Quem somos

498 visualizações

Publicada em

Apresentação das Candidatas

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
498
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
46
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Quem somos

  1. 1. U E N P – G E S TÃO CO M PA RT I L H A DA ( 2010–2014 ) Chapa 2 P ro f a . M a r i a L úc i a V i n h a ( R e i t o ra ) Pr o f a . Er i k a Me l l o Pe i xo t o ( V i ce - re i to ra ) APRESENTAÇÃO DAS CANDIDATAS MARIA LÚCIA VINHA - CANDIDATA AO CARGO DE REITOR PORQUE ME CANDIDATEI À REI TORIA DA UENP Minha candidatura à Reitoria da UENP deve-se, prioritariamente, pelo fato de que a minha vida é Educação! Minha prof issão é ser professora, exclusivamente! Isso pode ser percebido por diversos fatos, como, por exempl o, o meu ingresso como aluna no Magistério de ensino médio, por opção, com 15 anos de idade, no Colégio Estadual Rui Barbosa de Jacarezinho. Com 18 anos de ida de, passei no Concurso Municipal de Jacarezinho para professores de 1ª a 4ª séries da zona rural. Por ter passado em 1º lugar, poderia escolher entre trabalhar na cidade, na Secretaria Municipal de Educação ou dar aulas na zona rural. Escolhi a 2ª opçã o e assumi uma classe multisseriada, isto é, dava aulas para 1ª, 2ª, 3ª e 4ª séries ao mesmo tempo. Além de dar aulas, fazia a me renda para meus alunos, limpava a sala, o que incluía passar cera no chão e escovão para dar lustro ... Nã o tinha banheiro e, sim, uma casinha de madeira com um buraco na terra. O transporte, da cidade até a escola, era feito, inicialmente, com um jipe velh o, condução of icial da prefeitura, o qual constantemente nos deixava no meio do caminho. Essa experiência me deixou diversas lições e dentre elas, a de dar muita importância ao trabalho coletivo, a de me colocar na posição dos alunos, como aqueles que vinha m descalços para as aulas em dias de geada e aí improvisávamos uma fogueirinha numa bacia para esquentar seus pés, antes de começarmos as aulas. O fato de ter nascido na zona rural de Jaca rezinh o e de ter mantido as minhas raízes culturais, mesmo morando atualmente na cidade, me permite entender, de certa forma, a realidade das pessoas que vivem no camp o. Depois disso, passei no Concurso para a rede estadual de ensino de 1ª a 4ª séries e trabalhei, por vários anos, como alfabetizadora, no Colégio Estadual Luiz Setti de Jacarezinho. Paralelamente a esse trabalho, ingressei no Curso de Ciências da Faculda de de Filosof ia, Ciências e Letras de Jacarezinho, a Faf ija. Nesta época o curso era pago. Após o término do Curso de Ciências, f iz o Curso Maria Lúcia Vinha – m lvinha @uol. com. b r Eri ka Mello Peixoto – em ellopeixoto@uenp. ed u. b r http: // uenpluciaeri ka. word press. com
  2. 2. U E N P – G E S TÃO CO M PA RT I L H A DA ( 2010–2014 ) Chapa 2 P ro f a . M a r i a L úc i a V i n h a ( R e i t o ra ) Pr o f a . Er i k a Me l l o Pe i xo t o ( V i ce - re i to ra ) de Pedagogia na mesma faculdade. Por conta do Curso de Ciências, comecei a dar aulas de Ciências, de Matemática e de Biologia em algumas escolas de Jacarezinho. Algum temp o depois, passei em outro Concurs o da rede estadual e assumi um padrão para dar aulas de Matemática em Guapirama. Mesmo tendo aulas extraordinárias de Matemática em Jaca rezinh o, tive que continuar dando aulas em Guapirama por um ano, pois naquela época, nã o se podia fazer a remoção, já que o concurso tinha sido por lá. Desta forma, tinha que me desdobrar para da r aulas em Jacarezinho e em Guapirama. O transporte era feito com um fusca velh o, que também me deixou no caminho, por algumas vezes, juntamente com minha companheira