PERFEIÇÃO/          CAPÍTULO 014             PÁGINA 01Recanto das                             Capítulo   014Letras        ...
PERFEIÇÃO/              CAPÍTULO 014                  PÁGINA 02                    PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS:             Ga...
PERFEIÇÃO/               CAPÍTULO 014                    PÁGINA 03                         Romeu pra não beijar de ver/   ...
PERFEIÇÃO/            CAPÍTULO 014                   PÁGINA 04         PADRE JOÃO   —— Olha... que casal apaixonado!FACE I...
PERFEIÇÃO/            CAPÍTULO 014                   PÁGINA 05PEDRO JÚNIOR DÁ UM ABRAÇO EM MARIA, QUE ABRE O CHORO,DISCRET...
PERFEIÇÃO/            CAPÍTULO 014                 PÁGINA 06         LEANDRO      ——   Lisa...LEANDRO COMEÇA SE LEMBRAR DO...
PERFEIÇÃO/               CAPÍTULO 014                    PÁGINA 07PADRE JOÃO VAI SAINDO. INDECISÃO DE LEANDRO.Corta para: ...
PERFEIÇÃO/            CAPÍTULO 014                 PÁGINA 08         LENINHA      —— (radiante) Ai! É nesse jantar que    ...
PERFEIÇÃO/            CAPÍTULO 014                   PÁGINA 09         JÚLIO        —— Claro, vamos lá. É só pegar assim  ...
PERFEIÇÃO/            CAPÍTULO 014                 PÁGINA 010                      saímos melhores que eles nessa busca.  ...
PERFEIÇÃO/            CAPÍTULO 014                 PÁGINA 011SURPREENDE-SE AO DAR DE CARA COM UMA CAIXA ENORME NO SOFÁ.UMA...
PERFEIÇÃO/            CAPÍTULO 014                 PÁGINA 012CONVERSANDO COM DUAS MENINAS: Lilica e Mariana.         MIREL...
PERFEIÇÃO/            CAPÍTULO 014                   PÁGINA 013                      quero um tempo. Você resolva a sua vi...
PERFEIÇÃO/            CAPÍTULO 014                  PÁGINA 014                      marcar a data do nosso casamento!CAM F...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Perfeição - capítulo 14 - Paulo e Mirela se beijam

366 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
366
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
154
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Perfeição - capítulo 14 - Paulo e Mirela se beijam

  1. 1. PERFEIÇÃO/ CAPÍTULO 014 PÁGINA 01Recanto das Capítulo 014Letras PERFEIÇÃO novela de: LUCAS VINÍCIUS escrita por: LUCAS VINÍCIUS PERSONAGENS DESTE CAPÍTULO: Cláudio Desirré Ester Geovane Júlio Leandro Leninha Lisa Maria Marizete Mirela Paulo Pedro Júnior Rosana Simone
  2. 2. PERFEIÇÃO/ CAPÍTULO 014 PÁGINA 02 PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS: Garçom, Menina 1, Menina 2, Padre João CENA 1. APARTAMENTO DE LISA E MIRELA. INT. SALA. DIA. CONTINUIDADE DO CAP.ANTERIOR.Continuidade da última cena do capítulo Anterior. LISA PARAMIRELA. LISA —— Você pegou então, Mirela? Minha irmã, isso aqui que era o que precisávamos pra passar o mês. MIRELA —— Me desculpa, Lisa. Eu não sabia que era tão importante assim, esse dinheiro. LISA —— Era. Era, sim. (T) E o que você fez com o dinheiro?MIRELA HESITA, MAS INVENTA: MIRELA —— (hesita) Ah... eu... conser... tei a câmera digital, aquela que a mamãe e o papai me deu. LISA —— Como assim? Ela