Perfeição/          Capítulo 028               PÁG.: 01Recanto das                             Capítulo   028Letras       ...
Perfeição/                  Capítulo 028                  PÁG.: 02                        PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS:        ...
Perfeição/            Capítulo 028                    PÁG.: 03JUREMA E MARIA SENTADAS À MESA, PROSEANDO. MARIA MEXE UMCAFÉ...
Perfeição/               Capítulo 028                  PÁG.: 04                         devo.             JUREMA      —— H...
Perfeição/               Capítulo 028                  PÁG.: 05PRESENÇA DE PEDRO.             JUREMA      —— Pedro Jr!    ...
Perfeição/              Capítulo 028                  PÁG.: 06                       casa dos Almeida Júnior, e sei o que ...
Perfeição/               Capítulo 028                    PÁG.: 07                         fazer o trabalho de química.    ...
Perfeição/              Capítulo 028                  PÁG.: 08             MIRELA     —— (p/ Porteiro) Poxa, seu Manoel, o...
Perfeição/                Capítulo 028                   PÁG.: 09                            CONTINUIDADE/LISA AINDA À MES...
Perfeição/                Capítulo 028                   PÁG.: 010                          Judas, Francisco, São Frei, Sã...
Perfeição/               Capítulo 028                    PÁG.: 011                         as esperanças de achá-la, porqu...
Perfeição/            Capítulo 028                   PÁG.: 012MOURÃO OLHA COM DESPREZO PRA ERMELITA, QUE RETRIBUI...MORDEN...
Perfeição/            Capítulo 028                    PÁG.: 013                      e nos sentar.MIRELA VAI CAMINHANDO E ...
Perfeição/            Capítulo 028                      PÁG.: 014             ESTER    —— Olha... eu poderia te matar...PA...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

"Perfeição" - 28º - Vilã VS Mocinha... Ester invade apê de Lisa e a humilha!

380 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
380
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
85
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

"Perfeição" - 28º - Vilã VS Mocinha... Ester invade apê de Lisa e a humilha!

  1. 1. Perfeição/ Capítulo 028 PÁG.: 01Recanto das Capítulo 028Letras PERFEIÇÃO novela de: LUCAS VINÍCIUS escrita por: LUCAS VINÍCIUS PERSONAGENS DESTE CAPÍTULO: Jeca Raquel Maria Jurema Pedro Júnior Néia Lisa Mirela Ester Simone Leninha Desirré Mourão Ermelita Paulo
