realização          Reconhecimento           ...
Pensamentos As   insatisfação e as necessidades do homem geram o progresso!! Qualidade de vida: Busca de satisfação atra...
2º Os Grupos “Se o trabalhador pensa que seu grupo é apenas umpequeno grupo da empresa, ao invés de pensar na equipeinteir...
Conceito de Formais e Informais:  As organizações provocam, ao se definirem e   organizarem, a formação de grupos, conhec...
GRUPOS FORMAIS            9
GRUPOS INFORMAIS             10
Processo de Interação na            Organização                                             Grupo Formal           Empresa...
Conceito de sistema social:  Num sistema social existem três elementos:ATIVIDADES(tarefa); INTERAÇÕES(comportamentos queoc...
Controlar comportamentos dos            grupos                          Atividade      Interação                  Sentimen...
3º Comunicação Efetiva                  Pedir Feedback;      Usar canais múltiplos de comunicação;      Ser sensível ao...
COMUNICAÇÃO          15
4º A Escuta Ativa – O bom         ouvinte Ser capaz de questionar construtivamente; Fazer ligações entre as contribuiçõe...
O BOM OUVINTE            17
O MAU OUVINTE            18
5º Cinco Etapas para agregar valor       ao trabalho em grupo1. Diga às pessoas o que se espera delas.Transmita com clarez...
TRABALHO EM GRUPO              20
6º Como obter a adesão interna do       grupo de trabalho  Em todas as relações interpessoais, dentro dos grupos detrabalh...
AUTO-ESTIMA  É a força que leva a maior ou menor estado de motivação.É gostar de si e do que faz.Sempre que o trabalhador ...
EMPATIA  É o ato de colocar-se psicologicamente e em sentimento no lugar do outro.Quando se é empático com o indivíduo,ele...
AFETIVIDADE É um fator capaz de modificar o estado demotivação do individuo na medida em que reforçao atendimento tanto da...
OBJETIVO DE CADA    INDIVÍDUO             25
7º Tipos de liderança         Tipo de líder     Autocrático          Democrático               LiberalEtapas              ...
Disfunção de cada liderançaTipo de Liderança       Disfunção           Característica da                                  ...
Idéia Geral     Todos os três tipos de liderança são úteis.Qualquer      que seja o tipo de liderança desenvolvida,a     ...
ATENÇÃO!!                          O líder é aquele que, a cada                           momento, escolhe a forma       ...
Às vezes, não percebemos as    coisas boas que temos    conosco e vamos longe  atrás da miragem de falsos      tesouros. D...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O relacionamento e a comunicação nas áreas de

570 visualizações

Publicada em

1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
570
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
22
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O relacionamento e a comunicação nas áreas de