quebrou?! MIRELA —— (disfarça e mente) Ah... imagina que escorregou da minha mão e quebrou. LISA —— Mirela, tem que ter mais cuidado. Aquilo foi um presente do papai. Mas se era assim, por que não me disse? EU ia dar um jeito de mandá-la pro conserto. MIRELA —— Eu fiquei com medo da sua reação. LISA —— Eu tô sim, chateada com você. Escondeu de mim que quebrou a câmera e ainda pegou dinheiro que não era seu. Não são modos duma menina educada como você, Mirela. MIRELA —— Eu já disse, não vou fazer mais. É que você sabe, mês que vem vai ter uma peça teatral e eu consegui o papel da Julieta. LISA —— Sério? Minha irmã atriz? Não se esqueça, peça ao garoto que fará o
  3. 3. PERFEIÇÃO/ CAPÍTULO 014 PÁGINA 03 Romeu pra não beijar de ver/ MIRELA —— (corta) Maninha, maninha! É teatro, a única coisa de verdade é o roteiro e os atores. LISA —— Assim tá melhor. E me promete nunca mais esconder nada de mim. Dessa vez passa, fosse noutro tempo, a cinta ia estalar no seu bumbum! MIRELA —— (rindo) Ufa! Ainda bem que os tempos são outros.AS DUAS SORRIAM. MIRELA —— Obrigada, mana, por me compreender. LISA —— (pega nas mãos de Mirela) Desde que você não faça mais. MIRELA —— Claro.LISA DÁ UM ABRAÇO EM MIRELA. MIRELA —— Eu tô atrasada, esqueceu? LISA —— (apressada) Uau, é mesmo! Vamos ter que ir de ônibus! MIRELA —— Ai, espero que não teja cheio. Deus me livre!O BURBURINHO COMEÇA. LISA E MIRELA SAEM RINDO E CONVERSANDODE CASA.Corta para: CENA 3. IGREJA MUNICIPAL DE SP. INT. DIA.LEANDRO E ESTER DE FRENTE PRO PADRE JOÃO PAULO, NO ALTAR.ESTER SORRINDO A TODO TEMPO. ESTER —— (radiante) Ai, padre, dá pra marcar pra amanhã?! LEANDRO —— Amanhã, Ester? Ficou doida? PADRE JOÃO —— (ri) Não dá, senhorita Ester. Vocês têm que marcar a data, levando em conta que tem de ser de 1 mês pra cima. ESTER —— (radiante) Ai, mas por mim, padre, eu fugia e casava hoje.
  4. 4. PERFEIÇÃO/ CAPÍTULO 014 PÁGINA 04 PADRE JOÃO —— Olha... que casal apaixonado!FACE INFELIZ DE LEANDRO. APENAS ESTER SORRINDO. LEANDRO —— Ô... ESTER —— Ai, esse amor meu e do Leandro, padre, é tão forte que quebra qualquer barreira. LEANDRO —— (desanimado) É.O PADRE PERCEBE A INFELICIDADE DE LEANDRO. PADRE JOÃO —— Bom, antes de marcarmos... (p/ Ester) A senhorita podia nos dar licença um instante? É rápido! ESTER —— (estranha) Ah... (se levanta) Tudo bem. PADRE JOÃO —— Se quiser aguarde lá na sacristia, ou lá fora mesmo. ESTER —— Bom, essa roupa tá quente. Vou esperar lá fora.ESTER VAI SAINDO. PADRE ESPERA E DIZ: PADRE JOÃO —— Leandro, meu jovem, eu pedi pra que sua noiva saísse. Eu sinto que você tem algo a me dizer. LEANDRO —— Algo? O que poderia ser, padre? PADRE JOÃO —— Você quem sabe. Coisas do coração. Você está infeliz nesse casamento, não está?CLOSE NA FACE DE LEANDRO.Corta para: CENA 3. CASA DE MARIA. INT. COZINHA. DIA. CONTINUIDADE.Continuidade da penúltima cena do capítulo anterior. MARIAEMOCIONADA PARA PEDRO JÚNIOR. MARIA —— Pedro, esses assuntos... não é hora! PEDRO JR. —— Mas por quê? Eu queria morar aqui, com você. MARIA —— (emocionada) Queria? PEDRO JR. —— (se levanta) É, queria.