  2. 2. Perfeição/ Capítulo 028 PÁG.: 02 PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS: Vendedora, Bianca, Dona do Hotel CENA 01/ LOJA DE ROUPAS DE GRIFES/ INT/ PROVADOR/ EXT/ DIA/ CONTINUIDADE DP CAPÍTULO ANTERIOR/Continuidade da última cena do capítulo anterior. RAQUEL AOCELULAR COM JECA. VENDEDORA ALI PERTO, SÓ ESCUTANDO. RAQUEL —— (ao cel, baixinho) Aí? A Lisa mora onde o Judas perdeu o chinelo, hein! JECA —— (off, ao cel) Tá, eu consegui chegar mais e descobri que ela mora no andar 2.Já o número do apê eu não sei. Mas aí a Ester já é xereta, fuça em todos! RAQUEL —— (ao cel) Obrigada, amore. Pode deixar... (disfarça) Ó, te aguardo na festa de Réveillon.PARA A VENDEDORA NÃO DESCONFIAR, RAQUEL DISFARÇA E DESLIGA OCELULAR. RAQUEL —— (p/ Vendedora) Então, era minha cachorrinha. Digo, minha prima falando da cachorrinha. VENDEDORA —— Ah, tá. Pensava que a cachorra tava falando ao telefone. Hoje em dia, nunca se sabe. RAQUEL —— (risinho) Então, vamos continuar nosso tour pela loja. Menina, eu vi uma bolsa de cobra ali, da chicosa mesmo. É pra mim! Que sou rica e gostosa, by Valdirene Marchiori. VENDEDORA —— Então vamos, né.AS DUAS SE JUNTAM E VÃO CAMINHANDO A SESSÃO SAPATOS.Corta para: CENA 02/ CASA DE MARIA/ INT/ COZINHA/ DIA/
  3. 3. Perfeição/ Capítulo 028 PÁG.: 03JUREMA E MARIA SENTADAS À MESA, PROSEANDO. MARIA MEXE UMCAFÉZINHO NA XÍCARA. MARIA —— Você expulsou a sua irmã de casa, Jurema? JUREMA —— (arrasada) Expulsei! Mas não sei onde a infeliz se enfiou. Sumiu do mapa! MARIA —— É, deve tá vagando por uma ponte afora. Minha tia morou embaixo da ponte dois anos. JUREMA —— Sério? O que virou? MARIA —— O que não virou. Porque ela voltou pra casa do meu avô viciada, e fedendo. JUREMA —— (preocupada) Será que a Ermelita vai se viciar em drogas? Ai, eu sou culpada! MARIA —— Que culpada nada, menina! Tua irmã é uma safada, com o perdão da palavra. Ela sabia que você gostava do galinhão do Constantino. Mesmo assim, foi se bandear na cama com ele. JUREMA —— Isso que mata, minha amiga! Às vezes tenho pra mim, que Ermelita é adotada. Mainha, que Deus a tenha, não ia ter uma filha tão cara de pau como Ermelita! MARIA —— É! Tua irmã nasceu bem diferente de você. JUREMA —— Golpista? É demais pra mim! Eu peguei, arrumei uma bolsa com uns necessèire dela e joguei ela pro raio que a parta! MARIA —— Fez bem! Se fosse eu, dava logo um pontapé na buzanfa!Corta para SALA. BATIDAS à PORTA. MARIA SE ESPANTA. MARIA —— Uai. Quem será? JUREMA —— Não sei. Mas costuma ser cobrança. Faz como eu te mandei, vê pelo olho- mágico. Aí,se for cobrança, tu nem abre. MARIA —— (se levanta rindo) Imagina! Eu não
  4. 4. Perfeição/ Capítulo 028 PÁG.: 04 devo. JUREMA —— Hum, eu também não. Até me aparecer o Zé doceiro aqui do bairro. MARIA —— (ri) Você, Jurema...Corta para SALA. MARIA VEM CHEGANDO TODA APRESSADA. QUANDOELA ABRE A PORTA DÁ DE CARA COM PEDRO JÚNIOR, QUE JÁ LHE DÁUM ABRAÇO APERTADÍSSIMO. MARIA SURPRESA. ATRÁS DE PEDRO HÁBIANCA, A MULHER RESPONSÁVEL PELA VISITA. Sonoplastia:EMOCIONANTE. MARIA —— (surpresa) Pedro? PEDRO JR. —— (feliz) Eu queria muito te ver. MARIA —— Eu sei, isso tô vendo... (animada) Mas... eu não acredito. E a Marizete? O Cláudio? BIANCA —— Olha, Maria, esse menino gosta muito de você. Parece até que é seu