Fundamentos de logística slides

980 visualizações

Publicada em

Produção Acadêmica de alunos da Faculdade Metropolitana de Anápolis- GO sobre Fundamentos de Logística da Disciplina de Administração de Materiais e Logística.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
980
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
61
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fundamentos de logística slides

  1. 1. ADMINISTRAÇÃO DE MATERIAIS E LOGÍSTICA  FUNDAMENTOS
  2. 2. ACADÊMICOS: AGNER LOUREDO NEVES LUCIANO NAKAGAWA MICHAEL SANTANA VALDIVINO MOTA DE BASTOS  PROFESSOR: ÁLVARO GERALDO A. MORAIS 
  3. 3. ADMINISTRAÇÃO DE MATERIAIS E LOGÍSTICA    DEFINIÇÕES “A Administração de Materiais moderna é conceituada e estudada como um Sistema Integrado em que diversos subsistemas próprios interagem para constituir um todo organizado.” “A logística é uma operação integrada para cuidar de suprimentos e distribuição de produtos de forma racionalizada.”
  4. 4. OBJETIVOS:   “A função básica de um gerente de materiais é adquirir produtos ao menor preço possível, sempre considerando os efeitos de suas ações de curto prazo no longo prazo, no restante da empresa e nos seus objetivos organizacionais.” “A administração de materiais visa garantir a existência contínua de um estoque, organizado de modo a nunca faltar nenhum dos itens que o compõem, sem tornar excessivo o investimento total.”
  5. 5. Os fundamentos seguem este ciclo: FORNECEDOR COMPRA TRANSPORTE SINAL DE DEMANDA RECEBIMENTO E ARMAZENAMENTO CLIENTE MOVIMENTAÇÃO INTERNA TRANSPORTE EXPEDIÇÃO ( CONTROLE DE SAÍDA) PRODUÇÃO ARMAZENAMENTO DO PRODUTO ACABADO
  6. 6. CLIENTE  O cliente fornece a informação necessária para o planejamento de um negócio, a criação de um produto, a qualidade desejada, as especificações sobre o produto, a finalidade, a oferta e a procura do mesmo. Nele é que surge o sinal de demanda.
  7. 7. SINAL DE DEMANDA   “É a forma sob a qual a informação chega a área de compras para desencadear o processo de aquisição de bens materiais ou patrimoniais.” No sinal de demanda consegue-se as informações sobre a vontade, a expectativa, o valor do produto sob a visão do cliente.
  8. 8. FORNECEDORES  Fornecedor é responsável por suprir a empresa com materiais ou produtos, necessários para atender a necessidade e a demanda do cliente.
  9. 9. COMPRA  É o subsistema responsável pela gestão, negociação e contratação de compras de materiais por meio de processo de licitação. É de sua competência assegurar que as matérias-primas exigidas pela Produção estejam à disposição nas quantidades certas, nos períodos determinados e pré-estabelecidos.
  10. 10. TRANSPORTE  O transporte é o deslocamento de bens de um ponto a outro da rede logística, respeitando as restrições de integridade da carga e de confiabilidade de prazos ( FIESP, 2009 ).
  11. 11. RECEBIMENTO E ARMAZENAMENTO ( ESTOCAGEM)   O recebimento é a função básica de receber os produtos ou matéria prima adquiridos e certificar que as especificações estejam em conformidade com o pedido de compra. A armazenagem é denominada estocagem, por se tratar de matéria prima, é a gestão física dos estoques.
  12. 12. MOVIMENTAÇÃO INTERNA   “São consideradas movimentações internas todo o tipo de movimento de produto efetuado internamente no estoque da empresa.” Significa transportar pequenas quantidades de bens por distâncias relativamente pequenas.
  13. 13. PRODUÇÃO  LOGÍSTICA DE PRODUÇÃO: “Tem início com o planejamento, programação e controle da produção (PPCP – que recebe matérias-primas e componentes do estoque e envia para a produção, manuseio e transporte interno e estoques em processo).
  14. 14. ARMAZENAGEM DO PRODUTO ACABADO  “Os termos armazenagem e estocagem são freqüentemente usados para identificar coisas semelhantes. Mas podemos distinguir os dois, referindo-se à guarda de produtos acabados como armazenagem e à guarda de matérias-primas como estocagem.”
  15. 15. EXPEDIÇÃO (CONTROLE DE SAÍDA)        “A expedição é uma atividade do armazém que se realiza depois de a mercadoria ser devidamente separada e inclui as seguintes tarefas (Tompkins et al., 1996, p. 393): Verificar se o pedido do cliente foi completamente atendido; Embalar a encomenda adequadamente para ser expedida; Preparar os documentos de remessa (lista dos artigos embalados e destino da encomenda); Pesar as mercadorias, para calcular os custos de transporte; Juntar as encomendas por transportadora; Carregar os caminhões (tarefa muitas vezes realizada pelas transportadoras).”
  16. 16. TRANSPORTE  O transporte é imprescindível para que o objetivo logístico seja alcançado, que é o produto certo, na quantidade exata, na hora certa, no lugar correto ao menor custo possível.
  17. 17. CLIENTE   Assim como todo o processo de administração de materiais e logística se inicia no cliente, ele também acaba dando o reinício ou início de um novo ciclo. O cliente será o destinatário do produto acabado ou serviço prestado, irá avaliar o tempo, a qualidade, o estado do produto, validade e atendimento diferenciado.
  18. 18. Os fundamentos seguem este ciclo: FORNECEDOR COMPRA TRANSPORTE SINAL DE DEMANDA RECEBIMENTO E ARMAZENAMENTO CLIENTE MOVIMENTAÇÃO INTERNA TRANSPORTE EXPEDIÇÃO ( CONTROLE DE SAÍDA) PRODUÇÃO ARMAZENAMENTO DO PRODUTO ACABADO
  19. 19. LOGÍSTICA REVERSA  “ A logística reversa é a área responsável pelo fluxo reverso de produtos, esteja relacionado aos impactos ao meio ambiente, ou a devolução por parte do cliente não satisfeito”

×