  5. 5. PERFEIÇÃO/ CAPÍTULO 014 PÁGINA 05PEDRO JÚNIOR DÁ UM ABRAÇO EM MARIA, QUE ABRE O CHORO,DISCRETO. MARIA —— (emocionada) Ah... Se Deus quiser isso vai se realizar, Pedro.Corta imediatamente para: CENA 4. ESCRITÓRIO DE GEOVANE. INT. SALA GEOVANE. DIA.GEOVANE, QUE ESTÁ AO TELEFONE, SE LEVANTA ANIMADO. GEOVANE —— (ao tel) Verdade, Maria?! Então, mais um ponto a nosso favor! MARIA —— (off, ao tel) Mais um ponto, doutor? GEOVANE —— (ao tel) Claro! Se o seu filho quer morar com você, e o juiz souber disso, vai influenciar e muito na decisão dele. MARIA —— (ao tel) Nossa, não tinha pensado nisso. GEOVANE —— (ao tel) Olha, se tudo andar do jeito que está andando, a guarda do Pedro vai pra você, Maria. MARIA —— (ao tel) Ai, doutor, nem fala que eu já explodo de emoção, aqui. GEOVANE —— (ao tel) Então aproveita esse fim de semana com teu filho. MARIA —— (ao tel, emocionada) É isso que eu vou fazer. GEOVANE —— (ao tel) Isso, eu vou continuar aqui trabalhando. Tá? Tchau, tchau.GEOVANE DESLIGA O TELEFONE E SE SENTA. GEOVANE —— E eu de novo nessa vida corrida de advogado.Corta para: CENA 5. IGREJA MUNICIPAL DE SP. INT. DIA. CONTINUIDADE.Continuidade da cena 2. LEANDRO ESTÁ EMOCIONADO DIANTE DOPADRE. PADRE JOÃO —— E qual o nome dela?
  6. 6. PERFEIÇÃO/ CAPÍTULO 014 PÁGINA 06 LEANDRO —— Lisa...LEANDRO COMEÇA SE LEMBRAR DO DIA EM QUE BEIJOU LISA. (Cap. 8e 9). Corta p/ Presente. LEANDRO —— Sabe, padre. Desde o dia que eu conheci a Lisa eu fiquei... não sei como explicar. PADRE JOÃO —— E você a conheceu onde? LEANDRO —— No meu noivado com a Ester. E agora... ó eu aqui, prestes a marcar o casamento com uma mulher que eu não amo. PADRE JOÃO —— Se você escolher seguir o amor que tem por essa moça, fará-la, ao mesmo tempo que destruirá o coração dessa jovem. LEANDRO —— Eu sei, padre. E é por isso que eu não sei o que fazer. PADRE JOÃO —— Sabe, Leandro... eu recebo nessa igreja, diariamente, muitas pessoas que sofrem por amor. LEANDRO —— (se levanta) Sofrem por amor? PADRE JOÃO —— Você sofre por amor. Deixa eu te contar. Uma vez veio uma jovem de 51 anos. E adivinha a história de vida dela? LEANDRO —— Não faço ideia. PADRE JOÃO —— Ela estava grávida do irmão. LEANDRO —— (espantado e surpreso) Nossa! PADRE JOÃO —— Por mais que proibiam, diziam que era incesto, ela amava esse irmão. LEANDRO —— Nossa, isso é chocante, padre. Mas... não sei o que tem a ver comigo. PADRE JOÃO —— (corta) Essa moça teve que romper com o irmão. Afinal, o incesto é um pecado universal. LEANDRO —— Então, você quer dizer que eu também tenho que romper com a Lisa? PADRE JOÃO —— Romper algo que nunca teve? Mas... ouça seu coração! Se haver casamento, estou os esperando na sacristia, para marcarmos a data. Com licença.