filho. (ri) Porque ele fala em você o tempo todo. Aí trouxe ele aqui. MARIA —— (emocionada, p/ Pedro) É? PEDRO JR. —— É! Você é dez, Maria! BIANCA —— Ah, prazer, sou Bianca! Prima da Sarinha,ou Sara. MARIA —— Ah, a Sara... você é prima dela. Prazer.BIANCA E MARIA DÃO UM APERTO DE MÃO. BIANCA —— Bom, eu vou indo. Mas Pedro Jr., não se esquece, daqui a meia hora eu te pego de novo. Se a Marizete descobre, ela me depena toda! PEDRO JR. —— Tá bom, Bianca. MARIA —— (p/ Bianca) Bianca, eu agradeço, tá? BIANCA —— Que nada, não tem por onde. Então logo volto. Tchau, tchau.BIANCA SAI. MARIA FECHA A PORTA E CONTINUA ABRAÇANDO PEDRO,QUE ANIMADO. MARIA —— (alto) Jurema! Jurema! Vem ver quem tá aqui, anda!JUREMA VEM CHEGANDO DA COZINHA E SE SURPREENDE TAMBÉM, COM A
  5. 5. Perfeição/ Capítulo 028 PÁG.: 05PRESENÇA DE PEDRO. JUREMA —— Pedro Jr! PEDRO JR. —— (animado) Jurema!PEDRO SAI CORRENDO PRA ABRAÇAR JUREMA, QUE RI. MARIA COMOVIDASE RECOMPÕE LÁ NO CANTO.Corta para: CENA 03/ FAVELA DE SÃO PAULO/ EXT/ PLANOS GERAIS/ DIA/Sonoplastia: MÚSICA DE MALANDRO. EM CÂM ÂNGULO DE CIMA,RAQUEL VEM SUBINDO O MORRO COM UMAS DEZENAS DE SACOLAS DESHOPPING. TODOS AO REDOR SE SURPREENDEM, E ELA TODA EXIBIDASE GABA. CUMPRIMENTA AQUI, ALI: RAQUEL —— (p/ alguém) E aí, firmeza Rapagão? É nós lá! Num esquece, morou? (p/ si) Ó, tô sendo “bizoiada” pros outros, tô ficando importante. E chique! Tenho que tomar cuidado pra não ser assaltada, que aqui tá cheio de...RAQUEL ESBARRA COM NÉIA, QUE VINHA ARRUMANDO UM CELULAR. OCELULAR QUASE CAI. NÉIA SE EXALTA: NÉIA —— (nem percebe que é Raquel) Tá cega, ô, cavala? RAQUEL —— Como é que é? NÉIA —— (percebe) Ah... é você, Raquel? RAQUEL —— Não! É o Teletamis, tá vendo não? NÉIA —— Não precisa ironizar! RAQUEL —— Dá nada, não. Tu é pobre, eu agora sou meio-rica. Classe C, sacou? NÉIA —— (ri) Você rica? E quem disse que classe “C” é a classe boazuda, hein? RAQUEL —— Tô cheia da grana! (mostra) Espia essa bolsa de cobra cascavel que comprei na “Grife Maggia”, vê só, até o nome é inglês. NÉIA —— (ri) Pobre pega dois reais, sente que é 2 mil. RAQUEL —— Ih... vai encanar agora? NÉIA —— Sabe o que é? É que trabalhei na
  6. 6. Perfeição/ Capítulo 028 PÁG.: 06 casa dos Almeida Júnior, e sei o que é chique, o que não é. RAQUEL —— Tá certo, ô recalcada! E você acha que é rica, morando na favela? NÉIA —— Não sou e não me acho. RAQUEL —— Ó, pra você ter uma ideia... esses dias me sumiu 2 mil real. Mas como eu tô podendo, deixei pra lá. Porque o desgraçado, fiduma cavala com hanseníase de perna torta, devia de tá precisando.NÉIA DISFARÇA, JÁ QUE ELA ROUBOU O DINHEIRO DE RAQUEL AQUELEDIA. NÉIA —— Ah, é? E como é que você mudou de situação financeira da água pro vinho? RAQUEL —— (desconversa) Foi bom prosear com você, beijo e fui!RAQUEL SAI SEM DIZER MAIS NADA. NÉIA FICA COM A PULGA ATRÁSDA ORELHA. NÉIA —— Olha... (p/ si) Essa