Estratégias diferenciada em mídias sociais para campanhas eleitorais

2.299 visualizações

Publicada em

Apresentação usada em Workshop para a três pontos pra você

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.299
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
81
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Estratégias diferenciada em mídias sociais para campanhas eleitorais

  1. 1. ESTRATÉGIAS DIFERENCIADAS EM MÍDIAS SOCIAIS PARA CAMPANHAS ELEITORAIS Lucas Reis Mestrando em Marketing Político (UFBA) Gerente de Planejamento Sênior da Coworkers Supervisor de Pesquisas do Observatório de Publicidade em Tecnologias Digitais (Propeg-UFBA)
  2. 2. Sobre o que estamos falando <ul><li>Obter visibilidade num curto período. </li></ul><ul><li>Salientar os pontos positivos do nosso candidato. </li></ul><ul><li>Destacar os pontos fracos dos adversários. </li></ul><ul><li>Agregar e conquistar apoiadores. </li></ul><ul><li>Ganhar votos. </li></ul>
  3. 3. Quais as diferenças <ul><li>TV (Outbound) – enviar mensagens, que interrompem o fluxo de conteúdo do meio, para atingir a sua audiência. </li></ul><ul><li>Internet/mídias sociais (Inbound) – atrair a audiência que está dispersa na rede e levá-la a entrar em contato com o conteúdo de campanha. </li></ul>
  4. 4. Até onde podemos chegar <ul><li>Uma vitória eleitoral depende de vários fatores: </li></ul><ul><ul><li>Imagem historicamente construída. </li></ul></ul><ul><ul><li>Alianças políticas. </li></ul></ul><ul><ul><li>Contexto social, econômico e cultural. </li></ul></ul><ul><ul><li>Estratégia geral de comunicação. </li></ul></ul><ul><li>O simples uso de ferramentas não ganha uma eleição. </li></ul>
  5. 5. A IMPORTÂNCIA DA INTERNET
  6. 6. Alcance e frequência <ul><li>São 73 milhões de internautas no Brasil (+50% dos eleitores). </li></ul><ul><li>40 milhões acessaram a rede no último mês. </li></ul><ul><li>Foram dedicadas 64 horas à navegação na web. </li></ul><ul><li>Na classe A, a penetração da internet é superior a 90%. </li></ul><ul><li>83% das mulheres da classe C usam a internet diariamente. </li></ul>
  7. 7. Usos <ul><li>Para 51% dos internautas, se informar é o principal motivo acessar a internet. </li></ul><ul><li>76% usam a internet para obter informações aprofundadas sobre determinados assuntos. </li></ul><ul><li>54% postam online sua opinião sobre temas variados. </li></ul><ul><li>33% das internautas consideram a internet um passatempo melhor que a TV. </li></ul>
  8. 8. Mecanismos de buscas <ul><li>99% dos internautas brasileiros usam mecanismos de buscas. </li></ul><ul><li>44% das descobertas de novos sites são feitas através dos buscadores. </li></ul><ul><li>Aparecer nos resultados de buscas aumenta em até 160% a lembrança espontânea. </li></ul><ul><li>Os primeiros colocados recebem mais cliques e mais atenção. </li></ul><ul><li>Nos EUA, 55% dos cidadãos usaram a internet para obter mais informações sobre eleições e candidatos. </li></ul>
  9. 9. Mecanismos de buscas
  10. 10. Mecanismos de buscas
  11. 11. Uso das mídias sociais <ul><li>55 milhões de brasileiros mantêm perfis nas redes sociais. </li></ul><ul><li>As mídias sociais representam 44% dos sites visitados pelos brasileiros. </li></ul><ul><li>Somos o 2º colocado no ranking mundial de acesso a blogs. </li></ul>
  12. 12. SITES DAS MÍDIAS SOCIAIS
  13. 13. Orkut <ul><li>Rede mais popular do país, com cerca de 40 milhões de membros. </li></ul><ul><li>53% dos usuários têm menos de 25 anos. </li></ul><ul><li>Diariamente, são deixados 80 milhões de recados e postadas 30 milhões de fotos. </li></ul>