de viagens, a Professora Maria Aguiar, que també m tinha que se deslocar como eu. A cidade não tinha hotel e tivemos a sorte de sermos acolhidas pela querida Dona Kena. Posteriormente, trabalhando no Núcleo Regional de Educaçã o de Jacarezinho, pude vivenciar diversas ações importantes para a educação de nossa regiã o e dentre elas, a implantaçã o do 1º Curso de Especialização em Ciências, na Faf ija, ofertado a professores da rede estadual, de forma gratuita, viabilizado através da atuaçã o do Professor Dr. João Josué da Silva Filho, da SEED-PR. Na sequência, f iz o Mestrado em Educação, na Universidade Federal de Santa Catarina, sendo que na época esse curs o tinha a duração de quatro anos e desta forma, a formaçã o era muito signif icativa. Assim, pude vivenciar o clima de uma universidade em sua plenitude, o que incluía participar de cursos de língua estrangeira e de atividade f ísica, gratuitamente, além de outras atividades de formaçã o cultural, como presenciar palestras de presidenciáveis como Roberto Freire, naquela época candidato à presidência, juntamente com Lula e Brizola. Pude perceber a importância dos Diretórios Estudantis no encaminhamento de questões muito importantes dent ro da universidade. Como o meu orientador de Mestrado foi o P rofessor Dr. Fernando José de Almeida, da PUC de Sã o Paulo, também tive a oportunidade de vivenciar o clima desta Universidade e contar com a orientação deste magníf ico educador, o qual, trabalhando junto com o educador Paul o Freire, me possibilitou acompanhar de perto, alguns de seus trabalhos, como a implantação de um Programa de Informática Escolar, já que Paulo Freire foi, durante um determinado tempo, o Secretário Municipal de Educação de São Paulo, no Governo de Luíza Erundina. Em 1991 passei no Concurso para a Faculdade Estadual de Educação Física de Jaca rezinho, a Faef ija, na disciplina de Didática Geral, onde continu o até Maria Lúcia Vinha – m lvinha @uol. com. b r Eri ka Mello Peixoto – em ellopeixoto@uenp. ed u. b r http: // uenpluciaeri ka. word press. com
  3. 3. U E N P – G E S TÃO CO M PA RT I L H A DA ( 2010–2014 ) Chapa 2 P ro f a . M a r i a L úc i a V i n h a ( R e i t o ra ) Pr o f a . Er i k a Me l l o Pe i xo t o ( V i ce - re i to ra ) hoje. Nesta Faculdade, hoje denominada de Centro de Ciências da Saúde, a qual integra se integra à nossa querida Universida de Estadual do Norte do Paraná, a UENP, tive a op ortunidade de conhecer pessoas que contribuíra m imensamente para o meu aprendizado como educadora, sendo que uma delas é o Professor Dr. Lino Castellani Filho, da UNICAMP, pessoa a que m atribu o uma parte signif icativa de minha formação política. Nesta Faculdade, como Assessora Pedagógica, ajudei a redigir o Projeto de Implantação do Curs o de Fisioterapia, hoje em funcionamento, além de ter acompanhado o seu processo de autorização. Há poucos anos, concluí o Doutorado em Educação na USP, o que me permitiu, novamente, vivenciar o clima da Universidade, o qual incluiu ter aulas com autores de livros que utilizamos em nossa formação de educadores, de ter a felicidade de ser orientada pel o Professor Dr. Maurício Pietrocola, de ter tido contato com os estudantes que moravam no CRUSP, os que f icavam alojados no CEPEUSP, onde eu també m f icava alojada nos dias em que viajava para as aulas e para o andamento da pesquisa. Trabalhei, por alguns anos, na Faculdade Estácio de Sá de Ourinh os, SP, onde tive uma experiência interessante que foi a de ministrar aulas para Cursos de formação de bacharéis como, por exemplo, Administração, Direito, Educação Física, Enfermagem, Fisioterapia e Recursos Humanos