  7. 7. PERFEIÇÃO/ CAPÍTULO 014 PÁGINA 07PADRE JOÃO VAI SAINDO. INDECISÃO DE LEANDRO.Corta para: CENA 6. CASA DE CARMÉLIA. INT. SALA. DIA.LENINHA ESTÁ ANSIOSA, APREENSIVA, AO CENTRO DA SALA, ROENDOAS UNHAS E SEGURANDO O CELULAR. LENINHA —— (p/ si) Ai, podia jurar que a Ester ia tirar satisfações com os balofos sobre o roubo. Mas não é bem isso que tá acontecendo. (T) Bom, só me resta convidar o Geovane pra sair.LENINHA DISCA O NÚMERO E PÕE NA ORELHA. LENINHA —— (ao cel) Alô? GEOVANE —— (OFF, estressado, ao cel) Alô/ Já até imagino quem seja! LENINHA —— (animada, ao cel) Então adivinha! GEOVANE —— (desanimado ao cel, OFF) É você, Leninha! LENINHA —— (animada, ao cel) É, sou eu memo! Ó, só liguei pra marcar o dia da nossa janta! GEOVANE —— (OFF, ao cel) Que janta? Eu não marquei nada com você, Leninha. LENINHA —— (ao cel, radiante) Como não, caubói, tu não se lembra daquele dia na lanchô, não? GEOVANE —— (confuso, off, ao cel) “Lanchô”, que raio é isso?! Fala como gente, por favor! LENINHA —— (ao cel) Lanchonete, meu xamego. Ó, Gardênia e eu estamos te esperando. (sensual) Sempre. GEOVANE —— (OFF, confuso, ao cel) Quem é Gardênia? LENINHA —— (ao cel) Uma amiga minha. Linda, sensual, bacana, gostosa, tipo eu. (sensual) Te espero lá. Ou aqui, tanto faz.LENINHA DESLIGA O CELULAR E DÁ UM GRITINHO.
  8. 8. PERFEIÇÃO/ CAPÍTULO 014 PÁGINA 08 LENINHA —— (radiante) Ai! É nesse jantar que Geovane vai se arrepender dum dia ter me dado um pé na bunda. (desanima) E a Ester que não vem logo, meu Pai!COMEÇA A ANDAR DE UM LADO PRO OUTRO.Corta para:CENA 8. RESTAURANTE JAPONÊS. INT. DIA.À UMA MESA JÚLIO E ROSANA SENTADOS, ESPERANDO A COMIDA. ROSANA —— Eu nunca vim num restaurante chique igual esse. JÚLIO —— Jura que não? Você parece uma moça tão elegante, de boas raízes. ROSANA —— Ah... (sem graça) apesar disso, sou uma caipirona. (ri) JÚLIO —— (ri) Imagina. Você vai adorar a comida daqui. Já comeu sushi? ROSANA —— (ri) Imagina que não? Olha, esses pauzinhos são uns encostos, viu! JÚLIO —— (ri) Os hashis, você quis dizer. ROSANA —— Esse mesmo. JÚLIO —— O que pedimos? Uma tempura?! ROSANA —— (cai na gargalhada) “Tem” o quê? JÚLIO —— (ri) Uma tempura, você vai adorar. ROSANA —— Não sei não, viu, um bom arroz e feijão me parece mais seguro. JÚLIO —— Tempura nada mais é que alguns vegetais, frutos do mar e carnes fritas. ROSANA —— (com receio) Tudo junto, misturado? E frito? JÚLIO —— Isso mesmo. Olha, ele vai trazer o sushi, você experimenta e me diz o que achou. Pode ser? ROSANA —— Combinado. Seja o que Deus quiser.O GARÇOM TRAZ O SUSHI CHIRASHIZUSHI NA TIGELA E SERVE. AOBATER O OLHO, ROSANA FAZ UMA TREMENDA CARA DE NOJO. JÚLIOCUMPRIMENTA O GARÇOM EM JAPONÊS, QUE SAI. JÚLIO —— Pronto, enfim a demora valeu a pena. ROSANA —— Será que eu tenho coragem?
