Guia de reparação da central triflex PPA

348 visualizações

Publicada em

Guia de reparação da central triflex PPA

Publicada em: Engenharia
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
348
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
42
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Guia de reparação da central triflex PPA

  1. 1. Guia de Reparação do Inversor TriFlex MOTOPPAR Página: 1 1-1 Guia de reparação da Central TriFlex 1 - Fusível F1 queimado. 1.1 – Teste do Varistor VR1 (275V ou código10 431). Meça com o multímetro na escala de continuidade os pontos entre os terminais do varistor VR1 (Figura 1). Se estiver com resistência baixa (curto), remova-o e meça-o novamente, se o curto desaparecer, substitua o varistor e vá para o item 2.1. Figura 1 - Varistor VR1. Se o curto permanecer, veja o item 1.2 abaixo. 1.2 – Teste da Ponte de diodo PD1 (GBU6J: 6A – 600V ou KBJ25J: 25A – 600V). Meça com o multímetro na escala de continuidade os pontos entre os terminais de entrada da ponte PD1 que são simbolizados por: (~) (Figura 2). Se estiver com resistência baixa (curto), remova a ponte de diodo PD1. Se o curto desaparecer, substitua a ponte por uma nova e vá para o item 2.1. Figura 2 - Pontos de entrada da ponte PD1. Se não houver curto meça com o multímetro na escala de continuidade os pontos de mais (+) e menos (-) da ponte de diodo PD1 (Figura 3). Se estiver com resistência baixa (curto), vá para o item 1.3.
  2. 2. Guia de Reparação do Inversor TriFlex MOTOPPAR Página: 2 2-2 Figura 3 - Pontos de (+) e (-) da ponte PD1. 1.3 – Teste do componente da posição D10: Varistor (275V ou código10 431) ou diodo TVS (1.5KE440CA). Meça com o multímetro na escala de continuidade os pontos de mais (+) e menos (-) da ponte de diodo PD1 (Figura 3). Se estiver com resistência baixa (curto), remova o diodo ou varistor da posição D10. Meça novamente os mesmos pontos, se o curto desaparecer, vá para o item 2.1. Se o curto permanecer, há duas possibilidades para curto circuito: 1.3.1 – Ponte de diodo PD1 queimada. Remova a ponte de diodo PD1 e meça novamente com o multímetro na escala de continuidade os seus pontos de mais (+) e menos (-) (Figura 3). Se o curto desaparecer, substitua a ponte e vá para o item 2.1 1.3.2 – Driver de Potência U6 queimado. Após remover a ponte PD1 e o varistor ou diodo da posição D10 e o curto circuito permanecer, o driver de potência (IRAMS10UP60A) pode estar queimado. Antes de removê-lo, corte o sétimo terminal da esquerda para a direita do driver de forma a desconectá-lo da trilha da Placa de Circuito Impresso (PCI) (Figura 4).
  3. 3. Guia de Reparação do Inversor TriFlex MOTOPPAR Página: 3 3-3 Figura 4 - Pino 7 de U6. Meça novamente com o multímetro na escala de continuidade os pontos de mais (+) e menos (-) da ponte PD1 (Figura 3). Se o curto desaparecer o driver de potência (IRAMS10UP60A) com certeza está queimado Primeiramente retire os quatros (4) parafusos de fixação do dissipador. Feito isso, não tente remover o driver por completo, corte seus terminais um a um, de forma a removê-lo, mas seus terminais ainda estão soldados na PCI. Agora retire os terminais com auxílio de uma pinça e um ferro de solda. Limpe os furos mas não o substitua ainda. Siga os passos do item 2. 2 – Teste do Microcontrolador. 2.1 – Uso de Lâmpada Série. Antes de alimentar a central, remova os jumpers de fio da posição NTC1 e NTC2 (Figura 5). Figura 5 - Jumpers da parte de potência.
  4. 4. Guia de Reparação do Inversor TriFlex MOTOPPAR Página: 4 4-4 Para alimentar a central utilize uma lâmpada série (Filamento de 220V/60W) de forma a limitar a corrente que irá para o equipamento, evitando assim uma possível ruptura do fusível. Veja a figura abaixo (Figura 6): Figura 6 - Lâmpada Série. Selecione a tensão desejada na chave seletora (127V/220V). Mova as chaves da DIP Switch para a posição OFF e alimente a central. Observe, através dos leds, se o microcontrolador funciona perfeitamente, para isso o led OSC deve piscar de um em um segundo. Comprovado o funcionamento do microcontrolador, vamos testar os pinos de PWM dele. Veja o item 2.3. Se o microcontrolador não estiver funcionando, ou seja, nenhum led acendeu, devemos testar as tensões nos reguladores. Veja o item 2.2. 2.2 – Teste das tensões reguladas e microcontrolador. Certifique-se que os jumpers de fio da posição NTC1 e NTC2 foram removidos (Figura 5). Coloque o multímetro na escala de tensão contínua de 0V a 20V aproximadamente e, com a central energizada conforme o item 2.1, meça a tensão entre os terminais dois (2) e três (3) do regulador U4 (7805), você deve encontrar 5V aproximadamente (Figura 7). Se encontrar uma tensão menor que 4V, o microcontrolador pode estar em curto.