e Turismo. Essa experiência me ajudou a ampliar o conhecimento da realidade educacional do noss o país, o que passa pelos cursos de ensino superior da iniciativa privada. Nesta faculdade tive a oportunidade de elaborar, em conjunto com professores, equipe diretiva e pedagógica, um Projeto Político Pedagógico para implantação de um Curso de Licenciatura em Biologia, o qual foi aprovado pela Comissã o do MEC. Atualmente, além da UENP, trabalho no NRE, Núcleo Regional de Educação de Jacarezinho, na Coordenação de Biol ogia, o que me permite uma maior aproximação com a realida de da educação básica e também sentir as demandas dos alunos e dos professores deste nível de ensino, bem como realizar trabalhos integrados nesses dois níveis. Trabalho também na Pós-graduação, lato sensu , ministrando aulas em Cursos de Especializaçã o em diversas cidades do Brasil. Uma experiência signif icativa que estou vivenciando após o término do doutorado é a liderança do Grupo de Pesquisa “Criativida de e Ludicidade”, cadastrado no CNPq, o qual integra professores da UENP e da educação básica, alunos de graduação e de ensino médio na modalidade de bolsas de iniciação Maria Lúcia Vinha – m lvinha @uol. com. b r Eri ka Mello Peixoto – em ellopeixoto@uenp. ed u. b r http: // uenpluciaeri ka. word press. com
  4. 4. U E N P – G E S TÃO CO M PA RT I L H A DA ( 2010–2014 ) Chapa 2 P ro f a . M a r i a L úc i a V i n h a ( R e i t o ra ) Pr o f a . Er i k a Me l l o Pe i xo t o ( V i ce - re i to ra ) científ ica da Fundação Araucária. Esta experiência tem nos mostrado o quanto é importante organizar o trabalh o de forma colegiada de tal maneira que també m os alunos tenham vez e voz. Sempre gostei de participar de movimentos sociais como, por exemplo, a Associação de Preser vação do Meio Ambiente de Jacarezinho, onde fui vice- presidente e também do Movimento Fim do Pedágio que está instalado na divisa entre Jacarezinh o e Ourinhos. Trabalhei na organização da CONAE, Conferência Nacional de Educaçã o, fase municipal de Jacarezinho, no ano de 2009, bem como articuladora em um dos eixos na fase de Jacarezinh o e de Santo Antonio da Platina. Na fase estadual da CONAE, em Curitiba, fui uma das representantes do NRE de Jaca rezinho. Em todas as minhas atuações como educadora solidarizo-me com as demandas oriundas da classe popular e de todos aqueles que, de alguma forma, sentem-se injustiçados em funçã o de políticas que teima m em manter o privilégio de uns poucos em detrimento de uma maioria. Essas vivências me permitiram, não só adquirir uma bagagem de educadora, requisito maior para ser uma Reitora, mas também a de me permitir sonhar com novas perspectivas para a educação de nossa regiã o. Iss o inclui a abertura para ouvir as demandas dos professores, dos funcionários e dos alunos e que passa pelos princípios da gestão democrática. Alguns poderão perguntar se essa bagagem é suf iciente, considerando que nã o tive grandes experiências de gestora. A essa possível pergunta, eu respondo que o modelo de gestão de uma universidade é prioritariamente o de colegiado e que pressupõe decisões e ações coletivas, o que nem sempre acontecia no model o das faculdades isola das. Sendo assim, esse modelo de gestão há que ser construído. Acre dito que as ferramentas que trago na bagagem de educadora me permitem trabalhar de forma conjunta com os professores, funcionários e alunos de tal forma que as nossas demandas sejam atendidas e que consigamos transformar a nossa região a partir da educaçã o. Para a prop osta de gestão educacional na nossa Reitoria, temos alguns pontos norteadores, mas o formato f inal da proposta será elaborado em Cong ressos de tal forma que todos possamos apresentar os nossos sonhos e construirmos as estratégias necessárias para alcançá-los. Além de sonhos, tenho muita corage m para trabalhar e para concluir os trabalhos que inicio, seja na ação docente, na condução de uma pesquisa, ou na mediação de trabalhos com a comunidade. Maria Lúcia Vinha – m lvinha @uol. com. b r Eri ka Mello Peixoto – em ellopeixoto@uenp. ed u. b r http: // uenpluciaeri ka. word press. com