  14. 14. Orkut <ul><ul><li>Álbuns. </li></ul></ul><ul><ul><li>Descrição. </li></ul></ul><ul><ul><li>Vídeos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Recados. </li></ul></ul><ul><ul><li>Tagline. </li></ul></ul><ul><ul><li>Foto de Avatar. </li></ul></ul><ul><ul><li>Uso de Aplicativos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Criação de comunidades. </li></ul></ul><ul><ul><li>Participação em fóruns. </li></ul></ul><ul><ul><li>Ferramenta Promova. </li></ul></ul>
  15. 15. YouTube <ul><li>Atinge cerca de 50% dos internautas nacionais. </li></ul><ul><li>66% dos usuários têm até 34 anos. </li></ul><ul><li>49% dos usuários da rede a acessam diariamente. </li></ul><ul><li>76% dos vídeos são encontrados através da indicação de um amigo. </li></ul>
  16. 16. YouTube <ul><ul><li>Criação de customização de canal. </li></ul></ul><ul><ul><li>Criação de listas de reprodução. </li></ul></ul><ul><ul><li>Inscrição em canais temáticos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Comentários em vídeos relevantes. </li></ul></ul><ul><ul><li>Vídeos amadores de apoio ou ataque. </li></ul></ul><ul><ul><li>Produção de clipes com conteúdo da campanha. </li></ul></ul>
  17. 17. YouTube
  18. 18. Twitter <ul><li>Mais de 10 milhões de usuários nacionais. </li></ul><ul><li>38% das mensagens são de opiniões e conversas. </li></ul><ul><li>5% dos usuários geram 75% dos tweets. </li></ul><ul><li>Em sua maioria, são heavy users, de classe média e com curso superior. </li></ul><ul><li>Grande parte dos veículos de comunicação mantêm um perfil nesta rede. </li></ul>
  19. 19. Twitter <ul><ul><li>Participação nas conversas temáticas. </li></ul></ul><ul><ul><li>Distribuição de notícias de campanha. </li></ul></ul><ul><ul><li>Envio de conteúdo de áudio, vídeo e fotos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Transmissão ao vivo de eventos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Produção de campanha de apoio. </li></ul></ul>
  20. 20. Twitter
  21. 21. Facebook <ul><li>Cerca de 5 milhões de usuários nacionais. </li></ul><ul><li>Majoritariamente público jovem das classes A e B. </li></ul><ul><li>Muitos usuários ligados à área cultural. </li></ul><ul><li>O usuário médio do Facebook possui 130 amigos, passa uma hora por dia logado e recebe 3 convites para eventos por mês. </li></ul>
  22. 22. Facebook <ul><ul><li>Fan Page. </li></ul></ul><ul><ul><li>Mural atualizado. </li></ul></ul><ul><ul><li>Campanha de apoio. </li></ul></ul><ul><ul><li>Convite para eventos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Uso de aplicativos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Participação de comunidades e Fan Pages. </li></ul></ul><ul><ul><li>Fotos e Vídeos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Transmissão ao vivo e com debate. </li></ul></ul>
  23. 23. Facebook
  24. 24. Outras redes que podem ser utilizadas
  25. 25. PARA QUE USAR ESSAS FERRAMENTAS?
  26. 26. Produzir conteúdo especializado
  27. 27. Produzir conteúdo de opinião
  28. 28. Humanizar o candidato
  29. 29. Conseguir manifestações de apoio
  30. 30. Ativar defensores
  31. 31. Ativar defensores - #riscos
  32. 32. Defender propostas
  33. 33. Se relacionar, interagir
  34. 34. Acusar e defender
  35. 35. Monitorar a repercussão da campanha
  36. 36. Por que monitorar? <ul><ul><li>Saber o que se está falando sobre determinado tema. </li></ul></ul><ul><ul><li>Mensurar o tamanho da repercussão dos movimentos </li></ul></ul><ul><ul><li>de campanha. </li></ul></ul><ul><ul><li>Saber qual a posição dominante sobre determinado tema. </li></ul></ul><ul><ul><li>Identificar em quais redes se fala sobre quais assuntos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Mapear os usuários mais ativos e sua posição em </li></ul></ul><ul><ul><li>relação ao candidato. </li></ul></ul>
  37. 37. FERRAMENTAS DE MONITORAMENTO
  38. 38. Twazzup
  39. 39. Hootsuite
  40. 40. Twitter Reach
  41. 41. Backtweets
  42. 42. Google Analytics
  43. 43. Scup