Raquel tá escondendo algo de muito grave. E tenho pra mim, que ela e Ester tem algum tipo de amizade.Corta para: CENA 04/ APÊ DE LISA E MIRELA/ INT/ COZINHA/ TARDE/LISA APENAS LENDO A PÁGINA INICIAL DUM JORNAL, SOB A MESA,COM UMA XÍCARA DE CAFÉ AO LADO. SOZINHA. LÊ A MANCHETE 1: LISA —— “Notícia Audiência... Novela das 21horas sobe na audiência.” (p/ si) Ah... que bom! Não tenho tempo nem pra coçar a cabeça, vou assistir novela?MIRELA VEM CHEGANDO TODA ARRUMADA. VAI DIZENDO: MIRELA —— E aí, como eu tô, Lisa? LISA —— (vira-se) Epa, epa! Onde pensa que vai? MIRELA —— Ué, Lisa... vou pra casa da Shirley,
  7. 7. Perfeição/ Capítulo 028 PÁG.: 07 fazer o trabalho de química. LISA —— (muxoxa) Nada disso! Você vai ficar de castigo, mocinha. Por ter mentido pra mim, e nunca ter me contado a história do garoto. MIRELA —— (resmunga) Mas não tem como ter havido nada entre mim e ele, ele era... LISA —— Gay, eu sei! Você já reproduziu isso umas 478 vezes! O que tá em questão é a mentira em si, não o que ela traz de mal ou bom. Quarto, já! MIRELA —— Ai, lisa! Que coração de pedra! Please, deixa eu ir. A Shirley tá me esperando! Vai, vai, vai! LISA —— (pensativa) Não... já disse que não. MIRELA —— (irônica) Palmas pra irmã mais chata do mundo! LISA —— (se levanta) Olha lá! MIRELA —— Quê que é? Acordou com o pé esquerdo, e vem descontar em eu? LISA —— Primeiro que não é “Em eu”, e sim “Em mim”. Segundo, que eu sou sua irmã responsável e... (desiste) Quer saber, vai logo antes que eu pegue a cinta! MIRELA —— (ri) Credo! Obrigada, maninha por deixar. Boa noite, boa noite.MIRELA SE APROXIMA E EMPOLGADA, ENCHE LISA DE BEIJOS. LISA —— Tá, tá. Vai logo pra voltar logo. Anda! MIRELA —— Ai, tá! Fui!MIRELA SAI. LISA BUFA. SE SENTA NOVAMENTE E COMEÇA A FOLHEARSEU JORNAL.Corta para: CENA 05/ CONDOMÍNIO/ EXT/ PORTARIA/ DIA/O PORTEIRO NA PORTA, NORMALMENTE. METROS DALI, VEMOS ESTERESPIANDO, COM UM PAPELZINHO ÀS MÃOS. (detalhe: ESTER VEMTAMBÉM COM UMA BOLSA AOS BRAÇOS). Sonoplastia: SUSPENSE.MIRELA VEM SAINDO DO CONDOMÍNIO E VAI ATÉ O PORTEIRO.
  8. 8. Perfeição/ Capítulo 028 PÁG.: 08 MIRELA —— (p/ Porteiro) Poxa, seu Manoel, o senhor se saiu um ótimo dum X9! Fiquei chateada com o senhor! PORTEIRO —— Me desculpe, senhorita Mirela, mas eu fiz o certo contando pra sua irmã que você recebia visitinha. Agora... aquele rapaz que vinha aí, não tinha jeito de gay, não. Inventou mais essa pra sua irmã, foi? MIRELA —— Não te interessa! Abre o portão logo, vai!O PORTEIRO DESTRAVA E VAI ABRINDO. MIRELA VEM SAINDO E QUANDOVAI PRA CALÇADA, DÁ DE ENCONTRO COM ESTER. AS DUAS LEVEMENTESE ESBARRAM E ESTER DIZ: ESTER —— Me desculpa, menina. MIRELA —— Imagina. ESTER —— Olha, aproveitando a oportunidade... (lê papel) Onde é o apartamento da Lisa? MIRELA —— (surpresa) Lisa? Lisa é minha irmã! Andar 2, apê de número 152. ESTER —— (surpresa) Ah... você é irmã