  9. 9. PERFEIÇÃO/ CAPÍTULO 014 PÁGINA 09 JÚLIO —— Claro, vamos lá. É só pegar assim com o hashi (demonstra) e comer. ROSANA —— Tá, vamos lá!ROSANA PEGA O HASHI E QUANDO ESTÁ QUASE CONSEGUINDO DERRUBATUDO. JÚLIO —— (ri) Realmente, é difícil. Eu te ajudo.JÚLIO SE LEVANTA E CAMINHA ATÉ ONDE ELA ESTÁ. ELE VEM PORTRÁS DELA E PEGA EM SUAS MÃOS PARA AJUDÁ-LA. JÚLIO —— Você faz assim... sem segredos.QUANDO ROSANA OLHA PRA ELE PINTA UM CLIMA E TUDO PARA. OSDOIS FICAM A SE OLHAR. ROMÂNTICO.Corta para:CENA 9. HOTEL DE SÃO PAULO. INT. RESTAURANTE. DIA.SIMONE ESTÁ SENTADO SOZINHA À UMA MESA, COMENDO COMO UMADOIDA. DESIRRÉ VEM ENTRANDO NO RESTAURANTE COM O NOTEBOOK NASMÃOS. ELA OLHA, OLHA, ATÉ QUE ACHA SIMONE. CAMINHA ATÉ LÁ. SIMONE —— Ah, oi, Desi. DESIRRÉ —— Preciso lhe mostrar uma coisa.DESIRRÉ SE SENTA JUNTO DE SIMONE. SIMONE —— O que é? DESIRRÉ —— Olha... eu achei umas 1000 Marias Helenas aqui na busca. Qual delas seria minha filha? SIMONE —— Eu que sei? Não dizem que a mãe tem um tal de “coração de mãe não se engana”? Vai olhando todas as fotos, quando chegar na sua filha você vai sentir. DESIRRÉ —— Ai, não sei, Simone. São Paulo é muito grande. Devíamos pôr mesmo é um detetive atrás da minha filha. SIMONE —— Hum, esses Sherloks Holmes do Brasil não prestam. Acho que nós nos
  10. 10. PERFEIÇÃO/ CAPÍTULO 014 PÁGINA 010 saímos melhores que eles nessa busca. DESIRRÉ —— Tem razão. E se colássemos anúncios nos postes de eletricidade, nas paredes, muros? SIMONE —— Olha, é uma boa, mas ela não tá desaparecida. Tá pra nós, né. Mas pros outros... DESIRRÉ —— Mas essa é a intenção. Alguém que a conheça ver esse anúncio. SIMONE —— Tá, mas não temos nenhuma foto dela recente. Só de quando ela era uma bebê. Aí complica, porque você vai oferecer recompensa, vai vir uma cambada dizendo que é a Maria Helena. DESIRRÉ —— (aflita) Ai, pior que é. Eu não sei mais o que fazer! SIMONE —— Você devia é relaxar! Poxa, você chegou anteontem. Relax! Temos muito tempo pra achar a sua filha, dona viúva! DESIRRÉ —— Ai, o Pablo ia adorar saber que eu encontrei a minha filha, não acha? SIMONE —— Ia. Ia, sim. Mas onde ele estiver, ele tá olhando por você. DESIRRÉ —— É. SIMONE —— Vejamos... (pega cardápio) o que pedimos? Algo que engorde! Hum... essa pizza, não. DESIRRÉ —— Ficou maluca? Eu não como pizza desde que pisei numa academia. SIMONE —— Ah, eu como feito obeso, mesmo assim estou uma nega de dar inveja! DESIRRÉ —— (ri) É, isso é verdade. (pensativa) Hum... então peça... um sundae! Gigante! SIMONE —— Menina, que apetite! Vou pedir três sundaes, dois pra mim e um pra você.O BURBURINHO COMEÇA, EM RELAÇÃO À COMIDA.Corta para:CENA 10. CASA DE MARIZETE E CLÁUDIO. INT. SALA. DIA.MARIZETE VEM CHEGANDO EM CASA. CLÁUDIO NA COZINHA, SENTADO àMESA VISIVELMENTE. MARIZETE CHEGA, PÕE A BOLSA NO SOFÁ E