  44. 44. MENSURANDO RESULTADOS
  45. 45. Métricas – Ações fora do site <ul><ul><li>Usuários alcançados. </li></ul></ul><ul><ul><li>Quantidade de tópicos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Número de visualizações. </li></ul></ul><ul><ul><li>Evolução no número de amigos/seguidores. </li></ul></ul><ul><ul><li>Quantidade de menções. </li></ul></ul><ul><ul><li>Replicações. </li></ul></ul><ul><ul><li>Ciclo de vida. </li></ul></ul><ul><ul><li>Inbound Links. </li></ul></ul><ul><ul><li>Share da Conversação. </li></ul></ul>
  46. 46. Métricas – Ações no site <ul><ul><li>Origem do tráfego. </li></ul></ul><ul><ul><li>Número de visitantes. </li></ul></ul><ul><ul><li>Número de páginas vistas. </li></ul></ul><ul><ul><li>Tempo de permanência. </li></ul></ul><ul><ul><li>Origem geográfica. </li></ul></ul><ul><ul><li>Conteúdo mais visto. </li></ul></ul><ul><ul><li>Comentários deixados. </li></ul></ul><ul><ul><li>Mensagens enviadas. </li></ul></ul><ul><ul><li>Replicações/aprovações. </li></ul></ul>
  47. 47. AÇÕES DIFERENCIADAS
  48. 48. Mande seu material de campanha
  49. 49. Replica material sobre a campanha
  50. 50. Aprenda como fazer campanha online
  51. 51. Ação viral
  52. 52. Mapa da militância
  53. 53. Junto com o candidato
  54. 54. Encontro presencial com apoiadores
  55. 55. Diálogos
  56. 56. Ação colaborativa
  57. 57. ETAPAS DE UM PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARA AS MÍDIAS SOCIAIS
  58. 58. Passo 1 – Identificação do cenário <ul><ul><li>Qual a percepção sobre nosso candidato? </li></ul></ul><ul><ul><li>São feitas associações dele com algum tema? </li></ul></ul><ul><ul><li>Qual a diretriz de campanha? </li></ul></ul><ul><ul><li>Há militância ativa on ou offline? </li></ul></ul><ul><ul><li>Como estão os concorrentes na rede? </li></ul></ul><ul><ul><li>Meu candidato tem intimidade com as mídias sociais? </li></ul></ul><ul><ul><li>Temos muitos pontos fracos? </li></ul></ul>
  59. 59. Passo 2 – Referências <ul><ul><li>O que candidatos semelhantes têm feito? </li></ul></ul><ul><ul><li>Quais os resultados dessas ações? </li></ul></ul><ul><ul><li>Quais delas são aplicáveis a nossa situação? </li></ul></ul><ul><ul><li>Em quais redes há maior eficiência? </li></ul></ul><ul><ul><li>Quais abordagens são mais bem recebidas e quais são refutadas? </li></ul></ul>
  60. 60. Passo 3 – Definição da diretriz criativa <ul><ul><li>Quais os objetivos primários e secundários? </li></ul></ul><ul><ul><li>Qual a abordagem? </li></ul></ul><ul><ul><li>Como ela será feita? </li></ul></ul><ul><ul><li>Qual será seu conteúdo? </li></ul></ul><ul><ul><li>Em que momento será feito? </li></ul></ul>
  61. 61. Passo 4 – Indicação de onde agir <ul><ul><li>Quais redes serão usadas? </li></ul></ul><ul><ul><li>Qual o cronograma de ação em cada rede? </li></ul></ul>
  62. 62. Passo 5 – Fluxograma e prazos <ul><ul><li>Quais recursos serão usados? </li></ul></ul><ul><ul><li>Quem são os responsáveis por cada etapa? </li></ul></ul><ul><ul><li>Quais os prazos para cada momento? </li></ul></ul><ul><ul><li>Quais os valores de investimento? </li></ul></ul><ul><ul><li>Quem são os responsáveis pelas aprovações? </li></ul></ul>
  63. 63. Passo 6 – Medindo resultados <ul><ul><li>Quais as metas da ação? </li></ul></ul><ul><ul><li>Quais métricas serão usadas? </li></ul></ul><ul><ul><li>Quais os KPIs? </li></ul></ul><ul><ul><li>Qual a periodicidade da avaliação dos resultados? </li></ul></ul><ul><ul><li>Qual o fluxo de aprovações para correções de percurso. </li></ul></ul>
  64. 64. Lucas Reis Mestrando em Marketing Político (UFBA) Gerente de Planejamento Sênior da Coworkers Supervisor de Pesquisas do Observatório de Publicidade em Tecnologias Digitais (Propeg-UFBA) Contato E-mail: [email_address] @lucas_reis www.lucas-reis.com

×