  1. 1. A Busca da Unidade MOD.II 1
  2. 2. O Relacionamento e aComunicação nas Áreas de Trabalho 2
  3. 3. 1º As Necessidades Básicas do Homem Necessidades primárias de sobrevivência: são aquelas nas quais o corpo não pode sobreviver sem satisfazê-las. Ex: ar,água,comida,etc; Necessidades secundárias: são necessidades adquiridas, e sem as quais o ser humano pode sobreviver, embora de maneira não agradável. 3
  4. 4. IDÉIA GERAL  Necessidade primária de sobrevivência;  Necessidade secundária de segurança, reconhecimento,auto-realizaçãoDiz-se que a motivação e necessidade andam de mãos juntas 4
  5. 5. Hierarquia das Necessidades do Homem Auto Realização Reconhecimento Segurança Sobrevivência 5
  6. 6. Pensamentos As insatisfação e as necessidades do homem geram o progresso!! Qualidade de vida: Busca de satisfação através do trabalho!! 6
  7. 7. 2º Os Grupos “Se o trabalhador pensa que seu grupo é apenas umpequeno grupo da empresa, ao invés de pensar na equipeinteira,ele terá sua mente pouco aberta, orientada peloscritérios fechados do seu subgrupo.Assim, também nenhuma“atividade motivacional” vai mudar a situação no sentido dobenefício de todos e da organização. No entanto, se a percepção do trabalhador for a de seconsiderar parte do grupo total da organização, então aspossibilidades de melhoria na qualidade e na produtividadese tornam rapidamente significativas” 7
  8. 8. Conceito de Formais e Informais:  As organizações provocam, ao se definirem e organizarem, a formação de grupos, conhecidos como GRUPOS FORMAIS . Estes têm como meta atender aos interesses da organização e desenvolvem-se com a tarefa e objetivos específicos.  GRUPOS INFORMAIS são aqueles cujos membros têm relacionamento direto, espontâneo e descontraído.Este relacionamento vai muito além do cumprimento de tarefas, isto é, o processo de interação cria um ambiente agradável de satisfação mútua. 8
  9. 9. GRUPOS FORMAIS 9
  10. 10. GRUPOS INFORMAIS 10
  11. 11. Processo de Interação na Organização Grupo Formal Empresa Indivíduo Interação (sócio-afetiva)Grupo Informal 11
  12. 12. Conceito de sistema social: Num sistema social existem três elementos:ATIVIDADES(tarefa); INTERAÇÕES(comportamentos queocorrem entre as pessoas); e os SENTIMENTOS(Atitudes quese desenvolvem entre os indivíduos e dentro de grupos). Esteconceito apresentam uma dependência recíproca ou seja umaINTERDEPENDÊNCIA. Quando as pessoas interagem no seu trabalho, desenvolvemsentimentos em relação umas às outras e, quanto mais positivofor este sentimentos, tanto mais as pessoas tenderão a interagir,passando por um processo de desenvolvimento, até que sejaalcançado um certo equilíbrio. 12
  13. 13. Controlar comportamentos dos grupos Atividade Interação Sentimento Interdependência 13
  14. 14. 3º Comunicação Efetiva Pedir Feedback; Usar canais múltiplos de comunicação; Ser sensível ao receptor e saber ouvir; Estar atento ao significado de suas palavras; Repetir a mensagem quando for necessária; No processo da Qualidade Total é preciso reconhecerque toda organização tem problemas de comunicação.O que se deve buscar é eliminar as fontes de ruídospara aprimorar a efetividade das comunicações. 14
  15. 15. COMUNICAÇÃO 15
  16. 16. 4º A Escuta Ativa – O bom ouvinte Ser capaz de questionar construtivamente; Fazer ligações entre as contribuições dos outros; Manter sob controle as ansiedades pessoais; Prestar atenção e se concentrar nas idéias; Levar as pessoas a sério; Ser capaz de simplificar as coisas; Dar “feedback”; 16
  17. 17. O BOM OUVINTE 17
  18. 18. O MAU OUVINTE 18
  19. 19. 5º Cinco Etapas para agregar valor ao trabalho em grupo1. Diga às pessoas o que se espera delas.Transmita com clareza a missão e as metas esperadas, além do desempenho para o grupo.2. Dê valor ao trabalho.Coloque as pessoas para realizarem o trabalho que elas gostam de fazer bem.3.Torne o trabalho factível.Aumente a confiança dos empregados através de treinamento,orientação,escuta,pesquisa e assim por diante.4.Dê feedback.5. Reconheça o desempenho bem sucedido. 19
  20. 20. TRABALHO EM GRUPO 20
  21. 21. 6º Como obter a adesão interna do grupo de trabalho Em todas as relações interpessoais, dentro dos grupos detrabalho deve-se buscar a obediência, a aceitação e aadesão total do outro. Isso significa que não basta aquelaobediência que vem do ato de dizer “sim senhor” mas simaquela que provém do íntimo do outro, da sua vontadeinterna, da sua motivação psicológica. Portanto, devemos conhecer os fatores que influenciamo estado de motivação das pessoas, que são: Auto-Estima,Empatia e Afetividade 21
  22. 22. AUTO-ESTIMA É a força que leva a maior ou menor estado de motivação.É gostar de si e do que faz.Sempre que o trabalhador tiver sua auto-estima afetada, aumentará a probabilidade de se obter conflitos interpessoais e a falta de adesão interna 22
  23. 23. EMPATIA É o ato de colocar-se psicologicamente e em sentimento no lugar do outro.Quando se é empático com o indivíduo,eleva-se a probabilidade de se obter a adesão interna do mesmo. 23
  24. 24. AFETIVIDADE É um fator capaz de modificar o estado demotivação do individuo na medida em que reforçao atendimento tanto da necessidade de segurança,quanto a de reconhecimento.Se o colaboradorprecisa de segurança e reconhecimento conseguirácom afetividade. 24
  25. 25. OBJETIVO DE CADA INDIVÍDUO 25
  26. 26. 7º Tipos de liderança Tipo de líder Autocrático Democrático LiberalEtapas (Supervisão) (Colaboração) (Delegação) 1º Passo: Impositivo: Expõe o pretendido e Expõe o pretendidoDizer o que se quer Eu quero... busca consenso e delega a tarefa Não quero 2º Passo: Acompanhamento: Ausência: Executar a tarefa Supervisão participa junto com o quando muito, rígida agente que executa informa dados. 3º Passo: Controle rígido: Controle rígido: Controle rígido: A Obtenção dos A tarefa tem que A tarefa tem que estar tarefa tem que resultados estar realizada. realizada. estar executada 26
  27. 27. Disfunção de cada liderançaTipo de Liderança Disfunção Característica da Disfunção Autocrático Autoritário Autocrático, mal educado, grosseiro Democrático Coloca tudo a voto Nega sempre a idéia da maioria e muitas vezes é ela que está com a solução adequada Liberal “Laissez-Faire” É totalmente ausente no Deixar fazer processo. Não cobra os resultados. 27
  28. 28. Idéia Geral  Todos os três tipos de liderança são úteis.Qualquer que seja o tipo de liderança desenvolvida,a cobrança deve ser rígida pois o que se deseja é a obtenção do resultados.  Não confundir, no entanto, os tipos de liderança com suas disfunções que são nocivas ao relacionamento chefe versus subordinado 28
  29. 29. ATENÇÃO!!  O líder é aquele que, a cada momento, escolhe a forma adequada de agir dentro daquilo que a situação exige Da escolha correta dependerá o sucesso da equipe 29
  30. 30. Às vezes, não percebemos as coisas boas que temos conosco e vamos longe atrás da miragem de falsos tesouros. Devemos valorizar o que temos e que nos foi dado gratuitamente por Deus: os amigos, o emprego, o conhecimento que adquirimos, a saúde, o sorriso dos filhos e o afago do cônjuge. Estes sim, são verdadeiros tesouros. 30

×