  11. 11. PERFEIÇÃO/ CAPÍTULO 014 PÁGINA 011SURPREENDE-SE AO DAR DE CARA COM UMA CAIXA ENORME NO SOFÁ.UMA CAIXA DE COMPUTADOR NOVO. MARIZETE —— (surpresa) Ai. O que será isso? (alto) Cláudio. Cláudio! CLÁUDIO —— (OFF) Espera, Marizete!CLÁUDIO VEM CHEGANDO APRESSADO DA COZINHA. CLÁUDIO —— O que foi? MARIZETE —— (aponta) Essa caixa aí, é do quê? CLÁUDIO —— (se anima) Ah! É a nossa arma! MARIZETE —— Hum... vai matar alguém com a caixa, por acaso? CLÁUDIO —— Não, mas tenho vontade. Isso é pro Pedro! MARIZETE —— Pro Pedro? CLÁUDIO —— É. Lembra? Tínhamos que comprar o garoto. Então! Ele vai adorar esse computador. MARIZETE —— É bom, bom. Mas você devia dar uma coisa que não se precisa passar tanto tempo diante dele. O menino vai varar noites nessa máquina aí. Dava pra ele uma calculadora, que ele enjoa rápido. CLÁUDIO —— Uma calculadora, Marizete? Credo, nem o mais nerd trocaria um computador por uma calculadora. MARIZETE —— Tudo bem, tudo bem. Espero que funcione. CLÁUDIO —— Vai funcionar. Vamos lá comigo comer? Pão com queijo e apresuntado ! MARIZETE —— (boquiaberta) Ai, meu Deus! Faz tanto tempo que eu não como isso! CLÁUDIO —— Então vamos lá! MARIZETE —— Hum... do jeito que eu tô, eu como ate o sofá, vambora!MARIZETE E CLÁUDIO VÃO SAINDO DA SALA E INDO PRA COZINHA.CLOSE NA CAIXA DO COMPUTADOR.Corta para:CENA 11. ESCOLA ESTADUAL DE SP. EXT. DIA.LINDO EXTERIOR DA ESCOLA ONDE ESTUDA MIRELA. FOCA MIRELA
  12. 12. PERFEIÇÃO/ CAPÍTULO 014 PÁGINA 012CONVERSANDO COM DUAS MENINAS: Lilica e Mariana. MIRELA —— (para Menina 1) Você ficou de me trazer aquele pôster enorme do Justin Bieber. Cadê? MARIANA —— Nem te conto. Meu cachorro mordeu todo. LILICA —— E por quê, hein? MARIANA —— Pelo latido dele, deu a entender que não vai muito com o Bieber. MIRELA —— (ri) Cara, se o pôster fosse meu eu esganava esse cachorro. Onde já se viu? Além do qu/MIRELA É INTERROMPIDA POR MARIANA, QUE AVISTA PAULO PERTODUMA ÁRVORE, ESPERANDO MIRELA. MARIANA —— Ih, gente, olha aquilo! Aquele marginal ali.MARIANA APONTA O DEDO E QUANDO MIRELA VÊ SE SURPREENDE MAISAINDA, MAS DISCRETAMENTE. MIRELA —— (baixinho) Ai, não. LILICA —— Quem será aquele? MARIANA —— Olha, deve ser algum drogado, né, porque sempre tem drogado nessas áreas. MIRELA —— (envergonhada) Com licença, meninas. Vou lá falar com ele.QUANDO MIRELA VAI SAINDO, AS DUAS MENINAS FICAM BOQUIABERTASE SURPRESAS. LILICA —— (p/ Menina 1) A Mirela conhece ele?Corta para:MIRELA VEM CHEGANDO PERTO DE PAULO, QUE ESTÁ DISTRAÍDO,OLHANDO PRO CHÃO. MIRELA —— Paulo? PAULO —— Oi. MIRELA —— Cara, quê que cê tá fazendo aqui na minha escola? PAULO —— É que a gente não terminou de conversa/ MIRELA —— Terminamos, sim! Eu disse que eu