  5. 5. Guia de Reparação do Inversor TriFlex MOTOPPAR Página: 5 5-5 Figura 7 - Tensão de 5Vdc. Antes de remover o micro, certifique-se que a central está com a chave seletora de tensão na posição correta (127V/220V) e que o transformador não está aberto. Para testar o transformador, meça a continuidade entre os enrolamentos. Após esses testes, se a tensão ainda permanecer abaixo de 4V, o microcontrolador está queimado. Muito cuidado ao remover este item. Certifique-se de que a central está desligada. A forma mais segura de se remover o micro é cortando os seus terminais com um estilete afiado. Pressione o estilete rente com o encapsulamento de epóxi no sentido dos terminais para a PCI. Corte os quatro lados e remova-o de forma a deixar os terminais soldados. Deposite fluxo para solda nos terminais ainda soldados e remova-os com o ferro de solda. Alimente novamente a central e refaça os testes das tensões. Certificando-se que a tensão é de 5V aproximadamente, desligue a central e ressolde o microcontrolador. Use fluxo para solda para facilitar o serviço. 2.3 – Teste dos pinos de PWM (Pulse Width Modulation) com osciloscópio. Certifique-se que os jumpers de fio da posição NTC1 e NTC2 foram removidos (Figura 5). Conecte o negativo de um canal do osciloscópio (Caso não tenha um, veja o item 2.4) em um dos encapsulamento dos reguladores U4 e U3. A parte metálica desse componente é o negativo da alimentação. Coloque o osciloscópio em escala de 2V para tensão e 50us (microssegundos) para escala de tempo. ATENÇÃO: Faça este passo certificando-se que os jumpers de fio da posição NTC1 e NTC2 (Figura 5) foram removidos, caso contrário você poderá danificar o seu osciloscópio. Alimente a central e conecte a ponta de prova no pino 11 da direta para esquerda do U6 (IRAM) (Figura 8) e pressione o botão (+), você deve encontrar uma onda quadrada com a largura variável (PWM) e amplitude de 5V.
  6. 6. Guia de Reparação do Inversor TriFlex MOTOPPAR Página: 6 6-6 Figura 8 - Teste dos pinos de PWM com osciloscópio. Repita estes passos para os pinos 12, 13, 14, 15 e 16. São seis (6) canais de PWM, todos devem estar funcionando. Se um dos pinos não estiver funcionando, o canal de PWM está com problemas e o microcontrolador deverá ser substituído. Se todos os pinos de PWM estiverem funcionando, ressolde os componentes removidos nos items 1.1, 1.2 e 1.3. ATENÇÃO: Ao recolocar o IRAM, fixe primeiro o dissipador no driver depois o fixe na PCI e somente depois solde os terminais. 2.4 – Teste dos pinos de PWM sem osciloscópio. Certifique-se que os jumpers de fio da posição NTC1 e NTC2 foram removidos (Figura 5). Utilize um led com um resistor de 1Kohms (marrom, preto e vermelho) soldado no seu terminal anodo (o que NÃO possui o corte na lateral) (Figura 9). Solde o led com o terminal com o resistor no furo 11 da direta para esquerda do U6 (IRAM) e o terminal com o corte na lateral solde em um dos três furos do terra do U6 (IRAM), pinos 8, 9 e 10 (Figura 9).
  7. 7. Guia de Reparação do Inversor TriFlex MOTOPPAR Página: 7 7-7 Figura 9 - Teste do PWM com led. Alimente a central e verifique se o led permanece apagado, se estiver aceso sem ter dado o comando, o microcontrolador está com problemas. Se o led permanecer apagado, pressione o botão (+) e ele irá acender por alguns segundos, espere até apagar. Se isto acontecer este canal de PWM está funcionando. Caso o led não acenda certifique-se que ele está soldado com a polaridade correta. Após a confirmação refaça o teste se ele não acender, o canal de PWM está com problemas e o microcontrolador deverá ser substituído. Repita estes passos para os pinos 12, 13, 14, 15 e 16. São seis (6) canais de PWM, todos devem estar funcionando. Se os pinos de PWM estiverem funcionando, ressolde os componentes removidos nos items 1.1, 1.2 e 1.3. ATENÇÃO: Ao recolocar o IRAM, fixe primeiro o dissipador no driver depois o fixe na PCI e somente depois solde os terminais. 3 – Acionamento da central após ser reparada.
  8. 8. Guia de Reparação do Inversor TriFlex MOTOPPAR Página: 8 8-8 Depois de realizados todos os testes anteriores, e os itens que estavam danificados já foram substituídos, conecte um motor e o seu encoder na central e pressione o botão (+), o motor deverá girar lentamente e os leds ENCA e ENCB da central devem ficar oscilando conforme o motor gira. Se algum dos leds de encoder não oscilar (não acender ou não apagar), desligue a central e religue-a novamente, desconecte o encoder e faça o teste no conector polarizado do encoder com uma chave de fenda. Feche o contato entre os dois pinos da direita e verifique se um dos leds de encoder apaga. Repita o teste para os dois pinos do meio. Se algum não estiver acionando, confira as soldas dos componentes em SMD (Surface Monting Device) e dos pinos do microcontrolador. Se as entradas estiverem funcionando, o problema pode estar no encoder dentro da máquina. Substitua-o e teste novamente. Comprovado o funcionamento, leia o manual de instalação da TriFlex antes de ligar o automatizador.

×