  5. 5. U E N P – G E S TÃO CO M PA RT I L H A DA ( 2010–2014 ) Chapa 2 P ro f a . M a r i a L úc i a V i n h a ( R e i t o ra ) Pr o f a . Er i k a Me l l o Pe i xo t o ( V i ce - re i to ra ) APRESENTAÇÃO DAS CANDIDATAS ERIKA MELLO PEIXOTO – CANDIDATA AO CARGO DE VICE-REITOR Nascida em 1967, na cidade do Rio de Janeiro, e formada em Medicina Veterinária pela Universida de Federal Fluminense em 1991, iniciou sua carreira acadêmica buscando novas oportunidades de aprimoramento na Universida de Estadual Paulista, no interior de São Paul o. Na ocasião o Estado do Rio de Janeiro não oferecia a modalida de “Residência Médica” para Médicos Veterinários, dife rentemente do que já acontecia em relação à Medicina Humana. Dessa forma, concluiu dois anos de aprimoramento prof issional na área de Cirurgia de Pequenos Animais, pela UNESP Campus de Ja boticabal, em 1994. Continuando a busca pela capacitaçã o técnica e prof issionalismo, realizou no Rio Grande do Sul, por meio da Universidade Federal de Santa Maria, o curs o de Mestrado em Ciru rgia Veterinária, considerado como de excelência até nos dias atuais. A prática em ensino universitário iniciou-se em 1998, pela atuaçã o nas Disciplinas de Obstetrícia Veterinária e Reprodução Animal, ofe recido aos acadêmicos dos Cursos de Gra duação em Medicina Veterinária e Zootecnia, pela Universida de privada de Marília - SP (Unimar). Entretanto, e levando-se em consideraçã o a necessidade de contribuir com aquela Universida de, nã o apenas na área de formação (cirurgia obstétrica), mas inclusive na Reprodução Animal, e perseguindo o ideal acadêmico de não apenas lecionar, mas, sobretudo, oferecer um ensino de qualidade, realizou seu Doutora mento em Medicina Veterinária, subárea Reprodução Animal, pela UNESP Campus de Jaboticabal, concluído em 2001. Mas, apesar do reconhecimento público, externado por parte do corpo discente, por meio de sucessivas manifestações como professora homenageada nos anos de 2000, 2001, 2002 e 2003, e por discordar da política de ensino estabelecida pela referida universidade, naquela época, deixou o ensino privado. Abraçando uma nova oportunidade que a vida lhe ofe recia, e apesar da distância, ingressou na Universida de Estadual do Oeste do Paraná, na cidade de Marechal Cândido Rondon, fronteira com o Paraguai. Maria Lúcia Vinha – m lvinha @uol. com. b r Eri ka Mello Peixoto – em ellopeixoto@uenp. ed u. b r http: // uenpluciaeri ka. word press. com
  6. 6. U E N P – G E S TÃO CO M PA RT I L H A DA ( 2010–2014 ) Chapa 2 P ro f a . M a r i a L úc i a V i n h a ( R e i t o ra ) Pr o f a . Er i k a Me l l o Pe i xo t o ( V i ce - re i to ra ) “A UNIOESTE me proporcionou experimentar, pela primeira vez, um trabalh o realizado por meio das atividades em colegiado, a democracia, a transparência de ideias e participação dessa maneira, como co-responsável nas toma das de decisão.” Participou como membro efetivo da Comissão Colegiada do Curso de Graduaçã o em Zootecnia, foi membro e presidente da Comissã o de Pesquisa do Centro de Ciências Agrárias por quatro anos consecutivos, participou da Comissão de Extensão, foi Coordenadora do L aboratório de Reprodução