dela? Bom saber... MIRELA —— Por quê? De onde você conhece minha irmã? ESTER —— (falsa, seca) Ah... Lisa... minha amiga quase que de infância. Vamos acertar todo esse tempo agora, nos vendo muito e … falei demais, deixa! Bom te ver, querida... prazer! MIRELA —— Prazer!ESTER VAI CAMINHANDO ATÉ A PORTARIA. MIRELA PARA E ESTRANHATUDO ISSO. MIRELA —— Quem é essa mulher?MIRELA SAI. Corta para ESTER QUE CONVERSA COM O PORTEIRO.LOGO ELE PERMITE A ENTRADA DE ESTER. QUE ENTRA.Corta para: CENA 06/ APÊ DE LISA E MIRELA/ INT/ COZINHA/ DIA/
  9. 9. Perfeição/ Capítulo 028 PÁG.: 09 CONTINUIDADE/LISA AINDA À MESA, TOMANDO CAFÉ E LENDO JORNAL. Sonoplastia:SUSPENSE AUMENTA. NA SALA, CAMPAINHA COMEÇA A TOCARINCANSAVELMENTE. LISA ATÉ SE SURPREENDE: LISA —— (p/ si) Nossa... (alto) Já vai! Que doideira!Corta para SALA. LISA VEM CHEGANDO, CAMPAINHA CONTINUATOCANDO INÚMERAS VEZES, DESCARADAMENTE. LISA CHEGA E ABRE. ÉQUANDO DÁ DE CARA COM ESTER, SORRINDO SERIAMENTE. LISA GELA. LISA —— (pálida) Você?ESTER APENAS SORRI, SERIAMENTE. LISA AINDA PÁLIDA.Corta para: CENA 07/ HOTEL DE SÃO PAULO/ INT/ SALA RECEPÇÃO/ DIA/A DONA DO HOTEL SE ENCONTRA NA RECEPÇÃO, ATRÁS DO BALCÃO.(Detalhe: APENAS SIMONE FUÇA UMA PLANTINHA DISTRAIDAMENTE,CENTÍMETROS LONGE DA RECEPÇÃO) SIMONE —— (fala sozinha) Menina... que planta mais bonita! A outra não, a outra tá suja e feia!LENINHA ENTRA NO HOTEL COM TUDO, TODA PERIGUETE, VESTIDODECOTADO TODO CURTO E SE APROXIMA DA RECEPÇÃO: DONA DO HOTEL —— (p/ Leninha) Pois não, em que posso ajudar? LENINHA —— Então vim procurar a minha mais que Best friend Ester “Malta”. Que agora é Almeida, também. DONA DO HOTEL —— Qual seu nome? LENINHA —— Seguinte, me chama de Leninha, viu... mas eu me chamo Maria Helena.PARA TUDO! SIMONE, QUE ALI ESTAVA VENDO AS PLANTINHAS, AOOUVIR ESSE NOME, VIRA-SE SURPRESA E IMPRESSIONADA. SIMONE —— (espantada) Ai, meu Deus! Achei! Achei, meu São Cristóvam, meu São
  10. 10. Perfeição/ Capítulo 028 PÁG.: 010 Judas, Francisco, São Frei, São de tudo! Achei ela! Achei!LENINHA E A PRÓPRIA DONA DO HOTEL ESTRANHAM. SIMONEIMPRESSIONADA SE APROXIMA E ABRAÇA LENINHA, COM APOSSIBILIDADE DA MESMA SER A QUE DESIRRÉ PROCURA: LENINHA —— Por que tá me abraçando? SIMONE —— (comovida) Menina! Menina! Menina! Espere aí, não sai daí, vou chamar a minha amiga! Não sai! Não sai!SIMONE SAI GRITANDO “DESI, DESI, DESI” PELA ESCADA AFORA.LENINHA ESTRANHA MUITO. LENINHA —— Por que esta mulher me abraçou? Ó, a Ester tá? DONA DO HOTEL —— Não está. Saiu ainda há pouco. LENINHA —— Eu vou-me indo! Sabe por quê? Essa mulher deve ser mandigueira, me abraçou porque quer me botar mau olhado. Fui, fui!LENINHA VAI SAINDO DO HOTEL ÀS PRESSAS. SIMONE SEM PALAVRASVEM DESCENDO A ESCADA, ACOMPANHADA DE DESIRRÉ, QUE QUER CRER: DESIRRÉ —— (empolgada) Sério?! A minha filha, nem acredito! Mas era ela mesmo? SIMONE —— Tenho certeza, é nova, chama