  13. 13. PERFEIÇÃO/ CAPÍTULO 014 PÁGINA 013 quero um tempo. Você resolva a sua vida que eu vou resolver a minha. PAULO —— Eu achava que não passava de um blefe seu. Tá falando sério? MIRELA —— Como jamais falei! Paulo, me desculpa, mas agora eu quero me dedicar integralmente aos estudos, apesar de não gostar. PAULO —— (entristecido) Então é assim? Acabou? Terminamos aqui?AFLIÇÃO E INDECISÃO DE MIRELA, OLHANDO PARA PAULO.Corta para:CENA 12. IGREJA MUNICIPAL DE SÃO PAULO. INT. SACRISTIA.CONTINUIDADE.ESTER ACABA DE ASSINAR UM TERMO NA MESA DO PADRE. LEANDRO ASEU LADO. PADRE EM FRENTE ELA. ESTER —— Pronto!ESTER FELIZ ANIMADA AGARRA O BRAÇO DE LEANDRO E DIZ. ESTER —— Ai, nem acredito! Nosso casamento vai ser mês que vem! LEANDRO —— (desanimado) Nem eu. PADRE JOÃO —— Bom, então... com a graça a Deus. Passar bem!Corta para:CENA 13. AVENIDAS E AVENIDAS DE SP. CARRO LEANDRO EMMOVIMENTO. INT. DIA.LEANDRO DESANIMADO À DIREÇÃO, ENQUANTO ESTER NO BANCO AOLADO, DISPARA PALAVRAS COMO UMA METRALHADORA. ESTER —— Eu esperei tanto por isso! LEANDRO —— Legal. ESTER —— Quer dizer, é um sonho meu que está sendo realizado. Eu vou ser a senhora Almeida Júnior. LEANDRO —— (sem ânimo) Muito legal. ESTER —— Ai... (percebe) Meu amor, você não parece tão contente. Poxa, acabamos de
  14. 14. PERFEIÇÃO/ CAPÍTULO 014 PÁGINA 014 marcar a data do nosso casamento!CAM FOCA LEANDRO, QUE NEM DÁ OUVIDOS A ESTER. ELE COMEÇA A SELEMBRAR DO BEIJO QUE DEU EM LISA/ Corta PRESENTE:ESTER PERCEBE QUE LEANDRO ESTÁ BALANÇADO. ESTER —— Leandro? Você tá bem? LEANDRO —— (acorda p/ vida) Hã? Tô bem, sim. Deve ser a … emoção! ESTER —— É, deve ser.ESTER FICA DESCONFIADA,SÉRIA.Corta para:CENA 14. ESCOLA ESTADUAL. EXT. DIA. CONTINUIDADE.Continuação da Cena 11. PAULO E MIRELA. MIRELA INDECISA. PAULO —— Você vai mesmo me esquecer? MIRELA —— Paulo... (indecisa) Eu... disse, não vou te esquecer... só... um tempo pra eu repensar em tudo. Tudo que a gente viveu. PAULO —— Não é possível! Você não me ama. Não me ama mais, é isso? MIRELA —— É que assim Paulo, eu quero pensar no meu futuro, quero pensar no que eu vou fazer, no que eu vou estudar. Pensar na minha família, nos meus pais, na minha irmã, nos amigos/PAULO A INTERROMPE AGARRANDO-A E DANDO-LHE UM BEIJO DE CINEMANA BOCA. SE BEIJAM LOUCANTE POR VÁRIOS SEGUNDOS. MAS ESCUTAMA VOZ EM OFF: DIRETORA —— (off, séria) Muito bonito, Mirela Aparecida!PAULO E MIRELA PARAM DE SE BEIJAR. QUANDO MIRELA VIRA-SE FICAEM PÂNICO AO VER A DIRETORA OS OLHANDO SÉRIA. AO LADO DADIRETORA AS DUAS MENINAS QUE DENUNCIARAM MIRELA: LILICA EMARIANA Closes alternados em MIRELA, ´PARALISADA. PAULOAFLITO. E A DIRETORA QUERENDO UMA EXPLICAÇÃO.Corta para: FIM DO CAPÍTULO.

×