Animal por cinco anos consecutivos, e assessora direta do Diretor do Centro de Ciências Agrárias do Campus de MCRondon. Junto à Reitoria da UNIOESTE, foi membro da Comissão Permanente de Teste Seletivo e Concurso Público para Pessoal Docente de Nível Superior, assumindo inclusive a coordenaçã o local dos processos realizados no Campus MCRondon. Participou da implantaçã o da Comissã o de Ética Animal, até então inexistente naquela universidade, apesar das atividades práticas realizadas pelo Curso de Graduação em Medicina Humana, implantado em Cascavel. Participou junto à Pró-Reitoria de Extensão, na elaboração e desenvolvimento de Projetos Institucionais de Extensã o Universitária e Desenvolvimento Regional, como Programa Cidadã o P rof issional – Assistência Técnica e Extensão Rural – ATER, f inanciado pela Fundação Araucária, Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior - SETI. Similarmente, em relação à pesquisa, participou como colaboradora em Projetos Institucionais de Pesquisa, mas com aplicabilidade e comprometimento com o desenvolvimento social, como o projeto intitulado “Rede Integrada de Biotecnologia Aplicada ao Desenvolvimento Sustentável da Agricultura Familiar no Contexto do Agronegócio Paranaense”, f inanciada pela FINEP - Financiadora de Estudos e Projetos do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT)/Fundação Araucária; Gestão na Qualidade Técnica e Ambiental na Qualidade Leiteira; Estratégia de Sobrevivência de Unidades de Agricultura Famil iar Agroecológica, f inanciada pelo CT-Agro/MDA/MCT/CNPq; entre outros projetos. Pelo compromisso, nã o só com o ensino, mas com o desenvolvimento da sustentabilida de da atividade agrária local, essencialmente leiteira e familiar, mais uma vez buscou renovaçã o. Apesar de já possuir o Título de Doutora, voltou aos bancos da escola realizando especialização nível “Lato Sensu” em Maria Lúcia Vinha – m lvinha @uol. com. b r Eri ka Mello Peixoto – em ellopeixoto@uenp. ed u. b r http: // uenpluciaeri ka. word press. com
  7. 7. U E N P – G E S TÃO CO M PA RT I L H A DA ( 2010–2014 ) Chapa 2 P ro f a . M a r i a L úc i a V i n h a ( R e i t o ra ) Pr o f a . Er i k a Me l l o Pe i xo t o ( V i ce - re i to ra ) Bovinocultura Leiteira, concluído em 2006, pela Universidade Fe deral de L avras – MG. No ano seguinte, ainda objetivando contribuir com o desenvolvimento do pequeno produtor de leite ag roecológico, iniciou pós-doutora do pela UNESP Campus de Botucatu, desenvolvendo pesquisa intitulada “Utilização da Própol is na Mastite B ovina”, f inanciada pela FAPESP. Adicionalmente, desde 2006, é membro integrante do Banco de Avaliadores do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior de acordo com PORTARIA nº 1.75 1, de 27 de Outubro de 2006, do MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (MEC). Na UENP-CLM, leciona no curso de Graduação em Medicina Veterinária, foi responsável pel o Setor de Radiologia e compõe o corpo clínico do Hospital Veterinário do Campus Luiz Meneghel. Participou da implantação do Comitê de Iniciação Científ ica e desde 2008 é membro deste comitê, cujo Programa foi recentemente regulamentado. “Hoje obser vando as considerações aqui colocadas, vislumbramos que temos não apenas uma história prof issional, mas, sobretudo, uma história de vida, de busca e conquistas, que nos motiva e nos faz capaz de contribuir muito mais por uma Universidade melhor, por uma UENP - democrática, compromissada com os anseios de cada um de nós”. Maria Lúcia Vinha – m lvinha @uol. com. b r Eri ka Mello Peixoto – em ellopeixoto@uenp. ed u. b r http: // uenpluciaeri ka. word press. com

×