Maria Helena... é sua filha, miga!PORÉM, AS DUAS CHEGAM E DÃO DE CARA COM NADA, APENAS A DONADO HOTEL COM CARA DE TÉDIO. SORRISOS VÃO-SE. DESIRRÉ —— Ué, Simone... cadê a minha filha, assim como você disse? SIMONE —— (sem graça) Ué, ela tava aqui, agorinha... (p/ Dona do Hotel) A senhora não a viu? DONA DO HOTEL —— (entediada) Se eu vi quem com quem? SIMONE —— (bufa, lamenta) Ai, amiga... desculpa. Eu jurava que era ela. Mas devia de ter sido outro engano. DESIRRÉ —— Assim como vários outros. (cabisbaixa) Eu devo começar a perder
  11. 11. Perfeição/ Capítulo 028 PÁG.: 011 as esperanças de achá-la, porque... ela nunca, nunca que iria me perdoar, Simone. Eu tenho certeza! SIMONE —— Ai, amiga... agora me sinto culpada, tá vendo? DESIRRÉ —— Não se culpe, você não tem nada com isso. Apenas eu, eu que abandonei Maria Helena, eu que tenho que aguentar o tranco de não ver uma filha.DESIRRÉ VIRA-SE E VAI SAINDO SUPERCHATEADA. SIMONE SE SENTE ESUSPIRA ANGUSTIADA.Corta para: CENA 08/ CASA DE MOURÃO/ INT/ SALA/ DIA/ERMELITA SENTADA AO SOFÁ, ASSISTINDO A TV NO CANAL 2, ECOMENDO UM SUCULENTO PEDAÇO DE FRANGO. ELA COM AS MÃOSENGORDURADAS, FAZ QUESTÃO DE ESFREGÁ-LAS NO SOFÁ DE MOURÃO.MOURÃO VEM CHEGANDO DA COZINHA E FICA INDIGNADO COM O QUE VÊ: MOURÃO —— Ermelita? ERMELITA —— (mordendo o frango) Oi. MOURÃO —— O que você tá fazendo? ERMELITA —— (mordendo) Assistindo “Amor Eterno Amor”... e você? MOURÃO —— (indignado) Mas eu que sempre sento aí,e assisto a novela da tarde. E não é Amor Eterno Amor, não... ERMELITA —— (distraída) É Máscaras? MOURÃO —— Não! É Malhação! ERMELITA —— (de boca cheia) Mas agora eu tô aqui! E pretendo botar no canal de comida. MOURÃO —— (bufa) (p/ si) Oh, meu Pai... Por que eu pus essa baleia orca, esse elefante marinho aqui em casa? ERMELITA —— Agora, faz um favor... me traz um suco de laranja pra esse frango descer. MOURÃO —— E agora eu sou pau-mandado de mulher? ERMELITA —— Não. Pra ser pau-mandado você tem que ter a mulher. No seu caso, tadinho, tá velho, gordo e careca...
  12. 12. Perfeição/ Capítulo 028 PÁG.: 012MOURÃO OLHA COM DESPREZO PRA ERMELITA, QUE RETRIBUI...MORDENDO FRANGO.Corta para: CENA 09/ HOTEL SIMPLES DE SÃO PAULO/ INT/ QUARTO DE PAULO/ DIA/PAULO ACABA DE ABRIR A PORTA E ENTRA, ACOMPANHADO DE MIRELA.PAULO ESTÁ COM SEU DISFARCE PARA FUGIR DA POLÍCIA. MIRELA —— Olha... até que é legal aqui. PAULO —— É a minha casa, praticamente. MIRELA —— Mas, Paulo, o que você faz pra pagar a mensalidade disso aqui? Que eu me lembre, eu paguei pra você apenas a primeira. PAULO —— Isso mesmo. Eu lavo louças agora, Mirela. Pra ver como tô reconstruindo a minha vida. MIRELA —— Não acho que esteja. Pra mim, você devia arcar com as consequências do que fez antes disso. PAULO —— Como assim? MIRELA —— Devia se entregar, ser preso, e depois que saísse da cadeia, reconstruiria a sua vida. Como reconstrói-se uma vida, sendo prisioneiro dentro de casa? PAULO —— Mas eu não matei por prazer, muito menos por ódio dele. Matei por impulso. E por que eu tava/ MIRELA —— Paulo, Paulo, Paulo... não é a mim que você tem que explicar nada. E sim, à polícia, quando você for pra lá. E se for, já que tá crente de que vai passar o resto da vida impune. PAULO —— Então por que você veio? Pra me dizer isso? MIRELA —— Não... escuta... eu vim pra um assunto muito sério, mas acabei perdendo o foco depois que começamos essa conversa. PAULO —— Bom, se é sério, vamo fechar a porta
  13. 13. Perfeição/ Capítulo 028 PÁG.: 013 e nos sentar.MIRELA VAI CAMINHANDO E SE SENTA à CAMA, ENQUANTO PAULO FECHAA PORTA. PAULO SE APROXIMA E SE SENTA DE FRENTE PRA MIRELA,NA CAMA: PAULO —— Então? Diz? MIRELA —— Eu vou ser assim, direta. PAULO —— Pode ser. MIRELA —— Tem chance de eu estar grávida, depois da noite de anteontem?CLOSE NO ROSTO DE PAULO.Corta para:CENA 10/ APÊ DE LISA E MIRELA/ INT/ SALA/ DIA/ CONTINUIDADE/ ESTER —— (séria) Que bom te ver, Lisa querida. LISA —— Veio pedir desculpas pelo vexame de anteontem? ESTER —— (risinho) De jeito nenhum! LISA —— Eu não te conheço, não tem porquê conversarmos. Hã? ESTER —— Ah, tem sim. E muito!ESTER VAI ENTRANDO, LISA A PUXA PELO BRAÇO NA HORA: LISA —— (séria) Ei! Quem você pensa que é pra entrar na casa dos outros assim? ESTER —— (ri) Chama essa bosta de casa?COM ESSA PALAVRINHA, ESTER PROVOCA LISA, QUE FICA SÉRÍSSIMA.ESTER SE SOLTA DAS MÃOS DE LISA. AMBAS SE ENCARAM. LISA —— Como você ousa chamar a minha casa de tamanho nome? ESTER —— (ri debochadamente) Ah, já disse, isso aqui não é casa. LISA —— Então por que você entrou nela? ESTER —— (séria) Porque você vai se ver comigo! Lisa Aparecida!LISA SE ASSUSTA:
  14. 14. Perfeição/ Capítulo 028 PÁG.: 014 ESTER —— Olha... eu poderia te matar...PARA FALAR, ESTER COMEÇA A CAMINHAR EM VOLTA DE LISA: ESTER —— (continua) Decepar sua cabecinha... cortar seus dedos da mão, sua língua... seu cabelo! Sua mão toda, seu pé... mas não vou fazer isso!COM OS PÉS, ESTER FECHA A PORTA, BATENDO-A. LISA SE ASSUSTA ECOMEÇA A FICAR BEM APAVORADA. ESTER SÉRIA VIRA-SE E PASSA ATRANCA NA PORTA. ESTER —— (séria) Agora, somos só eu e você... Lisa. LISA —— (dá passos pra trás) Por que isso? O que eu fiz? ESTER —— Você ainda não sabe? Sua anta!ESTER SÉRIA, PEGA SUA BOLSA, ABRE-A. TIRA UMA FOTO E QUANDOESTENDE O BRAÇO E MOSTRA-A PRA LISA, DE LONGE. LISA E LEANDROSE BEIJANDO NA FOTO. LISA FICA REALMENTE EM ESTADO DE CHOQUE,GELO, TRAUMA E PARALISA-SE: ESTER —— Tá vendo... como sou esperta, como sou digna dum Oscar! Vocês dois acharam que podiam colocar um chifrinho nessa fina cabeça minha. Se enganaram! Cachorros!ESTER SE APROXIMA, E ABRUPTAMENTE AGARRA LISA PELO BRAÇO: ESTER —— Sua pobretona horrorosa!FOCO NO ROSTO DE LISA, ENCARANDO ESTER. ESTER POSSESSA.Corta para: FIM DO CAPÍTULO.

×